ECONOMIA DE GUERRA
São 56 setores produtivos que terão aumento nas alíquotas que chegam a 4,5%
ACM NETO ENTREGA TÍTULOS DO “CASA LEGAL” NA BOCA DO RIO
INFRAESTRUTURA

ACM NETO ENTREGA TÍTULOS DO “CASA LEGAL” NA BOCA DO RIO
BANCO DO NORDESTE E FCDL ASSINAM ACORDO PARA LANÇAMENTO DE CARTÃO EMPRESARIAL
BAHIA

BANCO DO NORDESTE E FCDL ASSINAM ACORDO PARA LANÇAMENTO DE CARTÃO EMPRESARIAL
COLUNISTAS

ENTEVISTAS
JOAQUIM LEVY - MINISTRO DA FAZENDA
Em 2014, o emprego desacelerou fortemente. Ficou claro que insistir nas políticas anticíclicas não estava dando certo. A incerteza fiscal começou a minar a vontade de investir e isso tinha de mudar.
ENQUETE

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O CARNAVAL DE SALVADOR EM 2015?

MULTIMÍDIA


COMENTE, OPINE, ANALISE
FRASE DO DIA

“Foi um resultado fiscal que não era o esperado, mas reafirmo nosso compromisso de cumprir a meta fiscal deste ano” 

Marcelo Saintive
secretário do Tesouro Nacional


FACEBOOK
OUTRAS NOTÍCIAS
27/02 - 20h01m


A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira que o aumento na conta de luz é passageiro e se deve ao período de seca que o país enfrenta, e pediu à população "desperdício zero" de energia.

Dilma fez estas declarações em Santa Vitória do Palmar (RS), onde inaugurou o Parque Eólico de Geribatu, um dos três que compõem Campos Neutrais, o maior complexo eólico da América Latina.

"Você só vai usar ela (energia térmica), porque é mais cara, quando você precisar. Nós estamos precisando. Os aumentos nos preços da energia são passageiros, estão em função do fato que o país enfrenta a maior falta de água dos últimos 100 anos", afirmou.

Em seu discurso, a presidente ressaltou a importância de defender o atual papel do consumo racional de energia. "Consumo racional de energia é aquele que significa não desperdiçar. Desperdício zero. Diversificação da matriz, mais desperdício zero, é a garantia de segurança do país", disse.

"Não tem porque a geladeira ficar aberta se você não está usando, nem deixar o chuveiro ligado quando não está usando. Não tem porque a gente jogar fora a energia que custa tanto produzir", acrescentou.

O Parque Eólico Geribatu será capaz de produzir 250 megawatts de energia e atenderá o consumo energético de 1,5 milhão de habitantes. Junto com os sistemas de transmissão, exigiu investimentos de cerca de R$ 2 bilhões. As informações são da Efe.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 19h13m


A decisão da Câmara dos Deputados de conceder passagens aéreas para cônjuges, a partir do próximo mês de abril, não agradou o vice-líder do PT na Casa, deputado Afonso Florence (PT/BA).

O parlamentar condenou a medida adotada na última quarta-feira (25), que compõe a segunda maior despesa por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o chamado cotão.

Para Florence, o financiamento de bilhetes aéreos para cônjuges representa uma “mordomia” promovida pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ). “Esta é uma deliberação absurda da Mesa Diretora, da qual o PT não participa. É mais uma demonstração do tipo de política que eles fazem. A sociedade deve repudiar e vamos lutar para derrubar esta decisão”, afirmou.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 18h55m


A Bovespa fechou a sexta-feira em queda, após um pregão volátil marcado por repercussão de novas medidas fiscais, mas não impediu que o principal índice da bolsa tivesse em fevereiro o maior ganho mensal em três anos.

O Ibovespa encerrou em queda de 0,34 por cento, a 51.583 pontos, com investidores recebendo bem os sinais de comprometimento do governo com o ajuste fiscal, mas também colocando no preço potenciais efeitos nos resultados das empresas do fim de alguns incentivos fiscais. Na semana, o principal índice da bolsa paulista acumulou alta de 0,67 por cento.

Em fevereiro, o Ibovespa subiu 9,97 por cento, no maior ganho mensal desde janeiro de 2012, acumulando no ano ganho de 3,15 por cento. As informações são da Reuters.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 18h49m

 
A redução da desoneração da folha de pagamentos fará o governo economizar R$ 5,35 em 2014, disse há pouco o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. A partir de 2016, a economia aumentará para R$ 12,8 bilhões por ano.Atualmente, o regime especial de contribuição dos empregadores para a Previdência Social faz o governo deixar de arrecadar R$ 25,2 bilhões por ano. Com as novas alíquotas que entrarão em vigor a partir de julho, a renúncia fiscal cairá para R$ 19,85 bilhões. A partir de 2016, o governo deixará de arrecadar R$ 12,4 bilhões.
 
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, participa da cerimônia de posse da nova presidenta da Caixa, Miriam Belchior (Valter Campanato/Agência Brasil)
Ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Segundo ele, a diminuição da desoneração da folha trará economia de R$ 5,35 bilhões em 2015Valter Campanato /Arquivo Agência Brasil
Levy destacou que o governo não eliminou a desoneração da folha, apenas reduziu os benefícios e tornou o incentivo fiscal mais eficaz. “Havia uma relativa ineficiência da desoneração, que não alcançou desenho projetado. A intenção era boa. A execução foi a melhor possível, mas essa política não deu resultados e mostrou-se extremamente cara”, ressaltou.
 
