MINISTÉRIO
População baiana não tem boas recordações em relação a Levy.
JAQUES WAGNER FICA DE FORA DA EQUIPE ECONÔMICA DE DILMA
NOVOS NOMES

JAQUES WAGNER FICA DE FORA DA EQUIPE ECONÔMICA DE DILMA
A PRESIDENTE DILMA PRECISA DEMITIR A ECONOMISTA DILMA, DIZ AVENA
ECONOMIA

A PRESIDENTE DILMA PRECISA DEMITIR A ECONOMISTA DILMA, DIZ AVENA
COLUNISTAS
ENQUETE

NA SUA OPINIÃO, QUAL O CARGO QUE O GOVERNADOR WAGNER DEVE ASSUMIR EM BRASÍLIA?

FRASE DO DIA

 “Mauro Ricardo não vai deixar a prefeitura. Esta especulação não tem fundamento. Mauro continua na Fazenda”

ACM Neto
Prefeito de Salvador

OUTRAS NOTÍCIAS
21/11 - 16h44m


O Governo do Estado recebe nesta segunda-feira, 24, às 9h, no Hotel Pestana, Rio Vermelho, a missão estrangeira organizada pelo Centro de Excelência contra a Fome, uma parceria do Programa Mundial de Alimentos (PMA), das Nações Unidas e do Governo Federal.

Participam da comitiva, membros de Camarões, Burkina Faso, Laos, República do Congo, Zimbábue e Zâmbia, que cumprirão agenda de trabalho até o dia 28. Os representantes dos seis países africanos aprenderão sobre as experiências de desenvolvimento social e combate à pobreza, inclusão produtiva rural e alimentação escolar, em Salvador e interior do estado.

Durante a agenda, eles visitarão escolas públicas, urbanas e rurais, que tenham hortas escolares e compram da agricultura familiar e cooperativas de agricultores familiares, que vendem para as escolas.
Localizado em Brasília, o Centro de Excelência, auxilia governos da África, Ásia e América Latina, utilizando a experiência do PMA e do Brasil na luta contra a fome, ao mesmo tempo promove modelos sustentáveis de alimentação escolar e outras redes de segurança alimentar e nutricional.

O Centro, já firmou parceria entre o PMA, Brasil, Moçambique, Timor-Leste e Haiti. A perspectiva é que, os países sejam capazes de desenvolver e aprimorar seus programas nacionais de alimentação escolar, acessando uma plataforma global de troca de informações sobre a merenda escolar e as melhores práticas de seus próprios programas.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 16h26m


A presidente Dilma Rousseff anunciará oficialmente na tarde desta sexta-feira (21) a nova equipe econômica para o seu novo governo. O Governador Jaques Wagner está fora da equipe, apesar de ter sido cotado para assumir a pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Integração Nacional, Relações Institucionais e até a Casa Civil.

O ex-presidente Lula havia manifestado interesse em encaixá-lo na Petrobras, para “apagar o incêndio” de imagem que consome a empresa. Wagner tinha dito que Dilma o queria em seu novo governo a ser iniciado em 2015.

Em outro momento, o governador da Bahia afirmou que não havia recebido convites da presidente, mas que os dois tinham conversado sobre o assunto. Na ocasião, Wagner destacou que estava à disposição para ajudá-la em sua gestão.

A nova equipe econômica do novo governo Dilma terá ainda o senador pelo PTB e candidato derrotado ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro, que assumirá o Ministério do Desenvolvimento e Indústria. Dilma irá anunciar também a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) como Ministra da Agricultura.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 16h18m


Os moradores dos municípios de Santa Luzia e Mascote, na região sul do estado, foram beneficiados, na tarde desta sexta-feira (21), com a entrega de veículos, equipamentos e o anúncio de investimentos feitos pelo governador Jaques Wagner durante visita às duas cidades. Em Santa Luzia, agricultores familiares receberam um trator com implementos agrícolas, no valor de R$ 100 mil.

Em Mascote, vão ser entregues logo mais um ônibus escolar e 50 barracas para feirantes da zona rural. Ainda no município, Wagner entrega novas barracas a 50 comerciantes da feira livre da localidade de Paraíso. A ação faz parte da requalificação do mercado do distrito.

“É sempre uma alegria visitar esta região e, ainda mais, vindo pela primeira vez a Santa Luzia e Mascote para trazer transporte escolar de qualidade, fortalecer a agricultura e o comércio da feira de Paraíso”, afirmou Wagner.

Com investimento de R$ 250 mil, o ônibus do Programa Caminho da Escola reforça a frota do município de Mascote, garantindo mais segurança e rapidez no transporte dos alunos da rede pública de ensino em localidades da zona rural. 


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 16h04m


Joaquim Vieira Ferreira Levy deve ser anunciado hoje (21), pela presidente Dilma Rousseff, como o novo ministro da Fazenda a partir de 2015. Ele ocupa atualmente o posto de administrador de Fundos de Investimento do Bradesco.

Nascido em 1961 no Rio de Janeiro, ele se formou em Engenharia Naval, obteve o Mestrado em Economia pela FGV em 1987, e Doutorado em Economia pela Universidade de Chicago em 1992.

Levy iniciou sua carreira em 1984, no Departamento de Engenharia e na Diretoria de Operações da Flumar S/A Navegação. Foi professor do curso de mestrado da Fundação Getúlio Vargas em 1990, antes de integrar os quadros do Fundo Monetário Internacional, onde, de 1992 a 1999, ocupou cargos nos Departamentos do Hemisfério Ocidental, Europeu I e de Pesquisa, em particular nas Divisões de Mercado de Capitais e da União Europeia.

Já no período de 1999 a 2000 exerceu, como economista visitante no Banco Central Europeu, atividades nas Divisões de Mercado de Capitais e de Estratégia Monetária. No ano de 2000 foi nomeado Secretário-Adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, e, em 2001, Economista-Chefe do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Em janeiro de 2003, foi designado Secretário do Tesouro Nacional.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 15h45m


Conforme o Bahia Econômica adiantou na manhã desta sexta-feira (21), a presidente Dilma Rousseff vai anunciar hoje o atual administrador de fundos de investimento do Bradesco, Joaquim Levy, como o novo ministro da Fazenda. Nelson Barbosa, ex-secretário executivo da Fazenda, será o titular do Planejamento.

