COLUNISTAS

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE O TRÂNSITO DE AUTOMÓVEIS NA BARRA?

FRASE DO DIA

"Em face dos recentes movimentos do mercado financeiro e avaliações da perspectiva da dívida do setor público, o governo brasileiro reafirma seu compromisso com a consolidação fiscal, observando os mecanismos da Lei de Responsabilidade Fiscal e as projeções de crescimento para 2015 e 2016"

Joaquim Levy
Ministro da Fazenda

NOTÍCIAS
27/07/2015 07:34
PELEGRINO DIZ QUE NÃO VAI CONCORRER À PREFEITURA ANO QUE VEM

 
 
O deputado federal e secretário estadual de Turismo, Nelson Pelegrino, aponta o orçamento pequeno da sua pasta como principal gargalo do setor na Bahia. O petista foi o entrevistado pela Tribuna, e negou que seja candidato à prefeitura de Salvador na eleição municipal do ano que vem.
 
Para ele seu partido deve estar apto a apoiar o nome de algum aliado. Para o secretário, as crises política e econômica que o PT enfrenta podem não ter muito impacto sobre o pleito de 2016, já que, segundo o gestor, questões nacionais ficam em segundo plano nas disputas municipais. Questionado sobre a postura inicial de Rui Costa no Governo ele explica que está muito feliz com a postura do chefe de estado. 
 
Sobre a sua gestão na secretaria de Turismo ele é enfático ao afirmar que o maior problema encontrado é o orçamento apertado. “Diria que nós precisamos, eu tenho conversado com o governador sobre isso e acho que é uma sensibilidade dele, reposicionar o turismo dentro da nossa estratégia de prioridades. O turismo é muito importante para a Bahia, representa 7,5% do nosso produto interno bruto, é o segundo segmento que mais emprega na Bahia e é preciso que isso tenha uma correspondência do ponto de vista orçamentário. Eu acho que nosso orçamento está muito aquém do necessário para o turismo”. 
 
Sobre as especulações de brigas entre ele o Presidente da BahiaTursa Pelegrino nega qualquer desentendimento. “Eu não vejo problema nenhum, eu sou o secretário, ele o superintendente. Nós temos que ter uma boa relação e tenho procurado fazer isso. Da minha parte não há nenhum problema, tenho muito boa relação com Diogo, sempre procurei cultivar essa relação. É uma relação de hierarquia”. 
 
Sobre a gestão de Neto, Pelegrino diz que pretende trabalhar ao lado da Prefeitura. “Há um processo de requalificação na cidade, normal, isso é importante para o turismo. Eu disse desde o primeiro dia que assumi que uma coisa são nossas divergências políticas eleitorais, outra coisa é o secretário de Turismo e o prefeito ACM Neto. Minha disposição como secretário é de trabalhar na Seinfra, não é na governadoria. De trabalhar de forma integrada com todos os municípios baianos, principalmente aqueles que são turísticos, e Salvador é o principal deles. 



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/07/2015 07:26
RUI COSTA ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA REABILITAÇÃO DO CENTRO ANTIGO DE SALVADOR

 



O governador Rui Costa assina nesta segunda-feira, às 9h, no Largo da Saúde,  ordem de serviço para o início das obras do obras do Plano de Reabilitação do Centro Antigo de Salvador.
 
O projeto vai beneficiar os bairros da Saúde, Santo Antônio Além do Carmo, Barris e Tororó com as obras de pavimentação e requalificação de vias. O projeto investirá R$ 123 milhões na melhoria da infraestrutura urbana em mais de 200 ruas da região será  financiados pela Caixa Econômica Federal.
 
Nessa primeira etapa do projeto, serão realizadas obras em 11 bairros, onde serão  implantadas novas calçadas em concreto lavado; rampas com acesso para portadores de necessidades especiais; piso tátil direcional e de alerta. Além disso, haverá 13 km de ciclofaixa e 73 km de nova pavimentação, parte em asfalto (48 km) e outra em paralelepípedo reaproveitado (25 km).
 
As localidades foram divididas em cinco lotes. O lote 1 refere-se ao Comércio e Calcada; lote 2 beneficiará as ruas do Centro, Campo Grande, Nazaré e Politema; O lote 3 engloba os largos da Saúde e da Glória; a rua da Glória; a travessa da Glória e a ladeira da Saúde.  O lote 4 será no Santo Antônio além do Carmo e o lote 5 engloba ruas no Barbalho, Macaúbas, Soledade e Lapinha. O prazo para a finalização de todos os lotes é de dois anos. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
27/07/2015 07:21
JOÃO HENRIQUE E MAIS 132 PREFEITOS CORREM RISCO DE FICAR ILEGÍVEIS

 
 
O ex-Prefeito de Salvador João Henrique Carneiro e mais 132 prefeitos espalhados pelo interior da Bahia, considerados ordenadores de despesas terão, a partir de decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do ano passado, seus atos julgados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), e não mais pelas Câmaras de Vereadores, que continuam com o poder de julgar as contas anuais.
 
