politica

politica

O QUE VOCÊ ACHA DA CHAPA QUE A OPOSIÇÃO APRESENTOU PARA O GOVERNO DO ESTADO?

“Eu tive que reagir mantendo a serenidade, mas com muita firmeza, com muito pulso, como fizemos” 

Jaques Wagner 
Governador do Estado falando sobre a greve da Polícia Militar no estado
 

BAHIA INVEST

22/04/ - 18h17m
BAHIA DEVERÁ GANHAR NOVO COMPLEXO PORTUÁRIO NO CANAL DE COTEGIPE


Com investimentos previstos de R$ 3 bilhões e geração de 10 mil empregos (diretos e indiretos), a Bahia deverá ganhar mais um complexo portuário. Localizado no Canal de Cotegipe, na entrada da Baía de Aratu, o empreendimento começará, em sua primeira etapa, com áreas destinadas à movimentação de veículos e de grandes equipamentos de energia eólica.

O projeto foi apresentado nesta terça-feira (22), na Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração pelo presidente da empresa Bahia Terminais, Ruy Plessin, e contou com as presenças dos ministros dos Transportes, César Borges, e dos Portos, Antonio Henrique Pinheiro, e dos secretários estaduais James Correia, da Indústria e Comércio; Carlos Costa; da Indústria Naval, Marcus Cavalcanti, da Infraestrutura; do presidente da FIEB, Carlos Gilberto Farias; José Rebouças, da Codeba, e de José Correia Paes Filho, da Capitania dos Portos.

“É importante que a iniciativa privada traga empreendimentos desse porte para a Bahia. À época, o moinho Dias Branco investiu R$ 200 milhões e hoje, com a ampliação do seu terminal, esse investimento já ultrapassa mais de R$ 1 bilhão. Isso mostra o potencial do Canal de Cotegipe”, disse o ministro César Borges, lembrando que foi durante o seu governo que teve início a implantação de empreendimentos privados na área, como a instalação dos portos da Ford e do moinho.

Já o ministro dos Portos, Antonio Henrique Pinheiro, garantiu que a Secretaria dos Portos vai analisar rapidamente toda a documentação preparada pela Bahia Terminais e dar andamento ao projeto. “O Canal de Cotegipe já possui grandes empreendimentos tocados pela iniciativa privada. O maior desafio agora é organizar o condomínio e coexistir pacificamente, principalmente, com o meio ambiente”, diz Pinheiro. Para o secretário James Correia, o novo terminal é mais um grande empreendimento que chega à Bahia através da iniciativa privada.

De acordo com o presidente da Bahia Terminais, o complexo portuário deverá ter sua primeira etapa concluída nos próximos três anos. “Já estamos tratando dos trâmites legais junto à Secretaria dos Portos. Acredito que dentro em breve estejamos aptos a dar início à primeira etapa do empreendimento”, afirmou Ruy Plessim.
 

...........................................................................................................................................................................

22/04/ - 06h39m
AGRICULTURA NA BAHIA: PROPOSTAS PARA UM NOVO GOVERNO




Definidas as pré-candidaturas nos planos federal e estadual, aproxima-se o momento em que os candidatos terão de apresentar suas propostas para implantar a partir do próximo ano. Seja quem  saia vitorioso ao governo federal,  o próximo  ano será de aperto orçamentário, e o Ministério da Agricultura, que já vem “emagrecendo” em termos de recursos, sofrerá uma barbaridade, razão pela qual a instância estadual terá de compensar em parte, e terá de fazê-lo seletivamente,  por motivos óbvios.

Em nosso entendimento, fazer “mais do mesmo” não parece suficiente. Além do mais, gastos estratégicos, como defesa sanitária,  vêm sendo alvos de cortes sistemáticos e preocupantes. Qualquer hesitação nesse terreno, o mercado não perdoa, é  embargo na certa, e geralmente difícil de ser revertido a curto prazo. A esfera estadual terá também de ser mais proativa, até para sair da  “mesmice”. Neste pequeno espaço, não dá para “arrumar” as ideias e argumentos nem elaborar uma síntese de um possível  delineamento estratégico para o agronegócio baiano.

Dentro do critério de seletividade e buscando algo mais proativo, o próximo governo estadual deverá reorganizar radicalmente a defesa e vigilância,  relocalizando  postos e barreiras sanitárias , introduzindo as conexões digitais  com os sistemas online de identificação de pragas e doenças,  utilizando novas tecnologias  como o uso dos “drones”, por exemplo,  reforçando  os quadros e a instituição da carreira do fiscal agropecuário, tudo isso para   evitar qualquer retrocesso que pode por a perder uma meta proativa, mais de médio e longo prazo, que é a obtenção, por exemplo, do status de Estado  “Livre de Aftosa sem Vacinação”. Santa Catarina já conseguiu, por que a Bahia não pode sonhar e perseguir tal objetivo, que lhe daria enorme poder  na conquista de novos mercados? Essa orientação , associada à inserção da Bahia no ‘Melhoramento Preventivo”, da EMBRAPA, e a uma ação coordenada com Estados vizinhos, ajudará  também a evitar episódios que  já causaram muitos estragos, como a Helicoverpa   e a Vassoura-de-Bruxa.

O estabelecimento do horizonte de planejamento plurianual para o plano de safra nos parece oportuno  (os EUA e a União  Europeia já o adotam faz tempo) e independe da anualidade orçamentária federal . Plano de Safra não é só para anunciar (pomposamente, como é feito hoje) volumes de crédito, mas é também documento sinalizador das tendências dos mercados, informando ainda passos intermediários a serem adotados para a obtenção de objetivos finais  mais a frente, tecnologias prontas para sair da prateleira, cronogramas de infraestrutura  em  andamento, reorganização administrativa, esforços programados e escalonados para conquistar selos de qualidade  e identificação geográfica, etc.

A Bahia deveria  também  reformular seu sistema pesquisa e extensão, e poderia adotar, em caráter pioneiro, o almejado seguro de renda rural, fixando uma  pequena alíquota suplementar ao prêmio através de lei estadual;  poderia  ainda conseguir recursos não reembolsáveis para o Programa de Pagamento por Serviços Ambientais para o Cacau (uma possibilidade é o Fundo Amazônia,  e cogitado para uso em monitoramento do desmatamento na África).  Aliás, o BNDES, gestor deste Fundo, financia infraestrutura em alguns países (porto de Cuba, por exemplo), porque não fazê-lo mais intensamente no Brasil, muito carente no particular?