Os dois já integraram a equipe econômica no primeiro governo. O anúncio dos novos assessores de Dilma ocorrerá após o fechamento da Bovespa.

A cidade de Salvador tem péssimas recordações de Joaquim Levy, já que foi ele, na condição de secretário do Tesouro, que exigiu para viabilizar o financiamento da Linha 1 do metrô de Salvador que ela fosse dividida, comprometendo-se a financiar apenas 6 km de via.

Levi também exigiu a transferência da administração do trem do subúrbio do governo federal, através da CBTU, para a Prefeitura de Salvador. A exigência de Levy resultou no atraso da implantação do segundo trecho da Linha 1, que até hoje não está pronta.

O senador pelo PTB e candidato derrotado ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro, assumirá o Ministério do Desenvolvimento e Indústria. Além, da equipe econômica, Dilma irá anunciar a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para o Ministério da Agricultura.

O presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, era a primeira escolha da presidente para o Ministério da Fazenda, mas ele recusou o convite de Dilma para assumir a pasta.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 15h20m


A geração de energia elétrica no País atingiu 61.372 MW médios, no acumulado de novembro até o dia 17, com queda de 2,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os dados constam da edição semanal do InfoMercado, boletim da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Apesar de ainda liderar a geração no Sistema Interligado Nacional (SIN), com 65,1% de participação, que correspondem a 39.943 MW médios, o total gerado pelas hidrelétricas caiu 12,9% na comparação com igual mês de 2013.

Essa queda foi compensada pelas termelétricas, que produziram 27% mais, em igual base comparativa, chegando a 17.566 MW médios, o equivalente a 28,6% da geração do SIN. Já os parques eólicos tiveram crescimento de 58% na geração em novembro, entregando 1.694 MW médios, ou 1,7% da produção total.

A tendência de queda no consumo vista nas semanas anteriores continuou. O consumo preliminar registrado foi de 57.148 MW médios, com declínio de 6,18% frente a novembro do ano passado.

O cenário de queda do consumo ainda é influenciado pela retração industrial e pelo patamar elevado do Preço da Liquidação das Diferenças - PLD, que se manteve no valor teto (R$ 822,83/MWh) ao longo de novembro, de acordo com a CCEE. Esses fatores têm maior peso no mercado livre de energia elétrica, no qual o uso de energia por consumidores livres e especiais caiu 11,5% no início de novembro, contra retração de 5% no ambiente cativo. (ESP)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 15h06m


A Prefeitura de Salvador informou hoje que os moradores da Baixa do Camurujipe, em São Caetano, serão beneficiados com 400 títulos de posse.

O prefeito ACM Neto entrega os documentos neste sábado (22), às 10h, em solenidade realizada na Igreja Assembleia de Deus, na Praça da Paciência, como parte do programa Casa Legal, que visa regularizar a situação de 30 mil imóveis em toda a cidade até 2016, sob a coordenação da Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec). Só em 2014, serão entregues 14 mil títulos.

Segundo a Prefeitura, foram beneficiados desde o início do programa os bairros de Canabrava, Bairro da Paz, Boca do Rio, Pituaçu e Vila Canária, e os próximos contemplados serão Nova Brasília de Itapuã e Vale do Matatu, na região conhecida como Baixa do Tubo. Cerca de 10 mil títulos já foram entregues, seja nos bairros onde acontecem as ações ou na própria secretaria, onde proprietários de imóveis podem dar entrada no pedido do benefício. “A meta de 14 mil entregas para esse ano será cumprida porque muitos títulos estão prontos”, explica o secretário Paulo Fontana.

Para participar do programa é necessário possuir o imóvel por, no mínimo, cinco anos completados até junho de 2001; utilizar o terreno para fins de moradia em mais de 50% da área; possuir terreno com até 250 m² de área construída; não ser proprietário ou concessionário de outro imóvel urbano ou rural; e ter uma renda familiar de até seis salários mínimos. É preciso apresentar RG, CPF, contrato de compra e venda (se houver), recibo de pagamento de IPTU (se houver), comprovante de residência e de renda. Caso o solicitante seja casado, deverá apresentar também RG, CPF e comprovante de renda do cônjuge, além de certidão de casamento.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 14h53m


A Presidência da República já começa a convocar a imprensa para a divulgação dos nomes dos ministros que vão compor a equipe econômica do segundo mandato: Joaquim Levy, Alexandre Tombini e Nelson Barbosa. Na manhã desta sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff recebeu o senador Armando Monteiro (PTB-PE) no Palácio da Alvorada e as indicações são de que ele completaria a equipe no Ministério de Desenvolvimento Econômico.

Nelson Barbosa conversou na noite de ontem com Dilma em São Paulo e deve ser o Ministro do Planejamento. Ele já está em Brasília para o anúncio. Uma mudança de planos nesta manhã pode manter Tombini  no Banco Central (até ontem ele seria transferido para a Fazenda) e levar, para a Fazenda, Joaquim Levy (que ontem iria para o Banco Central).

Embora sejam os mesmos nomes, a ida de Levy para a Fazenda ou Banco Central faz grande diferença. Na Fazenda, seria uma sinalização mais forte da presidente Dilma Rousseff de se afastar, na medida do possível, da imagem de "Ministra da Fazenda". Se a escolha for Tombini na Fazenda, pode se manter a conhecida relação da presidente com o atual presidente do Banco Central: maior influência de Dilma nas decisões. Nestes primeiros quatro anos, sempre se disse que Dilma foi, de fato, "a ministra da Fazenda".

A expectativa, agora, é com as escolhas do novo Secretário do Tesouro e do presidente do BNDES. Dilma já avisou ao ministro Mauro Borges que ele vai deixar o Ministério da Indústria e Comércio, em encontro hoje pela manhã. As informações são do G1.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 14h11m


O Ibovespa, principal índice da Bolsa, operava em alta de 2,12%, a 54.536,85 pontos por volta de 15h10 desta sexta-feira (21). Mais cedo, o índice chegou a subir mais de 3%.

