IMPASSE
Segundo a PPP, lucro e prejuízo da Arena Fonte Nova serão repartidos entre estado e concessionária
RUI COSTA REITERA EM RÁDIO QUE SERVIDORES NÃO TERÃO REAJUSTE SALARIAL
ARROCHO

RUI COSTA REITERA EM RÁDIO QUE SERVIDORES NÃO TERÃO REAJUSTE SALARIAL
LEVY VAI AO CONGRESSO PARA EVITAR A VOTAÇÃO QUE BENEFICIA OS ESTADOS
AJUSTE FISCAL

LEVY VAI AO CONGRESSO PARA EVITAR A VOTAÇÃO QUE BENEFICIA OS ESTADOS
COLUNISTAS

ENTEVISTAS
BRUNO DAUSTER – SECRETÁRIO ESTADUAL DA CASA CIVIL
Chefe da Casa Civil diz que Fiol sai em 2017 e que não há falta de integração entre os secretários de Rui e fala do novo Centro de Convenções de Salvador
ENQUETE

NA SUA OPINIÃO QUE SETOR DA ECONOMIA BAIANA VAI SOFRER MAIS COM A CRISE?

MULTIMÍDIA


COMENTE, OPINE, ANALISE


realmente, se confirmada essas obras, será de grande importancia. pois, quem precisa dêsse equipamento sente na pele o que êle pode representar. Que venha o mais rapido possivel.
antonio heraldo
-------------------------------------------------------

O engraçado é que para aumentar os salários deles não precisa de orçamento, lei de responsabilidade fiscal. Colocam na pauta votam a noite e pela manhã ta valendo. Enquanto para os funcionários tem que ter estudo e o governador não tem vergonha da farra que todos eles fazem com o dinheiro público. Só esquecem de uma coisa, avião cai,enfarto avc cancer ta pra todo mundo. E ninguem foge do julgamento de Deus.O sofrimento para quem faz o povo sofrer tanto será maior para a família de cada um. É a Lei do universo cada um colhe o que planta. Só há um jeito para abreviar e resolver o problema do Brasil. !Uma guerra civil. Porque no Comando do Pais, só temos ladrões corruptos gente que so merece morrer.
lucia Andrade
-------------------------------------------------------

Esse Aleluia é um dos mais hipócritas que existe no meio político!!! seria uma espécie de Diogo Mainardi do Congresso!!! A UFBA adora ele...
danbrandaobarreto
-------------------------------------------------------
FRASE DO DIA

"Não fazemos o ajuste pelo ajuste, como diz a presidente [Dilma Rousseff]. Não se faz isso a toa. Se faz isso para criar as condições de crescimento”.

Joaquim Levy
Ministro da Fazenda ao comentar ajustes fiscais no país


FACEBOOK
OUTRAS NOTÍCIAS
31/03 - 14h49m


A Prefeitura Municipal do Salvador realiza, no dia 15 de abril, a 2ª Audiência Pública do Plano Salvador 500, PDDU e Louos. O evento será das 9h às 13h, no Teatro Sesc, Casa do Comércio.

Na pauta estão a devolutiva dos trabalhos realizados no 1º Ciclo das Oficinas de Bairros, a apresentação do texto final do Regimento Interno para Realização das Audiências Públicas do Plano Salvador 500, PDDU e Louos, a apresentação do novo cronograma de trabalho, entre outros assuntos.

O evento é aberto ao público e o credenciamento será realizado das 7h30 às 8h30. Os documentos a serem apresentados na audiência estão disponíveis para download no site www.plano500.salvador.ba.gov.br .

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 14h45m


O prefeito ACM Neto e o secretário da Fazenda, Paulo Souto, lançaram nesta terça-feira (31), no auditório da Sefaz, as funcionalidades dos novos aplicativos do programa Nota Salvador.

Agora, os créditos obtidos por meio do programa, com retorno de ISS (Imposto Sobre Serviço) ou sorteio de prêmios, poderão ser transferidos para celulares de todas as operadoras ou cartões do Salvador Card. As novidades também integram o pacote de ações em razão dos 466 anos de Salvador.

As novidades, pioneiras no Brasil, passam a valer a partir de maio. Para transferir o crédito para celular, o usuário do programa deverá ter um saldo mínimo de R$ 5 na “conta” da Nota Salvador. A carga será por múltiplos de R$ 5, limitado a R$ 60 mensais para cada telefone. Cada usuário poderá cadastrar até cinco números de celulares pré-pagos ou controle. Os celulares cadastrados não podem ser corporativos. O bônus gerado no celular será o dobro do valor transferido, ou seja, ao transferir R$ 5 o celular receberá R$ 10 em créditos.

No caso do Salvador Card, não existe limite mínimo ou máximo para transferência. Poderão ser indicados até três cartões diferentes, e a indicação será feita pelo titular cadastrado no programa.  Os usuários do cartão serão identificados pelo número do CPF, que deverá ser o mesmo cadastrado no Sindicato das Empresas de Transporte Público de Salvador (Setps), e, por esse motivo, o crédito não poderá ser feito para bilhetes avulsos.

“Nosso objetivo é dar capilaridade e fazer com que a adesão ao programa seja cada vez maior. Toda contratação de serviço, por menor que seja o valor, já prevê a emissão da nota fiscal eletrônica. Com isso, o cidadão nos ajuda a fiscalizar as atividades das empresas e, ao mesmo tem uma série de benefícios: terá 30% devolvido do tributo arrecadado, terá bônus no celular, poderá pagar passagem de ônibus ou abater do IPTU, além de participar de sorteios com prêmios que chegam a R$ 20 mil. Não há jeito mais fácil de ter tantos benefícios”, afirmou ACM Neto.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 14h19m


O vereador Duda Sanches (PSD), em documento encaminhado à Comissão de Reformulação do Regimento da Câmara Municipal de Salvador, propôs a ampliação dos espaços de participação popular nas sessões ordinárias do parlamento. Pois conforme ele, "embora na teoria a Casa seja do povo, na prática essa não é a realidade".

Duda Sanches explicou que hoje a tribuna popular conta com dois tempos de 10 minutos, possibilitando a participação de até duas entidades. “O que, consequentemente, acaba inibindo uma maior participação popular, fundamental no processo de construção, elaboração e definição de ações que venham lhe garantir uma melhor qualidade de vida e a meta é mudar esse cenário”, enfatizou.

Reforçando, ele destacou que é preciso haver uma maior consciência de que os parlamentos têm por obrigação consentir que a população tenha voz ativa e acompanhe as políticas do município e que a tribuna popular é essencial para assegurar a integração do Legislativo Municipal com a população.

A medida visa, conforme explica o vereador, dilatar o tempo da tribuna popular para 30 minutos, possibilitando ainda a participação de mais uma entidade a cada dia de realização. “Ou seja, passaria a existir três tempos de 10 minutos, possibilitando a participação de até três entidades por dia de realização. No formato, até oito entidades participam da Tribuna Popular ao longo mês”.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 14h00m


O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Joceval Rodrigues, disse hoje (31) que a polêmica criada pela oposição em torno da mudança de cálculo da outorga onerosa nada mais é que fruto do desconhecimento.

Ele voltou a defender, nesta segunda-feira (30), a importância do projeto para a cidade. Joceval afirmou que o projeto do prefeito ACM Neto tem como único objetivo preservar os empregos de quem mais precisa neste momento de crise e incerteza que ronda o País.

O edil criticou os vereadores de oposição que, segundo ele, tentam criar um embate em torno de um projeto de extrema importância. "O prefeito quer reduzir o valor da outorga, que é uma das mais caras do país, pra que o setor de construção civil, um dos que mais emprega em nossa cidade, não demita, não deixe sem emprego o trabalhador que precisa sustentar sua família. Esse é o único objetivo. Se a oposição vota contra, ela está votando pelo desemprego, ela está tirando o emprego do próprio eleitorado".