O Estado tem também sua lei de parceria-público-privada e poderia acioná-la (por que não?) para pequenas obras rodoviárias e de infraestrutura nas regiões  mais dinâmicas. Enfim, são ideias fragmentadas, já comentadas em coluna anteriores e não esgotam um desenho estratégico mais amplo a ser  implementado. Se os candidatos vierem  com a tal da “mesmice”,  nós  (e muita gente) ficaremos um tanto frustrados.

...........................................................................................................................................................................

16/04/ - 14h36m
BAHIA PARTICIPA DA 19ª E ÚLTIMA EDIÇÃO DO GOAL TO BRASIL NA FRANÇA


Foi realizada ontem (15), em Paris, a 19ª e última edição do Goal to Brasil, um programa da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) que promove o país como destino turístico durante a Copa do Mundo da FIFA 2014™.

No evento, o Governo do Estado da Bahia divulgou para os parisienses e mercado francês, os produtos, destinos e cultura baiana, em especial o São João, festa que despertou o interesse dos participantes.

Pela Bahia compareceram, o Secretário Estadual de Turismo, Pedro Galvão, e o Coordenador de Relações Internacionais e Esportivas da Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo (Secopa-BA), Marco Costa, representando o Governador Jaques Wagner e o Secretário Ney Campello, respectivamente.

A expectativa é grande para a movimentação econômica no turismo brasileiro que será proporcionada pela chegada dos cerca de 40 mil franceses que compraram ingressos para a Copa do Mundo da FIFA™, número que deixou a França na sétima posição no ranking dos países que adquiriram ingressos para a competição.O território francês é o terceiro maior emissor europeu de turistas para o Brasil.

O evento dispõe de uma programação interessante, que possibilita a promoção das cidades e importantes negociações para o setor turístico. Houve espaço para entrevista coletiva, na qual o Brasil foi apresentado para a imprensa local, e treinamento de agentes de viagens, que conheceram os detalhes dos destinos brasileiros. O grande destaque foi para a série de rodadas de negociações, promovida pela Embratur, ação focada no trade turístico. Mais de 100 reuniões de negócios com operadores francesas foram realizadas, configurando uma boa oportunidade de geração de negócios.

A seleção da França enfrenta a Suíça, no dia 20 de junho, na Arena Fonte Nova.

...........................................................................................................................................................................

16/04/ - 10h27m
SETOR DE SERVIÇOS DA BAHIA CRESCE 7,5% EM FEVEREIRO

 


No mês de fevereiro, a Receita de Serviços da Bahia registrou crescimento de 7,5%, na comparação com o mesmo mês de 2013. No ano a expansão é de 5,1%, e no acumulado de doze meses a alta é de 8,6%, conforme dados divulgados hoje (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
No segmento Serviços prestados às famílias, o estado teve uma das menores taxas do país, em fevereiro deste ano, ante fevereiro de 2013, com crescimento de apenas 4,9%. O Ceará obteve a maior expansão com variação positiva de 23,5%. Já no segmento Serviços de informação e comunicação, a Bahia obteve variação negativa de 1,9%.
 
No que concerne ao segmento Serviços profissionais, administrativos e complementares, o estado apresentou crescimento de 13,3%, perdendo apenas para Brasília (24,2%). Enquanto isso, o segmento Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, o resultado baiano foi de crescimento de 10,4%.
 
Em Outros serviços, a Bahia também ficou em segundo lugar em termos de crescimento (29,1%), atrás somente do Ceará (32,4%).


 

...........................................................................................................................................................................

15/04/ - 15h54m
BAHIA É LÍDER NACIONAL NA PRODUÇÃO DE PRODUTOS DA AGROINDÚSTRIA


O Brasil faz parte de um seleto grupo de países que dispõem de uma reserva de terras agricultáveis e lidera o ranking de produção e exportação de café, açúcar, suco de laranja, como também é líder na exportação de etanol, carne bovina, fumo e carne de frango.
 
Um em cada quatro produtos em circulação no mundo em 2010 foram brasileiros. Projeções do Ministério da Agricultura do Brasil estimam que, em 2030, um terço dos produtos do agronegócio comercializados no mundo serão originados do país.
 
O estado da Bahia é líder nacional na produção de coco, manga, sisal, cacau, guaraná, mamona, mamão, maracujá como também na produção dos rebanhos de caprinos, asininos e muares e credencia-se também como o próximo polo exportador de carne bovina, caprina e de aves. Na Bahia, a agroindústria apresenta diversificadas oportunidades de investimentos nas cadeias produtivas.


 

...........................................................................................................................................................................

15/04/ - 15h52m
WAGNER COMEÇA A COMPARAR SEU GOVERNO COM O DE PAULO SOUTO



O governador Jaques Wagner já começou a fazer comparações entre o seu governo e dos seus antecessores. 

Em sua fala no Fórum Nordeste da Revista Exame, que está sendo realizado nesta terça-feira, no Hotel Fiesta, Wagner disse que quando recebeu o governo, sucedendo a Paulo Souto, a Bahia tinha 2 milhões e 150 mil analfabetos e que em seu governo foram alfabetizados 1,3 milhão de baianos, naquele que é, segundo ele, o maior programa de alfabetização do país.

O governador disse também que investiu R$ 7 bilhões em investimentos de segurança hídrica, através da Embasa, e que com isso permitiu que 4 milhões de baianos tivessem de acesso a água e 2 milhões a saneamento.

Wagner afirmou ainda que, quando recebeu o governo a Bahia tinha apenas uma universidade federal, e que agora o Estado possui seis universidades. O governador disse também que construiu a 2ª maior rede de ensino médio profissionalizante do país.

A intervenção do governador se deu no Painel dos Governadores do Fórum Exame Nordeste que contou também com presença  da governadora do Rio Grande do Norte e do governador da Paraíba.

O governador se defendeu também das críticas de que os governos petistas são contra concessões e de que os estados do Nordeste pecam pela falta de planejamento na hora de investir em infraestrutura e defendeu as concessões. 

Veja também:  Wagner defende concessões

...........................................................................................................................................................................