Nesse caso, estão sujeitos à inelegibilidade todos aqueles que tenham seus exercícios financeiros pontuais reprovados pelos tribunais de contas ou que tenham contra si termos de ocorrência ou denúncia, sem que o julgamento final fique com as Câmaras de Vereadores. 
 
O conselheiro e presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM), Francisco Andrade Neto, afirmou que a decisão do TSE chama a atenção para a responsabilidade do Tribunal. “Confirmou o entendimento das cortes de contas de todo o Brasil, contra o qual se insurgiram alguns gestores. Às Câmaras de Vereadores cabe o julgamento político. O tribunal julga as contas públicas dos ordenadores de despesa e verifica se os princípios constitucionais da economicidade, razoabilidade, publicidade, moralidade, legalidade, impessoalidade e eficiência na aplicação dos recursos públicos foram respeitados. Ou seja, se os recursos públicos estão sendo aplicados de forma a gerar o maior benefício para a sociedade”, descreve o conselheiro.
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/07/2015 07:14
DEFESA DE ODEBRECHT TEM ATÉ HOJE PARA SE EXPLICAR

 
 
Acaba hoje o prazo para que a defesa do presidente da Odebrecht S.A., Marcelo Odebrecht, esclareça o conteúdo das anotações encontradas pela Polícia Federal (PF) no celular do executivo. Segundo o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, as anotações fazem referências a supostas manipulações nos trabalhos de investigação da PF e da Justiça Federal.
 
Moro estendeu o prazo até esta segunda a pedido dos advogados, que justificaram o pedido dizendo que precisariam falar com o próprio Marcelo para que ele esclarecesse os fatos. Preso desde 19 de junho, Marcelo Odebrecht ficou detido 36 dias na carceragem da Superintendência da PF, em Curitiba, e foi transferido junto com outros sete investigados da 14ª fase para o Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, no sábado (25). 
 
As várias mensagens também podem fazer referência a outros dois ex-executivos da Odebrecht, presos na 14ª fase da Lava Jato, quando Marcelo Odebrecht foi detido, segundo o juiz. No smartphone do executivo, conforme o inquérito protocolado na terça-feira (21), foram encontrados os seguintes textos, transcritos no formato original, conforme a Justiça: "MF/RA: não movimentar nada e reimbolsaremos tudo e asseguraremos a familia. Vamos segurar até o fim
 
Uma análise preliminar sugere que MF e RA são siglas referentes a Silva e Araújo, subordinados diretos de Odebrecht e também investigados por crimes de corrupção na Petrobras, segundo o juiz Sérgio Moro. A anotação, explica o juiz, indica que ambos estariam sendo orientados a não movimentar suas contas e que, no caso de sequestro e confisco judicial de bens e valores, seriam reembolsados."Considerando a aparente gravidade dessas anotações, antes de extrair as possíveis consequências jurídicas, resolvo oportunizar esclarecimentos das defesas dos executivos da Odebrecht, especialmente das de Marcelo Odebrecht, Márcio Faria e Rogério Araújo, acerca das referidas anotações", disse Moro ao justificar o pedido. 
 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/07/2015 07:00
HORTO FLORESTAL TEM O METRO QUADRADO MAIS CARO DE SALVADOR

 
 

Uma pesquisa realizada pelo portal VivaReal especializado em imóveis, apontou que o Horto Florestal tem o metro quadrado mais caro de Salvador. Segundo dados divulgados pelo Jornal Correio o metro na região custa R$ 7,200 reais, sendo o mais caro de Salvador, seguido da Ondina (R$6,751) e da Vitória R$ 6.667. O bairro da Pituba lidera, em Salvador, a busca por venda e aluguel de imóveis. Já a região do Parque Bela Vista teve a maior valorização entre o primeiro e o segundo trimestre deste ano, segundo o levantamento. 
 
A área, inclusive, recebeu, este ano, o lançamento do empreendimento Singullare Iguatemi, da Moura Dubeux, que tem unidades  de 2 quartos com suíte e varanda, de 53 m², e  será construído no Parque Bela Vista, próximo à região do Iguatemi. Os espaços de lazer incluem piscina de adulto e criança com deck molhado, salão de festa, sala de jogos, brinquedoteca, quadra, playground coberto, parque infantil, além de churrasqueira e academia. Rogério Gomes comprou no final do ano passado um imóvel no condomínio Parque Bela Vista depois de seis meses de pesquisa.
 