O líder do governo lembrou que a crise econômica pela qual passa o país foi gerada pelos mesmos que querem votar contra a outorga. "O problema é que a população, inclusive os mais pobres, está pagando o preço de uma política econômica equivocada implementada durante o primeiro mandato da presidente Dilma. O povo está sofrendo com aumento de preços, tarifas de coisas mais básicas. Temos que ao menos nos mexer para preservar os empregos", disse o vereador em apelo pelo bom senso dos colegas de oposição.

Segundo ele, a mudança de cálculo na outorga é uma solução criativa encontrada pelo prefeito para diminuir os efeitos na crise. "O prefeito não ficou parado. Resolveu combater os efeitos da crise econômica. Os benefícios gerados por esse projeto chegarão à população dos bairros mais carentes, através do emprego gerado e/ou pelo aumento da arrecadação da prefeitura, por meio de obras. O prefeito está pensando no aquecimento da economia, na possibilidade de empregos para não deixar o cidadão a mercê do desemprego que já afeta vários setores da economia, por conta da instabilidade criada pelo governo federal”, frisou.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 12h48m


Cinco colônias e cooperativas de pescadores e piscicultores se reúnem para vender tilápias, robalos, dourados, cavalas e vermelhos cerca de 20% mais barato que o preço de mercado. A ação da Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, denominada de ‘Santo Pescado’, será realizada em Salvador e no município de Ilhéus, no sul do estado, nestas quarta e quinta-feira (1º e 2).

A comercialização dos peixes acontecerá das 8h às 12h, nos Terminais Pesqueiros Públicos de Salvador (na Ribeira) e de Ilhéus (Centro), e em frente à colônia de pescadores do Rio Vermelho, na capital baiana, com a previsão de serem vendidas aproximadamente 20 toneladas de pescado.

“O objetivo é beneficiar todos os participantes da cadeia produtiva da pesca. Os pescadores e piscicultores, que podem escoar seus produtos com o apoio logístico da Bahia Pesca e sem intermediários, e os consumidores, que vão encontrar peixes mais baratos justamente na época do ano em que a demanda é maior e, consequentemente, os produtos ficam mais caros”, explica o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira Jr.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 12h29m


As vendas do setor supermercadista no Brasil cresceram 0,35% em fevereiro ante o mesmo mês do ano passado, descontada a inflação, informou nesta terça-feira (31) a entidade que representa o setor, a Abras. Na comparação com janeiro deste ano, porém, as vendas tiveram queda real de 7,64%.

"As vendas refletem a realidade econômica do país, às voltas com o baixo nível de crescimento do PIB e perspectivas de dificuldades em 2015", disse em nota o presidente do Conselho Consultivo da Abras, Sussumu Honda. (Reuters)
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 12h11m


O consumo de energia no Brasil em fevereiro foi 2,2% menor que o registrado no mesmo mês de 2014, informou nesta terça-feira (31) a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A queda no uso de eletricidade foi verificada em todos os seguimentos – residencial, comércio e serviços e industrial.

De acordo com a EPE, foi a primeira vez desde abril de 2008 que residências (-0,9%) e comércio (- 1%), classificados como baixa tensão, reduziram o consumo de energia. A empresa aponta, porém, que esse resultado ainda não está associado ao impacto nas contas de luz do aumento do custo de produção de eletricidade no Brasil.

Segundo a instituição, a queda no consumo de energia está ligada a um menor uso de aparelhos de ar condicionado, já que em fevereiro de 2015 as temperaturas foram mais amenas que no mesmo mês de 2014. Além disso, o carnaval em 2015 ocorreu em fevereiro, levando a um menor número de dias úteis no mês, enquanto no ano passado ele foi realizado em março.

A Empresa de Pesquisa Energética também reviu para baixo a previsão de consumo de energia para 2015, de um aumento de 3% para um recuo de 0,5%. Segundo a EPE, a nova estimativa leva em consideração a redução na expectativa de crescimento da economia brasileira, “refletindo cortes nos gastos públicos, inclusive investimentos, em linha com o ajuste fiscal” promovido pelo governo da presidente Dilma Rousseff. (G1)
 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 11h56m
 
 
Faltando 29 dias para o fim do prazo de entrega da declaração de Imposto de Renda (IR) 2015, o contribuinte precisa estar atento ao incluir dependentes na declaração. Com descontos que vão até R$ 2.156,52 por pessoa, quando o contribuinte opta pelo formulário completo, os dependentes podem ajudar a diminuir a mordida do Leão. 
 
Segundo a Receita Federal, no entanto, existem condições para apontar alguém como dependente (veja ao lado). É possível declarar filhos e enteados como dependentes até 21 anos, ou até 24 anos caso eles estejam cursando ensino superior ou escola técnica. 
 
Entre os principais erros dos contribuintes, de acordo com a Receita Federal, estão à forma que é declarada os filhos. “No caso de um casal que tenha um filho, com despesas compartilhadas, apenas um dos dois pode informá-lo como dependente”, esclarece Milena. As despesas relacionadas à criança só poderão ser deduzidas na declaração de quem a incluiu, independente de quem pagou, já que são da mesma entidade familiar.
 
Desta forma, a recomendação é que “o casal se planeje tributariamente para identificar quem terá maior benefício ao incluir a criança como dependente”. O dependente deverá constar na declaração de quem recebeu o maior valor de rendimentos tributáveis. 



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 11h36m
 
 
A segunda fase das obras de requalificação da orla da Barra, que vai do Barra Center até o Clube Espanhol, em  Ondina, começaram ontem.  De acordo com a Transalvador, a obra deverá ser feita por faixas e não vai haver interdição total do tráfego. Em nota, a assessoria do órgão de trânsito pede para que os condutores evitem a região. 
 
Caso haja necessidade de bloqueio completo no decorrer dos trabalhos, a Transalvador propõe como opções Rua Miguel Burnier, Av. Almirante Marques de Leão e ruas José Sátiro de Oliveira (Morro do Gato) e Professor Sabino Silva. 

A primeira etapa da nova fase da reforma tem um quilômetro de extensão  e vai custar R$ 7,3 milhões. Deste valor, R$ 2,8 milhões já estão assegurados pelo Ministério do Turismo e outros R$ 3,1 são aguardados para completar o aporte. Um investimento municipal vai assegurar o restante. As intervenções devem durar seis meses e são semelhantes às realizadas no primeiro trecho, do Porto da Barra ao Barra Center. O piso compartilhado, desta vez, irá somente até a entrada da Rua Airosa Galvão. 

No entanto, não falta quem defenda a requalificação, a exemplo do gerente do Caranguejo do Porto,  Gerson Sousa. “A Barra está linda. É claro que meu cliente reclama da falta de estacionamento, mas espero que na reforma, vagas de estacionamento alternativas possam ser criadas”, comentou o empresário. ( Correio)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 11h28m
 
 
Os consumidores estão cautelosos em relação aos gastos relacionados à Páscoa. Segundo  pesquisa da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), 68% dos entrevistados pretendem gastar menos este ano em comparação ao ano passado. Apenas 3% planejam gastar mais nas comemorações e 29% disseram que vão manter o mesmo padrão de gastos.
 
Segundo a pesquisa, 59% consideram que a Páscoa gera despesas extras no supermercado pela compra de produtos relacionados à data (chocolate, bacalhau e outros peixes, colombas, bebidas etc.). Já para 29%, a data significa maior consumo de chocolate.
 
A grande maioria dos consumidores (77%) costuma comprar chocolate para comemorar a data, e do total 61% comprarão ovos de Páscoa e 39% devem optar por bombons e barras, entre outros produtos contendo chocolate.
 
A fatia das de consumidores que comprarão ovos de Páscoa é maior entre as mulheres (63%) do que entre os homens (59%). No grupo de consumidores que vai comprar chocolate, 58% pretendem gastar entre R$ 50 e R$ 200, 34% planejam gastar até R$ 50 e 8%, mais de R$ 200.
 