15/04/ - 15h45m
WAGNER DIZ QUE BAHIA TERÁ INVESTIMENTOS DE R$ 30 BI E DEFENDE CONCESSÕES



O governador Jaques Wagner disse nesta terça-feira, no Fórum Nordeste da Revista Exame, que está sendo realizado, no Hotel Fiesta, que as empresas que vieram para a Bahia já somam R$ 18 bilhões em investimentos e que até 2017 esse montante será de R$ 30 bilhões.  Wagner citou especificamente a Ford, o Boticário,as empresas eólicas, o estaleiro enseada do Paraguaçu e outras.

Wagner se referia ao esforço em aumentar a competitividade dos estados do Nordeste e destacou o progrma de qualificação de mão-de-obra que vem realizando.

O governador defendeu também as concessões feitas pelo seu governo, que considerou um exemplo desse esforço.  Segundo ele, o melhor hospital da Bahia, o Hospital do Subúrbio,  foi construído através de Parceria Público Privada, assim como a Arena Fonte Nova.

" No meu governo  governo já são duas rodovias concessionadas, dois hospitais,  e um estádio", disse ele.  Mas o governador afirmou que está na hora do governo federal descentralizar os investimentos em favor do Nordeste, pois se não virá a história do ovo e da galinha: não se leiloa rodovias porque não há fluxo suficiente, e não se aumenta o fluxo  porque não há rodovias. 

...........................................................................................................................................................................

15/04/ - 07h33m
EMPRESA DE ENERGIA ADQUIRE PROJETOS EÓLICOS NA BAHIA POR R$ 35,1 MI


O Conselho de Administração da Tractebel Energia aprovou a aquisição da totalidade do capital social da CLWP Brasil III Participações, responsável pelo Complexo Eólico Campo Largo Fase III, por sua controlada Tractebel Energias Complementares Participações (TBLP). O valor da aquisição é de R$ 35,1 milhões.
 
A CLWP III é detentora de dez Sociedades de Propósito Específico, cada qual responsável pelo desenvolvimento de um empreendimento de geração eólica, totalizando um potencial de 300 MW. Todos os empreendimentos ficam localizados nos municípios de Umburanas e Sento Sé, a aproximadamente 420 quilômetros de Salvador, na Bahia.
 
A Tractebel Energias Complementares Participações ainda confirmou a aquisição de outros cinco projetos eólicos, totalizando 150 MW, nos mesmos municípios. Os empreendimentos pertenciam à CLWP Brasil II Participações e foram objeto de comunicado ao mercado em janeiro último. A empresa também já adquiriu a totalidade do capital social da CLWP Brasil, detentora de sete empreendimentos na mesma localidade, cujo potencial alcança 206 MW.
 
"A Tractebel Energia, por meio da TBLP, busca materializar, assim, o desenvolvimento de até 656 MW de projetos de energia renovável não convencional no Estado da Bahia", comentou a empresa. A TBLP também poderá exercer a opção no futuro de desenvolvimento de projeto solar na área dos projetos eólicos.


 

...........................................................................................................................................................................

14/04/ - 17h35m
SEFAZ ISENTA DE ICMS PRODUTOS DESTINADOS AOS JOGOS OLÍMPICOS


As operações com aparelhos, máquinas, equipamentos e demais instrumentos e produtos, nacionais ou estrangeiros, destinados à realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016 estão isentas da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na Bahia.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), o decreto que prevê a isenção foi publicado nesta sexta-feira (11) no Diário Oficial e já está em vigor. Salvador será uma das sedes do torneio de futebol dos Jogos. Além disso, caso algum contribuinte baiano vá fornecer equipamentos destinados às Olimpíadas e Paralimpíadas que serão utilizados no Rio de Janeiro ou em qualquer outro local do país, também não haverá incidência de ICMS sobre esta operação.

O benefício vale para as compras feitas pelo Comitê Organizador, Federações Internacionais Desportivas, Comitês Olímpico e Paralímpico Internacional e Brasileiro, Entidades Nacionais e Regionais de Administração de Desporto, mídia credenciada para cobrir os Jogos e fornecedores de bens e serviços voltados para uma das mais importantes competições esportivas internacionais.

Outro aspecto importante da medida é que ela se estende para os casos de doação dos equipamentos, ao final da competição, para órgãos públicos federais, estaduais e municipais e a organizações não-governamentais, associações sem fins lucrativos e fundações cujos objetivos sociais estejam voltados à divulgação do esporte e do movimento olímpico e paraolímpico.






 

...........................................................................................................................................................................

14/04/ - 14h30m
TECON DESTACA QUE SALVADOR BATE RECORDE DE CABOTAGEM E RECEBE NOVA LINHA


O Tecon Salvador, terminal de contêineres da capital baiana operado pelo Grupo Wilson Sons, registrou em março seu maior crescimento mensal no volume movimentado via cabotagem.  Ao todo, foram movimentados 3.112 contêineres nesta modalidade, volume 30% superior ao registrado no mês de março de 2013.

Segundo a instituição, o aumento na movimentação foi motivado, principalmente, pela descarga de eletrônicos, que cresceu 286%, e pelo embarque no segmento de químicos e petroquímicos, registrando alta de 51% em relação a março do ano passado.

Esses incrementos são um reflexo dos esforços comerciais para atração de novas cargas e linhas de cabotagem. Como resultado mais recente desse empenho, o terminal fará parte da nova rota do serviço Costa Norte Express, da Log In, que vai ligar os Portos de Manaus e Santos, passando por Salvador. Com essa nova rota, o Tecon Salvador espera ampliar sua movimentação em 15 mil toneladas por mês.

A primeira escala será feita pelo Navio Log-In Pantanal e o tempo de deslocamento entre Salvador e Manaus será em média de 10 dias. A princípio, o terminal receberá quinzenalmente navios nesta rota. Estima-se que as principais cargas transportadas serão alimentos, bebidas, veículos de duas rodas, madeira e eletrônicos diversos.
 

...........................................................................................................................................................................

14/04/ - 06h59m
EMPRESAS COM AÇÕES EM BOLSA SE EXPANDIRÃO NA BAHIA




Algumas grandes empresas com ações  na BM&IBOVESPA já definiram seus planos de crescimento para  a temporada 2014-2015, conforme matéria do Valor Econômico, de  07 de abril  último.  São os casos  da SLC Agrícola, da BrasulAgro e da VanguardaAgro, que têm investido grandes somas na produção de grãos, aquisições de terras e máquinas, construção de infraestrutura  exportações. Suas inversões têm tido uma preferência maior pela Bahia, Mato Grosso e zona do Mapito, justamente as fronteiras mais dinâmicas do agronegócio nacional.

