ECONOMIA
"O mundo todo pratica esse horário", disse o presidente da entidade.
MARINA SILVA VISITA BRUMADO NESTE SÁBADO
politica

MARINA SILVA VISITA BRUMADO NESTE SÁBADO
PREFEITURA E BID DISCUTEM FINANCIAMENTO DE PROJETOS
EMPRÉSTIMO

PREFEITURA E BID DISCUTEM FINANCIAMENTO DE PROJETOS
COLUNISTAS

QUAL ENTRE OS CANDIDATOS AO GOVERNO DA BAHIA TEM O MELHOR PROGRAMA DE GOVERNO?

FRASE DO DIA

“Fomos nós que, no Dois de Julho de 1823, conquistamos a independência definitiva, apesar que eu entendo que a luta pela independência no sentido mais amplo, ela é de todo dia. Porque a verdadeira independência é a gente conseguir construir esse País dos nossos sonhos, com justiça social, com democracia forte, com economia crescente”.

Governador Jaques Wagner ao comentar as comemorações pela Semana da Pátria e os 192 anos da Independência do Brasil, no próximo domingo (7).



OUTRAS NOTÍCIAS
02/09 - 20h00m


O segundo leilão de bens móveis do Estado em 2014, realizado na última sexta-feira (29), arrecadou mais de R$ 1,7 milhão para a Administração Pública Estadual - 51,34% acima do valor estimado, de aproximadamente R$ 877 mil.

Somente com a venda de veículos, foram movimentados R$ 985 mil. Organizado pela Secretaria da Administração (Saeb), o leilão ocorreu no Boulevard Side Empresarial, situado na Rua Ewerton Visco, nº 290, Caminho das Árvores, e teve a participação de 226 pessoas.

Durante o leilão foram alienados 129 lotes. O mais caro, avaliado em R$ 40 mil, foi uma motoniveladora Caterpillar, arrematada por R$ 87,5 mil. Entre os itens estavam carros e sucatas de veículos, barco, móveis, material hospitalar, carteiras escolares, máquinas e material de informática, dos quais apenas um não foi vendido. Os bens estiveram disponíveis para avaliação em sete locais de visitação situados em Salvador e nos municípios de Feira de Santana, Barreiras, Guanambi e Barra.

Os leilões do Estado integram as ações do Programa de Qualidade do Gasto Público - Compromisso Bahia, que objetiva combater o desperdício na máquina pública, investindo os valores economizados no reaparelhamento da estrutura administrativa. A receita obtida com a venda dos bens irá para a conta única do Tesouro Estadual.

Cabe à Saeb alienar os bens desativados do Estado, conforme o Artigo 7º do Decreto nº 9.461, de 20 de junho de 2005, embora unidades da administração indireta também possam realizar leilões. Os bens são considerados inservíveis quando o custo de manutenção é mais caro para o Estado do que investir na compra de um novo bem.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 19h22m


O governo estadual, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), deu início ao processo licitatório para a execução de duas importantes obras de macrodrenagem em Salvador: a primeira etapa do rio do Canal Bonfim/Massaranduba e as obras do Rio do Cobre e Dique do Cabrito, que, juntas, somam um investimento de, aproximadamente, R$100 milhões.

As licitações serão por meio de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), conforme publicado na edição desta quarta-feira (3) do Diário Oficial do Estado. As obras no rio do Canal Bonfim/Massaranduba preveem a construção de canal artificial, retificação de canal natural e parque linear; um investimento na ordem de R$ 71,6 milhões.  A área de intervenção possui 2,14 quilômetros de extensão, beneficiando os bairros do Bonfim, Boa Viagem, Massaranduba, Uruguai e Largo de Roma. A previsão de conclusão da obra é de até 18 meses após o seu início.

Com investimento previsto de quase R$ 28 milhões, as obras do Rio do Cobre e Dique do Cabrito consistem em ações integradas na região da Bacia do Subúrbio, como o manejo de águas pluviais, intervenções de infraestrutura no leito do canal e melhoria da calha.

Para o secretário estadual da Casa Civil em exercício, Carlos Mello, esta é uma iniciativa que vai impactar de forma positiva na vida da população destes bairros. “A obra vai dar muito mais fluidez ao acúmulo de águas em períodos de grandes chuvas. Isso vai reduzir significativamente o risco de alagamentos na região”, disse.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 18h47m


“A desassistência à saúde hoje na Bahia é impressionante”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, durante a Sabatina, promovida pela TV Aratu, Grupos A Tarde e Metrópole, no final da tarde desta terça-feira (02). A rejeição das pessoas à central de regulação do estado foi apontada por ele como um problema que precisa ser resolvido. “No interior, os pedidos são para acabar com a regulação, quando ela deveria ser um instrumento para melhorar o atendimento”, observou.