Até agora, a desoneração da folha beneficia 56 setores da economia que pagam 1% ou 2% do faturamento para a Previdência Social, em vez de desembolsarem 20% da folha de pagamento a cada mês. A Medida Provisória (MP) 669, publicada hoje (27) no Diário Oficial da União, aumenta as alíquotas para 2,5% (para os setores que pagavam 1%) e para 4,5% (para as empresas que pagavam 2%). As mudanças entram em vigor em julho.A MP também permitiu que as empresas de cada setor beneficiado escolham se querem permanecer no regime especial ou se voltam ao sistema antigo, em que pagam 20% da folha de pagamento. 
 
“A desoneração não beneficia igualmente todas as empresas dentro de um setor. Quem usa muita mão de obra certamente tem um ganho, mas muitas empresas, com intensidade média ou baixa de mão de obra, eram prejudicadas [pela desoneração da folha] e não tinham a opção de voltar para o regime antigo”, explicou. Apesar de trazer liberdade às empresas, o número de companhias que pagam menos à Previdência Social com a desoneração da folha cairá com as novas alíquotas. De acordo com estatísticas distribuídas pelo próprio Ministério da Fazenda, a proporção das indústrias diretamente beneficiadas pela desoneração cairá de 78% atualmente para 40% a partir de julho.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 18h26m


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta sexta-feira uma alta na taxa extra cobrada na conta de luz, no chamado sistema de bandeira tarifária. Com isso, a conta deve ficar mais cara, em média, 23,4% a partir de segunda-feira (2).

Haverá alta para 58 distribuidoras de eletricidade do país. Para a Eletropaulo, o aumento médio das tarifas será de 31,9%, enquanto a Cemig terá alta de 28,8%. Para a Light, o aumento será de 22,5%.

Essa cobrança extra é uma consequência do uso da energia das termelétricas, que é mais cara, pelas distribuidoras. O sistema de bandeiras tarifárias traz um custo adicional na tarifa de acordo com a necessidade do consumo dessa energia.

As usinas termelétricas são acionadas quando há alta no consumo e a energia gerada pelas hidrelétricas, mais barata, não é suficiente para abastecer todo o sistema.

No caso da bandeira vermelha, o valor a ser pago pelos consumidores passa a ser de R$ 5,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh), ante os R$ 3 que estavam vigorando desde o início do ano, uma elevação de cerca de 83%. Já a bandeira amarela passará do R$ 1,50 atual para cada 100 kWh para R$ 2,50, alta de 66%. As informações são da Agência Brasil.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 17h50m

 
O valor que deverá ser repassado para a conta dos consumidores de energia, neste ano, para custear a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) foi estabelecido em R$ 22 bilhões. O orçamento da CDE para 2015 foi aprovado hoje (27) em reunião extraordinária da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
 
O montante será incluído na revisão extraordinária das tarifas, que deve ser definida ainda hoje pela Aneel. A divisão será diferenciada de acordo com a região, sendo que o Norte e o Nordeste deverão pagar valores menores.
 
Como neste ano não deve haver novos aportes do Tesouro Nacional na CDE, o rateamento da conta será feito pelos consumidores atendidos pelo Sistema Interligado. No ano passado, o valor aportado na CDE foi R$ 11,8 bilhões.
 
A CDE é um fundo do setor, criado para promover fontes renováveis de energia, além de promover a universalização do serviço de energia elétrica. Desde 2012, a CDE também é usada para custear a redução das tarifas de energia, promovida pelo governo, com a renovação das concessões do setor elétrico.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 17h23m


Das 37 praias avaliadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), vinculado à Secretaria do Meio Ambiente (Sema), nas cidades de Salvador e Lauro de Freitas, 13 estão em estado impróprio para o banho.

Devem ser evitadas as praias de S. Tomé de Paripe (em frente à Vila Maria), Periperi (atrás da estação Férrea), Penha (em frente à Igreja N. S. da Penha), Bogari (em frente ao Colégio João Florêncio Gomes), Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família), Marina Contorno (entre a Marina e o restaurante do Amado) e Ondina (em frente à Rua Ademar de Barros).

Também estão impróprias para o banho as praias do Rio Vermelho (em frente à Igreja N. S. Santana), Pituba (em frente à Rua Paraíba, próximo ao Ki-Mukeka), Armação (em frente ao Clube Inter.Pass), Boca do Rio (em frente ao Posto Salva-Vidas) Corsário (em frente ao Posto Salva-Vidas Patamares) e Buraquinho (em frente à barraca de praia Chalé).

Segundo resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas, em cinco semanas consecutivas, apresentarem resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou 2.000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 ml de água.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 17h10m


 
 
O número de trabalhadores admitidos em janeiro foi menor do que o de demitidos,  segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgados hoje (27). Ao todo, foram registradas, no primeiro mês do ano, 1.600.94 admissões contra 1.681.868 desligamentos.O saldo negativo – de 81.774 postos de trabalho – foi o menor resultado desde 2009, quando o país iniciou o ano com déficit de 101,7 mil postos formais de trabalho.
 