A SLC, que retira 1/2 3 de suas receitas  Bahia e atua em mais 5 Estados, prevê  aplicar pelo menos 20 milhões de reais na construção de 2 novas de armazenagem  e beneficiamento, sendo uma na Bahia e outra em Mato Grosso, visando dispor de uma capacidade nominal de estocagem equivalente a cerca de 60% de sua produção, que alcançou o pata mar de 750 mil toneladas de grãos , em 20122/2013. A atual colheita ainda não foi concluída, mas  o plano  da empresa é mais que duplicar a área colhida, dos atuais 344 mil hectares para 700 mil hectares.

A BrasulAgro também  pretende ampliara a área plantada e comunica que obteve licenças ambientais  para iniciar os trabalhos de cultivo na próxima safra em novas fazendas Chaparral e e Jatobá, ambas na Bahia, e Cremaq, no Piauí, o que totalizará um quantitativo adicional de 15 mil  hectares nos 2 Estados acima.. A companhia investirá entre 35 e 40 milhões de reais  na melhoria do solo e na infraestrutura.

A Vanguarda Agro, por sua vez,  deve fazer aportes de 40 milhões de reais em novas máquinas e armazéns e mais 20 20 milhões de reais em correção do solo., mas não divulgou os Estados beneficiados. No entanto, a Bahia  deverá também ser contemplada com algum quinhão, ainda mais que esta empresa almeja atingir em breve um plantio de 500mil hectares de grãos.

Portanto, no curto prazo teremos aportes superiores a 100 milhões de reais, dos quais pelo menos um terço na Bahia. E até 2020, o prospecto é de continuidade de pesados investimentos, sobretudo das duas primeiras corporações mencionadas.
 

José Maciel dos Santos Filho 
jose.macielsantos@hotmail.com  

...........................................................................................................................................................................

12/04/ - 18h10m
GOVERNO DIVULGA CADASTRO DO PRODUTOR MINERAL DA BAHIA



A Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (SICM) disponibilizou aos interessados no setor mineral uma edição atualizada do Cadastro do Produtor Mineral da Bahia (CADPRO) com informações sobre empresas, municípios produtores e bens minerais extraídos no subsolo baiano.
 
Esta é a primeira vez que o periódico é feito em meio eletrônico, uma vez que as edições anteriores (1995 e 1997) foram publicadas em formato de livro. As informações foram coletadas de fontes primárias através de pesquisa direta e informações pré-existentes de fontes secundárias. 

Constam nesta publicação empresas detentoras de direitos minerários e declarantes de produção mineral geradora de recolhimento da Contribuição Financeira para Exploração de Recursos Minerais (Cfem) entre 01/01/2009 e 31/12/2013. 

...........................................................................................................................................................................

12/04/ - 17h59m
VIA MARGINAL ENTRE A PARALELA E O IMBUÍ É LIBERADA PARA O TRAFÉGO

 


Neste sábado foi liberado para circulação de veículos uma nova via marginal entre a Avenida Luís Viana Filho (Paralela) e o bairro do Imbuí (sentido Aeroporto) à direita da pista principal à disposição. A obra integra o Complexo Viário Imbuí-Narandiba, que continuam avançando.
 
A entrada para a nova via marginal fica 200 metros depois da primeira passarela de pedestres em frente ao bairro do Imbuí, e facilita o acesso ao Condomínio Plano 100, loja Insinuante, supermercado Extra e Faculdades Unifacs e Área 1, além da melhoria do tráfego em geral para os motoristas que utilizam a Avenida Paralela.
 
O Complexo Viário Imbuí-Narandiba representa um investimento de R$ 95 milhões e faz parte do projeto Mobilidade Salvador, do Governo do Estado, para a melhoria do tráfego na capital. A obra contempla a construção de três viadutos (dois no Imbuí e um em Narandiba), além das vias marginais que ligam o CAB à Avenida Luís Eduardo Magalhães e o acesso ao bairro do Stiep, nas imediações do Centro de Convenções.

...........................................................................................................................................................................

11/04/ - 10h00m
WAGNER ENTREGA 1º TRECHO DA AV. PINTO DE AGUIAR



O governador Jaques Wagner participou, na manhã desta sexta-feira (11), da entrega do primeiro trecho da duplicação da Avenida Pinto de Aguiar, que faz parte do conjunto de intervenções urbanas que estão acontecendo na capital baiana, chamado Plano Mobilidade Salvador.

O trecho tem 1,5 quilômetro – o que corresponde a aproximadamente 50% da obra e um custo de e prevê investimento superior a R$ 9 milhões.

"São obras para contribuir com a melhoria do trânsito da capital, um dos maiores transtornos enfrentados pela população", afirmou o governador.

O trecho já liberado para o tráfego de veículos vai da orla até o empreendimento Vista Patamares, o que representa 1,5 km, aproximadamente 50% do total da obra de duplicação da avenida. Cada pista passa a ter três faixas de trânsito por sentido, sendo uma preferencial para o transporte coletivo.

Também fazem parte da intervenção serviços de drenagem, proteção de taludes, urbanização, paisagismo e uma ciclovia. A obra total está orçada em R$ 63 milhões e tem previsão de conclusão para junho deste ano.

Ainda dentro do Mobilidade Salvador, já foi entregue a Via Expressa, está praticamente concluída a construção do acesso da Avenida Luís Eduardo Magalhães com a BR-324, e em andamento as obras do Viaduto de Narandiba e do Complexo Viário do Imbuí.

Veja também:  Obras na Pinto de Aguiar já facilitam o trânsito

...........................................................................................................................................................................

10/04/ - 14h40m
SECTI E UFBA VÃO CONSTRUIR CENTRO TECNOLÓGICO DE ENERGIA


A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Universidade Federal Bahia firmaram convênios para construção do novo campus da UFBA, no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (Ceped), em Camaçari, e a construção do Centro Tecnológico em Energia para pesquisa em campos maduros, na área do Parque Tecnológico da Bahia.

A secretária Andrea Mendonça recebeu em seu gabinete a reitora da UFBA, Dora Leal, quando foram assinados os convênios que estão publicados no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (10). “Conceder esses espaços vai contribuir para ampliação e oferta de cursos de graduação e pós-graduação na área da inovação tecnológica, reforçando o compromisso do governador Jaques Wagner com o desenvolvimento e fomento à pesquisa”, diz Andrea.