O dólar comercial apresenta queda de 1,89% nesta sexta-feira (21), indo ao patamar de R$ 2,5255, repercutindo positivamente o noticiário sobre a próxima equipe econômica, que gerou nos investidores a sensação de que a presidente Dilma Rousseff estaria mais aberta a mudanças em sua política econômica, criticada por gerar inflação alta e crescimento baixo.

As ações de bancos, da Petrobras (PETR3 e PETR4) e da Vale (VALE3 e VALE5) são as principais influências positivas na Bolsa nesta sexta. As ações da Vale estão entre as maiores altas do índice, de cerca de 8%.
As ações da Petrobras avançavam mais de 4%, enquanto Banco do Brasil (BBAS3) subia 4,14%, Itaú Unibanco (ITUB4) avançava 2,29% e Bradesco (BBDC4) registrava elevação de 3,04%. O volume financeiro do pregão somava cerca de R$ 2,7 bilhões.

"Ela percebeu que vai ter que chamar alguém para botar ordem na casa", disse o superintendente de derivativos da CGD, Jayro Rezende, ressaltando que o mercado vai buscar sinais de que essa postura será adotada de forma duradoura, e não apenas como uma solução de curto prazo. As informações são do uol.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 14h00m


Uma semana após ter sido aberta para visitação pública, a Casa do Rio Vermelho – Jorge Amado e Zélia Gatta recebeu na quinta-feira (20) a visita de empresários e representantes setor de turismo. A inspeção teve como objetivo traçar estratégias para alavancar o potencial turístico do imóvel, que foi totalmente reformado pela Prefeitura.

Jean Paul Gonze, presidente da Lilás Turismo, destacou que o espaço será muito explorado pelos agentes e empresas de turismo, mas que ações específicas ainda estão sendo elaboradas. “Um local como este é raro em qualquer cidade do mundo, até porque não é todo lugar que tem uma personalidade como o casal Jorge e Zélia para mostrar”, avaliou.

Cristina Balumgarten, coordenadora da Câmara de Turismo da Bahia de Todos os Santos, ressaltou que a figura de Jorge Amado por si só torna qualquer espaço "vendável" do ponto de vista turístico. “Todos já leram ou pelo menos já ouviram falar em Jorge. Logo, existe de forma natural um interesse das pessoas em conhecer o escritor, o que torna este espaço um chamariz”, destacou.

Já a coordenadora-geral da Casa Rio Vermelho, Juciara Melo, avalia como positivo a resposta obtida até agora com o espaço. “A casa só foi aberta para o público na semana passada e tivemos um bom fluxo de visitantes. A expectativa é que o local se consolide com um ponto turístico com a ajuda dos empresários do setor”.

O memorial, localizado na Rua Alagoinhas número 33, no bairro do Rio Vermelho, recebeu um investimento de R$ 6 milhões e estará aberto nesta sexta (21), sábado (22) e domingo (23), das 10h às 17h. O ingresso custa R$20 a inteira e R$10 a meia-entrada. Professores e estudantes das redes públicas estadual e municipal têm acesso gratuito.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 13h41m


 


O Congresso analisa a Medida Provisória (MP) 659/14, que libera R$ 1,77 bilhão do orçamento da União para os ministérios das Relações Exteriores, da Defesa e para custear encargos financeiros da União. A MP será analisada pela Comissão Mista do Orçamento e ainda precisa ser votada pelos plenários da Câmara e do Senado.

A maior parte dos recursos, R$ 1,47 bilhão, será destinada para custear as taxas menores concedidas por empréstimos subsidiados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O montante será usado no Programa Emergencial de Reconstrução de Municípios Afetados por Desastres Naturais, e no Programa de Sustentação do Investimento (PSI), com juros subsidiados para compra de máquinas e equipamentos produzidos no Brasil.

Segundo o governo, esses programas tiveram os recursos diminuídos pelo Congresso durante a tramitação da Lei Orçamentária de 2014, e precisam ter o caixa reforçado.

A MP destina também R$ 205 milhões para cobrir os gastos com subvenção econômica à cessão de energia elétrica da hidrelétrica de Itaipu ao Paraguai. O governo justifica que o montante é necessário para cobrir o alimento do dólar.  (Agência Câmara)
 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 13h24m


Amigos e familiares do advogado criminalista Márcio Thomaz Bastos estiveram nesta sexta-feira na cerimônia de despedida e cremação promovida no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. No ato, que teve duração de cerca de 20 minutos, foram entoadas músicas religiosas e instrumentais e não houve discursos.

O corpo do ex-ministro da Justiça será cremado apenas neste sábado. Segundo familiares e amigos, ele será cremado com medalhas de santos católicos e com a beca que costumava vestir em julgamentos importantes, a qual acreditava que trazia sorte.

Além da viúva Maria Eleonor e da filha Marcela, participaram da cerimônia o advogado criminalista Luiz Fernando Pacheco e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Emocionado, Lula lembrou de Bastos como o "mais importante criminalista do país" e avaliou que ele foi um dos principais responsáveis pela consolidação do Estado de Direito no país". Ele é daquelas figuras que a gente não esquece, que a gente não vê todo século ou toda década", disse.

Lula considerou que Bastos morreu de maneira precipitada e contou que o havia alertado nos últimos 10 dias a procurar um médico por conta de problemas de tosse. "Nos últimos 10 dias tinha falado com ele duas vezes para ele cuidar da tosse, porque uma pessoa de 70 e poucos anos com tosse pode ser algo mais grave", disse. "Ele trabalha demais, tinha de trabalhar e pensava muito nisso", acrescentou o ex-presidente.
O corpo do advogado criminalista deixou a Assembleia Legislativa de São Paulo, onde foi velado desde a tarde de quinta-feira, às 8h20. O carro funerário chegou ao Cemitério Horto da Paz às 9h30. A cerimônia teve início por volta das 9h50. (Folhapress)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 12h49m


O encerramento do terceiro módulo do curso de capacitação para elaboração dos planos plurianuais (PPA) municipais será realizado em Salvador, a partir de segunda-feira (24), até o próximo dia 28.