Para o ministro do Trabalho, Manoel Dias, o dado negativo deve-se a fatores sazonais. “Os setores que tradicionalmente fazem demissões nesse período, por questões como o fim do período de férias, foram os que mais perderam vagas”, disse Dias, em em nota divulgada pelo ministério.De acordo com dados do Caged, o comércio varejista teve redução de 97.887 postos de trabalho (queda de 1,25%) na comparação com o levantamento de janeiro do ano passado. Já o comércio atacadista ficou estável, com saldo de 87 postos de trabalho.
 
Na área de serviços, houve perdas no setor de alimentação (bares, hotéis e restaurantes) e no de hospedagem. No geral, o setor de serviços teve queda na criação de empregos formais de 7.141 postos, redução de 0,04% no número de admissões.O setor da indústria de transformação, que apresentava resultados negativos há oito meses, em janeiro, voltou a contratar, encerrando o período com mais 27.417 postos de trabalho. Entre os destaques estão o setor calçadista, com 7.554 novos empregos; o de mecânica, com 3.968; o têxtil, com 3.451; e o de borracha, com 3.292 empregos.
 
Os dados do Caged mostram que a agricultura teve resultado positivo, com saldo de 9.428 postos de trabalho. “O desempenho também foi melhor que o registrado em 2014 e 2013”, informou nota do Ministério do Trabalho.As regiões Sudeste (-69.911 postos), Nordeste (-32.011 postos) e Norte (- 10.748 postos) tiveram mais demissões do que admissões em janeiro. Já as regiões Sul (+29.688 postos) e Cento-Oeste (+1.208 postos) contrataram mais trabalhadores com carteira assinada do que demitiram.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 16h55m

 
A Prefeitura de Salvador, por meio da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), deu início esta semana à construção do mercado municipal da Liberdade, localizado na Rua Lima e Silva, local anteriormente tomado pelo comércio informal. De acordo com informações da Gerência de Obras Civis da Sucop, na quinta-feira (26) começou a demolição dos pavimentos internos do antigo prédio. Até o meio-dia desta sexta (27), paredes, banheiros e a fachada externa da estrutura já haviam sido removidos.
 
"O próximo passo - logo após a remoção do entulho e limpeza da área - terá o início a demarcação das locações do futuro mercado, com a definição da localização dos boxes, sanitários e demais acomodações da estrutura", informa Jussara Araújo, subgerente de obras da Sucop.
 
A ordem de serviço para o início dos trabalhos no mercado da Liberdade foi dada no dia 9 de fevereiro, e a obra tem previsão para entrega de até 180 dias. Para esta etapa inicial, a Sucop conta com cerca de 80 operários no canteiro de obras. Segundo a Diretoria de Obras, esse número deve aumentar para cem trabalhadores na medida em que a construção vá avançando.A construção do novo mercado era uma demanda histórica da população. A estrutura será erguida a partir do prédio onde funcionava a antiga unidade da Cesta do Povo, e o complexo abrigará os ambulantes que possuíam comércio na Rua Lima e Silva, recentemente recuperada, e na tradicional Feira do Japão. 
 
Todo o projeto da nova estrutura foi desenvolvido pela Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF). De acordo com as informações iniciais, o prédio será totalmente requalificado, com recuperação da estrutura dos arcos de madeira, a criação de uma área de convivência externa e a implantação de 20 boxes com cerca de 8 metros cada, que serão destinados à comercialização de hortifrutigranjeiros.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 16h34m


 

A Superintendência de Trânsito (Transalvador) vai promover alterações no trânsito da região do Comércio neste domingo (1º), das 5 às 14h, para a realização da 1ª etapa do Campeonato Baiano de Thiathlon. O tráfego de veículos será interditado na Avenida Lafayette Coutinho (Contorno), sentido Vale do Canela, entre a Praça Visconde de Cayru e o Solar do Unhão.
 
Será feito também o desvio do tráfego da Avenida Lafayette Coutinho, sentido Mares (em frente ao 2º Distrito Naval), para a Rua da Conceição da Praia. Os veículos em geral provenientes da Avenida da França com destino à Avenida Reitor Miguel Calmon (Vale do Canela) terão como opção de tráfego as seguintes vias: Avenida da França (pista da esquerda), Praça da Inglaterra, Rua Pinto Martins, Ladeira da Montanha, Rua Carlos Gomes, Avenida Sete de Setembro, Largo do Campo Grande e Avenida Reitor Miguel Calmon.
 
A Transalvador reitera que será assegurado o acesso aos residentes e/ou domiciliados nas vias interditadas, mediante comprovação de endereço, através de contas de telefone, água e energia elétrica.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 16h12m


 
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL-BA) e o Banco do Nordeste e  assinam nesta segunda, 02, acordo de cooperação técnica para lançamento do Cartão Empresarial BNB/FCDL-Bahia. O acordo tem como objetivo estabelecer uma parceria entre as instituições, visando oferecer crédito para capital de giro, operacionalizado por meio de cartão, com limite pré-aprovado, tarifas e taxas de juros diferenciadas, beneficiando as empresas filiadas à Federação.
 
A assinatura do contrato ocorrerá às 9h, na sede da CDL Salvador (Rua Carlos Gomes, n° 1063, Aflitos), com a presença do superintendente estadual do Banco do Nordeste, Jorge Antônio Bagdêve, do vice-presidente da FCDL-BA, Pedro Luiz Failla, e do diretor presidente da CDL, Frutos Gonzalez Dias Neto.
 