Os convênios foram reformulados e otimizados para atender as exigências da UFBA, dando espaço para instalação de dois instrumentos de incentivo à pesquisa: o Centro Tecnológico em Energia, que vai expandir o desenvolvimento do setor em parceria com Petrobras; e o campus, instrumento de atendimento do Programa de Expansão das Universidades Federais.

O diretor de Tecnologia para o Desenvolvimento Socioambiental da Secti, Ernesto Carvalho, explica que os campos maduros de petróleo são aqueles que estão com produção decadente, onde são utilizadas novas formas de tecnologia para extração da matéria-prima. “O Centro Tecnológico em Energia será construído no Parque Tecnológico e realizará uma pesquisa de ponta para aumentar a prospecção de petróleo, colocando o estado da Bahia no cenário de fomento à inovação e tecnologia do país”, destaca.
 

...........................................................................................................................................................................

10/04/ - 07h00m
PRESIDENTE DA FIEB TOMA POSSE NESTA QUINTA-FEIRA

Carlos Farias


A nova Diretoria da FIEB, presidida por Carlos Gilberto Farias, será empossada nesta quinta-feira (10), em solenidade marcada para 19 horas, no Cerimonial Rainha Leonor, na Pupileira, em Nazaré.

Confirmaram presença na solenidade o governador Jaques Wagner; o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro; o ministro dos Transportes, Cesar Borges; e o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, dentre outras autoridades.

O empresário Carlos Gilberto Farias presidirá a entidade no período 2014-2018. Alagoano, Farias é diretor da Agrovale, empresa produtora de açúcar, etanol e bioenergia situada região do Vale do São Francisco, em Juazeiro, considerada a mais competitiva do segmento em todo o país.

Pouco antes da solenidade de posse, Carlos Gilberto Farias dará entrevista coletiva à imprensa, quando abordará os principais pontos de sua gestão: o Projeto de Interiorização, com a ampliação do que até então vinha sendo executado; e um apoio ostensivo às micro, pequenas e médias empresas industriais.
 

...........................................................................................................................................................................

09/04/ - 14h41m
FORD VAI AUMENTAR A PRODUÇÃO, APÓS INAUGURAR FÁBRICA DE MOTORES



Ao inaugurar a primeira fábrica de motores no Nordeste, a Ford  consolida sua posição na Bahia e no mercado nacional, no qual pretende ampliar a fatia de 9,3% que detém na venda de carros no país.

Junto com os investimentos na fábrica de motores,  a Ford está investindo na ampliação da  capacidade de produção da empresa, já em andamento. A  produção em Camaçari saíra de 250 mil para 300 mil unidades no ano. Mais que o dobro da planta de São Bernardo do Campo, que produz 130 mil.

O complexo Automobilístico da Ford em Camaçari foi inaugurado em  12 de outubro de 2001, no governo de César Borges,  com um investimento inicial de cerca de US$ 1,2 bilhão e US$ 700 milhões de fornecedores,  já que  27 empresas,  chamadas de sistemistas, se implantaram no próprio site da montadora para fornecer sistemas para os veículos diretamente na linha de montagem.

A produção atual é de 250 mil veículos/ano e 1 mil veículos/dia, nos modelos Fiesta Hatch, Fiesta Sedan, EcoSport, Courrier, Novo EcoSport, Ka e Ka Sedan.

Atualmente, a planta opera com 9.556 funcionários (4.509 na Ford e 5.047 de fornecedores instalados no complexo). A indústria tem alto índice de nacionalização – cerca de 95% do conteúdo de seus produtos são nacionais, dos quais 76% baianos.
 
A unidade de Camaçari é um dos cinco centros mundiais de desenvolvimento de produtos da Ford, onde são desenvolvidos novos veículos. Os engenheiros da Bahia já desenvolveram inteiramente dois veículos globais, os novos EcoSport e Ka.

Segundo informações da empresa, cerca de 90% dos empregados são da própria região e, especialmente, de Camaçari e Dias D'Ávila, municípios vizinhos. O recrutamento respeita a diversidade étnica e cultural da população, sendo que 40% das vagas são destinadas às mulheres e 70% aos afrodescendentes.

...........................................................................................................................................................................

09/04/ - 12h52m
AEROPORTOS VIRAM FRENTE DE EXPANSÃO PARA O TURISMO
 

 
 
As empresas de hotelaria encontraram nos aeroportos uma nova frente de expansão no Brasil. O setor já mantém estruturas no entorno dos aeroportos, mas apenas dois hotéis estão em operação atualmente na área do complexo aeroportuário - no Galeão e em Brasília. Há, no entanto, pelo menos cinco contratos assinados entre empresas de hotelaria e administradores de aeroportos para construção de novos empreendimentos. 
 
O contrato mais recente foi firmado pela Venture Capital Investments Group (VCI) com a concessionária que administra o Aeroporto de Viracopos. Com previsão de inauguração em 2017, o hotel terá 400 quartos e receberá investimentos de R$ 118 milhões. A bandeira usada é a TRYP by Wyndham, que pertence ao grupo americano Wyndham, e as diárias devem variar entre R$ 400 e R$ 600.

No projeto inicial, a concessionária pretendia construir um hotel cinco estrelas no entorno do aeroporto, mas mudou os planos para um hotel de médio padrão após realizar estudos de mercado, disse o diretor comercial da Aeroportos Brasil Viracopos, Aluízio Margarido. "Com a expansão do aeroporto e a chegada de linhas aéreas internacionais, o perfil pode mudar e poderemos ter mais um hotel", disse Margarido.



 

...........................................................................................................................................................................

09/04/ - 07h32m
SALVADOR É ELEITA O QUARTO MELHOR DESTINO PARA VIAGENS
 

 
Uma pesquisa realizada pelo site de turismo TripAdvisor colocou Salvador como a quarta melhor cidade para se visitar do Brasil. A votação foi feita pelos usuários do site, que garante o prêmio Travelers' Choice Destinos.
 
A eleição foi vencida pela cidade de São Paulo. Rio de Janeiro e Gramado, no Rio Grande do Sul, ocuparam a segunda e terceira posições, respectivamente. Trancoso, distrito de Porto Seguro, apareceu na nona colocação na lista.
 