A pesquisa revelou também que 88% vão comprar chocolate à vista. O hábito de comprar chocolate na Páscoa é praticamente igual em todas as classes de renda: 76% na classe AB; 77% na classe C e 75% na classe D.
 
Entre os que não compram chocolate na Páscoa (23% do total de entrevistados), 33% compram outros tipos de alimentos, 9% fazem compras de itens não especificados, 5% optam por viagens, 2% por itens de lazer e apenas 1% prefere brinquedos.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 11h16m
 

 
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, declarou nesta terça-feira (31), durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, que a equipe econômica está acompanhando o desempenho da arrecadação federal neste ano, com objetivo de atingir as metas fiscais, e acrescentou que o governo está "pronto" para tomar novas medidas - caso seja necessário.
 
Segundo ele, o Brasil foi um dos únicos países que baixou imposto nos últimos anos. "Fizemos mais cortes de impostos do que ampliação de gastos, em comparação com outros países. Eles [outros países] estavam em recessão muito mais profunda do que nós. Temos necessidade de diminuir algumas dessas coisas", afirmou o ministro da Fazenda.

O ministro disse ainda que os ajustes são uma "plataforma para a retomada do crescimento". "Não fazemos o ajuste pelo ajuste, como diz a presidente [Dilma Rousseff]. Não se faz isso a toa. Se faz isso para criar as condições de crescimento. O [ex-presidente] Lula fez esforço e depois a economia deslanchou. Alguns comentam o que o [ex-presidente] FHC mudou o câmbio e mudou o ajuste fiscal, que de 94 a 98 tinha sido uma economia mais relaxada. Ele fez um ajuste fiscal importante para reequilibrar e voltar a dar condições de competitividade", declarou.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 11h01m
 
 
Segundo foi noticiado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no próximo dia 14 de abril vai ser decidido um novo percentual para o reajuste das contas de luz de todo país, que começa a valer a partir do dia 22. 
 
A votação foi antecipada em uma terça-feira em função do feriado do dia 21 (Tiradentes). A majoração deve ficar, na média, entre os preços de baixa (residências) e alta tensão (indústrias e comércio pesados) deve variar entre 5,6% e 9,6% segundo uma fonte da administração da empresa ouvida pela coluna. 

Este ano, a agência reguladora fez uma sutil mudança no processo de reajuste tarifário. Até 2014, as empresas enviavam à agência o IRT, Índice de Reposição Tarifário. Na prática, um pleito do índice de reajuste. Acontecia um ruído de comunicação uma vez que a Aneel decidia a taxa pelo Efeito Médio para o Consumidor. 

Neste ano, a votação se dará sem a apreciação de qualquer pleito feito pelas empresas. Em fevereiro, a Aneel concedeu à Coelba um reajuste extraordinário médio de 5,4%, valor bem abaixo da média dada a 53 empresas distribuidoras de energia, que foi de 23,4%.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 10h53m


A Bovespa voltava a trabalhar com o seu principal índice abaixo dos 51 mil no início desta terça-feira (31), em meio a um ambiente desfavorável no mercado acionário global, com Vale entre as principais pressões de baixa após o minério de ferro renovar mínima histórica, caindo a 51 dólares a tonelada.

Às 10h35, o Ibovespa, principal indicador da Bolsa de São Paulo, perdia 0,85%, a 50.809 pontos. As ações da Vale caíam mais de 3%, e as da Petrobras, mais de 1%.

O noticiário corporativo local também ocupava os holofotes, com Gol na ponta negativa após prejuízo acima do esperado e corte na recomendação pela BTG Pactual. Na contramão, limitando o efeito das vendas, Sabesp liderava as altas diante de anúncio de autorização de reajuste nas tarifas. (G1)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 10h42m


O Índice de Preços ao Produtor (IPP) registrou alta de 0,26% em fevereiro, ficando acima das variações de janeiro e dezembro de 2014. No ano, o indicador acumula alta de 0,28% e, em 12 meses, de 2,74%. Esse índice mede a evolução dos preços de produtos "na porta de fábrica".

Em fevereiro, 17 das 23 atividades apresentaram variações positivas de preços, contra 16 do mês anterior. As quatro maiores variações partiram de fumo (4,92%), outros equipamentos de transporte (4,43%), confecção de artigos do vestuário e acessórios (4,11%) e calçados e artigos de couro (3,91%). 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 10h29m


Apenas um em cada cinco contribuintes esperados para prestar as contas com o Leão este ano, na Bahia, enviaram os dados à Receita Federal. Segundo informações da assessoria de imprensa do órgão, até o dia 26 de março, às 17h, 240 mil declarações haviam sido enviadas, o equivalente a pouco mais de 21% do total de 1,14 milhão esperadas no estado.

No Brasil, cerca de 5,3 milhões de contribuintes haviam entregado a declaração até a mesma data, o equivalente a 19,37% dos 27,5 milhões de formulários esperados pela Receita Federal. De acordo com o órgão, os primeiros a entregar têm mais chance de receber a restituição nos primeiros lotes. São sete. O primeiro sai em junho.

É obrigado a declarar quem recebeu mais do que R$ 26.816,55 em 2014. Despesas médicas podem ser deduzidas integralmente. Pela primeira vez, o CPF dos dependentes com 16 anos ou mais deverá, obrigatoriamente, ser informado. (Correio)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 10h15m


O dólar opera em alta ante o real nesta terça-feira (31), após o governo mostrar déficit superior a R$ 7 bilhões e acompanhando a valorização da moeda norte-americana no mercado internacional.

Às 9h19, a moeda norte-americana tinha alta de 0,54%, a R$ 3,2492 na venda, informou o G1. No mercado externo, o dólar subia cerca de 0,5% em relação a uma cesta de moedas.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 10h02m


A greve geral liderada pelo setor dos transportes contra o aumento de impostos na Argentina teve início no primeiro minuto desta terça-feira, 31.

A paralisação de 24 horas foi convocada para pedir a redução ou a eliminação de um imposto aplicado sobre os salários e servirá para medir forças antes do início das negociações salariais paritárias com as empresas.

Por causa do manifestação, os voos que partem de Salvador para a Argentina foram cancelados. A informação foi confirmada pela empresa Aerolíneas Argentinas, que possui um voo diário partindo da capital baiana.

A tripulação está hospedada em um hotel e a previsão é que a situação seja normalizada nesta quarta-feira, 1º. As companhias aéreas TAM e Lan Chile, além da Gol, também anunciaram o cancelamento dos voos procedentes e para a Argentina. (A Tarde)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 09h44m


A confiança da indústria voltou a cair em março. Segundo dados divulgados nesta terça-feira (31) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador recuou 9,2% na comparação com o fevereiro, para 75,4 pontos – o menor nível desde janeiro de 2009, quando ficou em 74,1 pontos.

“A queda da confiança em março de 2015 foi a mais intensa e disseminada setorialmente desde novembro de 2008, retratando um setor extremamente insatisfeito com a situação atual dos negócios e pessimista em relação à possibilidade de recuperação no horizonte de três a seis meses", afirmou, em nota, Aloisio Campelo Jr., Superintendente Adjunto para Ciclos Econômicos da FGV/Ibre.

Houve piora tanto na avaliação sobre a situação atual quanto nas expectativas para os próximos meses. A percepção sobre o momento atual teve queda de 10,4% de fevereiro para março, recuando o menor patamar desde julho de 2003.

Já as perspectivas para os próximos meses mostraram queda de 7,8%, para o menor nível desde fevereiro de 2009. (G1)
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 09h35m


As contas do governo registraram em fevereiro o pior resultado para este mês desde o início da série histórica, em 1997. Segundo números divulgados nesta terça-feira (31) pela Secretaria do Tesouro Nacional, foi registrado um déficit primário (receitas menos despesas, sem contar os juros) de R$ 7,35 bilhões no mês passado.