A Bahia é o quarto estado em que um acordo de cooperação entre o Banco do Nordeste e a FCDL é firmado nesses moldes, para beneficiar o mercado varejista. O primeiro contrato foi formalizado com a FCDL Ceará em outubro do ano passado e, desde então, o termo já foi assinado com as FCDLs do Piauí e da Paraíba.O cartão empresarial disponibilizará limite máximo de R$ 200 mil e reembolso de até 36 vezes, para micro, pequenas e médias empresas com faturamento anual de até R$ 16 milhões. Para obter o cartão, os associados das CDLs devem ser, ou tornarem-se, correntistas do Banco do Nordeste. O produto terá bandeira Visa e não será cobrada anuidade.
 
Segundo o presidente do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Souza, “atualmente o BNB é o maior investidor da Região. Temos 30 bilhões para investir este ano. Os recursos são do próprio Banco. O cartão é um dos pontos de parceria que assinamos”. Já o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, explica que o produto servirá de modelo para as CDLs de todo o Brasil, como facilitador do acesso às linhas de crédito.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 15h53m


Após limitar os gastos dos ministérios o governo federal publicou nesta sexta-feira a  Medida Provisória 669 reajustando as alíquotas no regime de desoneração da folha de pagamentos das empresas.

São 56 setores produtivos que terão aumento nas alíquotas e que se valiam do benefício desde 2011 e outros que passaram a ter direito no  ano passado, quando o governo decidiu tornar permanente a medida.

Com isso, a partir de junho deste ano, as empresas passarão a recolher 4,5% e 2,5% sobre o faturamento em substituição ao recolhimento sobre a contribuição previdenciária e não mais 2% e 1% dentro do pacote de desoneração.

A alíquota maior, de 4,5%, é voltada para o setor de serviços, que inclui, por exemplo, empresas de call center, de tecnologia de informação, além do setor de construção civil e de transporte rodoviário e metroviário de passageiros.

Já o recolhimento de 2,5% abrange empresas jornalísticas, do comércio varejista e de vários segmentos da indústria, como têxtil, aves e suínos, móveis, brinquedos, medicamentos, fabricação de aviões, navios e ônibus, material elétrico, equipamentos médicos e odontológicos, pneus e câmaras de ar, tintas e vernizes, borracha, vidros, entre outros.

Além da revisão da desoneração da folha de pagamento, a MP publicada hoje ainda modifica regras tributárias relacionadas ao setor de bebidas frias e à isenção de tributos sobre bens e mercadorias importados para realização dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.(EX)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 15h44m


A mudança no sistema de desoneração da folha de pagamento agrava as dificuldades da indústria, avalia a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em nota, a entidade afirma que recebeu com "extrema preocupação" essa alteração.

"Para um setor que vem perdendo a competitividade é mais uma medida de impacto expressivo sobre sua capacidade de enfrentar os desafios da competitividade global", argumenta a confederação. A CNI afirma reconhecer a importância do ajuste fiscal, mas aponta que a revisão das alíquotas da desoneração é um retrocesso para a competitividade de muitos setores, em um cenário de forte concorrência internacional. "Tal medida gerará forte impacto para a indústria e para a economia nacional, com consequências inclusive para a manutenção de empregos", aponta.

A confederação avalia, ainda, que os problemas que afetam a competitividade da indústria têm se agravado ao longo dos anos, o que reflete na perda de participação industrial no Produto Interno Bruto (PIB). A CNI alerta que custo unitário do trabalho no Brasil "cresceu nos últimos dez anos de forma expressiva, acima de países com quem concorremos diretamente". A esse custo, adverte a entidade, "acrescenta-se o peso elevado dos encargos que superam o dos nossos competidores".Para a CNI, o ajuste fiscal é necessário, mas precisa vir acompanhado de uma agenda que promova a competitividade e melhore o ambiente de negócios. As informações são da Agência Estado.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 15h30m

 
 
A faixa próxima ao canteiro central da Avenida Mário Leal Ferreira será interditada neste fim de semana por conta das obras do metrô,. A modificação se deve à montagem do módulo de cobertura da Estação Bonocô. 
 
É importamte destacar que a intervenção acontecerá das 22h de sábado (28) às 5h de domingo (1º), quando será liberada. E das 22h de domingo (1º) até as 5h de segunda-feira (2), quando será novamente liberada ao tráfego.
 
A decisão de interditar por 40 dias duas das faixas da Av. Bonocô foi suspensa pela Transalvador. A operação, iniciada no último dia 10 de fevereiro congestionou a via, com impactos nas avenidas Vasco da Gama, Ogunjá, e também no Vale de Nazaré e Dique do Tororó.
 
Segundo a concessionária, a mudança no trânsito da avenida previa interditar 200 metros de duas faixas diariamente — próximo à concessionária Cresauto. Ainda segundo a CCR, as obras não foram interrompidas e o prazo para finalização da construção — agosto deste ano — está mantido. Atualmente, 600 homens trabalham no local. 


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 15h13m


O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, divulgou nota nesta sexta-feira, 27, criticando a publicação da Medida Provisória 669, que eleva as alíquotas de contribuição para a Previdência das empresas sobre a receita bruta.

"Seria mais coerente se tivesse assumido de uma vez que o seu objetivo é extinguir o programa - aliás criado por esse mesmo governo com o objetivo de incentivar a criação de empregos e sob o argumento de que era necessário dar instrumentos para melhorar a competitividade das empresas", afirmou.