Servidores e trabalhadores de consórcios públicos que atuam ou têm experiência em planejamento e orçamento público devem se inscrever gratuitamente por meio do preenchimento da ficha eletrônica disponível no site do Curso PPA-M, no link 'Como Participar'. O curso será realizado no auditório da Secretaria do Planejamento.

A inscrição só será confirmada se estiver acompanhada de ofício emitido pela prefeitura na qual trabalha o participante do curso e assinado pelo prefeito ou chefe imediato. Os ofícios devem ser enviados para o e-mail ppam@seplan.ba.gov.br. O público alvo são os gestores dos municípios que integram os territórios de identidade do Baixo Sul, Vale do Jiquiriçá, Recôncavo e Região Metropolitana de Salvador. Representantes de outros municípios que não participaram dos cursos na sua região também podem se inscrever.

O Módulo III foi dedicado ao tema ‘Elaboração de Indicadores para Monitoramento e Avaliação’. A coordenação é da Secretaria do Planejamento (Seplan), em parceria com a Secretaria de Relações Institucionais (Serin), União dos Municípios da Bahia (UPB), Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

“O Módulo III é mais um passo para a constituição de uma Rede Estadual de Planejamento no Estado da Bahia, onde Estado e municípios são partícipes”, afirma a diretora de Planejamento Social da Superintendência de Planejamento Estratégico (SPE) da Seplan, Cláudia Monteiro Fernandes. Ela explica que este curso é a etapa final de um processo formativo de três módulos e terá 40 horas de aulas presenciais, sem custos de inscrição.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 12h26m


O senador Armando Monteiro (PTB-PE) está reunido nesta sexta-feira com a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, no Palácio da Alvorada em Brasília. Monteiro é um dos nomes cotados para assumir um ministério no segundo mandato da petista.

O nome de Monteiro é cogitado para o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), já que o senador é ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O MDIC, no entanto, é o posto pleiteado pelo governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), uma das peças-chave no xadrez ministerial que está sendo preparado por Dilma.

Uma fonte ouvida pelo Broadcast Político avaliou que o principal objetivo de nomear Monteiro ministro é trazer o PTB de volta para a base do governo. Embora fosse aliada do Planalto até antes das eleições, a sigla decidiu de última hora apoiar o candidato do PSDB à presidência, senador Aécio Neves (MG).

Há obstáculos para essa indicação, apontam fontes. Além de Monteiro ter sido derrotado ainda no primeiro turno na eleição para o governo de Pernambuco, há dúvidas na base se Monteiro teria influência suficiente no partido para reaproximá-lo do governo, já que o senador tem atuado de forma independente da direção petebista. A principal preocupação do Planalto é conseguir votos da bancada do PTB da Câmara para a eleição da presidência da Câmara. O PT pretende lançar uma candidatura para tentar derrotar o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), desafeto da presidente Dilma. (ESP)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 11h58m
 
 
O governo está decidido a recompor integralmente a alíquota do IPI para automóveis a partir de 2015, segundo o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículo Automotores (Anfavea), Luiz Moan. Ele se reuniu com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, segundo Moan, reafirmou a decisão do governo Dilma Rousseff de voltar a alíquota, como já estava previsto. Mesmo com a alta do imposto, a Anfavea prevê que a venda de automóveis será maior em 2015 do que em 2014 - mas ainda não tem um número projetado, de acordo com o presidente.
 
Em 1º de janeiro, a alíquota para os carros populares subirá de 3% para 7%, enquanto o tributo para os carros médios subirá de 9% para 11% (no caso dos motores flex) e para 13% (a gasolina). "Eu toquei no assunto, mas a posição é de que há decisão do governo pela implementação da alíquota cheia do IPI em janeiro", disse, acrescentando que não pediu explicações sobre os motivos. A decisão sobre repassar a alta do imposto integralmente para o preço final será de cada empresa, segundo Moan.
 
"Vamos continuar trabalhando na produção, nas promoções de venda e vamos continuar aqui. Estamos no Brasil há mais de 90 anos e vamos continuar nos próximos 90", disse Moan. Ele negou que o setor tenha planos de promover demissões. "A indústria tem seus trabalhadores em nível muito qualificado. A indústria sempre evitou fazer redução do pessoal pelo investimento que foi feito, então vamos lutar o máximo possível para continuar produzindo".
 
Moan comemorou que as vendas, em novembro, estão superiores a 13 mil veículos por dia. "Em outubro, estávamos brigando para atingir 13 mil unidades diárias. Este mês já estamos brigando para superar outras metas".



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 11h43m
 
 
Um dia após a derrota do governo na Comissão Mista de Orçamento (CMO), que não conseguiu aprovar o projeto de lei que altera a meta fiscal, o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que tentará votar a proposta já na próxima terça-feira (25). 
 
Nesta quinta-feira, 20, Renan Calheiros declarou que a intenção é votar o parecer do senador Romero Jucá (PMDB-RR) na comissão no período da manhã, convocar uma sessão do Congresso para analisar os 38 vetos que estão na pauta e, em seguida, concluir a votação da mudança da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 no mesmo dia.
 
"Será possível fazer isso se houver quórum, se a sessão avançar”, disse. “O ideal é que limpemos a pauta”, afirmou ele, em entrevista logo após chegar ao Senado.

O presidente do Congresso negou que a insatisfação na base aliada tenha sido o motivo para a derrota do governo na Comissão Mista de Orçamento, quando não conseguiu angariar o número de votos necessários para aprovar a alteração. Mas ele ressalvou que há um “quadro de indefinição evidente” que, destacou, “vai serenar”. 


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 11h23m
 
 
Na tentativa de evitar a repetição dos problemas que atingiram o setor elétrico nos últimos dois anos, o governo só vai divulgar os preços da energia que será vendida às distribuidoras cinco dias antes do leilão A-1, a ser realizado em 5 de dezembro. Portaria do Ministério de Minas e Energia alterou a regra vigente, que prevê que os valores sejam divulgados 15 dias antes da licitação. Com isso, os valores, que deveriam sair até amanhã (21), só serão conhecidos no dia 28.
 