Em fevereiro do ano passado, ainda segundo números oficiais, as contas do governo registraram um déficit primário de R$ 3,11 bilhões. Até então, o pior resultado para o segundo mês do ano havia sido registrado em 2013 - quando as contas ficaram no vermelho em R$ 6,61 bilhões, de acordo com dados do Tesouro Nacional.

O resultado das contas públicas tem sido influenciado pelo fraco comportamento da arrecadação, que se ressente de um baixo nível de atividade econômica. Em fevereiro deste ano, a arrecadação registrou uma alta real (acima da inflação) de 0,49%, para R$ 89,9 bilhões. Foi o primeiro crescimento real desde setembro do ano passado, que só aconteceu por conta do ingresso de receitas extraordinárias da ordem de R$ 4,64 bilhões.

No acumulado dos dois primeiros meses deste ano, informou o governo federal, as contas do governo registraram um superávit primário - a economia para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda - de R$ 3,09 bilhões.

Apesar de o resultado ser positivo, foi o menor valor, para este período, em seis anos, ou seja, desde 2009. Naquele ano, foi registrado um superávit primário de R$ 2,86 bilhões. (G1)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 09h21m


A Corte de Nova York divulgou, na segunda-feira, 30, a ação coletiva consolidada da Petrobras, que além da petroleira inclui como réus os ex-presidentes Graça Foster e José Sergio Gabrielli, além de outros 13 executivos, 15 bancos que coordenaram emissões de papéis da empresa, a firma de auditoria PricewaterhouseCoopers (PwC) e duas subsidiárias da companhia brasileira no exterior que emitiram títulos no mercado internacional.

A ação consolidada foi apresentada pelo escritório de Nova York, Pomerantz, a pedido do juiz federal Jed Rakoff, que cuida do caso. O escritório representa o fundo de pensão do Reino Unido, Universities Superannuation Scheme (USS), escolhido como líder da ação coletiva, ou seja, representa todos os demais investidores da Petrobras na Corte de Nova York.

Graça Foster, os 15 bancos e outros executivos da empresa foram citados como réus primeiramente na ação coletiva aberta em dezembro pela cidade de Providence, capital do Estado americano de Rhode Island. Outras quatro ações abertas por investidores citavam apenas a Petrobras como ré.

O processo afirma que houve um "esquema multibilionário de corrupção e lavagem de dinheiro (na Petrobras), que durou anos" e não foi informado aos investidores em documentos da Petrobras, incluindo suas informações financeiras auditadas pela Price, e no prospecto para vendas de títulos no mercado de capitais, em operações conduzidas pelos bancos citados no processo. Entre os nomes das instituições financeiras estão HSBC Securities, Bradesco BBI, Morgan Stanley, Itaú BBA e JPMorgan. (ESP)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 09h14m

A licitação do VLT, a versão moderna dos trens do subúrbio de Salvador, parece estar próxima de acontecer, segundo informações da coluna Tempo Presente do jornal A Tarde.

O chefe da Casa Civil do governo, Bruno Dauster, anunciou ontem que até o fim de abril lança o edital de licitação da primeira etapa, que vai do Comércio à Av. São Luiz, em São Tomé de Paripe (13,5 km de extensão). A obra vai custar R$ 550 milhões, e, segundo Dauster, o dinheiro já está assegurado no bojo do PAC da Mobilidade.

A segunda etapa, que implica a extensão do VLT até o Terminal da França, ainda não tem prazo. Aí vai depender da contrapartida do governo estadual, e a ordem é manter cautela por uma razão elementar: não se sabe se haverá dinheiro.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 09h05m


Em vigor há uma semana, as novas tarifas de serviços do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) continuam gerando reclamações. Desta vez, a  tabela de preços  está sendo questionada pela Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), que aprovou o aumento das taxas no final de 2014.

A Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da AL-BA recebe, nesta terça-feira, 31, às 11h, no Centro Administrativo, o diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran), Maurício Bacelar, para cobrar explicações.

Segundo o deputado  Alex Lima, presidente da comissão, a proposta é que Bacelar esclareça  dúvidas dos parlamentares em relação ao reajuste. Lima e Bacelar são do mesmo partido (PTN). "Queremos saber quanto está sendo cobrado em outros estados e o que motivou este reajuste, os critérios e parâmetros utilizados, até para saber se a cobrança é justa ou não", pontua.

Ele destaca que um dos temas a serem tratados será o aumento de 128% na taxa da vistoria de veículos, que saltou de R$ 35,10 para R$ 80. Cerca de outros 60 serviços subiram de preço. "É preciso esclarecer se este aumento é justo em uma época como essa (de crise financeira do país), além de comparar com valores cobrados em outros estados", frisou o deputado.

O parlamentar salienta que, neste assunto, a questão política é deixada de lado. "O papel do legislador é fiscalizar, sobretudo à frente desta comissão. Estamos cumprindo nosso papel, mesmo (o diretor-geral do Detran) sendo do nosso partido", destaca. (A Tarde)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 08h59m
 
 
Se você ainda não comprou os produtos para a ceia da Sexta-Feira Santa é bom se apressar. Os preços das especiarias utilizadas na produção do caruru, vatapá e moqueca estão em alta. O quiabo e o gengibre, por exemplo, têm variado de preço com bastante intensidade. E os comerciantes alertam: o preço do quiabo pode dobrar até esta quinta-feira.
 
A Tribuna da Bahia percorreu supermercados e feiras da cidade e constatou a variedade nos valores. Nos supermercados, o quilo do camarão varia de R$ 48 a R$ 56. Já a mesma quantidade do bacalhau oscila entre R$ 24 e R$ 29. 

“Semana passada encontrei o bacalhau neste mesmo supermercado por R$ 16 e fração, hoje já está de 24,98. Costumam colocar promoções na véspera, mas acredito que quem não comprar logo vai acabar encontrando muito caro. Quer dizer, caro já está”, desabafou a aposentada Hosana Celeste, 72.

Especiaria utilizada na produção do caruru, o quiabo têm oscilado de modo intenso, principalmente nas feiras da cidade. Na Feira de São Joaquim, por exemplo, o quiabo está custando entre R$ 8 e R$ 10. Mas os comerciantes garante que o valor deve duplicar.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 08h43m
 
 
Na sessão especial de ontem, foi empossada a nova mesa diretora do Tribunal de Contas dos Municípios para o biênio 2015/2017, composta pelo presidente, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, vice-presidente, conselheiro Fernando Vita, e o corregedor, conselheiro José Alfredo Rocha Dias.
 
Durante o seu discurso de posse, o presidente agradeceu o voto de confiança de todos os conselheiros e reafirmou o compromisso de fazer avançar, cada vez mais, o processo de modernização, aperfeiçoamento e qualificação dos quadros técnicos e administrativos da corte para que ela possa desempenhar com eficácia a sua atividade perante à sociedade.

Enfatizou ter como missão contribuir para fazer do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia um instituição efetiva na prestação de serviço, pautada nos valores da tempestividade, transparência, ética e qualidade, e no zelo pela correta aplicação dos recursos e preservação do patrimônio confiado à gestão pública municipal.(TB)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 08h41m


O governador Rui Costa disse nesta terça-feira, em entrevista ao radialista Mario Kertész na Radio Metrópole, que nos primeiros três meses do ano o Estado arrecadou menos do que o ano passado e reiterou que, embora esteja fazendo um esforço, não vê condições para dar o reajuste linear do funcionalismo público. 

“Eu prefiro ter uma reclamação dos servidores por não ter dado o reajuste do que não poder pagar o salario no fim do mês”, disse o governador, citando outros estados da federação que estão atrasando salários. Reforçando sua posição afirmou: “É melhor não receber 5% ou 6% de aumento de salario e garantir o pagamento no final do mês.”
 