Na opinião de Paulo Souto, a gestão da central de regulação, sistema que controla a oferta e procura dos atendimentos, deve ser melhorada, mas faltam leitos hospitalares para atender a demanda do estado. “Para melhorar a situação da assistência à saúde na Bahia, além de mudanças na regulação, é preciso aumentar a eficiência dos hospitais estaduais, assim como também contratar leitos do setor privado. É inadmissível que os baianos continuem morrendo por falta de atendimento”.

A questão da violência também esteve na pauta da Sabatina. Para Paulo Souto, a situação da “insegurança pública” esta insustentável. “A Bahia passou a ser um dos estados mais violentos do País. E a situação começou a ficar mais grave a partir de 2007”, disse, propondo o restabelecimento da confiança entre governo e polícias, cuja relação se esgarçou ultimamente.

O aumento e a melhor distribuição do contingente policial foi outra proposta apresentada pelo candidato oposicionista, que ainda defendeu a integração das polícias militar e civil por meio de grupos especiais, as chamadas forças-tarefas, com participação também do Ministério Público. Além disso, propôs o policiamento mais intensivo nas fronteiras para coibir a entrada de drogas no estado, a recuperação da capacidade das Companhias Especiais de Polícia e o investimento em inteligência e tecnologia para o combate ao crime.

O candidato Paulo Souto considerou que mais escolas em tempo integral precisam ser implantadas no estado. “É fundamental que nossos jovens tenham a mesma carga horário de países, como o Chile, onde hoje é o dobro, em matemática e outras disciplinas essenciais”. Ele, no entanto, observou que não precisa construir novos CIEPS ou CIACS, experiências fracassadas do governo de Leonel Brizola no Rio de Janeiro e do ex- presidente Fernando Collor de Mello.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 18h19m
 
 
Será realizado na próxima sexta-feira (05) o II Fórum Salvador Vai de Bike com o tema “As empresas, a bicicleta e a cidade”. O encontro, que acontece das 8h30 às 13h, na Casa do Comércio, é uma iniciativa da Prefeitura em parceira com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio) com o apoio da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (Fcdl-BA), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e o Grupo de Líderes Empresarial (Lide).
 
O diretor da ONG Transporte Ativo do Rio de Janeiro, José Lobo, que será um dos palestrantes do evento, ressaltou que o objetivo do encontro será mostrar para as empresas a importância do uso interno das bicicletas. “Quando se fala em bike geralmente se pensa no usuário comum, que utiliza o equipamento para a prática de atividades físicas, mas pouco se pensa na utilização das bicicletas pelas companhias”, frisou.
 
Lobo chamou atenção para o fato de que poucas empresas no país utilizam as bicicletas em suas atividades internas. “A verdade é que as empresas pouco exploram essa alternativa, o que é um erro, uma vez que além da bike ser uma opção ecologicamente correta, é muito mais barato comprar e manter uma do que um veículo motorizado, mesmo que seja de pequeno porte”. Lobo também elogiou a iniciativa da Prefeitura do Salvador pela promoção da palestra e por estimular a prática de atividades físicas através do Movimento Salvador vai de Bike.
 
Além de José Lobo, também participarão do evento Marcelo Maciel, presidente da Aliança Bike, entidade nacional que congrega fabricantes, importadores, fornecedores, distribuidores e lojistas, além do empresário Tito Caloi, presidente da TITO Bikes, empresa fundada depois que a família Caloi vendeu o negócio.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 18h17m


Em entrevista concedida há pouco ao Bahia Econômica, o presidente da Fecomércio-BA (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia), Carlos Andrade, afirmou categoricamente que a instituição é a favor da adoção do horário de verão pela Bahia. “Não é possível que a Bahia não participe do horário de verão. Toda a economia do estado depende do eixo Sul-Sudeste do Brasil e, por isso, não podemos ficar de fora. Não podemos ficar na contramão da economia”, disse.

Na avaliação de Andrade, o horário de verão é completamente vantajoso para a economia baiana. “É benéfico e o mundo todo pratica esse horário. Já existem estudos que apontam que o horário de verão é positivo para o comércio, turismo e para toda a Bahia. É praticamente uma unanimidade o empresariado ser a favor desse horário”, revelou.

Para o presidente da Fecomércio-BA, se a Bahia adotar o referido horário estará conectada a 80% do PIB do comércio brasileiro. Já a não adoção causará problemas ao estado. “Quando a Bahia fica de fora desse sistema perdemos muito economicamente com isso, deixamos de realizar vários negócios com estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, e ficamos desconectados do resto do país, sobretudo, nos setores de comércio e turismo”, explicou.

O portal Bahia Econômica ainda está aguardando a posição dos candidatos a Governador do estado a respeito do assunto.

Leia também: Empresários e trade turístico solicitam inclusão da Bahia no horário de verão

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 17h21m


A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, disse nesta terça-feira, em São Bernardo do Campos (SP) que seus adversários na disputa presidencial querem arrochar o salário dos trabalhadores e devem aumentar o desemprego no país. Ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse que, nas eleições, está em jogo o projeto de desenvolvimento do Brasil e afirmou que os governos do PT "nunca ficaram do lado dos mais ricos".