A agência estado apurou que a decisão do ministério está relacionada a duas medidas que serão anunciadas na próxima semana, relacionadas ao preço e à demanda das empresas. Elas serão fundamentais para definir se a licitação será ou não bem-sucedida.
 
No dia 25, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai decidir os novos piso e teto do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD). Atualmente, o valor máximo do PLD está em R$ 822,83 por megawatt/hora (MWh). A proposta da Aneel prevê reduzi-lo a R$ 388,04. Essa definição é essencial para balizar os preços do leilão A-1, que tem como objetivo atender a demanda das distribuidoras por energia a partir de 1º de janeiro de 2015. 
 
Se o preço do leilão A-1, ainda a ser definido, for considerado muito baixo pelos geradores, eles não terão interesse em vender a energia às distribuidoras na licitação e poderão optar por liquidá-la no mercado à vista, onde podem obter um lucro maior. Foi exatamente o que ocorreu no fim do ano passado. Dessa vez, o governo não quer incorrer no mesmo erro.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 11h04m
 

 
A primeira parcela do 13º salário será paga até a próxima sexta-feira (28) para quem não pediu adiantamento durante as férias. O que fazer com esse dinheiro: pagar dívidas, fazer compras de Natal, investir ou guardar para as despesas de janeiro? 
 
Para Thiago Alvarez, do GuiaBolso.com o melhor destino é livrar-se das dívidas. "O primeiro ponto a ser considerado nessa decisão é se você tem ou não tem dívidas. Se tiver, não precisa pensar duas vezes: a prioridade deve ser quitá-las – ou, se não for possível, pelo menos reduzi-las", afirma.

Reinaldo Domingos, presidente da DSOP Educação Financeira diz que, se não for possível quitar as dívidas, é aconselhável renegociá-las a juros que não ultrapassem os 2,5% ao mês. Para quem não tem dívidas, a dica é reservar uma parte do abono para as despesas de início de ano, como IPTU, IPVA e material escolar.

Também pode poupar uma parte afirma o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Unicid (Universidade Cidade de São Paulo), Wagner Pagliato.

Quem paga Imposto de Renda pode usar o dinheiro para aumentar a restituição ou diminuir o imposto a pagar, investindo num plano de previdência privada do tipo PGBL. Esse plano permite deduzir até 12% dos rendimentos tributáveis na declaração. Outra opção fazer compras de Natal à vista, pechinchando descontos, diz Pagliato. 

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 10h56m


A atividade do setor da construção continuou em contração em outubro, embora ligeiramente menor, de acordo com a “Sondagem da Indústria da Construção Civil”, divulgada nesta sexta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Com isso, o nível de atividade ficou mais próximo em relação ao usual. O setor também seguiu reduzindo o número de funcionários.

“O quadro negativo da indústria de construção permaneceu praticamente inalterado em outubro. O nível de atividade e o número de empregados do setor mantiveram o mesmo ritmo de queda de setembro”, analisou a CNI no estudo.

O indicador relativo à atividade no setor foi de 42,7 pontos no último mês. Na pesquisa, os resultados variam de zero a cem pontos, sendo que resultados abaixo dos 50 pontos indicam retração da atividade em relação ao mês anterior.

A queda na atividade se desacelerou levemente, já que esse índice foi de 42,3 pontos em setembro. No mesmo mês de 2013, o indicador foi de 49 pontos. Esse desempenho se reflete no número de empregados, cujo indicador também variou pouco entre setembro e outubro, ao passar de 43,1 pontos para 43 pontos. Em outubro de 2013, o indicador foi de 48 pontos.

Já a Utilização da Capacidade Operacional (UCO) permaneceu em 67% pelo terceiro mês consecutivo. Em outubro do ano passado, esse percentual foi de 71%.

O índice de atividade em relação ao usual para o mês foi de 40,2 pontos em outubro deste ano, ante 38,8 pontos em setembro. Já em outubro de 2013, esse indicador foi de 45 pontos. Apesar do aumento, o índice mostra que a atividade do setor continua desaquecida. A melhora no mês deveu-se exclusivamente às empresas de grande porte, cujo índice aumentou de 36,4 para 40,5 pontos, informou a CNI. Os índices de pequenas e médias empresas se afastaram ainda mais da linha de 50 pontos em outubro. (VE)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 10h31m


 


A Petrobras informa que entrou em operação ontem, às 05h37, o navio-plataforma (FPSO) Cidade de Ilhabela, no campo de Sapinhoá, no pré-sal da Bacia de Santos. Na semana passada, a diretoria da Petrobras afirmou que estava para receber em questão de dias a licença de operação do FPSO Ilha Bela.

O navio-plataforma, ancorado em local onde a profundidade de água é de 2.140 metros, a cerca de 310 km da costa, terá capacidade de produzir até 150 mil barris de petróleo por dia (bpd), comprimir até 6 milhões de m?/dia de gás natural e armazenar 1,6 milhão de barris de petróleo. A capacidade de injeção é de 180 mil barris de água por dia.

Nove poços produtores e sete poços injetores serão conectados a Cidade de Ilhabela. A previsão é que o pico de produção seja atingido no segundo semestre de 2015.

A produção no campo de Sapinhoá começou em janeiro de 2013, com a interligação do poço 1-SPS-55 ao FPSO Cidade de São Paulo (Piloto de Sapinhoá), com capacidade de produzir até 120 mil bpd. (ESP)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 10h14m


A Receita Federal do Brasil (RFB) regulamentou, nesta sexta-feira, incentivos fiscais ao setor de biodiesel previstos nos artigos 47-A e 47-B da Lei 12.546/2011, incluídos no texto pelas Leis 12.715/2012 e 12.995/2014, respectivamente. Os dispositivos foram regulamentados pela Instrução Normativa 1.514/2014 publicada no “Diário Oficial da União”.

O primeiro artigo mandou suspender a incidência de dois tributos — as contribuições sociais PIS/Pasep e Cofins — sobre a receita obtida por pessoa jurídica ou cooperativa de produção na venda de matérias-primas vegetais in natura destinadas à produção de biodiesel.