Em relação à Assembleia Legislativa, cujo presidente está aumentando o valor da verba de gabinete, Rui Costa disse que não vai suplementar o orçamento do Legislativo porque não tem máquina de imprimir dinheiro. Afirmou que  que é paradoxal alguém estar falando em suplementação quando não se sabe ainda  se os valores previstos no orçamento serão realizados.
 
O governador reiterou a a parceria com a Prefeitura de Salvador e disse que está oferecendo ao Prefeito terrenos para a construção de creches e que disponibilizou tem recursos para construir três postos de saúde na cidade.
 
Em relação as obras de mobilidade urbana de Salvador,  disse que construção da Av.29 de Marcos, que vai sair da orla e ir até Paripe,  vai ter 21 quilômetros de extensão e será maior que a Av. Paralela e comportar um sistema de BRT ou VLT. E garantiu que o VLT do subúrbio assim como os 41 km do metrô serão entregue até 2017. 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 08h31m
 

 
Mesmo sendo uma questão de bastidores à fusão entre o DEM e o PTB já é dada como certa no cenário da política. O martelo deve ser batido ainda na primeira quinzena de abril, conforme líderes do DEM e do PTB, no entanto, as negociações estariam esbarrando em alguns obstáculos, entre eles, a escolha de quem ficaria no comando da legenda e como seria montada a cúpula partidária. Caso ocorra a união, as legendas formarão o terceiro maior partido no Congresso Nacional. Atualmente, o PTB tem 26 deputados federais e o DEM 21 parlamentares.
 
O deputado federal Paulo Azi (DEM) reafirmou ontem que existe uma “possibilidade forte” das legendas se juntarem. Segundo ele, a chance de fusão é de 70%, embora ainda não seja algo definitivo. Ainda nao é algo definitivo, mas a probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido”, disse.

Ainda conforme o demista, o partido unificado teria uma postura de independência, e, obviamente, seguindo a tendência do DEM, de forte oposição ao governo petista na Bahia e no Brasil. “Claramente, um partido independente e de oposição ao PT. O governo do PT levou a economia brasileira à beira do precipício, e isso atinge todos os setores. Eles agora querem desfazer acordos do passado é transferir a conta do ajuste para a sociedade. Não se vê nenhuma ação do governo e por isso se instalou essa insatisfação popular com Dilma”, afirmou.

A confirmação de que o diálogo favorável à fusão anda de vento em popa já havia sido anunciada em conversas do deputado federal Benito Gama, ex-presidente nacional do PTB, e do prefeito ACM Neto. O presidente da legenda na Bahia, Jonival Lucas, por sua vez, havia reiterado à Tribuna na semana passada, que não tem participado das articulações e demonstrou discordar sobre o possível rumo da legenda.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 08h17m
 
 
Os remédios poderão ficar mais caros a partir desta terça-feira (31) em todo o país. A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED) fixou em até 7,7% o ajuste máximo permitido este ano aos fabricantes na definição do preço dos medicamentos. A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União" desta terça-feira.
 
A regulação é válida para um universo de mais de 9.000 medicamentos e os ajustes são autorizados em três níveis, conforme o perfil de concorrência dos produtos. O nível 1, que tem o maior percentual de reajuste, inclui remédios como omeprazol (gastrite e úlcera); amoxicilina (antibiótico para infecções urinárias e respiratórias).

No nível 2, cujo percentual é de 6,35%, estão, por exemplo, lidocaína (anestésico local) e nistatina (antifúngico). No nível 3, que tem o menor índice de aumento, 5%, ficarão mais caros medicamentos como ritalina (tratamento do déficit de atenção e hiperatividade) e stelara (psoríase).
 
A autorização para reajuste leva em consideração três faixas de medicamento, com mais ou menos participações de genéricos. O reajuste segue a lógica de que nas categorias com mais genéricos a concorrência é maior e, portanto, o reajuste autorizado pode ser maior.
 
O ajuste de preços considera a inflação acumulada em 12 meses até fevereiro, calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e que ficou em 7,7%. Em 2014, o reajuste máximo autorizado foi de 5,68%.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h56m

 


Tudo indica que o Senado vai votar nesta terça-feira o projeto de lei que obriga o governo federal a adotar o novo indexador para as dívidas de estados e municípios, o que desafogaria os entes federativos, mas aumentaria as despesas do governo federal. 

Para tentar evitar isso e empurrar o impacto fiscal para 2016 o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, apresentou ontem ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), uma proposta para manter a atual regra do indexador até o final do ano, quando o contrato seria refeito com base no novo indexador e a União faria um acerto de contas e devolveria ao município o que foi pago a mais.

Renan disse que, por enquanto, não há acordo político para suspender a votação do projeto, mas sinalizou que poderá retirar de pauta caso haja o entendimento entre os líderes dos partidos neste sentido.
 
Levy está costurando um acordo com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que entrou na Justiça, e afirmou que pretende adotar esse modelo para os demais entes da Federação. O Ministério da Fazenda propõe que o indexador seja mantido este ano, mas acena com a devolução dos recursos pagos a mais no final do ano..

Para evitar uma derrota do governo no Senado, Levy estará hoje no Congresso, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para falar do ajuste fiscal e de duas declarações sobre a presidente Dilma Rousseff.  A depender desse depoimento o ajuste poderá ser votado ou não. 


.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h55m
 
 
 

 
O PT divulgou ontem um manifesto, aprovado pelos 27 diretórios estaduais, em que diz "está sob forte ataque". O documento foi divulgado durante reunião da Executiva do partido, em um hotel da zona sul de São Paulo. A legenda destaca que não é a primeira vez que passa por essa situação e lembra o caso do sequestro do empresário Abílio Diniz, em dezembro de 1989, quando foi acusada pelo ato. O texto diz ainda que "nunca como antes, porém, a ofensiva de agora é uma campanha de cerco e aniquilamento" e que o atual movimento contra o partido busca criminalizá-lo.
 
A sigla não cita quem seriam os culpados pelo ataque, mas dirige as críticas aos "maus perdedores no jogo democrático" que "tentam agora reverter, sem eleições, o resultado eleitoral". Segundo a legenda, tentam "fazer do PT um bode expiatório da corrupção nacional e de dificuldades passageiras da economia". "Condenam-nos não por nossos erros, que certamente ocorrem numa organização que reúne milhares de filiados. Perseguem-nos pelas nossas virtudes. Não suportam que o PT, em tão pouco tempo, tenha retirado da miséria extrema 36 milhões de brasileiros e brasileiras. Que nossos governos tenham possibilitado o ingresso de milhares de negros e pobres nas universidades."
 
No documento, o partido diz ainda que é favorável às investigações, como a que envolve a Petrobras, e afirma que, caso algum filiado seja condenado em "virtude de eventuais falcatruas", será excluído do partido. O PT ressalta que, durante o seu próximo congresso da agremiação "caberá à legenda se reencontrar com o PT dos anos 1980, quando nos constituímos num partido com vocação democrática e transformação da sociedade". A ideia, segundo os membros do PT, é que o congresso faça o partido retomar sua "radicalidade política, seu caráter plural e não dogmático".



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h50m
 

 
O programa Nota Salvador, que será relançado hoje (31) pela Secretaria da Fazenda, vai permitir que os soteropolitanos transfiram os créditos obtidos através dele sejam revertidos para créditos de celulares de todas as operadoras ou cartões do Salvador Card. Segundo a Sefaz, os sistemas para cadastro das linhas telefônicas e dos cartões está em fase de conclusão e a liberação para os cidadãos deverá ocorrer no início de maio, após a publicação da Instrução Normativa com as regras de uso dos bônus.
 