"O que nos distingue dos nossos adversários, da Marina e dos demais, é que nós colocamos no centro da nossa preocupação as pessoas, os homens e as mulheres", disse Dilma. "Eles preferem medidas de arrocho salarial e que vão levar necessariamente ao aumento do desemprego", afirmou, ao discursar na praça da Matriz, em São Bernardo do Campo.

Dilma afirmou não ser a favor do aumento do preço da gasolina, nem do aumento de impostos. A presidente disse também que pretende "lutar com unhas e dentes" para impedir que "o desemprego seja a arma para enfrentar a crise econômica internacional". "Sempre estivemos do lado do povo, nunca do lado dos mais ricos", afirmou a presidente. "Iremos defender os trabalhadores no programa de governo e na realidade. Nós fizemos, nós sabemos fazer e temos alterado a cara do Brasil”, disse. As informações são do Valor.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 17h19m
 
 
 
Após muitos anos abandonado, o prefeito ACM Neto entregou nesta terça-feira (02) à comunidade de Cosme de Farias a nova unidade de saúde do bairro totalmente recuperada e ampliada. O Centro de Saúde Major Cosme de Farias, como agora é chamado, atenderá cerca de 40 mil pessoas da localidade e adjacências através da atuação de 82 profissionais entre médicos clínicos, pediatras e ginecologistas, dentistas, enfermeiros, assistentes sociais, farmacêutico, enfermeiros, técnicos de enfermagem, além de 45 agentes comunitários que realizarão visitas domiciliares diárias aos usuários do SUS na comunidade.
 
O posto é o terceiro recuperado pela Prefeitura na região e faz parte dos esforços para reestruturação da saúde pública na capital. “No distrito sanitário Brotas, com as unidades que já entregamos e as reformas nos postos do Engenho Velho e Sete Portas que estão com o início previsto para outubro, alcançaremos 100% dos centros de saúde requalificados até o final do ano nessa importante região da cidade. Mas não é só isso. A gestão está expandindo os serviços com a construção do maior complexo de saúde da família de Salvador na Baixa do Tubo”, afirmou o secretário municipal de Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, destacando ainda a inauguração ainda da UPA Brotas e a implantação - em breve - de um multicentro na Avenida Dom João VI.

Na solenidade, o prefeito ACM Neto exaltou a participação popular na construção do projeto de reforma do posto. “Antes de decidir a ampliação dessa unidade de saúde, incorporando o prédio onde funcionava a Casa do Trabalhador, a administração consultou a comunidade. Buscamos ouvir as lideranças, moradores, pessoas que vivem o dia a dia do bairro para elaborarmos essa importante intervenção que dobrará a capacidade da assistência na localidade”,  comemorou. Na oportunidade, Neto também anunciou o início imediato da reconstrução completa da Escola Municipal Lelis Piedade, localizada no largo de Cosme de Farias, ratificando o compromisso da Prefeitura com a requalificação dos serviços básicos em toda capital. Desde o ano passado, o primeiro da atual gestão, a Prefeitura já reformou 70 postos de saúde, o que equivale a 75% da rede. Até o final do ano, a meta é chegar a 85% das unidades totalmente requalificadas.


 

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 16h32m


Representantes da Prefeitura e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) participaram, nesta terça-feira (2), no Golden Tulip, no Rio Vermelho, da reunião de encerramento sobre a solicitação de empréstimo junto à instituição financeira para financiamento de projetos em diversas áreas de Salvador.

A ação faz parte do esforço da Prefeitura em desenvolver projetos de captação de recursos junto a organismos financeiros multilaterais e instituições financeiras nacionais, que já contabilizam R$1,4 bilhão em financiamentos. Além do BID, há projetos aprovados ou em tramitação junto ao Banco Mundial (Bird), BNDES e Caixa.

Na ocasião, o prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário da Casa Civil, Luiz Carreira, apresentou as ações concluídas ou em fase de desenvolvimento pela Prefeitura, a exemplo da requalificação de toda a Orla de Salvador; investimentos em promoção turística; recuperação e implantação de equipamentos culturais e de praças; e incentivo a investimentos na cidade. “Queremos mudar a face da cidade, mostrar que Salvador está se transformando. A intenção é reposicionar turisticamente a capital baiana no país com ações de curto, médio e longo prazo, além de deixar um legado para a cidade. Por isso reforçamos o pedido de apoio para acelerarmos ao máximo esse processo”, afirmou o prefeito.

Aprovada pela Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério do Planejamento, e pela Câmara de Vereadores de Salvador, a proposta de financiamento de R$ 110,2 milhões junto ao BID viabilizará investimentos do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) em Salvador. Estão previstas ações como implantação de museus, teatros, centro esportivo, equipamentos culturais sistema de informação ao turista, recuperação de parques e promoção da cidade, destacando seu potencial cultural e náutico.