Já o segundo artigo autorizou a apuração, por produtores de biodiesel,  de crédito presumido dos mesmos tributos em relação a aquisições de matéria-prima feitas entre 15 de dezembro de 2011 e 9 de outubro de 2013, de pessoas físicas, jurídicas ou cooperativas. Esse foi o período durante o qual vigorou o artigo 47 da Lei 12.546/2011, que deu direito a esse crédito presumido e que foi revogado pela Lei 12.865/2013. (VE)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 09h56m


O tom positivo prevalecia nos primeiros negócios na Bovespa nesta sexta-feira (21), na volta do feriado na capital paulista na véspera, em meio a expectativas sobre a formação da nova equipe econômica do governo, tendo como pano de fundo o viés ascendente nos principais índices acionários externos.

Às 10h34, o Ibovespa subia 1,62%, a 54.267 pontos, com as ações de bancos e da Petrobras respondendo pela principal influência positiva. 

De acordo com operadores ouvidos pela Reuters, as informações que vêm circulando na mídia de que a presidente Dilma Rousseff estaria considerando nomes do setor financeiro para compor o time estão sendo interpretadas como "aparentes sinais" de mudança, o que é bem visto no mercado.

Na véspera, uma fonte governamental próxima ao núcleo do governo e com conhecimento sobre a montagem da nova equipe disse à Reuters que o ex-secretário do Tesouro Nacional Joaquim Levy passou a integrar a lista de nomes que Dilma avalia para substituir Guido Mantega no Ministério da Fazenda. Levy atualmente é o diretor-superintendente do Bradesco Asset Management, braço de gestão de recursos Bradesco.

No exterior, a China cortou sua taxa básica de juros pela primeira vez em mais de dois anos nesta sexta-feira, enquanto presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, deixou completamente abertas as portas para ações mais dramáticas para resgatar a economia da zona do euro. (G1)
 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 09h43m


 


O dólar recuava ante o real no início dos negócios desta sexta-feira (21), voltando ao patamar próximo de R$ 2,55, em meio ao forte clima de expectativas sobre o anúncio da próxima equipe econômica no segunda mandato da presidente Dilma Rousseff.

A mídia em geral tem indicado, como possíveis nomes que estão sendo considerados pela presidente para o rearranjo da equipe, o ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda Nelson Barbosa, o ex-secretário do Tesouro Joaquim Levy e o atual presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

Perto das 9h30, a moeda norte-americana recuava 0,51%, a R$ 2,5612  na venda, após terminar praticamente estável na sessão passada devido ao feriado que fechou os negócios em importantes mercados no Brasil.
Nesta manhã, o Banco Central dá continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, ofertando até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólar, com vencimentos em 1º de junho e 1º de setembro de 2015.

O BC também fará nesta sessão mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 1º de dezembro, que equivalem a US$ 9,831 bilhões, com oferta de até 14 mil contratos. Ao todo, a autoridade monetária já rolou cerca de 61% do lote total. (G1)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 09h31m


O Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores mostra que a inflação mediana prevista pelos brasileiros para os 12 meses seguintes ficou em 7,5% em novembro, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV), acima do teto da meta de inflação do Banco Central, de 6,5%.

Com o resultado, o indicador manteve-se no intervalo entre 7,2% e 7,5% que vem sendo registrado desde abril deste ano, o patamar mais elevado desde 2008. Em médias móveis trimestrais, o indicador passou de 7,3% para 7,4% entre outubro e novembro.

Na avaliação do economista Pedro Costa Ferreira, da FGV/IBRE, “apesar de a mediana ter se mantido constante, o aumento das respostas na faixa de 7 % e 8%, indicam um viés de alta do indicador. Fato este preocupante, uma vez que o mesmo já se encontra em um patamar elevado”, disse, em nota. (G1)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 09h10m


A confiança da indústria melhorou pelo segundo mês consecutivo com uma avaliação mais positiva dos empresários a respeito das condições atuais do setor. As expectativas quanto ao futuro, contudo, tiveram leve deterioração. Os dados constam da prévia da "Sondagem da Indústria de Transformação", da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgada nesta sexta-feira (21).

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) subiu 3,9% na prévia de novembro, em relação ao resultado final de outubro, considerando-se dados livres de influência sazonal. Se confirmado, esse resultado leva o indicador aos 85,8 pontos, maior nível registrado desde junho. Apesar da melhora, o índice ainda segue bem abaixo da média dos últimos 60 meses, de 103,7 pontos.

O resultado da prévia de novembro foi determinado pela melhora do Índice da Situação Atual (ISA) que, após cinco quedas consecutivas, avançou 8,8% em relação a outubro, atingindo 86,3 pontos, também o maior nível desde junho. Em contrapartida, o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,7%, para 85,3 pontos.

Na comparação com novembro do ano passado, o índice de confiança (ICI) ainda tem queda expressiva, de 13,8%, mas menor que a registrada em outubro, de 15,8%. O mesmo ocorre com o indicador de situação atual, que recua 13,6%, após queda de 19,2% em outubro. Já o índice de expectativa recua mais: 13,9% em novembro, após queda de 12,2% em outubro.

A sondagem também mostrou que a indústria está menos ociosa. A prévia do Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) indica alta de 1,0 ponto percentual, para 83,0%, retornando, assim, ao nível de setembro.
Para a prévia de novembro de 2014 foram consultadas 781 empresas entre os dias 03 e 18 deste mês. O resultado final da pesquisa será divulgado na próxima quarta-feira, dia 26 de novembro. (VE)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 08h59m
 
 
A participação das escolas no Feirão do Nome Limpo foi uma sugestão do Procon-BA para que esses estabelecimentos abrissem um diálogo com pais e responsáveis financeiros, com o objetivo de reduzir a inadimplência.
 
Segundo o superintendente do Procon-BA, Ricardo Maurício Soares, a recomendação é que os pais cheguem ao evento com documentos pessoais, contrato de prestação de serviço ou outra comprovação da relação de consumo. “É importante se informar sobre as vantagens e descontos de negociação antes de efetuá-la”, recomenda. 
 