Ele acredita que a escolha por comprar foi uma decisão que demorou muito, mas que ele não se arrepende. “O imóvel valorizou muito depois do dia que eu comprei. Isso é muito positivo porque recuperei parte do meu investimento só com o que já valorizou e me deu esperança de que vai valorizar ainda mais com o passar do tempo”. Outra área da cidade que passou por alta valorização, este ano, foi o Horto Bela Vista, no Cabula, principalmente em função do início da entrega dos imóveis. Diretor do Horto Bela Vista, Diulio Reis explica que a valorização da região já era esperada. Outro bairro de destaque é o Imbuí, que está no radar de busca de imóveis do empresário Paulo Gomes. 
 
Nas regiões mais cobiçadas, a busca por novas unidades para compra ou mesmo para aluguel pode chegar a até três meses, como explica o corretor de imóveis Nélio Gomes. “A área da Pituba é consolidada há muitos anos pelo seu caráter de proximidade com outros espaços públicos e vias de deslocamento. Como também há apartamentos antigos, eles tendem a ser maiores”. O preço médio do metro quadrado na capital é de R$ 24,07  para o aluguel e de R$ 4.789  para venda, segundo o estudo do VivaReal. Ou seja, o aluguel de um apartamento de 60 metros quadrados fica por R$ 1,4 mil e para venda por R$ 287 mil, respectivamente.  
 
.............................................................................................................................................................................................................................................
27/07/2015 06:55
CAMAÇARI DEBATE AMPLIAÇÃO DOS RECURSOS DOS MUNICÍPIOS DA RMS

 
 
Foi realizada essa semana a primeira reunião entre a Secretaria de Relações Institucionais (Serin) e os presidentes das câmaras Municipais da Região Metropolitana de Salvador. Camaçari foi sede do encontro que teve como debate principal a discussão de problemas comuns desses municípios e elencar as ações integradas em áreas estratégicas necessárias - como intervenções em Infraestrutura, Saúde, Segurança Pública, e Educação -, que foram encaminhadas ao governo estadual para análise.

A ideia é que essas reuniões sejam realizadas mensalmente em municípios diferentes. A próxima já está prevista para o dia 24 de agosto, em Candeias. O Chefe de Gabinete da Serin, José Martiniano Costa – que representou o Secretário Josias Gomes -, destacou a importância de aproximar o governo estadual das Câmaras de Vereadores.

“Quem conhece os problemas de cada município são os vereadores, que estão mais próximos do povo. Com estas reuniões, eles trazem até o governo questões que ouviram durante visitas às comunidades, reuniões de conselhos, e associações de bairros, entre outras”, explicou Martiniano Costa.
.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 18:32
LAVA JATO AVANÇA SOBRE NÚCLEO POLÍTICO E SETOR ELÉTRICO


A condenação de executivos da Camargo Corrêa e a denúncia formal contra os presidentes e ex-dirigentes das duas maiores empreiteiras do País, Odebrecht e Andrade Gutierrez, abrem nova fase das investigações da Operação Lava Jato. A investigação se aproxima de PT e PMDB como integrantes importantes do esquema de corrupção, em conluio com o comando do cartel empresarial, que fatiava obras da Petrobras mediante o pagamento de propina desde 2004.

Com a chegada dos primeiros documentos oficiais da Suíça, após acordo de cooperação internacional entre autoridades brasileiras e suíças, a força-tarefa de procuradores da Lava Jato acredita ter aberto "uma janela" nas apurações que levarão à comprovação do uso de contas secretas dos quatro núcleos do esquema: empresarial, político, de operadores financeiros e de agentes públicos.
Além de chegar às contas secretas das empreiteiras, dos políticos, dos dirigentes da Petrobras e dos operadores de propina, os investigadores vão ampliar a devassa em contratos, antes centrada na estatal, a outras áreas dos governos Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2006 e 2007-2010) e Dilma Rousseff (2011-2014). Uma das prioridades é o setor energético e envolve as obras de grandes usinas, como Belo Monte, no Pará, e Angra 3, que tiveram investimentos bilionários.

As delações de dois executivos da Camargo Corrêa, que confessaram "cartelização" e pagamentos de propina nessas obras, reforçaram as suspeitas levantadas após o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa confirmar que o esquema de propina era generalizado. Primeiro delator da Lava Jato, Costa era sustentado no cargo por um consórcio entre PP, PMDB e PT e confessou ter agido em nome desses partidos. "Temos elementos para apontar que o esquema de cartel e corrupção foi além da Petrobrás", afirmou o procurador regional da República Carlos Fernando Lima, um dos integrantes da Lava Jato.