Outra novidade é a plataforma mobile para smartphones e tablets, permitindo a emissão de notas ficais, consultas e cancelamentos pelo celular, sem necessidade do uso de computadores, além da implantação do módulo de reclamação, que vai criar um canal direto para manifestação dos consumidores. Também serão entregues amanhã os cheques de R$ 20 mil, R$ 10 mil e R$ 5 mil para os ganhadores dos sorteios de dez a 14 e será apresentado o "Devolutômetro", instrumento que permite aos contribuintes acompanharem a evolução do programa, conferindo diariamente e em tempo real quanto em dinheiro já retornou aos consumidores.
 
O programa devolve ao consumidor 30% do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e que sorteia prêmios em dinheiro mensalmente – de R$ 10 a R$ 20 mil. Ele já permite que o consumidor use os créditos para abatimentos no IPTU e para depósito em conta corrente ou poupança do titular.(Correio)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h49m
 

 
O Vale Luz, projeto itinerante da Coelba que concede desconto na conta de luz em troca de materiais recicláveis em bairros populares, funcionará somente até a próxima quinta-feira, 2, por conta do feriado da Semana Santa. Oito bairros de Salvador serão beneficiados nesta semana. São eles Jardim Nova Esperança, São Cristovão, Cajazeiras 10,  Cosme de Farias, Uruguai, Castelo Branco, Calabar e Pernambués. O caminhão da companhia estará estacionado nos bairros das 9h às 15h30.
 
Para participar, é necessário ir até uma unidade móvel e fazer o cadastro no projeto, apresentando a conta de energia, documento de identidade e os materiais recicláveis, que serão pesados no local. Após esse procedimento, cada pessoa recebe o cartão Vale Luz para registrar seus descontos no vencimento. São aceitos metal, papel, papelão e plástico, que devem estar limpos. De acordo com a Coelba, o objetivo do projeto é reduzir o valor da conta de luz e estimular o uso racional dos recursos naturais, minimizando os impactos negativos causados pelo lixo ao meio ambiente.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h36m
 
 
Depois de quatro meses em negociação o Bahia ainda não renovou seu contrato com a Arena Fonte Nova e pode ter que mandar seus jogos finais do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste, além do Campeonato Brasileiro da série B e da Copa do Brasil no Estádio de Pituaçu.

O presidente do clube Marcelo Sant'Ana, anunciou ontem a decisão e explicou a situação. "Estamos conversando a quatro meses e ainda não tivemos uma proposta que valorizasse o clube e sua torcida". Mesmo com o anúncio da saída da Arena Fonte Nova, onde o Bahia mandou seus jogos desde abril de 2013, Marcelo não descartou um possível acordo para o retorno do Tricolor à arena. "O Bahia continua disposto a conversar com os responsáveis pela Arena Fonte Nova, desde que eles demonstrem querer valorizar e respeitar o torcedor do Bahia".
 
Em nota, a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP), empresa que administra a Fonte Nova, disse que ficou surpresa com a posição da direção do Esporte Clube Bahia. Segundo a FNP,  na última sexta-feira, dia 27, ficou acordado entre as partes que haveria mais uma rodada de negociações, após ambos terem apresentado propostas.( A Tarde/Correio)

Veja também

Volta do Bahia a Pituaçu gera prejuízos ao Governo do Estado






 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h33m
 
 
Mesmo sem falar muito sobre o assunto, o governador Rui Costa (PT) deu a entender que o estado não vai dar aumento linear para o funcionalismo em 2015 devido à queda na arrecadação nos primeiros três meses do ano.
 
"Eu prefiro ter a reivindicação para o aumento do que ter a reclamação do atraso de salários", disse Rui, na tarde dessa segunda-feira, 30, pouco antes de participar da solenidade de posse do conselheiro Marcos Presídio no Tribunal de Contas do Estado (TCE).
 
O governador disse que estão ocorrendo reclamações sobre atraso do salário de servidores em vários estados. "Vou buscar manter a folha, mas isso pressupõe que cada um faça sua parcela de contribuição. Não tenho máquina de imprimir dinheiro (…) tenho que pagar com os recursos que arrecado e a arrecadação não está respondendo em função da crise econômica", declarou.( A Tarde)



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h28m


O anúncio do presidente do Bahia, Marcelo Sant'Ana, de que o clube poderia romper o contrato com a Arena Fonte Nova e voltar ter seu mando de campo em Pituaçu, é mais uma etapa no difícil processo de renovação do contrato entre o clube e o consórcio que administra a empresa e que já dura quatro meses.

Conforme divulgou em primeira mão o Bahia Econômica, a Arena Fonte Nova registrou um prejuízo operacional de R$ 15,6 milhões em 2014, o que levou a concessionária a propor uma redução na parcela fixa de R$ 9 milhões que é destinada anualmente ao clube.

A proposta levou em conta o baixo rendimento do Bahia no ano passado quando a  média de público pagante nos jogos de futebol caiu de 17,2 mil pagantes, caiu para 11,8 mil pagantes em 2014.

Segundo o consórcio,  desde que assinou o contrato, os jogos do Bahia resultaram numa receita de R$ 23,8 milhões e num receita de R$ 18,2 milhões, o que resultaria num déficit de R$ 5,6 milhões.

Em função disso, a concessionária propôs reduzir a parcela fixa anual para R$ 4,5 milhões, o que o Esporte Clube Bahia não aceita, argumentando que arrecada mais que isso em Pituaçu. 

Na última reunião para discutir a questão, o Bahia deixou claro  que não aceitaria a redução do valor fixo, mas ficou estabelecido que haveria uma nova rodada de negociação para que as partes chegassem a um acordo.

Nesse ínterim, o  presidente do Bahia marcou posição, afirmando que, caso não haja acordo o Bahia voltará a ter o mando de campo em Pituaçu, e a concessionária Fonte Nova Participações afirmou em nota que estava surpresa com a posição do clube, mas disposta a negociar, lembrando a cláusula do contrato de Parceria Público Privada com o governo do Estado que garante que o estádio de Pituaçu não será utilizado para jogos oficiais. 

O governo do Estado não pode ceder o Estádio de Pituaçu ao Bahia por uma razão simples, segundo o contrato de PPP, tanto o prejuízo quanto o lucro da Arena Fonte Nova tem de ser dividido com o Estado que vai arcar com os custos da decisão.  

Veja Também: Bahia diz que vai romper contrato com Arena Fonte Nova e voltar a Pituaçu
.............................................................................................................................................................................................................................................
31/03 - 07h07m
 
 
No seu programa semanal, o Governador Rui Costa falou sobre investimentos e programas na área de educação. O projeto Educar Para Transformar – Um Pacto pela Educação, lançado na segunda-feira (30) durante evento no Senai/Cimatec, em Salvador, é o destaque do programa de rádio ‘Diga Aí, Governador’ desta semana. “É um mutirão conclamando toda a sociedade a favor da educação, a favor da cultura, da arte e do esporte”, enfatiza Rui Costa.
 
No programa Rui enfatiza que se hoje está na cadeira de governador, “eu tenho que agradecer muito à minha família, ao meu pai e à minha mãe, que colocaram a educação no primeiro plano. Ela dizia sempre: eu não tenho patrimônio para deixar pra vocês, o único bem valioso que eu vou entregar a vocês é a educação. Por isso, estudem, estudem e estudem!”
 
Ainda na edição o governador ressalta a entrega, no domingo (29), quando Salvador completou 466 anos, de obras de contenção de encostas para maior proteção e segurança às comunidades de Cajazeiras VI e Águas Claras.
 
Rui afirma que, no mesmo dia, fez a entrega de 731 títulos de casas a famílias, no bairro do Uruguai, conheceu “o projeto espetacular de Margareth Menezes, a Fábrica Cultural, e assumi o compromisso de fazer dali uma referência cultural para a Cidade Baixa”.
 