O site de turismo também pediu aos seus usuários que elegessem os melhores destinos de viagem de todo o mundo. Nesse quesito, a liderança ficou com a cidade de Istanbul, na Turquia, seguida de Roma e Londres.


 

...........................................................................................................................................................................

08/04/ - 17h51m
WAGNER PARTICIPA DA INAUGURAÇÃO DA FÁBRICA DE MOTORES DA FORD


O governador Jaques Wagner participa nesta quarta-feira (9), às 10h, no Polo Industrial de Camaçari, na Bahia, da inauguração da fábrica de motores Ford, a primeira da região Nordeste. O evento contará com a presença do vice-presidente de Assuntos Corporativos da Ford para América do Sul, Rogelio Golfarb, e do presidente da montadora no Brasil, Steven Armstrong.

A nova fábrica ocupa um prédio de 24 mil m², onde serão montados 210 mil motores/ano. O investimento foi de cerca de R$ 400 milhões. O aporte faz parte do pacote de R$ 4,5 bilhões que o grupo pretende aplicar no país até 2015.

Em 12 de outubro de 2001, foi inaugurado, em Camaçari, o Complexo Industrial Ford Nordeste, com um investimento inicial de cerca de US$ 1,2 bilhão diretos e US$ 700 milhões de fornecedores, onde estão instalados 27 parceiros, que fornecem sistemas para os veículos diretamente na linha de montagem.

A produção é de 250 mil veículos/ano e 1 mil veículos/dia, nos modelos Fiesta Hatch, Fiesta Sedan, EcoSport, Courrier, Novo EcoSport, Ka e Ka Sedan. Atualmente, a planta opera com 9.556 funcionários (4.509 na Ford e 5.047 de fornecedores instalados no complexo). A indústria tem alto índice de nacionalização – cerca de 95% do conteúdo de seus produtos são nacionais, dos quais 76% baianos.

A unidade de Camaçari é um dos cinco centros mundiais de desenvolvimento de produtos da Ford, onde são desenvolvidos novos veículos. Os engenheiros da Bahia já desenvolveram inteiramente dois veículos globais, os novos EcoSport e Ka.



 

...........................................................................................................................................................................

08/04/ - 14h54m
BAHIA VAI SEDIAR FEIRA NACIONAL DO COCO

Secretário Pedro Galvão


Maior produtor do Brasil, a Bahia vai sediar a Feira Nacional do Coco, durante os dias 6,7 e 8 de agosto deste ano, no Centro de Convenções, em Salvador. De acordo com os organizadores, o evento deve reunir cerca de mil participantes.

A informação foi passada nesta terça-feira (8), pela organizadora da feira, Carla Hamawi, durante encontro com o secretário do Turismo, Pedro Galvão. No país, a área de cultivo de coqueirais já soma 290 mil hectares, distribuídos entre as variedades gigante, anão e híbrido (cruzamento entre gigante e anão), e a produção caminha para 3 milhões de toneladas, ou cerca de 1,2 bilhão de cocos. Os três primeiros produtores de coco do Brasil são Bahia, Sergipe e Ceará.

O secretário Pedro Galvão ressaltou a importância do evento para a cidade e afirmou que o turista de negócio tem um gasto médio de US$ 300 (trezentos dólares), o que corresponde a um valor quatro vezes maior ao gasto pelo turista de lazer. “Além disso, é uma feira que ocorre no período da baixa estação e contribuirá para o incremento da ocupação hoteleira”, disse.
 

...........................................................................................................................................................................

08/04/ - 09h49m
COELBA INVESTE R$ 54 MILHÕES PARA ATENDER A FIFA


A Coelba investiu R$ 54 milhões num  conjunto de ações para garantir a segurança do fornecimento de energia elétrica para a Copa do Mundo. Entre elas estão a ampliação e reforço de redes de distribuição de energia, construção de nova subestação e manutenção preventiva nos circuitos que atendem às áreas diretamente ligadas ao evento:  Arena Fonte Nova (estádio-sede), bairros vizinhos ao estádio, centros de treinamento, aeroporto e redes hoteleiras.

Cerca de R$ 40 milhões foram aplicados na construção da nova subestação (SE) que atende a Arena Fonte Nova e o estádio agora possui duplo suprimento de energia, proveniente de sistemas elétricos de transmissão diferentes, atendendo aos critérios definidos pela Fifa.

Foram realizadas ações de manutenção preventiva a exemplo de podação, substituição e instalação de equipamentos, melhoramentos na rede elétrica e subestações que atendem à região do aeroporto, das redes hoteleiras, hospitais e locais de treino dos atletas.

Com a temporada de chuvas e queda de energia a caminho, baianos esperam que esse seja um legado permanente da Copa a impedir novos apagões como o que ocorreu em janeiro (alta temporada), prejudicando, inclusive, o fornecimento de água nos balneários do Litoral Norte em plena alta estação. Do contrário, turistas de todo o mundo vão deixar nossa terras com a imagem de um lugar  que seduz: de dia falta água; de noite, água e luz. (Correio)


 

...........................................................................................................................................................................

08/04/ - 07h48m
REFORMA DO AEROPORTO DE SALVADOR SÓ FICA PRONTA DEPOIS DA COPA




O aeroporto de Salvador passou a constar no cronograma da Infraero, responsável pela reforma do terminal, como obra a ser concluída “Pós Copa”.

A Infraero agora trabalha com dois cronogramas: um até o evento e outro “Pós Copa” e, além de Salvador, estariam nessa situação seis aeroportos mais sete aeroportos: Confins, Cuiabá, Curitiba, Porto Alegre e Fortaleza.
 
As obras da segunda etapa do terminal de passageiros de Salvador estão suspensas e  a previsão é que a reforma completa  só esteja pronta 90 dias, após o final da Copa do Mundo.

 Na Copa o aeroporto funcionará apenas com a conclusão das obras da primeira etapa da reforma.   Segundo reportagem do jornal O Globo a reforma do terminal de passageiros de Salvador tem apenas 52,2% das obras prontas e para a Copa só ficarão prontas, a nova área de embarque remoto, as novas lojas no pavimento térreo e as escadas rolantes que ligam o térreo ao primeiro pavimento
 
As outras obras como  os novos banheiros no térreo, a nova área de acesso ao desembarque doméstico, os novos banheiros na sala de desembarque internacional e doméstico, os novos elevadores e as esteiras de bagagem só ficarão prontas três meses após o final da Copa. 