Segundo Skaf, é um "absurdo o governo recorrer novamente ao aumento da carga tributária para socorrer suas finanças". O presidente da Fiesp, destaca o momento critico vivido pela indústria brasileira, com forte queda na produção e redução do emprego. Só em 2014, de acordo com a Fiesp, a indústria fechou 216 mil postos de trabalho. "E há grande chance de o PIB registrar crescimento negativo, tanto no ano passado quanto neste ano", afirma Skaf.

O executivo diz ainda que o ajuste fiscal que está sendo promovido pelo governo da presidente Dilma Rousseff, comandado pelo ministro Joaquim Levy (Fazenda), tinha que ser baseado no controle de gastos e não no aumento de impostos e cortes do investimento.

"O governo promete corte de gastos, quando na prática o que se vê é que a estrutura continua inabalável. Nada aconteceu ainda", afirma. As pessoas já estão sufocadas por tantos impostos e não podem arcar com mais nenhum aumento. A sociedade brasileira não aceitará aumento de impostos", completa. As informações são da Agência Estado.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 14h54m


O prefeito ACM Neto e o secretário de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec), Paulo Fontana, vão entregar mais 500 títulos de posse de terreno neste sábado (28), às 9h30, na Paróquia de São Francisco de Assis, na Rua Abelardo Andrade de Carvalho, dentro do programa Casa Legal.

Logo em seguida, às 10h, o prefeito e o diretor-geral das Prefeituras-Bairro, Reinaldo Braga, inauguram a unidade da Prefeitura Bairro em Pau da Lima, a sétima da atual gestão, na Avenida São Rafael.

Esta será a segunda etapa de entrega de títulos do Casa Legal na Boca do Rio que, em setembro de 2014, teve outras 500 famílias contempladas com a legalização dos imóveis onde residiam. Além disso, de acordo com informações da Coordenação de Estudos e Projetos da Sindec, outros 100 processos referentes à regulamentação de terrenos na Boca do Rio estão sendo analisados, e o total do bairro pode chegar a 1.300 moradias legalizadas até o final de 2015.

Já a Prefeitura-Bairro de Pau da Lima conta com uma novidade: é a primeira a receber um totem de autoatendimento para recarga do Salvador Card. O usuário do cartão poderá inserir a nota correspondente à recarga e concretizará o procedimento de maneira automatizada. Um preposto estará disponível para orientar os usuários. A ação é um projeto piloto e, caso dê certo, poderá ser implantado nas outras unidades.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 14h47m


A população de Camaçari está mobilizada para barrar a tentativa do governo baiano e da prefeitura de transferir a praça de pedágio da Estrada do Coco para Vila de Abrantes (km 10).

Na noite de ontem os líderes da oposição na Assembleia e na Câmara de Camaçari, respectivamente o deputado Sandro Régis e o vereador Elinaldo, participaram de uma reunião com moradores de Vila de Abrantes para a definição da estratégia que será adotada para impedir que o governo do PT execute seu plano.

“Com a transferência da praça, toda a população de Camaçari será prejudicada”, afirmou Elinaldo. O vereador, inclusive, disse que será o porta-voz dos insatisfeitos com a praça. “Quem quiser conversar comigo pode ir até meu gabinete, na Câmara. Vamos nos mobilizar porque somente assim seremos vitoriosos”, disse Elinaldo. De acordo com o vereador, ao mudar a praça de pedágio de local o governo e a Prefeitura de Camaçari vão isolar a região de Abrantes, frear o crescimento e os investimentos da região, aumentar o desemprego e enfraquecer o comércio.

“O PT quer encher os cofres de dinheiro para pagar o rombo do petróleo”, afirmou o deputado Sandro Régis. O parlamentar afirmou, também, que vai propor uma audiência pública para discutir a proposta do governo. “Já conversei com o vereador Elinaldo e vamos fazer uma audiência pública. Queremos a participação de todos os políticos e entidades para dar um basta nesta sanha do PT de extorquir a população”, concluiu.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 14h26m


A Defensoria Pública da Bahia realiza Sessão Solene para posse do novo defensor público geral, Clériston Cavalcante de Macedo, na próxima segunda-feira (2).

A cerimônia acontece no Auditório Jutahy Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), às 16h, com a presença de autoridades e representantes das instituições do Sistema de Justiça, dos poderes Executivo e Legislativo, e da sociedade civil organizada do Estado.

O defensor público Clériston Cavalcante de Macêdo foi o escolhido pelo governador Rui Costa para assumir o cargo de defensor público geral no biênio 2015/2017, a partir de lista dúplice enviada ao chefe do Poder Executivo estadual. Ele foi o candidato mais votado pela classe, com 145 votos. Vitória Beltrão Bandeira, atual defensora pública geral, obteve 120 votos. De forma inédita, a eleição teve apenas dois candidatos ao cargo de defensor público geral.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 14h00m


Com a alta do dólar, o número de buscas por passagens aéreas nacionais aumentou 30% depois do Carnaval, de acordo com o Voopter (voopter.com.br), metabuscador multidatas de passagens aéreas do mundo.

Além disso, muitos viajantes já estão começando a se programar para os próximos feriados prolongados, que acontecerão em abril (sexta-feira, dia 3, Paixão de Cristo, e terça-feira, dia 21, Tiradentes) e em maio (sexta-feira, dia 1, Dia do Trabalho). A boa notícia é que, nessa sexta-feira, as principais companhias aéreas nacionais, Gol, Tam e Avianca, estão vendendo passagens para diversos destinos no Brasil por menos de R$ 200, ida e volta, sem as taxas.