A sentença dos três executivos da Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini (ex-presidente), Eduardo Leite (ex-vice-presidente) e João Ricardo Auler (ex-presidente do Conselho de Administração), na última semana, foi a primeira condenação do núcleo empresarial do esquema. "No período compreendido entre 2004 e 2014, uma grande organização criminosa estruturou-se com a finalidade de praticar delitos no seio e em desfavor da Petrobrás", sustenta o MPF. Um prejuízo de pelo menos R$ 19 bilhões.

Segundo a força-tarefa da Lava Jato, o núcleo empresarial, em conluio com o núcleo político, detinha o comando do esquema. Por meio dessa união, houve uma sistematização da corrupção, à partir do maior caixa de investimentos do governo federal, a Petrobras, nas demais esferas. Avancini e Leite foram condenados pelo juiz da 13.ª Vara Federal, em Curitiba, Sérgio Moro, que conduz os processos em primeiro grau da Lava Jato, a 15 anos e dez meses de reclusão, mas como fizeram delação premiada foi concedido a eles o direito ao regime de prisão domiciliar. Auler pegou nove anos e seis meses de reclusão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 16:31
CONGRESSO PODE TER 'PAUTAS-BOMBA' APÓS RECESSO


Após um semestre de intensos atritos com o Executivo, o Congresso Nacional deve retomar os trabalhos a partir de agosto com a votação de pautas delicadas para o Palácio do Palácio, como o projeto que reduz as desonerações na folha de pagamento de empresas – parte do pacote de ajuste fiscal. Temas polêmicos como redução da maioridade e financiamento privado de campanha também estarão em debate.

Outro item incômodo na lista de “pautas-bomba”, como são chamadas as medidas com impacto nos cofres públicos, é um projeto que muda a correção dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), passando de 3% para cerca de 6%. O governo alega que o projeto afetará programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida, e obras de saneamento básico, financiadas com recursos do fundo.
 
As dificuldades para a aprovação de termas de interesse do Palácio do Planalto deve aumentar após a última tensão entre Legislativo e Executivo. Na semana passada, o presidente Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou rompimento com o governo e informou passa a integrar a oposição.
 
Embora tenha dito que não pretende colocar em votação propostas que afetem o Orçamento, Cunha já deu mostras de que o segundo semestre não será fácil para o Planalto na Câmara, com a criação de duas CPIs que desagradam ao governo.

Além de Cunha, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também pode impor um ritmo de votação de projetos contrários aos interesses do Planalto. Renan, inclusive, anunciou em pronunciamento no último dia 17 na TV Senado que o Congresso deve ter "meses nebulosos, com a concentração de uma agenda muito pesada." (G1)

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 14:29
ESPECIALISTAS COBRAM REFORMA ADMINISTRATIVA


A Operação Lava Jato faz o País viver um momento histórico ao expor a necessidade de uma reforma administrativa. A ação terá impactos irreversíveis, à luz do maior desgaste até hoje visto na relação entre empreiteiros e poder público no Brasil. Essa é análise de especialistas das áreas da economia, do direito e das ciências sociais ouvidos pelo Estado.

"As cenas impressionam justamente porque trazem algo de inédito. Historicamente quem é preso e punido no Brasil são pobres, negros e membros das classes populares, em oposição à impunidade que acomete os setores mais privilegiados da sociedade", afirma o historiador Pedro Campos, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e autor do livro Estranhas Catedrais (Ed. UFF, 2014), obra sobre a relação entre poder público e empresas de construção no Brasil.

Nesse processo de mudança, os acadêmicos divergem quanto ao grau de participação do Estado dentro da nova configuração da administração pública. O historiador, por exemplo, resgata o exemplo da agência estatal Ecex, responsável pela construção da ponte Rio-Niterói, no início dos anos 1970, para defender redução da presença do setor privado no processo de execução de obras públicas no País.

"A Ecex é um caso bastante emblemático porque ela foi criada para suprir falhas de algumas empresas privadas na construção da ponte. Quando a obra ficou pronta, em 1974, houve uma reação dura e até mesmo violenta do setor privado para que a empresa fosse desmantelada", relatou.

O acadêmico lembra que as Forças Armadas são exemplo desse modelo estatizado. "Já existem agências públicas que tocam obras no Brasil, como os batalhões de engenharia e construção do Exército. Eles executaram trechos da obra de transposição do Rio São Francisco e ainda trabalham em obras rodoviárias. É uma forma de você ter maior fiscalização e menor custo de obras públicas no País."