O órgão também estará com um estande para tirar dúvidas e orientar os pais. “Vamos receber qualquer pai, independente da escola estar presente ou não. Caso o pai já tiver esgotado os canais [de negociação], nada obsta o registro de uma queixa no Procon para buscarmos a mediação do conflito”, diz.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 08h44m
 
 
Quem está à procura de carro pode ter acesso a boas ofertas de seminovos, a partir de hoje, no 1º Mega Feirão de Veículos Correio Autos. Uma das oportunidades de negócio é um Fox 1.6 branco, ano 2013, com apenas 16 mil quilômetros rodados, de R$ 35.990 por R$ 33.990. O evento acontece até domingo,  no estacionamento do supermercado Extra da Avenida Paralela, e é promovido pelo Jornal CORREIO em parceria com a Associação dos Revendedores de Veículos do Estado da Bahia – Assoveba.
 
Para o organizador do Feirão, Jorge Oliver, a compra de seminovos está valendo mais a pena. “Entre as vantagens de comprar um carro usado estão a menor desvalorização do veículo, melhor negociação de compra e venda, a aquisição de um carro mais equipado com preço mais baixo e taxas mais baratas que as de um novo”, destacou. 
 
Ao todo, são 20 revendedoras e um total de 700 veículos com descontos de até R$ 5 mil. Além do desconto, o cliente terá o primeiro IPVA e transferência gratuitos. Segundo Ari Júnior, gerente da concessionária Pinheiro Veículo, as ofertas e taxas para financiamento estão imbatíveis.
 
“Estamos levando 30 veículos para o Feirão e temos mais de 100 carros em estoque. No site da loja, o cliente também pode ver outras ofertas”, disse. O Feirão vai contar com um estande exclusivo com 14 operadores de bancos que podem fazer a aprovação imediata dos financiamentos.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 08h22m
 


 
Aprovada na noite da última quarta-feira, 19, na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a Lei de Organização Básica da Polícia Militar da Bahia  (20.981/14), que trata da sua reestruturação,  chega nesta sexta, 21, à Casa Civil, onde deverá ser submetida à apreciação do governador Jaques Wagner.
 
A aplicação das mudanças na estrutura da PM depende da aprovação de Wagner (que terá 15 dias para assinar a LOB quando estiver com o documento em mãos). Já a definição do orçamento do órgão de segurança aguarda votação na AL-BA da lei orçamentária do estado para 2015.

O mesmo vale para o Corpo de Bombeiros, que foi desvinculado da PM em junho passado, depois da aprovação, pela AL-BA, da Proposta de Emenda à Constituição 138/2014, o que garantiu à corporação autonomia administrativa e financeira.
 
Segundo o presidente da Assembleia,  Marcelo Nilo (PDT), a previsão é que a votação do orçamento só aconteça em dezembro. "Sempre foi praxe na casa votar o orçamento no fim do ano. Provavelmente em 20 de dezembro esse assunto já deve estar resolvido", frisou. ( A Tarde)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 08h22m



Joaquim Levy ou Nelson Barbosa são os nomes que a Presidente Dilma Rousseff avalia para assumir o cargo de Ministro da Fazenda. 

Ambos possuem fortes ligações com o ex-presidente Lula e são bem vistos pelo mercado. Barbosa é colaborador do Instituto Lula e Levy foi ex-secretário do Tesouro, no primeiro governo do ex-presidente.

Joaquim Levy é  atualmente administrador de fundos de investimento do Bradesco e a presidente Dilma conversou com ele na terça-feira. Levy é considerado "ultraconservador" e um negociador implacável.

A cidade de Salvador, por exemplo, tem péssimas recordações de Joaquim Levy, já que foi ele, na condição de secretário do Tesouro, que exigiu para viabilizar o financiamento  da Linha 1 do metrô de Salvador que ela fosse dividida, comprometendo-se a financiar apenas 6 km de via.

Levi também exigiu a transferência da administração do trem do subúrbio do governo federal, através da CBTU, para a Prefeitura de Salvador. A exigência de Levy resultou no atraso da implantação do segundo trecho da Linha 1, que até hoje não está pronta.

Nelson Barbosa também conversou com a presidente Dilma, para tratar da nova equipe econômica. Mas Dilma está sem chão no que se refere ao novo Ministro da Fazenda.

O presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, recusou o convite de para substituir Guido Mantega na Fazenda e Nelson Barbosa só aceitaria o cargo se  o atual  secretário do Tesouro, Arno Augustin, ligado a Dilma, saia do governo. Dilma já fala em transferir Arno para a Itaipu Binacional.

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 08h13m
 
 
Se as estimativas da Caixa Econômica Federal se concretizarem, o próximo concurso da Mega-Sena, no sábado, 22, poderá pagar o maior prêmio já distribuído em sorteios regulares: R$ 135 milhões. Sem nenhum acertador no último sorteio, na quarta-feira, 19, o prêmio, que estava em R$ 81.631.387,14, acumulou pela sétima vez seguida, o que explica o valor elevado agora. O recorde anterior da Mega-Sena foi registrado em outubro de 2010, quando o prêmio chegou a R$ 119 milhões, após 8 sorteios seguidos sem nenhum apostador acertar as 6 dezenas.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 07h58m
 
 

Com a promessa de prêmios e dinheiro, mensagens supostamente enviadas por marcas famosas passaram a convidar internautas para seguirem seus perfis na rede social Instagram esta semana, anunciando que a promoção fazia parte da Black Friday.
 
Com teor semelhante, os anúncios oferecem vales presente de até R$ 2 mil e smartphones. As supostas promoções envolveram dezenas de grandes marcas nacionais e internacionais.

Mas ao menos quatro marcas brasileiras já anunciaram, em suas páginas oficiais, que os perfis e promoções são falsos. A mensagem enviada em nome da rede de fast fashion Renner oferece "R$ 300 em vale compras para os primeiros 30 mil seguidores" do perfil. Para premiar todos os ganhadores, a Renner precisaria desembolsar R$ 9 milhões.
 
Em resposta ao anúncio, a marca afirmou em seu perfil oficial que "outros perfis encontrados no Instagram falando de Black Friday na Renner são falsos" e ressaltou que só participará do evento em sua data oficial, em 28 de novembro.