O governador também comenta perguntas feitas por estudantes e professores referentes ao projeto Educar Para Transformar – Um Pacto pela Educação, e encerra o programa desejando “feliz Páscoa a todos os baianos e baianas”.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 20h01m


Empenhado em melhorar a qualificação profissional e empresarial, o secretário do Turismo Nelson Pelegrino ressaltou a importância do Programa Pacto pela Educação, lançado nesta segunda-feira (30), pelo governador Rui Costa.

Presente ao evento, ele elogiou a iniciativa e afirmou que o setor turístico será diretamente beneficiado com a melhoria da educação pública. “No Turismo, ao incentivarmos a qualificação profissional, contribuímos para a elevação do padrão de qualidade dos serviços, fortalecendo a cadeia produtiva e atendendo ao público, cada dia mais exigente” - ressaltou Pelegrino.  O lançamento foi realizado no auditório do Senai/Cimatec, em Salvador. 

Batizado de Educar para Transformar, o programa estadual visa à excelência no ensino e ao acesso a instituições públicas de qualidade, para crianças, jovens e adultos. No evento, o Governo do Estado firmou parceria com as prefeituras das cidades do interior e da capital, por meio da assinatura de um termo de compromisso com o projeto. 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 19h15m


O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta segunda-feira e recuperou o patamar dos 51 mil pontos perdido na semana passada, em meio ao quadro benigno nas bolsas no exterior e um noticiário corporativo local abundante, com Cesp entre os destaques positivos, após anunciar pagamento de dividendos.

O Ibovespa avançou 2,29 por cento, a 51.243 pontos, com papéis de bancos privados respondendo pela principal contribuição positiva, diante da alta de 3,37 por cento de Itaú Unibanco e de 2,10 por cento de Bradesco. As ações respondem juntas por quase 20 por cento do índice. O volume financeiro da sessão somou 5,3 bilhões de reais.

Os discursos alinhados da presidente Dilma Rousseff e do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, neste segunda-feira, após uma fala do ministro sobre a presidente ter gerado ruído, também ajudaram o mercado acionário.

Os papéis da Petrobras corroboraram o tom positivo, conforme investidores seguem analisando as mudanças no Conselho de Administração e aguardam a divulgação do balanço auditado da petroleira. As ações preferenciais da estatal fecharam em alta de 3,62 e as ordinárias avançaram 4,01 por cento. As informações são da Reuters.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 18h49m

 
O lucro líquido do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teve um crescimento de 5,4% em 2014, na comparação com o ano anterior. Os valores alcançaram R$ 8,594 bilhões, ante R$ 8,150 bilhões registrados em 2013.

De acordo com o órgão, é o terceiro maior lucro da história do Banco. Para o BNDES, o resultado com financiamentos a projetos de investimentos, que são os de intermediação financeira, e a manutenção do índice de inadimplência no mais baixo nível de sua história contribuíram para o desempenho. Os financiamentos subiram de R$ 11,7 bilhões em 2013 para R$ 13,4 bilhões em 2014. Já o índice de inadimplência permaneceu em 0,01%. 
 
O banco comparou o nível de inadimplência com a média do Sistema Financeiro Nacional em dezembro de 2014, que era 2,9% em dados divulgados pelo Banco Central. A direção do banco acrescentou que os critérios da instituição são mais conservadores. No Sistema BNDES, são considerados inadimplentes quem está com parcelas em atraso há mais de 30 dias. Nos cálculos do BC são consideradas em atraso parcelas com 90 dias.
 
Segundo o BNDES, o resultado com participações societárias também contribuiu para o crescimento do lucro líquido. Elas subiram de R$ 2,5 bilhões em 2013 para R$ 2,9 bilhões em 2014. “Cabe destacar que tal crescimento foi realizado num cenário de intensa volatilidade no mercado de capitais, o que elevou o montante de provisões para perdas em investimentos de R$ 2,04 bilhões em 2013 para R$ 2,8 bilhões em 2014”, analisou a instituição. Dados do banco apontam perdas equivalentes a R$ 2,6 bilhões e destacam que o principal componente foi o investimento na Petrobras. 
 
Segundo o BNDES, foram levadas em conta as características específicas de atuação do banco e do ativo. De acordo com os dados, a perda passível de não recuperação foi estimada em R$ 2,6 bilhões, descontados os efeitos tributários. O órgão esclareceu que, conforme a característica das ações detidas pelo banco, que são de transferência da União para aumento de capital da instituição, nas quais existem condições específicas como restrição de venda, as perdas são reclassificadas para o resultado apenas quando da venda ou transferência do respectivo ativo.
 
.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 18h23m


O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse nesta segunda-feira, 30, que o governo precisa mudar algumas políticas, já que o cenário internacional mudou, com os principais parceiros do País reduzindo suas políticas anticíclicas. "Não é culpa dos outros, é o cenário que mudou e, como a presidente Dilma Rousseff tem dito, se esgotou nossa capacidade de fazer anticíclico", afirmou.

O ministro ressaltou em diversos momentos a necessidade de manter o grau de investimento, sendo que controlar a dívida pública é, segundo ele, essencial para isso. "A boa notícia é que o PIB é um pouco maior do que pensávamos, então a relação dívida/PIB é um pouco mais favorável", comentou, referindo-se à recente mudança da metodologia do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que levou a uma revisão para cima no PIB de anos anteriores.

Levy afirmou que o ajuste fiscal é necessário porque o Brasil precisa reverter a deterioração fiscal e das contas públicas. E que o ajuste exige um esforço de todos, incluindo a administração federal, legislativo, governos estaduais e municipais, empresários e sociedade civil.

"O objetivo é recuperar as metas de superávit fiscal", reforçou. Segundo ele, o governo faz um grande esforço para colocar os gastos obrigatórios em uma trajetória sustentável. Além disso, foi estabelecida a meta de reduzir os gastos discricionários para os níveis de 2013, o que significa uma redução de quase 30%. "É uma redução forte, mas o governo tem de mostrar liderança e a presidente bancou isso", afirmou.

Segundo o ministro, qualquer retrocesso no ajuste fiscal poderia a levar à perda do grau de investimento, o que seria desastroso. Para ele, a recente decisão da Standard & Poor's de manter o rating do Brasil não foi um voto de confiança só nele, mas em todas as instituições brasileiras, "na capacidade do governo e do Congresso de se fazer o ajuste, que se tornou absolutamente imprescindível". 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 17h50m

 
 
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse hoje (30), em São Paulo, que tem uma “enorme afinidade” com a presidenta Dilma Rousseff na visão de longo prazo da economia. “Não há nenhuma desafinação”, enfatizou, ao comentar as declarações em uma palestra na última semana, na Escola de Negócios da Universidade de Chicago, que foram interpretadas como uma crítica à presidenta.
 
Durante almoço promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide) para 600 empresários, Levy voltou a negar que tenha criticado Dilma. “A presidenta tem sido absolutamente explícita e genuína sobre seus objetivos”, ressaltou.Levy explicou que, na palestra em Chicago, ele quis dizer que, mesmo com a vontade da presidenta, às vezes, é difícil colocar em prática algumas medidas. “A gente nem sempre consegue tudo o que deseja em um processo democrático, e isso é bom."
 
O ministro disse acreditar na aprovação das medidas de ajuste fiscal pelo Congresso. “Temos tido sucesso em conversas que, em um primeiro momento, não pareciam estar encaminhadas”, disse ele, ao falar sobre as negociações entre o governo e os parlamentares para aprovação das propostas.De acordo com Levy, o objetivo do governo é reduzir os próprios gastos ao patamar de 2013. “Não temos discutido quantidade, quantos bilhões vamos cortar. Mas que fique claro que, com relação à programação financeira, aquele gasto que pode ser controlado, o objetivo é trazer para o nível de 2013. Isso exigirá grande disciplina.”
 