“A expectativa é que a partir de 2015 as primeiras parcelas dos financiamentos sejam aplicadas em projetos que integram nosso plano estratégico”, avaliou Luiz Carreira. No BNDES serão contratados R$101,7 milhões do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos – PMAT.

Na área de mobilidade urbana já foi autorizado também a contratação de empréstimo de R$ 300 milhões junto à Caixa Econômica Federal (CEF), para a construção do corredor exclusivo de ônibus rápidos (BRT) entre as regiões da Lapa e a Ligação Iguatemi Paralela (LIP). No Banco Mundial (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento - Bird) serão captados R$ 889,2 milhões, em fase de conclusão de carta consulta, para projeto de ações nas áreas de educação infantil, ensino fundamental, gestão do ensino, atenção básica de saúde, urgências e emergência, saúde especializada e fortalecimento da rede de assistência social do município.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 16h29m
 
 
O consumo de gás natural no Brasil subiu 10,9% nos primeiros sete meses do ano em relação ao mesmo período do ano passado, com a forte geração térmica acionada no país impulsionando a demanda pelo combustível. A informação é da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).
 
As termelétricas acumulam um aumento de 14,3% no consumo de gás natural neste ano até julho ante mesmo período do ano passado. Somente em julho, houve aumento de 4,7% no consumo da geração termelétrica na comparação com junho.

O consumo industrial de gás acumula alta de 1,44%, de janeiro a julho, e de 2,1% em julho, na comparação com junho. Mas a Abegás acredita que "o resultado poderá ser comprometido nos próximos meses do ano, devido à retirada do desconto de 1,57% da Petrobras, no gás natural, desde 1º de agosto", afirmou o presidente–executivo da associação, Augusto Salomon, em nota.

O segmento residencial apresentou queda 4,7% no acumulado desde o início do ano. Já o setor comercial tem alta de 1,6% na mesma base de comparação.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 16h11m
 
 
O orçamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), encaminhado pelo Ministério do Planejamento ao Congresso, sofreu um corte de R$ 562 milhões que seriam destinados à contagem da população 2016 e ao censo agropecuário 2015, informou o órgão nesta terça-feira (2).
 
O valor pedido pelo IBGE para o Projeto de Lei Orçamentária Anual 2015 era de R$ 766 milhões. Os R$ 204 milhões que ainda estão previstos serão destinados a outras pesquisas conjunturais, como emprego, inflação e industrial, e à pesquisa de orçamento das famílias (POF). Para a realização da contagem da população, seriam necessários mais R$ 214 milhões, diz o instituto.
 
Apesar de a coleta da contagem populacional estar prevista para 2016, já haveria, em 2015, o início dos testes e o censo experimental, informou o IBGE. Segundo a presidente Wasmália Bivar, as duas operações censitárias demandam muitos recursos e o instituto não tem como estabelecer parcerias para realizá-las.

“Nós teremos que realizar o senso em 2020, e quanto mais próximo chega [a data do censo], mais difícil para o IBGE. Quanto mais adiar [a contagem], mais fica próxima de operação censitária de outra população e domicílio. As informações de estimativa de população que o IBGE produz vão ficando menos próximas da realidade”, afirmou Wasmália.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 15h43m


Trânsito, engarrafamento, mobilidade urbana. Mistura conhecida para quem circula diariamente pelos grandes centros urbanos. E, se para melhorar a fluidez do trânsito é necessário retirar o maior número de carros da rua, a empresa batizada de Movpak, instalada na Áity incubadora de empresas, no Parque Tecnológico da Bahia, informou que tem uma novidade para o mercado: o Movpak.

Segundo a empresa, o produto é o primeiro veículo-mochila-elétrico do mundo capaz de alcançar 30km/h, consumir apenas R$0,06 a cada 100 km e emitir zero de CO2. O MovPak começa sua campanha de crowdfunding no Kickstarter (site com 60 mil clicks únicos por mês), nesta terça-feira (2), para o início da produção comercial. O objetivo é arrecadar US$ 100 mil. As primeiras pessoas que colaborarem com US$ 999 ganham o exemplar, sendo que isto significa 50% do preço que chegará ao mercado.

Desenvolvido nas dependências do Parque Tecnológico da Bahia, o Movpak é uma mochila elétrica portátil e prática de montar e desmontar. O usuário poderá transportá-la facilmente e ainda usá-la como guarda-volumes. De acordo com o inventor Hugo Dourado – que junto com Engenheiro Felipe Junquilho e o Diretor Criativo Ivo Machado desenvolveram este projeto – o produto foi pensando de forma “conveniente e portátil, pois até então não existe nada mais conveniente na indústria do transporte multimodal”.