De acordo com o CEO do Voopter, Pettersom Paiva, em alguns trechos, as passagens aéreas estão mais baratas que as passagens rodoviárias, "nossos usuários encontraram, por exemplo, passagens de ida e volta para São Paulo, saindo de Curitiba, em abril, por R$ 102 (com as taxas, R$ 151). Passagens rodoviárias para o mesmo destino não saem por menos de R$ 170, sem falar que a viagem pela estrada dura mais de seis horas, enquanto o voo dura apenas uma hora e meia". 

Para trajetos mais longos a diferença de preço chega a ser quase duas vezes maior, como nas passagens do Rio de Janeiro à Salvador, que saem por R$ 400 ida e volta, em ônibus convencional em maio, e apenas R$ 210 (com taxas R$ 258) de avião no mesmo período.  A economia de tempo também pesa nessa conta, já que o trajeto rodoviário leva mais de um dia e de avião é possível chegar em menos de três horas.

Os metabuscadores são ótimas ferramentas para ajudar o consumidor a encontrar o menor preço no período em que deseja viajar, já que, ao utilizá-los através do computador ou aplicativos para smartphones, é possível ver em uma mesma tela os melhores preços de todas as companhias aéreas nacionais. Diferente das agências de viagem online, o Voopter não cobra taxas de serviço para os consumidores, que, ao escolherem a passagem que desejam comprar, são encaminhados diretamente para o site da companhia aérea, para efetuar a compra de forma rápida e segura.



 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 13h29m


A nova regra do seguro-desemprego começa a valer para quem for demitido a partir deste sábado (28), segundo informou o Ministério do Trabalho. Portanto, as mudanças valerão para esses trabalhadores que darão entrada no pedido a partir desta segunda-feira (1º).

"A vigência da Medida Provisória [que estabelece as novas regras] começará 60 dias a partir da data da publicação. Sendo assim, as novas regras incidirão nos trabalhadores demitidos a partir do dia 28 de fevereiro de 2015", diz o Ministério do Trabalho.

Com as mudanças, o trabalhador que solicitar o benefício pela primeira vez deverá ter trabalhado por 18 meses nos 24 meses anteriores.

De acordo com as novas regras, na segunda solicitação do benefício, ele terá de ter trabalhado por 12 meses nos 16 meses anteriores e, a partir da terceira solicitação, terá de ter trabalhado, pelo menos, por seis meses ininterruptos nos 16 meses anteriores. (G1)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 12h51m


O governo publicou nesta sexta-feira decreto que reabre, em favor das empresas estatais, créditos extraordinários no valor de R$ 294,907 milhões. O decreto apenas formaliza o aporte de parte do crédito aberto para as estatais na Medida Provisória 666, publicada no final de dezembro do ano passado.

Segundo o decreto publicado no Diário Oficial da União de hoje, a maior parte desse crédito extraordinário será destinado para o setor elétrico, R$ 273,120 milhões. Desse total, R$ 128,5 milhões serão para a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), e R$ 113,815 milhões, para a Eletronorte. (ESP)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 12h37m


O crescimento econômico dos Estados Unidos desacelerou no quarto trimestre mais bruscamente do que se pensava anteriormente, em meio a um ritmo lento de acúmulo de estoques por empresas e a um déficit comercial maior, mas os fundamentos continuaram sólidos.

O Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA cresceu a um ritmo anual de 2,2%, revisado para baixo ante o ritmo de 2,6% estimado no mês passado, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira. A economia cresceu a uma taxa de 5% no terceiro trimestre. A revisão de quarto trimestre ficou de modo geral em linha com as expectativas.

Com os gastos de consumidores acelerando ao ritmo mais rápido desde o primeiro trimestre de 2006 e fortes ganhos em outros indicadores da demanda doméstica, a desaceleração no crescimento provavelmente se mostrará temporária, avalia a Reuters.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 12h06m


As contas de todo o setor público consolidado – que englobam o governo, estados, municípios e empresas estatais – registraram superávit primário, que é a economia para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda, de R$ 21,06 bilhões em janeiro deste ano, informou o Banco Central nesta sexta-feira (27).

Segundo informações do G1, com isso, houve um aumento em relação ao mesmo mês do ano passado, quando o superávit primário nas contas do setor público somou R$ 19,92 bilhões.

A melhora está relacionada principalmente com o desempenho das contas dos estados e municípios, que tiveram um resultado positivo de R$ 10,5 bilhões em janeiro – o maior para todos os meses desde o início da série histórica. As contas somente do governo central, por sua vez, mesmo no azul, registraram o pior resultado em seis anos para meses de janeiro

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 11h58m
 
 
A Bovespa opera em alta nesta sexta-feira (27), após registrar perdas nos primeiros negócios, com investidores analisando Medida Provisória que eleva alíquotas de contribuição previdenciária de empresas brasileiras sobre receita bruta, o que na prática reduz a desoneração da folha de pagamentos iniciada em 2011.
 
Às 10h40, o Ibovespa tinha variação positiva de 0,98%, a 52.269 pontos. Dados do Ministério do Trabalho também mostraram que o Brasil fechou 81.774 vagas formais em janeiro antes expectativa de fechamento de 20 mil postos, segundo pesquisa da Reuters com economistas.
 