Para o ministro, esse controle pode representar uma redução de aproximadamente 30% dos empenhos feitos pelo Executivo. Apesar de defender a redução de gastos, Levy admitiu que o processo não será simples. “Cortar na carne é importante, mas não é fácil, porque não tem muita carne.”Levy ressaltou a importância do planejamento dos gastos e da desonerações de tributos, de modo que as contas continuem equilibradas. “Não podemos criar novas despesas que venham a exigir novos impostos. Ou sair cortando impostos, sem ter ajustado as despesas”, concluiu.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 17h49m


Em debate promovido pelo UOL e a "Folha de S.Paulo" na tarde desta segunda-feira (30) com líderes de dois movimentos populares antigoverno - o advogado Cláudio Camargo, do grupo QueroMeDefender, e o estudante Fernando Holiday, do MBL (Movimento Brasil Livre) - defenderam a união de diversas classes sociais e raciais em prol de uma grande onda de oposição à presidente Dilma Rousseff.

Os representantes dos movimentos, que ajudaram a levar cerca de 2 milhões de pessoas para as ruas no último dia 15 de março, explicaram suas respectivas reivindicações políticas e econômicas para o país. Em comum, afirmaram que o sentimento de descrença com o PT não existe apenas da elite econômica ou entre os brancos. "Não vemos brancos ou negros, pobres e ricos, mas pessoas que estão sofrendo com tanta incompetência", diz Holiday.

O jornalista Josias de Souza e a repórter Patrícia Campos Mello mediaram o debate, que marcou outro ponto em comum entre os dois movimentos: a atual falta de representatividade nos políticos eleitos nas últimas eleições. "Não me sinto representado por nenhum deles a nível federal", disse Camargo.

Holiday concordou, aproveitando para atacar a atual bancada da oposição: "Queremos que eles façam seu trabalho, pois estão ganhando boladas pra ver o povo sofrer. Eles mantêm uma postura frouxa", disse.
No entanto, o líder do MBL tentou defender a importância dos líderes do PMDB no Legislativo, Renan Calheiros e Eduardo Cunha, fazerem algum tipo de contraponto a Dilma mesmo que estejam sendo acusados de crimes na Operação Lava Jato. "A corrupção do PT é pior", justificou.

Perguntados se um político como o ex-candidato a presidente do PSDB, Aécio Neves, seria hostilizado nos atos de 15 de março, Cláudio Camargo disse crer que não aconteceria, mas ele "não o representa". Já Fernando Holiday disse que outros políticos foram aos protestos, "mas pra participar dentro de um movimento, não como líderes. Não me sinto representado pela oposição hoje". As informações são do Uol.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 17h25m


O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta segunda-feira (30) ter registrado lucro líquido de R$ 8,594 bilhões em 2014. O resultado ficou 5,4% acima dos R$ 8,150 bilhões obtidos em 2013.

Apesar do resultado positivo, o banco admitiu ter registrado perdas, e o principal componente foi o investimento na Petrobras. "Em função do declínio prolongado e significativo no valor de mercado dessas ações, foi realizada uma análise qualitativa do investimento, a fim de quantificar a existência de eventual montante não recuperável do ativo."

"Foram levadas em conta, as características específicas de atuação do BNDES; as características específicas do ativo, considerando-se que a empresa não descumpriu qualquer obrigação financeira; e o valor justo apurado com base em avaliação econômico-financeira", diz o balanço.

Com base nessa análise, o banco estima uma perda passível de não recuperação, referente à Petrobras, no montante de R$ 2,6 bilhões, líquidos dos efeitos tributários. Desse valor, R$ 1 bilhão já foi reconhecido no balanço de 2014.

"Esse fato, assim como a pendência na divulgação das demonstrações financeiras recentes da Petrobras, foi mencionado no relatório dos auditores independentes no balanço do BNDES." As informações são do G1.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 16h55m

 
O ex-superintendente de Administração e Finanças da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcos Vinicius de Barros Presídio, tomou posse, na tarde desta segunda-feira (30), como novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE -BA). 
 
A cerimônia foi realizada no Plenário Conselheiro Lafayette Pondé, do tribunal, e reuniu autoridades como o governador Rui Costa, o conselheiro presidente do TCE, Inaldo Araújo, o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), Eserval Rocha, o procurador-geral de Justiça, Márcio Fahel, e o prefeito de Salvador, ACM Neto. 
 
Aos 47 anos, Presídio assumiu a vaga deixada pelo ex-deputado Zezéu Ribeiro, que faleceu no dia 25 de fevereiro deste ano. A nomeação para o TCE foi publicada no Diário Oficial do Estado, do dia 19 de março, após a assinatura de autorização do governador Rui Costa. 
 
“Ele é um técnico de longa história, que sempre esteve na área pública, cuidando de finanças e administração pública. Portanto conhece bem as contas governamentais e as contas do Legislativo. Ele está habilitado para contribuir com o julgamento das contas de todos os poderes”, afirmou Rui Costa. O novo conselheiro disse que sua expectativa é grande. “A posse é resultado de um longo trabalho. A minha meta principal é aproximar, cada vez mais, o servidor do Tribunal de Contas”.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 16h52m


Nos últimos oito anos, cerca de 1,1 milhão de baianos aprenderam a ler e escrever por meio do programa estadual Todos pela Alfabetização (Topa). Em 2015, o Governo do Estado lança um novo desafio: o Educar Para Transformar – Um Pacto pela Educação.

As metas propostas pelo governador Rui Costa são que todas as crianças e jovens baianos tenham desempenho adequado à sua série, com sucesso na trajetória escolar, e que a alfabetização ocorra até os 8 anos de idade. Por esta razão, 309 prefeitos de todas as regiões baianas participaram de reunião, nesta segunda-feira (30), no Senai/Cimatec, em Salvador, para aderir ao plano.

O projeto possui cinco eixos básicos: colaboração entre Estado e municípios, fortalecimento da educação básica, educação profissional, parcerias com as escolas e a integração entre as famílias e as escolas. O eixo I está focado nos seguinte pontos: formação continuada de professores e coordenadores, produção e distribuição de livros didáticos e de livros de literatura infantil de autores baianos, assessoramento técnico e transferência de tecnologia, aula 100% e Currículo Bahia

O governador Rui Costa disponibilizou áreas do Estado às demais prefeituras para a construção de creches ou escolas municipais. Durante pronunciamento, a prefeita de Cardeal da Silva e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Maria Quitéria, elogiou a iniciativa do governo estadual na área educacional e afirmou que a medida terá total apoio da instituição que representa os municípios baianos.

Ademar Delgado das Chagas, prefeito de Camaçari, acredita que o Educar Para Transformar vai reforçar a qualidade da educação no município, apontado como uma das principais economias da Bahia. “Vamos conhecer a proposta profundamente para implantá-la em Camaçari”.

Presente no evento, o prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que o tema ‘educação’ deve unir a todos, “prefeitos do interior, da capital, Governo do Estado, instituições não governamentais. Todos têm que cumprir seu papel e dar sua contribuição neste esforço. Educação é o único instrumento capaz de projetar um futuro diferente e consistente pra nossa sociedade”.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
30/03 - 16h39m


O prefeito ACM Neto e o secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto, lançam nesta terça-feira (31), às 10h30, no Palácio Thomé de Souza, novos aplicativos e funcionalidades do programa Nota Salvador.

Uma das novidades é a plataforma móbile para smartphones e tablets, permitindo a emissão de notas fiscais, consultas e cancelamentos pelo celular, dispensando o uso de computadores e impressoras, além da implantação do módulo reclamação, que possibilita aos consumidores registrem reclamações denúncias de prestadores de serviços que se recusem a emitir documento ou cometam outras irregularidades.

Na oportunidade, também serão entregues os cheques de R$ 20 mil, R$ 10 mil e R$ 5 mil para os ganhadores dos sorteios de dez a 14 e será apresentado o "Devolutômetro", instrumento que permite aos contribuintes acompanharem a evolução do programa, conferindo diariamente e em tempo real quanto em dinheiro já retornou aos consumidores.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960