O Movpak propõe melhorar a forma de deslocamento dos usuários do sistema de transporte de massa. Segundo a empresa, com o uso do produto, o cidadão estará economizando tempo e dinheiro, pelo fato de adquirir um produto ecológico e não precisar usar carro e nem estacionamento de bicicleta.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 15h29m


O candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, reconheceu a obrigação do pagamento pelo estado da URV aos servidores públicos. “Em conjunto com as entidades representativas do funcionalismo, se eleito, pretendo tomar conhecimento do valor do débito e, de acordo com a capacidade financeira do estado, encontrar meios de saldá-lo”, afirmou, durante a Sabatina com os Candidatos ao Governo do Estado, promovida pela Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) e Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia, na manhã desta terça-feira (02).

Paulo Souto lembrou que resolveu um problema semelhante com a gratificação policial não paga em determinado momento, dialogando com as representações dos policiais. “Não era uma dívida do montante da URV, mas encontramos os meios de pagá-la numa negociação transparente dentro das condições financeiras do estado na época”, disse.

Em apresentação de estudo encomendado pela Fetrab, o professor Antonio Ribeiro expôs um quadro pouco alvissareiro da situação financeira do estado da Bahia, durante o evento. “É preocupante o fato de as receitas não cresceram na velocidade das despesas nos últimos anos”, observou o técnico depois de elencar uma série de dados que revelaram o descompasso entre as receitas correntes, que aumentaram 64,%, e as despesas correntes, que cresceram 77,2%, no período de 2008 a 2013.

Para compensar o déficit, segundo Ribeiro, houve a realização de empréstimos que aumentaram a dívida pública consolidada. Se, em 2008, os débitos do estado somavam R$ 10 bilhões, passaram a totalizar R$ 15 bilhões em 2013.

Mesmo diante das dificuldades financeiras que deverá encontrar no caso de eleito, Paulo Souto afirmou que não vai ceder em sua determinação de melhorar os serviços públicos essenciais vinculados à vida dos baianos, como saúde, segurança e educação.

Sempre ressaltando seu compromisso de estabelecer uma relação aberta com o funcionalismo, Paulo Souto anunciou que, a partir do reequilíbrio das contas públicas, vai buscar pagar os reajustes integrais nas datas-bases, assim como avançar nos planos de carreiras e eliminar as distorções entre funções equiparáveis, além de, conforme a economia dos gastos, encontrar meios de melhorar a remuneração dos servidores.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 15h11m


Coordenador da campanha da presidente Dilma Rousseff em São Paulo, o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), lançou ataques nesta terça-feira à presidenciável do PSB, Marina Silva. Marinho disse que a principal adversária de Dilma "mudou de lado" e afirmou que o programa de governo da candidata do PSB foi feito por banqueiros.

"Sabemos que a adversária vem com conversa mansa, dizendo que é a nova política. Qual é a nova política, dona Marina?", questionou Marinho. "Você mudou de lado. Deu seu programa de governo para os banqueiros. Quem escreveu foi o Setúbal, do Itaú", disse Marinho. A coordenadora do programa de governo de Marina é Maria Alice Setúbal, a Neca, herdeira do banco Itaú.

O petista participa de comício da campanha de Dilma, com a presença da presidente e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. As informações são do valor.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 14h58m
 
 
 
O Ministério de Minas e Energia adiou para depois das eleições a realização do leilão para contratação de energia elétrica previsto para 30 de setembro. O evento A-5 (lê-se A menos 5) será em 28 de novembro, conforme portaria do órgão publicada nesta terça-feira (2).
 
A energia contratada será entregue a partir de 2019 a distribuidoras de energia, que precisam dela para atender ao aumento de consumo previsto para os próximos anos. Segundo a portaria, a alteração foi motivada pela previsão de conclusão de licenciamento prévio de usinas hidrelétricas, totalizando mais de 460 MW de potência, bem como pelo interesse de geradoras de fonte eólica (energia gerada pelo vento).

Já estavam inscritos no leilão 1.041 projetos. O edital que previa o leilão em 30 de setembro também indicava o preço máximo que poderia ser cobrado pela energia por tipo de usina. Para as termelétricas, ele seria de R$ 197 por megawatt, maior valor do leilão. Estavam inscritas térmicas movidas a gás, carvão e biomassa. Para as hidrelétricas, o valor máximo seria de R$ 158 por MW e, para as usinas eólicas e solar, de R$ 137 por MW.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 14h52m


O governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), fez duras críticas à candidata à Presidência Marina Silva (PSB), a quem chamou de "canoa furada", "conservadora" e "reacionária". Cid ainda afirmou que, caso eleita, Marina "será deposta" após dois anos de governo.

As declarações ocorreram na noite de segunda-feira (1º) durante a inauguração de uma escola na periferia de Fortaleza. O governador afirmou estar preocupado com a divulgação das últimas pesquisas que mostram o crescimento da candidata. Segundo levantamento do Datafolha divulgado na semana passada, Marina aparece empatada com Dilma Rousseff (PT), com 34% das intenções de voto.