Já reforma administrativa proposta pelo economista Raul Velloso, o Estado deveria desaparecer da transação envolvendo contratos de obras públicas para assim reduzir os riscos com prejuízos nas contas derivados de atos ilícitos. "Só tem um jeito de acabar com a corrupção: é tirar o setor público do investimento. Como o governo não faz a obra, ele não tem como corromper", afirmou o ex-secretário de Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento entre 1985 e 1989.

O endurecimento das punições ou até mesmo a consolidação das políticas de governança podem não ter um "grande efeito", diz, enquanto as condições das contratações do setor público se mantiverem. "Nós temos que fazer algo mais radical. O que estou dizendo de maneira mais ampla, e a concessão se encaixa aí também, é uma grande arrancada em prol das parcerias público-privadas. Eu chamo isso um golpe de morte na corrupção e um golpe de vida na eficiência pública", destacou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 12:27
ESQUELETOS FISCAIS DE R$ 21 BI PESARAM NA REVISÃO DA META DE SUPERÁVIT


O próprio ministro da Fazenda Joaquim Levy não fez "marola" - como ele definiu mesmo - ao explicar as razões que levaram o governo a rever, na semana passada, a meta de superávit primário. Levy citou dois fatores. A recessão e a queda da arrecadação. Para o economista Mansueto Almeida, especialista em contas públicas, faltou um terceiro item: contas extras. No primeiro semestre, o governo arcou com despesas adicionais de R$ 21 bilhões para manter a máquina pública e suas obrigações - as chamadas despesas de custeio.

Segundo Mansueto, boa parte dessas despesas não estava na cabeça da nova equipe econômica quando traçou as metas de superávit. Tratam-se, em sua maioria, de "uma herança maldita", como definiu o economista, que não estava clara no final do ano passado. "Eu não tinha a mínima ideia do peso delas e acho que a equipe econômica também não", diz.

O economista acompanha o desempenho fiscal, mês a mês, a partir de dados da Receita e do Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siaf). Para ele, o governo até conseguiu cortar quase R$ 2 bilhões de gastos com pessoal beneficiando o primário. Mas o resultado segue pressionado pelo custeio - por antigos e novos gastos, que limitam a economia.

Algumas das despesas que surpreenderam cobrem "pedaladas fiscais" (subterfúgios para fechar as contas). A despesa de exercícios anteriores, por exemplo, teve alta de R$ 4,4 bilhões. Na lista estão despesas com saúde que são obrigatórias, mas foram proteladas e sequer empenhadas: o governo não registrou o serviço. Quando é assim, o custo não aparece nem como resto a pagar.

Incluem-se também pagamentos de juros por atraso na transferência de recursos do Tesouro para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e para o Programa de Sustentação de Investimentos (PSI), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Veja bem: pagamento de juros. "É como se o banco estivesse financiando o governo: foram R$ 1 bilhão de juros só para o BNDES", diz Mansueto.

O maior extra veio de uma despesa nova: a compensação que o Tesouro Nacional faz ao INSS, por causa de perdas geradas pela desoneração da folha de pagamento. Somaram R$ 4,6 bilhões. A desoneração é uma criação do primeiro mandato de Dilma Rousseff. Para Levy, a medida é cara e ineficiente, mas está prevista em lei e a Fazenda encontrou resistência no Congresso para acabar com ela.

Pesaram gastos antigos também. Seguro-desemprego e abono salarial acrescentaram R$ 2,4 bilhões à conta. Em parte, porque o Congresso demorou para votar mudanças nas regras de concessão do benefício, consideradas benevolentes em relação ao resto do mundo. Como está cada vez mais difícil cortar, Mansueto vislumbra um cenário desalentador, mesmo com a mudança da meta. "Fazer o (resultado) fiscal hoje é mais desafiador do que há seis meses", diz. Hoje o ajuste depende de receitas extraordinárias, que precisam vir de privatizações e concessões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 11:39
CADE APROVA ACORDO ENTRE TAM E BRITISH AIRWAYS


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou o acordo de compartilhamento de transporte de passageiros (codeshare) firmado entre a TAM e a British Airways. O contrato envolve rotas no Brasil, Reino Unido, América Latina e Europa. A decisão, publicada ontem no Diário Oficial da União (DOU), permite por exemplo, que a rota Rio/Londres, possa ser operada pela British e comercializada pela TAM. Em março deste ano, a TAM firmou acordo de codeshare com a Japan Airlines, e em dezembro de 2014, com a Iberia. No total, a TAM possui acordo de codeshare com 10 companhias aéreas internacionais. Em nota, a empresa afirmou que “recebeu a aprovação do Cade para o codeshare com a British Airways e trabalha para operacionalinzar este acordo”.
 
