COLUNISTAS

QUAIS OS SETORES QUE O GOVERNADOR ELEITO RUI COSTA DEVE MUDAR NA ÁREA ECONÔMICA?

FRASE DO DIA

"Faltou planejamento ao sistema de transporte em Salvador. As linhas aqui são como puxadinhos, foram se estendendo conforme a demanda".

Fábio Mota
Secretário de Urbanismo e Transporte de Salvador

DOMINGOS LEONELLI - SECRETÁRIO DE TURISMO DA BAHIA


Bahia Econômica - Qual a forma de apoio que o Governo do Estado está disponibilizando para os festejos juninos da Bahia?

Domingos Leonelli - O governo estadual apoiou os festejos juninos em Salvador, Ilhéus e Porto Seguro, com a realização dos eventos e com patrocínio em outras cidades.
 

BE - Qual o montante que foi investido pelo Estado?

DL - No total, foram investidos R$ 8 milhões, quantia 20% menor que o aporte realizado em 2011.
 

BE - Em termos de movimentação financeira e da geração de empregos, qual a importância do São João para a economia baiana?

DL - O São João da Bahia é uma data tão importante para a economia como o Natal, o Carnaval e o Dia das Mães. São milhares de empregos temporários gerados em Salvador e no interior, em setores como o comércio e o turismo. Para se ter uma ideia, mais de 70% das operações de uma empresa voltada para os produtos chamados de “Bate-volta” têm nos festejos juninos o seu principal mercado.
 

BE - Muitos dos municípios baianos estão em situação de emergência por conta da seca. O senhor acha que isso prejudicou o São João da Bahia?

DL - Sim, prejudicou, mas é válido lembrar que, em alguns casos, é melhor investir recursos na aquisição de carros-pipa do que em atrações. Já em outros casos, o São João auxilia a economia, como é o caso de cidades com festejos de grande porte como Amargosa e Cruz das Almas.
 

BE - No que diz respeito ao São João no Pelourinho, qual a diferença da festa deste ano em relação à do ano anterior?

DL - Foi uma festa feita só com atrações locais e com quatro dias em vez de seis. Mesmo assim, o Pelourinho esteve lotado, houve menos ocorrências policiais e muitos turistas.
 

BE - Mudando de assunto, quais os novos investimentos na área turística que o senhor pode destacar?

DL - Entre os novos investimentos, podemos destacar os R$ 7,5 milhões que Salvador receberá do Ministério do Turismo para projetos nas áreas de acessibilidade e sinalização e os US$ 85 milhões, do Prodetur, através do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para infraestrutura náutica da Baía de Todos-os-Santos.
 

BE - Sobre a Copa do Mundo de 2014, já há novos investimentos referentes à ampliação dos hotéis?

DL - O Banco do Nordeste tem uma linha de crédito de R$ 300 milhões disponível para investimentos na recuperação e ampliação dos hotéis baianos.
 

BE - Em relação à Copa 2014 e à Copa das Confederações, que medidas a Secretaria de Turismo está adotando para potencializar a atração de turistas e as oportunidades de negócios vinculados aos dois eventos?

DL - Vamos fazer uma intensa promoção da Bahia nos seus principais mercados emissores nacionais (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Minas Gerais) e internacionais (Argentina, Espanha, Portugal, Estados Unidos, Alemanha e França), além de países na América do Sul como Chile, Peru e Uruguai.
 

BE - Que outras novidades em relação ao turismo baiano o senhor pode agregar?

DL - Vale a pena destacar a realização do I Salão Baiano de Turismo, que foi a principal operação de marketing de vendas do destino Bahia já realizada e a consolidação da nossa estratégia, denominada Terceiro Salto do Turismo da Bahia, em que são ressaltados os eixos de inovação com novos produtos como o São João da Bahia, o Enoturismo, o GP Bahia de Stock Car, qualidade, com o investimento de R$ 13 milhões em qualificação profissional e empresarial, beneficiando 11 mil pessoas e integração econômica. Além disso, vale ressaltar que a Bahia recebeu 5,9 milhões de turistas em 2011, segundo dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), sendo 5,3 milhões brasileiros de outros estados e 538 mil estrangeiros, o que representa a soma de Pernambuco e Ceará, quando se fala em visitantes nacionais.



Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3272 - 2960