"Se as pessoas não se tocarem, vão eleger Marina Silva presidente da República. Meu Deus! A gente não pode com um gesto de protesto, induzido pela grande mídia, dar o poder para banqueiros e meia dúzia de poderosos." Ainda de acordo com o governador cearense, Marina passa pose de progressista, mas é "religiosamente o que há de mais conservadora e reacionária".

"Eu não dou dois anos de governo para Marina. Ela será deposta, pode escrever o que estou dizendo. Me impressiona a proposta de autonomia do Banco Central. Sabe o que significa? Entregar aos bancos o poder de arbitrar os juros. Dizer quanto o capital financeiro quer ganhar", disse.

Cid, assim como seu irmão Ciro Gomes, fizeram parte do PSB até setembro do ano passado, quando romperam com o partido para continuar na base de apoio de Dilma.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 14h38m
 
 
Agências de turismo ou transportadoras turísticas que estiverem devidamente regularizadas no Cadastur - cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo - podem realizar, até esta quinta-feira (4), o cadastramento online para obtenção do alvará de Serviço de Transporte Turístico Terrestre em Salvador.  
 
No site da Transalvador, os interessados devem digitar os dados solicitados de identificação da empresa, do veículo e dos condutores. Encerrado o prazo de cadastro no site, os responsáveis serão recepcionados na sede da Gerência de Táxi (Getax), entre os dias 22 de setembro e 17 de outubro, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 16h30, com todos os documentos comprobatórios (original e cópia) para conferência dos dados digitados.
 
No primeiro semestre de 2015, em data a ser divulgada posteriormente, a Transalvador vai informar os dias e horários para vistoria de todos os veículos cadastrados. Sendo aprovado na vistoria veicular e tendo apresentado todos os documentos exigidos, o requerente receberá autorização para operar no Serviço de Transporte Turístico Terrestre em Salvador.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 14h32m


A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) partiu para o ataque direto a Marina Silva e disse que sua adversária do PSB quer "reduzir a pó" a política industrial do país. Dilma sinalizou também que Marina pretende "acabar com o papel do BNDES".

"Fiquei muito preocupada com o programa da candidata Marina, porque reduz a pó a política industrial. Ela tira o poder dos bancos públicos de participar do financiamento da indústria e da agricultura", disse Dilma a jornalistas, antes de participar de evento de campanha em São Bernardo do Campo (SP).

"A indústria nós temos tido todo empenho em financiar com juros menores o programa de sustentação do investimento", disse. "Marina é contra a política de conteúdo local, tanto para a indústria automobilística quanto para a indústria do petróleo", afirmou. Dilma disse que a indústria naval corre novo risco de destruição, a exemplo do que houve nos anos de 1990.

A presidente afirmou também "estar muito preocupada" com a possibilidade de acabarem "com o papel do BNDES. "Nós temos uma métrica [para o financiamento], que é o emprego. Gerou emprego para nós é bom e fundamental", disse.

Dilma participa de uma caminhada pelas ruas de São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista. As informações são do Valor.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 14h18m
 
 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou agora pouco que o programa de governo da candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, contém elementos que podem reduzir a atividade econômica. "Um choque [aumento forte] do [superávit] primário pode ser temerário e paralisar a atividade econômica", disse o ministro da Fazenda.

O superávit primário é a economia feita para pagar juros da dívida pública e tentar manter sua trajetória de queda. Ao fazer superávits primários, o governo deixa de alocar esses recursos no orçamento federal.
 
O programa de Marina, divulgado na semana passada, diz que é preciso "recuperar o tripé econômico" – que é o sistema de metas de inflação, câmbio flutuante e metas de superávit primário. Para isso, afirma que é preciso "gerar o superávit fiscal necessário para assegurar o controle da inflação". "A médio prazo, os superávits devem ser não só suficientes como também incorporados na estrutura de operação do setor público, de tal maneira que possam ser gerados sem contingenciamentos", afirma o programa. Também é dito que é preciso "acabar com a maquiagem das contas, a fim de que elas reflitam a realidade das finanças do setor público".
 
Nos últimos anos, o setor público tem feito resultados primários menores. Neste ano, até julho, por exemplo, o esforço fiscal somou R$ 24,66 bilhões, o menor para este período desde o início da série histórica do Banco Central, em 2002. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve queda de 54,7%. O valor acumulado ainda está muito distante da meta de R$ 99 bilhões, ou 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), fixada para 2014.
 
Economistas do mercado financeiro e também os ligados à indústria avaliam que um resultado primário maior por parte do governo ajudaria no controle da inflação, que permanece ao redor de 6,5% em doze meses até julho, possibilitando uma política de definição dos juros, por parte do Banco Central, mais suave. Atualmente, os juros básicos estão em 11% ao ano, o maior patamar desde o fim de 2011. Em termos reais (após o abatimento da inflação prevista para os próximos 12 meses), é a taxa mais alta do mundo.
 