De acordo com a agência Reuters, balanços corporativos locais também estão no radar de investidores, entre eles os números de BRF e da Cia Hering, em meio a um quadro ainda sem tendência clara no ambiente financeiro externo, com índices acionários perto da estabilidade e o petróleo em alta.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 11h44m
 
 
 
Segundo informou a Serasa Experian nesta sexta-feira (27), a inadimplência das empresas no Brasil cresceu 13,5% em janeiro na comparação com dezembro de 2014, , na maior alta mensal para o mês desde 2009. Na comparação anual com janeiro de 2014, o índice subiu 5,1%.
 
Economistas da Serasa afirmaram em nota que "a queda do ritmo da atividade econômica neste início de ano, as elevações de custos para as empresas (aumento nos preços dos combustíveis, energia, etc.) e a continuidade dos aumentos nas taxas de juros afetaram negativamente o caixa das empresas", puxando o índice de inadimplência.
 
No detalhamento por tipo de dívida, os títulos protestados lideraram a alta com crescimento de 37,6% em janeiro ante dezembro. As dívidas não bancárias e os cheques sem fundo avançaram 8,2% e 5,7%, respectivamente. As dívidas junto aos bancos subiram 0,2% na mesma comparação.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 11h32m
 
 
Segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), as demissões superaram as contratações, resultando no fechamento de vagas, em 81.774 empregos no mês passado. Trata-se do pior resultado para meses de janeiro desde 2009, ou seja, em seis anos, quando foram fechados 101.748 empregos com carteira assinada. 
 
Naquele ano, a economia brasileira enfrentava os efeitos da crise financeira internacional, cujo início foi marcado pelo anúncio de concordata do banco norte-americano Lehman Brothers em setembro de 2008. Em janeiro do ano passado, houve a criação de 29.595 empregos formais no país. “Os setores que tradicionalmente fazem demissões nesse período, por questões como o fim do período de férias, foram os que mais perderam vagas”, afirmou o ministro do Trabalho, Manoel Dias.
 
Segundo dados oficiais, o setor de comércio varejista registrou o fechamento de 97.887 postos em janeiro deste ano, ao mesmo tempo em que o comércio atacadista registrou a contratação de 87 postos (contratações menos demissões).
 
O setor de serviços, por sua vez, regitrou a demissão 7.141 postos no primeiro mês deste ano, segundo o Ministério do Trabalho. Na contramão, a indústria de transformação voltou a contratar - algo que não acontecia há oito meses. Neste setor, a abertura de vagas superou as demissões em 27.417.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 11h23m
 
 
Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (27) no Diário Oficial da União suspende, em todo o território nacional, a divulgação e a comercialização de 25 produtos que apresentam alegação de efeitos terapêuticos, embelezamento ou correção estética, fabricados pela empresa Saúde em Equilíbrio Ltda.
 
De acordo com o texto, foi comprovada a divulgação e a comercialização dos produtos, que não têm cadastro na Anvisa, por meio do site www.colter.com.br. Ainda segundo a agência, o fabricante também não tem autorização de funcionamento.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h51m


Em parceria com o Instituto Brasileiro do Turismo - Embratur, a Bahiatursa participa na próxima semana (4 a 8), no estande institucional do Brasil, da 49ª Feira Internacional de Turismo (ITB-Berlim), na Alemanha, maior e mais importante feira da indústria do turismo.

O evento reúne no Parque de Feiras de Berlim profissionais dos mais variados segmentos do setor para fechamento de negócios, apresentações de novos produtos, participação em seminários, congressos, entre outras atividades.

A Alemanha ocupa atualmente a quinta posição no ranking dos países emissores de turistas para a Bahia, o que confirma a grande importância da participação nesse evento, para a divulgação da grande diversidade de atrativos existentes nas 13 zonas turísticas do estado. Para o presidente da Bahiatursa, Diogo Medrado, “a participação da Bahia na feira é importante também para renovar os contatos com agentes, operadores, companhias aéreas e a imprensa internacional.”

Além dos trabalhos de relacionamento, promoção e distribuição de materiais promocionais, a presença da Bahiatursa servirá para o fomento dos voos das companhias aéreas Condor, de Frankfurt para Salvador, além de consolidar as frequências da Air Europa e da TAP para Salvador.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h45m


O governo publicou nesta sexta-feira (27) a Medida Provisória 669 que  aumenta as alíquotas de Contribuição Previdenciária das empresas, reduzindo na prática a desoneração da folha de pagamentos, em mais uma medida de aperto fiscal para reequilíbrio das contas públicas.

As empresas que tinham alíquota de 1% de contribuição previdenciária sobre a receita bruta passam para 2,5%, enquanto as que tinham alíquota de 2% passam para 4,5%, de acordo com a MP publicada no Diário Oficial da União.

A desoneração da contribuição previdenciária sobre a folha de pagamentos das empresas começou a ser adotada em 2011 para reduzir os gastos com a mão de obra e estimular a economia. Ela substituiu a folha de salários como base para essa contribuição.

Em 2014, ano eleitoral, a presidente Dilma Rousseff tornou o benefício permanente, autorizando a ampliação dos segmentos beneficiados, hoje em torno de 60 por cento. (G1)
 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h37m


A Secretaria Municipal da Fazenda informa que, em caráter excepcional, foi prorrogado para o dia 13 de março o vencimento da cota única e da primeira parcela do IPTU e TRSD dos imóveis localizados no loteamento Marisol e adjacências, que estavam indevidamente cadastrados junto à Prefeitura de Lauro de Freitas, e desde 1º de janeiro de 2015, pertencem regularmente à Prefeitura de Salvador. Ontem, moradores se reuniram para discutir o assunto.