O Submarino, que também foi alvo de oferta semelhante, pediu aos internautas para que fiquem atentos ao perfil verdadeiro da marca no Instagram. A rede de artigos esportivos Centauro publicou que "ofertas e conteúdo impróprio publicados por outros canais são falsos", e ressaltou que só participará da Black Friday nos dias 28, 29 e 30 de novembro.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 07h40m
 
 
A presidente da Petrobrás Maria das Graças Foster, enfrenta o desafio de gerir a turbulência e reconquistar credibilidade junto ao mercado e à opinião pública. Analistas ouvidos pela BBC Brasil acreditam que, além do desafio de se manter no cargo - algo que para alguns já é insustentável - Graça Foster terá de reforçar a governança na empresa - dar um "choque de transparência e credibilidade", nas palavras de um analista - a fim de recolocar os negócios no centro das preocupações da petroleira. Para eles, é imprescindível que a Petrobras caminhe para um descolamento do governo federal e dos partidos.
 
Isto se daria através de reformas que reduzam ao máximo a ingerência política nos rumos da empresa - incluindo as nomeações pelo Planalto, que deveriam reduzir-se aos cargos de presidente e chefe do conselho de administração, permitindo a seleção de diretores seguindo critérios de mérito e competência. Os especialistas também apontam para a pressão do relógio. A empresa já citou a possibilidade de operar por até seis meses sem captar novos recursos. Mas quanto mais tempo ficar sem acesso ao mercado financeiro, maiores serão os juros pagos em novos empréstimos, e maior o impacto sobre os planos de investimento da empresa - entre eles o pré-sal, cuja exploração pode sofrer desaceleração diante da falta de caixa da companhia.
 
John Forman, que foi diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP) quando Graça ocupava a Secretaria de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, diz que as mudanças no comando da companhia devem ocorrer de forma "orgânica" e "sem traumas", em paralelo à reforma ministerial, em janeiro.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 07h36m

 


Em seu artigo no jornal Correio desta sexta-feira, o economista Armando Avena afirma que a economista Dilma Rousseff é quem conduziu até aqui a política econômica do governo e propõe que a Presidente a demita.

O artigo traça um panorama do que foi a política econômica de Dilma nos quatro anos do seu governo. Avena comenta ainda o PIB da Bahia, a criação da entidade Salvador Destination e os nomes avaliados pela Presidente para o cargo de Ministro da Fazenda. Veja na íntegra. 

.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 07h21m
 

 

O titular da Fazenda, Mauro Ricardo deve mesmo continuar no posto depois das mudanças que o Prefeito ACM Neto deve fazer em breve na administração de Salvador.  Em entrevista ao Bocão News, ele afirmou que Mauro fica. “Mauro Ricardo não vai deixar a prefeitura. Esta especulação não tem fundamento. Mauro continua na Fazenda”, disse.

Porém outras mudanças poderão atingir a pasta da Educação. Neto deve deslocar o secretário de Turismo, Guilherme Bellintani, para o posto. A ação deixaria o destino de Jorge Khoury incerto. 

Ainda outra possibilidade em questão é um desmembramento da secretaria municipal de Urbanismo e Transporte, hoje ocupada pelo peemedebista Fábio Mota, fato já divulgado pela Tribuna. 

A novidade vem da possível pasta de Urbanismo que passaria para Sylvio Pinheiro, hoje titular da Sucom. Os projetos importantes do município, como a reforma da Orla e as coordenações do Carnaval e do Réveillon, fizeram Bellintani ganhar destaque, inclusive cotado para ser um possível nome para vice de Neto. 

Outro ponto destacado pelos aliados foi o seu auxílio na formulação do programa voltado ao Nordeste na campanha para presidente de Aécio Neves (PSDB). Sobre a possibilidade de compor a chapa na próxima eleição, falou que se sentiria honrado, mas negou que o assunto faça parte de suas futuras pretensões.

Quadro que não deixa de ser mencionado nos bastidores é o de José Carlos Aleluia (DEM), eleito deputado federal e um dos homens de confiança de ACM Neto. O político não voltou a ocupar nenhum cargo na administração municipal. No primeiro ano da gestão, Aleluia chefiou a secretaria de Mota.
 
À Tribuna, no início do mês, o secretário da Casa Civil, Luiz Carreira, confirmou que a discussão já foi iniciada e sinalizou alguns caminhos. Segundo ele, a gestão já “identificou que há uma forte concentração em áreas de obras públicas, que precisa ser olhada com atenção”. O titular também citou a necessidade de melhoria na infraestrutura e outros desdobramentos.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
21/11 - 07h03m
 

 
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL Bahia) divulgou os nomes das empresas e instituições de ensino que vão participar do 4ª edição do Feirão Nome Limpo que acontece entre os dias 24 e 29 de novembro, no Centro de Convenções da Bahia, 2º piso (Hall C), das 8h às 18h. É a primeira vez que a federação fecha parceria com o Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia), permitindo a participação das unidades de ensino.
 
As instituições que confirmaram participação são: Colégio Nossa Senhora da Soledade, Colégio São José, Colégio Sacramentinas, Colégio Dois de Julho, Faculdade São Salvador, Faculdade São Tomaz de Aquino, Faculdade Dois de Julho e Faculdade Santo Antônio de Alagoinhas.
 
Da parte das empresas, já confirmaram presença: Lojas Leader, GBarbosa e Dacasa Financeira. Ainda está em processo de negociação a participação de outras instituições.
O Feirão Nome Limpo permite o consumidor negociar sua dívida e retirar o nome do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). O evento também vai abrigar a Semana Nacional de Conciliação do TJ BA (Tribunal de Justiça da Bahia). A expectativa dos organizadores da Semana de Conciliação é realizar de 1.700 a 2.000 audiências com questões referentes ao direito do consumidor.
 
A organização espera atender um público total de 48 mil pessoas, nos seis dias, uma média de oito mil pessoas por dia. Cada empresa tem uma política própria e autonomia para oferecer as melhores condições de negociação. "( A Tarde)



 
.............................................................................................................................................................................................................................................


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3272 - 2960