A TAM informou ainda, por meio de sua assessoria, que o acordo com a British não vai interferir na decisão de empresa de reduzir suas operações domésticas em até 10%, conforme anunciou na última segunda-feira. Ela explicou que o corte se trata de uma adequação da malha doméstica. Por outro lado, o acordo com a British envolve rotas internacionais.
 
Para o Cade, o acordo entre a TAM e a British pode ser aprovado porque não cria novas condições para troca de informações consideradas "concorrencialmente sensíveis”. O parecer do órgão destaca que segundo o acordo as duas empresas “vão manter separadas suas decisões estratégicas acerca de preços, capacidade e outros fatores concorrencialmente relevantes”.
 
No processo, o Cade destaca que este tipo de acordo tem resultado em “diversos efeitos positivos para os consumidores e para as companhias”. Para o consumidor, por exemplo, são importantes as facilidades de planejamento da viagem; aumentos na frequência de voos; maior conforto durante a viagem porque o consumidor fica livre de desembarque e embarque adicionais, manejo de bagagem, emissão de novo cartão de embarque; e até a possibilidade de redução de preço da passagem. (O Globo)
 
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 11:06
PLANOS PARA 2016 AFASTAM AINDA MAIS PMDB E PT


A eleição municipal do ano que vem deve servir de cenário para o primeiro ato do processo de divórcio entre PMDB e PT. O partido do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e do vice-presidente Michel Temer quer usar as disputas municipais como ensaio geral para a corrida pelo Planalto, em 2018. Por isso, deve ampliar o número de candidatos próprios. Consulta a líderes e dirigentes partidários nos estados mostra que a expectativa é que petistas e peemedebistas se enfrentem em, pelo menos, 13 das 26 capitais. Em 2012, foram só oito duelos entre as duas siglas nessas cidades.
 
O projeto de independência do PMDB ainda levará à redução das alianças entre os dois partidos. Nas últimas eleições municipais, as siglas estiveram juntas em oito capitais; agora, devem manter a união em, no máximo, quatro. Além disso, os peemedebistas, que apoiaram quatro candidatos do PT em 2012, não têm, no quadro atual das negociações políticas, perspectiva de estar em nenhuma chapa que tenha um petista na cabeça.
 
Em Salvador, o PMDB negocia a filiação do prefeito da cidade, ACM Neto, hoje no DEM. Mesmo que a transferência não se concretize, os peemedebistas devem apoiar a sua reeleição. Já o PT planeja ter um candidato próprio.
 
“As eleições municipais vão servir para alicerçar o nosso projeto de concorrer competitivamente em 2018”, afirma o ex-ministro Moreira Franco, presidente da Fundação Ulisses Guimarães, ligada ao PMDB, e responsável por coordenar o projeto do partido para as eleições municipais.
 
O líder do partido no Senado, Eunício Oliveira (CE), fala em lançar entre 18 e 20 nomes nas capitais. Em 2012, haviam sido 12 candidatos próprios. “E não tenho dúvida que entre 12 e 15 dos nossos serão candidatos competitivos”, diz Eunício, que defende a saída do PMDB do governo federal após as eleições municipais.

No PT, a ordem é evitar polêmica com o PMDB. “Acho legítimo que o PMDB queria construir o seu caminho próprio e imagine que ter muitas candidaturas no ano que vem ajude nesse caminho para 2018”, diz o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE). (O Globo)


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 10:22
VEREADOR PETISTA CRITICA RUI APÓS PRISÃO DE DIRIGENTES DE SINDICATO

 
A prisão de dois dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública da Bahia (Sindilimp) no sábado (25), durante uma manifestação em Água de Meninos, azedou de vez a relação entre o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) e o governador Rui Costa. Em tom de revolta, Suíca atribuiu a Rui a responsabilidade pela ação da Polícia Militar no protesto realizado em frente ao Colégio Estadual Landulfo Alves, motivado por atrasos no pagamento de salários a funcionários que prestam serviço ao governo por meio de empresas terceirizadas. 
 
Na ocasião, foram detidos a coordenadora-geral do Sindilimp, Ana Angélica Rabelo, e o diretor do Departamento de Saúde da entidade, Edson Conceição. “Como um governador do Partido dos Trabalhadores, que  diz ter se criado nas lutas sindicais por melhores condições da classe, pôde deixar duas pessoas serem presas porque estavam reivindicando salários? Ana Angélica é uma mãe de família, honesta, querida entre os sindicalistas, e mesmo assim foi levada no fundo de um camburão da PM, sofrendo humilhações, para a Central de Flagrantes, lugar de bandido, traficante. Lá, havia ordem para levá-la a um presídio”, disparou Suíca.
 