...........................................................................................................................................................................

07/04/ - 18h16m
BAHIA EXPORTA BÚFALOS PARA A VENEZUELA


A Bahia é destaque nacional na produção de búfalos da raça Murrah e o mercado está em franco crescimento no consumo de derivados de leite de búfala. Um exemplo é a recente exportação de 252 bubalinos matrizes, de origem indiana e genética leiteira, para a Venezuela.

Desde o dia 26 de março, quando saíram da propriedade de origem em Alagoinhas, os animais se encontram em quarentena no município de Campo Florido, em Minas Gerais, de onde partirão, pelo Porto de Santos, para a Venezuela.

“Exportação é resultado do esforço e trabalho dedicado para o melhoramento genético de búfalos da raça Murrah na Bahia e a bubalinocultura gera cada vez mais emprego e renda para as regiões produtoras e, consequentemente, para o Estado”, ressaltou o secretário da estadual da Agricultura, Jairo Carneiro.

Com a finalidade de melhorar a qualidade do leite produzido e consumido o governo da Venezuela comprou 2 mil animais do Brasil, sendo da Bahia 221 fêmeas e 31 machos bubalinos com idade de até 36 meses.

O diretor-geral da Adab, Paulo Emílio Torres, explica que o interesse de outros países pelo rebanho baiano se deve ao reconhecimento internacional do Estado como Livre de Febre Aftosa com vacinação e por possuir um programa efetivo de controle de enfermidades que acometem os bovinos e bubalinos, a exemplo da Brucelose e Tuberculose.
 

...........................................................................................................................................................................

07/04/ - 07h39m
WAGNER VISITA CD DO BOTICÁRIO QUE SERÁ INAUGURADO NO 1° SEMESTRE DE 2014



O governador Jaques Wagner, que retorna do exterior nesta terça-feira, visita na quinta-feira às obras do centro de distribuição do Boticário, em São Gonçalo dos Campos, e que tem previsão de entrar em operação ainda no primeiro semestre de 2014.

Até o fim deste ano vai gerar 129 empregos diretos, sendo que 68 postos já foram ocupados. Os investimentos são de R$ 155 milhões. O CD foi construído em um terreno de 300 mil metros quadrados e terá, inicialmente, 25.000 metros quadrados de área construída.

A nova unidade logística do Grupo terá capacidade para expedir 1.800 caixas/hora, separar 42.300 peças fracionadas/hora e 28.000 caixas fechadas/hora e centralizará todo o volume de produtos que será distribuído para as regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Além do CD, o Grupo Boticário está construindo uma nova fábrica, em Camaçari. A fábrica recebeu investimentos de R$ 380 milhões e está instalada em um terreno de 176.000 metros quadrados e, inicialmente, terá 65.000 metros quadrados de área construída.

A capacidade de produção da fábrica será de até 150 milhões de itens por ano em 12 linhas de perfumaria e nove de cuidados pessoais (cremes, loções, shampoos). A capacidade de armazenagem será de 82.800 posições-pallets, o que corresponde a 122 milhões de produtos acabados. Até o fim de 2014, a fábrica irá gerar 390 empregos diretos, sendo que oitenta e sete destes postos já foram ocupados.

 

...........................................................................................................................................................................

07/04/ - 07h17m
ALGODÃO BAIANO É PREJUDICADO POR POLÍTICAS NORTE-AMERICANAS



Recentemente, um debate na CNA-Confederação Nacional  da Agricultura  e Pecuária com especialistas em negociações internacionais sobre a nova FARM BILL americana e a PAC  (Política Agrícola Comum) europeia, ambas de horizonte plurianual,   revelou que os EUA  mudaram o formato de subsidiar a sua agropecuária, adotando  mais enfaticamente o seguro agrícola, especialmente o chamado  seguro de renda.   Nessas  condições ,  concordando com a presidente Kátia Abreu, não é fácil competir com eles e com as disponibilidades de seu Tesouro.

Os americanos pararam de pagar as penalidades ao setor algodoeiro  brasileiro  impostas pela OMC,  que tem como grandes players a da produção nacional a  Bahia e o Mato Grosso.  É preciso  talvez  endurecer um pouco com os norte-americanos, em defesa de nossos produtores.

Agora, o País analisa a hipótese de pedir um novo painel à OMC questionando o novo instrumento  privilegiado na FARM BILL, o chamado seguro de renda.
Em nossa avaliação preliminar,  não parece uma briga tão fácil, considerando que esta modalidade de seguro, sob certas condições,  está incluída na chamada Caixa Verde das normas da OMC, a caixa dos subsídios permitidos, e não  sabemos ainda o texto detalhado da FARM  BILL.

Só relembrando: enquanto as  Caixas Amarela e Azul englobam as práticas mais distorcivas,  a Caixa Verde abriga os instrumentos  sem ou com pouca capacidade distorciva de comércio.. Nesse caso, esse tipo de subsídio não estaria previsto nos chamados compromissos de redução pelos países que o praticam. Nela se incluem, conforme “experts’  em negociações internacionais, como o advogado Igor  Única Grego, especialista da área , os gastos  públicos  e serviços com: treinamento, pesquisa e assistência técnica, regimes de quarentena, pagamentos relativos a programas ambientais, programas de seguro de renda e de safra, e outros.

Então, se o Brasil instituir essa modalidade de seguro para o algodão e outros produtos sob condições abaixo especificadas, e o pagamento por serviços ambientais para o cacau e outros, a medida pareceria  defensável perante  a  OMC e  em discussões com nosso parceiros comerciais. No caso do seguro de renda, o benefício só pode ser concedido na hipótese de  queda de pelo menos 30% da renda  ou safra esperada, e o seguro só poderia  cobrir até 70% das perdas. No Pagamento por Serviços Ambientais, a Bahia pode negociar recursos não reembolsáveis do Fundo  Amazônia, que  estão sendo,  por exemplo, cogitados para uso, pelo BNDES e FAO, no monitoramento do desmatamento das florestas da região da Bacia do rio Congo, na África como indica  o Valor Econômico. São recursos obtidos de doações voluntárias de alguns países, como a Noruega, que podem alcançar um potencial  de 1,7 bilhão de reais. 
 

José Maciel dos Santos Filho 
jose.macielsantos@hotmail.com
    

...........................................................................................................................................................................