Outro ponto do programa de governo de Marina Silva informa que é preciso trabalhar com "metas de inflação críveis" e "respeitadas", sem recorrer a "controle de preços que possam gerar resultados artificiais", e "criar um cronograma de convergência da inflação para o centro da meta atual", além de "assegurar a independência do Banco Central o mais rapidamente possível, de forma institucional". Para Mantega, "a inflação se combate com firmeza". "Como temos feito, com política monetária [definição dos juros] firme, inclusive com elevação de juros. Porém, não a volta ao passado, com a elevação dos juros para 20%, 30%, 40% ao ano, como foi praticado antes do nosso governo", afirmou o ministro.
 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 13h59m
 
 
Apresentações teatrais criadas por alunos e professores da rede pública de ensino compõem a Mostra Criativa “Salvador Arte e Cultura Negra”, que terá a sua próxima edição nesta quarta-feira (3), no Colégio Imeja, na Boca do Rio, a partir das 14h. A atividade visa promover a igualdade racial nas escolas públicas municipais em todas as Coordenações Regionais de Educação (CRE), com base na Lei 10.639/03, que tornou obrigatório esse ensino da história e da cultura afro-brasileira no país.
 
A Mostra Criativa é um dos projetos desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho da Lei 10.639/03, criado no início do ano a partir do decreto municipal 23.778, sob responsabilidade da Secretaria Municipal da Reparação (Semur), em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (Smed), a Fundação Gregório de Matos (FGM), os Conselhos Municipais de Educação (CME) e as Comunidades Negras (CMCN).
 
No primeiro semestre, a atividade esteve em dez escolas municipais e, para o segundo semestre, estão previstos mais dez circuitos culturais denominados de Mostras Regionalizadas, gerando assim um intercâmbio entre as escolas participantes, a comunidade escolar e local. A ação tem como público-alvo coordenadoras regionais, gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, alunos, comunidade local do entorno das escolas municipais, bem como autoridades convidadas.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 13h04m
 
 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega confirmou que o governo deve reajustar o preço da gasolina e a tabela do Imposto de Renda para 4,5% em 2015. Isso porque a Medida Provisória 644, enviada em 30 de abril, por ocasião do Dia do Trabalho, não foi votada e perdeu a validade na última sexta-feira (29).
 
"Vamos resolver isso com alguma nova lei. Isso vamos verificar. Não vamos deixar sem essa revisão da tabela. Ainda não tem uma definição como vamos encaminhar isso", disse o ministro da Fazenda após ser questionado por jornalistas.
 
A tabela do imposto de renda é corrigida anualmente em 4,5% desde 2007. O percentual de 4,5% é o que o governo estabelece como meta para a inflação anual. Representantes dos trabalhadores, porém, têm pedido nos últimos anos uma correção maior da tabela, alegando que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado como referência no sistema de metas de inflação, tem ficado acima da meta central. Em 12 meses até julho, o índice ficou em 6,5%. 
 
No ano passado, foram feitos dois reajustes nos preços da gasolina. O primeiro aconteceu em janeiro, quando a Petrobras reajustou o diesel em 5,4% e a gasolina, em 6,6%. O último ocorreu no fim de novembro, quando a Petrobras anunciou que os preços da gasolina e do diesel foram reajustados nas refinarias. Na ocasiação, a alta foi de 4% para a gasolina e de 8% para o diesel.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 12h45m


A associação entre governos e empresas para gestão e oferecimento de serviços é tema do seminário ‘PPP: resultados e perspectivas’, que começou na manhã desta terça-feira (2), em Salvador. O encontro, que acontece na Arena Fonte Nova, vai discutir nos próximos dois dias parcerias público-privadas da Bahia, do Brasil e alguns modelos de outros países. Serão palestras e debates que vão abordar as vantagens, desvantagens e aspectos técnicos deste tipo de associação, com apresentação de renomados especialistas e autoridades no setor.

Depois das discussões do seminário, nestas terça e quarta, será realizado ainda, na quinta-feira (4), o encontro da Rede Intergovernamental para o Desenvolvimento de PPP no Brasil, que reúne integrantes de unidades de PPP no âmbito nacional, estadual e municipal. Os dois eventos foram organizados pela Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-BA), em parceria com a Agência de Fomento do Estado (Desenbahia), a Estruturadora Brasileira de Projetos (EBP) e o International Finance Corporation (IFC).

Durante a cerimônia de abertura do seminário, o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, ressaltou o desafio de eleger projetos que usem com eficiência os recursos do estado e resolvam problemas importantes para a população. Para ele, a Bahia já tem e pode dar exemplos de sucesso nesse sentido.

Como afirmou, “esse é um recurso importantíssimo para aperfeiçoar serviços públicos e reforçam bons modelos de planejamento e gestão, como o implementado no Hospital do Subúrbio, onde agora existe um tempo máximo para efetuar uma cirurgia. Essa troca de experiências que será feita aqui, vai nos ajudar a mostrar como continuar com outras parcerias de êxito”.