Suíca conta que os dirigentes do Sindilimp só foram liberados pela mobilização de integrantes da CUT e de sindicalistas ligados aos servidores públicos. “Houve também sensibilidade por parte da delegada, que ouviu nossos apelos”, disse o vereador.
 
“Tem gente que é do PT, da base aliada, e pode ficar acuado diante de injustiças e erros do governo, mas eu não. De onde eu vim e ele (Rui Costa) veio,  nos ensinaram a lutar, não a prender quem defende trabalhadores”, emendou. (Correio)


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 10:03
PRÊMIO DA MEGA-SENA ACUMULA EM R$ 46 MILHÕES


Nenhuma aposta acertou as 6 dezenas do sorteio do concurso 1.726 da Mega-Sena, realizado neste sábado (25) em Lontras (SC). A estimativa de prêmio para o próximo concurso é de R$ 46 milhões. Veja as dezenas sorteadas: 03 - 10 - 42 - 49 - 54 - 57.

A quina saiu para 111 apostas e cada uma delas levará um prêmio de R$ 34.383,16. Outros 7.581 bilhetes acertaram a quadra e ficarão com R$ 719,19 cada.

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50. (G1)

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:38
OBRAS DO HOTEL FASANO EM SALVADOR RECOMEÇAM NESTA SEGUNDA (27)

 


Depois de uma longa espera, a reforma do Hotel Fasano, no antigo prédio-sede de A Tarde, na Praça Castro Alves, recomeça nesta segunda-feira, 27. A informação foi confirmada à coluna pelo executivo da construtora Prima, responsável pela obra, Nilson Nóbrega.
 
De acordo com ele, a JHSF, que detém a bandeira do grupo Fasano, foi informada na sexta-feira, 24, da retomada das obras. "O escritório já está a pleno vapor e na sexta passada assinamos os contratos para os trabalhos de contenção e fundação", diz.
 
Nilson Nóbrega assegura que o cronograma prevê 18 meses para a conclusão. "Já contratamos diretores de obra e de engenharia e vamos investir R$ 60 milhões". A previsão é que 300 empregos diretos sejam gerados durante a execução.
 
O empreendimento será erguido com recursos próprios e financiamento do Banco do Nordeste do Brasil, através da linha de crédito hoteleira  do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Cerca de R$ 17 milhões já foram investidos. (A Tarde)


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:31
RODOVIAS ESTADUAIS NA RMS PRECISAM DE MANUTENÇÃO, APONTA JORNAL


A rodovia BA-522, no perímetro urbano de Candeias (na Grande Salvador), está com crateras em diversos trechos, colocando em risco a vida dos condutores que por lá trafegam diariamente. Assim como esta, outras rodovias estaduais que ligam cidades da Grande Salvador têm pontos com problemas.

Segundo reportagem do A Tarde as BAs 522, 523 e 512 apresentam situações que vão desde a má conservação do asfalto até a falta de  sinalização horizontal e vertical e ausência de acostamento. A situação prejudica não apenas os condutores de veículos de passeio, mas também caminhoneiros e empresas, que têm presença maciça na região e fazem o escoamento da produção pelas rodovias.

As BAs 522 e 523, que cortam a cidade de Candeias, por exemplo, são os principais acessos à Refinaria Landulpho Alves e às cidades de São Francisco do Conde e Madre de Deus.

A Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), por meio da Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia (SIT), informou que está elaborando estudos - que devem ser concluídos até o final deste mês - para restauração emergencial das rodovias.
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:23
PRAIA DO FORTE ESTARIA AMEAÇADA POR PROJETO COMERCIAL E IMOBILIÁRIO

 



A Prefeitura de Mata de São João continua gerando polêmica com as intervenções que está realizando no balneário de Praia do Forte e com isso a Bahia está deterirorando um dos locais mais procurados pelos turistas do país. 

Conforme já havia informado o Bahia Econômica, várias intervenções estão sendo questionadas como a implantação de uma delegacia de grande porte na entrada do vilarejo e de um hipermercado acoplado a um posto de gasolina, que assim teria sua segurança garantida, mas no início desse mês o jornal Tribuna da Bahia informou que outra obra de grande impacto regional está em processo. 

Trata-se da retirada do piso de paralelepípedos da entrada da Vila de Praia do Forte, um dos símbolos do caráter bucólico do local, pelo asfalto. Em artigo neste domingo, no Jornal A Tarde, o arquiteto e urbanista Lourenço Mueller, mostra como essa ação desvirtua o projeto urbanístico da localidade, e avisa que Praia do Forte está ameaçada.

O Prefeito Marcelo Oliveira é filiado ao PSDB e ligado politicamente ao Presidente do partido, João Gualberto e ainda não se manifestou sobre as modificações que está realizando. 