07/04/ - 07h00m
FÁBRICA DE MOTORES DA FORD VAI AMPLIAR ÍNDICE DE BAIANIDADE DA EMPRESA




Na próxima quarta-feira ocorrerá a cerimônia de inauguração da fabrica de motores  da Ford, um projeto que consolida o complexo automobilístico de Camaçari e que será a primeira fábrica de motores do Nordeste.

A produção anual da fábrica é estimada de 210 mil motores que deverão equipar os Eco Sport e Fiesta produzidos em Camaçari e o novo compacto que a Ford produzirá em São Bernardo do Campo até 2015

O investimento foi de R$ 400 milhões e o projeto está inserido no plano de R$ 4,5 bilhões que o grupo vai aplicar no Brasil até 2015.

O motor fabricado na Bahia será de alta tecnologia  e trata-se de um produto global que traz avanços do ponto de vista do meio ambiente e eficiência energética. Segundo apurou o Bahia Econômica o motor seria um propulsor mais leve que os atuais e com agressiva relação peso e potência.

O mais importante, porém, é que, com a fábrica, a Ford  vai ampliar o índice de componentes locais comprados ou fabricados na Bahia nos carros da marca. Atualmente, os  modelos Fiesta e EcoSport, têm 60% de de índice de baianidade, ou seja, conteúdo adquirido na Bahia. 

 

...........................................................................................................................................................................

05/04/ - 20h42m
MARAGOGIPE TERÁ INDÚSTRIA DE CARNE DE FUMEIRO



 
Maragogipe, na região do Recôncavo, deverá sediar  uma agroindústria destinada à produção de carne de fumeiro. Com bases técnicas conforme as exigências da legislação federal e estadual, a indústria beneficiará mais de trinta produtores familiares da região, em regime de cooperativa.
 
O investimento será uma parceria entre a Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), a Associação dos Produtores de Carne de Fumeiro de Maragogipe, a prefeitura do município, o Estaleiro do Paraguassu (EEP), o Sebrae e a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), órgão da Seagri e responsável pela elaboração do projeto.
 
Segundo o diretor de inspeção da Adab, Adriano Bouzas, cerca de 200 postos de trabalho diretos e aproximadamente 600 indiretos serão gerados.
 
“A implantação dessa indústria vai fortalecer e estruturar a produção de iguarias peculiares da região, como é o caso da carne de fumeiro e da lingüiça defumada. Com a otimização da produção, a carne de fumeiro, referência em todo o Brasil, poderá ser até exportada”, enfatizou o secretário estadual da Agricultura, Jairo Carneiro.
 
Em reunião realizada esta semana na Seagri, com a participação dos segmentos envolvidos no projeto, ficou acordado que a decisão de implantação das etapas deverá ser firmada no prazo de 60 dias.
 
O projeto contará com o assessoramento do Sebrae na orientação da gestão, na construção de um plano de negócios e na capacitação dos produtores. Está prevista, também, a instalação de pontos de vendas dos defumados na frente da unidade de beneficiamento, que será contemplada pela localização estratégica, de grande movimento, visibilidade e fluxo de veículos.
 
Ela reitera que, “a maioria das famílias tem o sustento na produção de carne de fumeiro e derivados de suíno. Por isso, estruturar essa produção é garantir estabilidade para o futuro dessas pessoas”.
 
A Seagri, segundo o secretário Jairo Carneiro, além do projeto técnico elaborado pela Adab, prestará a assistência técnica e participação também nos custos de implantação, juntamente com os demais parceiros, seguindo a orientação do governo baiano em defesa dos pequenos agricultores e criadores.

...........................................................................................................................................................................

04/04/ - 10h54m
PORTO SUL CONFIRMA LICENÇA PRÉVIA

 


 


O Porto Sul removeu mais um obstáculo para a sua instalação, com a confirmação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), por meio de Licença Prévia (LP), da área de implantação do empreendimento – Aritaguá, no município de Ilhéus, na região sul, informou a Secom.

Ainda este mês, serão entregues ao Ibama os programas ambientais para aquisição da Licença de Instalação (LI). O cenário dos portos baianos será alterado quando o Porto Sul entrar em funcionamento. O empreendimento será responsável pela movimentação de 100 milhões de toneladas de carga quando chegar ao pico de operações. A confirmação aconteceu no dia 26 de março último.

O empreendimento, que terá investimentos privados de aproximadamente R$ 5,6 bilhões, será composto por dois Terminais de Uso Privativo (TUP), um da Bahia Mineração (Bamin) e outro de Utilização da Zona de Apoio Logístico, da Sociedade de Propósito Específico (SPE). Os terminais vão transportar minérios de ferro, outros minérios e grãos.

No período do Porto Sul devem ser gerados quatro mil empregos diretos, quando estiver em operação os terminais empregarão cerca de 1.715 pessoas, sendo 415 no terminal da Bamin e 1.300 no terminal da SPE.

Os terminais privados serão os primeiros na Bahia autorizados pela presidente Dilma Rousseff, após a nova legislação portuária brasileira – Lei nº. 12.815, de 5 de junho de 2013. As principais diretrizes da nova legislação são a expansão e a modernização da infraestrutura portuária, a modicidade das tarifas, a eficiência das atividades prestadas e o estímulo à concorrência, mediante o incentivo à participação do setor privado.



 

...........................................................................................................................................................................

04/04/ - 07h46m
EMPRESA ISRAELENSE INVESTE R$ 40 MILHÕES EM FEIRA DE SANTANA

 


Os obras de implantação da empresa israelense Tama, no Centro Industrial do Subaé, em feira de Santana estão dentro do cronograma e a empresa de ser inaugurada em agosto deste ano. 

A unidade está sendo implantada na Fazenda Tury, BR-324, próximo ao posto de gasolina São Gonçalo, em uma área de 50 mil m², com um  investimento de R$ 40 milhões.  Originária de Israel, a Tama é uma empresa com atuação na indústria plástica de embalagens para agricultura, com 4 fábricas em Israel e 4 na Europa e 13 empresas de distribuição.

A fabrica do Brasil vai produzir apenas o produto Tama RMW que é destinado à colheita de algodão. Este produto é fixado nas colheitadeiras de algodão.

A Tama decidiu vir para o Brasil para atender o mercado brasileiro e sul-americano. O Brasil é hoje o 4º produtor de algodão do mundo e a Bahia tem 55% da produção. 

...........................................................................................................................................................................

Desenvolvido por: Michael Sants