A decisão considera a recente definição acerca da localização geográfica do loteamento e visa assegurar as condições necessárias para que todos os contribuintes se informem acerca dos critérios utilizados pela Prefeitura para fins de lançamento do imposto e, para que aqueles que encontrarem divergências nas informações lançadas e/ou não concordarem com o valor cobrado, tenham tempo para realizar a impugnação até a nova data de vencimento por meio do site ou na sede da Sefaz.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h22m


O dólar opera em alta nesta sexta-feira (27) após superar o valor de R$ 2,90 no início dos negócios do dia. Na véspera, a moeda norte-americana superou a máxima em mais de 10 anos. Às 9h39, a moeda norte-americana avançava 0,89%, a R$ 2,9110 na venda, após subir 0,6% na sessão passada.

Segundo informações do G1, na sessão desta sexta, o dólar deve mostrar volatilidade devido à briga pela da formação da Ptax de fevereiro. Ptax é uma taxa de câmbio calculada durante o dia pelo Banco Central e é baseada na média das taxas informadas pelas operadoras de câmbio durante quatro períodos do dia.

O Banco Central dará continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio nesta manhã, ofertando até 2 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólar, com vencimentos em 1º de dezembro de 2015 e 1º de fevereiro de 2016.

Na quinta, a moeda norte-americana fechou cotada a R$ 2,8852 para venda, em alta de 0,59%. Foi a maior cotação desde setembro de 2004. Desde o início de janeiro, o dólar acumula alta de 8,51%. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h14m


Considerando uma excrescência a aprovação do benefício que contempla os cônjuges dos parlamentares com passagens aéreas pagas pelo Congresso, o deputado federal Antonio Imbassahy (PSDB) informa que não se utilizará de tal prerrogativa.

Ontem, 26, Imbassahy sugeriu à bancada do partido que abrisse mão dessa vantagem. A solicitação feita pelo deputado, ao lado dos colegas Jutahy Magalhães e João Gualberto, foi de pronto acolhida por todo o grupo tucano.

“Ainda que as passagens se restrinjam a viagens entre o estado de origem do parlamentar a Brasília, não concordo com a medida, por se tratar de verba específica para a atividade parlamentar”, explicou Imbassahy. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 10h02m


A partir desta sexta-feira, 27, mais de 7,5 mil pontos de venda participam, até o dia 9 de março, da Liquida Salvador. Na edição deste ano, além dos setores de vestuário, mercados e shopping centers, hotéis e lojas de conveniência se juntaram ao período de liquidações. Os descontos podem chegar a 70%.

A estimativa é que durante o período sejam movimentados mais de R$ 550 milhões. Promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Salvador), a liquidação tem a missão de atrair os consumidores para o comércio, após os resultados abaixo das expectativas do varejo no ano passado.

Além das promoções, serão sorteados prêmios no valor total de R$ 500 mil. A cada R$ 25 em compras, o consumidor ganha um cupom para concorrer a um Audi A3 Sedã, três Toyota Etios e 20 motocicletas.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 09h59m
 
 
As obras de requalificação da orla do Rio Vermelho, que vão alterar o trânsito na região, vão começar em março. A estimativa da prefeitura é que as obras comecem na primeira quinzena, mas a data deve ser definida hoje. A obra deve ficar pronta em 28 meses e será dividida em três etapas.
 
A primeira fase das intervenções vai do trecho entre o Largo de Santana e o Largo da Mariquita. A pavimentação dos largos terá desenhos temáticos, como uma imagem de Iemanjá. O calçamento da orla será em granito e concreto, como o da Barra, mas em cores variadas.
 
Com o início das obras, o trânsito será modificado. A reforma começa pela Rua do Meio, que terá o tráfego interditado. Os motoristas utilizarão as ruas Marquês de Monte Santo e Oswaldo Cruz. Depois, a Marquês de Monte Santo passará por obras e o trânsito será desviado para a Rua Oswaldo Cruz e para a Rua do Meio.

Quando a obra chegar na Rua Oswaldo Cruz, as ruas do Meio e Marquês de Monte Santo serão opção para o motorista. Após a conclusão desta etapa, nos dois primeiros meses de 2016, começa a reforma na Rua da Paciência e no Largo da Mariquita. (Correio) 



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/02 - 09h48m
 

 
O vereador Henrique Carballal Expulso do PT por decisão unânime do diretório estadual da sigla, ainda não sabe qual rumo vai tomar, mas garante que não faltam opções e convites. 
 
Tido como persona non grata pela legenda devido a sua grande aproximação com o prefeito ACM Neto (DEM) e sua movimentação com a base governista na Câmara dos Vereadores, o edil ainda não foi comunicado oficialmente da decisão que, segundo a presidente municipal do PT, Marta Rodrigues, seria anunciada e protocolada ontem. 

O protocolo, explicou a presidente municipal, não ocorreu por causa do velório do político petista e membro do Tribunal de Contas do Estado, Zezéu Ribeiro.

Apesar de considerar seus ex-correligionários injustos pela decisão, Carballal parece que não está sentido em sair do partido do qual fez parte por muitos anos e diz ter ajudado a construir e fortalecer na Bahia. Seu destino partidário não o preocupa, conforme ele mesmo afirma. 


 
.............................................................................................................................................................................................................................................


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960