Segundo moradores do local, que preferiram não se identificar, as obras ora em curso em Praia do Forte obedeceriam a um grande projeto comercial e imobiliário que estaria sendo tocado por empresários com larga atuação no local.

O asfaltamento e a construção da delegaçia teriam como objetivo a valorização dos terrenos mais afastados da Vila dotando-os de maior mobilidade e garantindo a segurança e, naturante, valorizando-os. A construção do supermercado seguiria a mesma linha, além de ser um emprrendimento com petencial de lucro e que destruiria o pequeno comércio local. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:11
NEGOCIAÇÕES DE NOVO RESGATE À GRÉCIA DEVEM COMEÇAR NESTA SEGUNDA (27)


As negociações entre a Grécia e seus credores internacionais sobre um novo pacote de resgate ao país devem seguir adiante na segunda-feira, dia 27, após serem resolvidas as questões logísticas que adiaram as reuniões marcadas para esta semana, disse uma autoridade grega neste sábado.
 
Os encontros entre autoridades da Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) deveriam começar na sexta-feira, mas foram adiados por questões organizacionais, incluindo localização das reuniões e segurança.
 
A autoridade do Ministério das Finanças grego disse que as conversas devem, agora, começar formalmente na segunda, depois que as questões logísticas foram solucionadas. A autoridade, que falou na condição de anonimato, negou que o governo grego estivesse tentando manter a equipe dos credores longe dos departamentos governamentais.
 
"Não temos nenhum problema com uma eventual visita deles ao Escritório Geral de Contabilidade", disse a fonte. Os gregos têm visto as visitas de inspeção dos credores como uma violação da soberania do país e durante seis meses as negociações aconteceram em Bruxelas a pedido de Atenas. (O Globo)

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:09
ALEXANDRE NERO SE CASA COM KAREN BRUSTTOLIN EM CERIMÔNIA INFORMAL


Alexandre Nero entrou para o time dos homens comprometidos. O ator de 45 anos casou-se neste sábado, 25, com a também atriz Karen Brustolin, com quem namora desde 2012.

A cerimônia discreta e informal aconteceu em um sítio no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, para amigos e familiares. O casamento começou por volta das 16h, com convidados chegando para a festa vestidos com looks mais casuais.

No Instagram, o ator chamou a cerimônia de "celebração do amor": "Era pra ser segredo, e algo extremamente íntimo e particular, mas como não deixam que isso aconteça nem na marra, então vamos esclarecer as coisas. Se exigem rótulos, nomes e significados preferimos 'celebração de amor', pois o festejo é pelo Noá, que já está a caminho. Uma energização de alegria e sorrisos de parentes e amigos íntimos para o curumim, já que em dezembro, data prevista para o seu nascimento, eu estarei no meio do furacão de #RegraDoJogo, e não terei tempo para isso. (Resumindo: uma desculpa pra brincar, beber e gargalhar com nossos amores)", escreveu.

A dupla decidiu oficializar o relacionamento depois que Karen descobriu que estava grávida de um menino, que vai se chamar Noá. A informação foi confirmada em maio deste ano pela assessoria do ator.
"Karen Brusttolin e Alexandre Nero esperam seu primeiro filho e estão super felizes com a novidade", dizia o comunicado que não dava detalhes sobre o tempo de gestação da atriz. (Ego)

.............................................................................................................................................................................................................................................
26/07/2015 09:05
PORTO DE ARATU ESTARIA FUNCIONANDO SEM LICENÇA AMBIENTAL, DIZ PROCURADORA



A promotora do Ministério Público Estadual da Bahia e coordenadora do Núcleo de Defesa da Baía de Todos os Santos, Cristina Seixas,  disse esta semana, ao comentar a palestra da presidente nacional do Ibama, Marilene Ramos,  na Associação Comercial da Bahia, em que a executiva afirma a necessidade de estabelecer uma governança para a Baía de Todos os Santos – BTS  que a sustentabilidade inclusiva na BTS depende de uma boa governança e fez uma denúncia grave.

Segundo ela, o Porto de Aratu, por exemplo, funciona há mais de 40 anos sem licenciamento ambiental. "Como consequência disso temos problemas ambientais como o coral-sol, que tem origem nos navios atracados e põe em risco a biodiversidade marinha da região. Estados, municípios e a União precisam dialogar mais”, disse Seixas.
 
Se a declaração da promotora é correta o Porto de Aratu estaria atuando fora das regras estabelecidas pelo Ministério do Meio Ambiente e pela política de meio ambiente do governo do Estado. 

.............................................................................................................................................................................................................................................

1... 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 ...5281     Total: 105613



Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960