Uma das palestras mais esperadas do evento, a do chefe de PPP para a América Latina da (IFC), Richard Cabello, abriu o seminário. Ele enfatizou as tendências no continente, com exemplos de outros países, como a experiência de programas de rodovias da Colômbia, de transporte urbano no México e a particularidade das PPP no Peru. Para ele, o Brasil é inovador em muitas iniciativas. “Aqui estão se realizando parcerias únicas, voltadas para estados e municípios em setores como saúde, educação e rodovias, coisas que em outros lugares do mundo ainda não estão sendo pensadas”.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 12h13m


O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, disse nesta terça-feira (2) que deve ser realizado em julho de 2015 um novo leilão de faixas de frequências para oferta de serviços como telefonia, banda larga móvel e até TV por assinatura.

A agência pretende entregar às operadoras pequenos pedaços de faixas em frequências como 1,8 GHz (gigahertz), 2,5 GHz e 3,5 GHz, que não foram arrematadas em leilões anteriores ou foram recuperados pela Anatel.

É o caso da faixa de 1,8 GHz, que pertencia à Unicel, empresa que teve extinta em 2012 a sua licença para prestação de telefonia móvel na região metropolitana de São Paulo. Já os pedaços da faixa de 2,5 GHz são sobras do primeiro leilão para a banda larga móvel de quarta geração (4G), feito pela Anatel em 2012.

As ofertas de faixas devem permitir a ampliação dos serviços de telecomunicações no país. De acordo com o superintendente de Planejamento e Regulação da agência, José Alexandre Bicalho, serão vendidos cerca de 5 mil pequenos pedaços dessas faixas, alguns que darão direito à prestação nacional de serviços de telecomunicações, outros restritos a algumas regiões do país.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 11h51m


A bolsa paulista operava em perto da estabilidade no início do pregão nesta terça-feira (2), com a cena eleitoral novamente sob atenção, mais especificamente pesquisas sobre a corrida presidencial previstas para serem divulgadas a partir de quarta-feira (3). Às 10h47, o Ibovespa avançava 0,06%, a 61.176 pontos.

Agentes também monitoram Wall Street após o feriado de segunda-feira, com futuros acionários operando com leve alta.

Na segunda-feira (1), o principal índice da Bovespa fechou em queda após um dia de instabilidade em que a bolsa chegou perto dos 62 mil pontos durante o período de alta. O Ibovespa perdeu 0,24%, para 61.141 pontos.

Os mercados não tiveram como referência as bolsas norte-americanas, já que o bairro financeiro de Wall Street ficou fechado por conta do feriado do Dia do Trabalho nos Estados Unidos. (Reuters)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 11h32m


As vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil caíram 7,38% em agosto, na comparação com o mês de julho, afirmou a Fenabrave (federação nacional dos concessionários) nesta terça-feira (2). Ao todo, foram vendidos 272.495 veículos, contra 294.778 no mês de julho.

Na comparação com agosto de 2013, a queda é ainda mais acentuada, de 17,12%. No ano passado, foram vendidas 329.175 unidades. Considerando o acumulado dos primeiros oito meses deste ano, são 2.230.126 veículos comercializados, contra 2.470.421 unidades no mesmo período de 2013. Isso representa uma queda de 9,51%.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 11h17m


 

Salvador receberá mais uma Prefeitura-Bairro, dessa vez no Cabula. O espaço, localizado próximo à entrada do Resgate, contará com serviços essenciais, com guichês de atendimento dos órgãos ligados à administração municipal, facilitando a vida de todos. De acordo com Reinaldo Braga, coordenador das Prefeituras-Bairro, a previsão é de que o espaço seja entregue à população até o dia 20 de setembro.

A média de atendimento nas unidades já inauguradas é superior a 200 por dia, com procura principalmente para cadastro nos programas Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Família, além de solicitações de troca de lâmpada, retirada de entulho, solicitação de medicamentos e tapa-buraco. Reinaldo Braga disse ainda que por conta do cadastro nos programas do governo, a Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec) é a mais demandada, seguida da pasta da Ordem Pública (Semop).

Na última quinta-feira (28), foi entregue à população a quinta sede de Prefeitura-Bairro de Salvador, localizada em Paripe, no Subúrbio Ferroviário. Essa é a unidade com expectativa de maior número de atendimentos. Com 815m², o espaço conta com elevador e acessibilidade, auditório para 60 pessoas, estacionamento e climatização.

Estarão presentes órgãos como Sindec, Semop, Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), Limpurb, Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Codecon), Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo (Sucom), entre outros. Parcerias com o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Junta Militar e INSS também viabilizaram a prestação de serviços por esses órgãos.

Além da unidade do Cabula, também devem ser inauguradas até o final do ano as sedes da Barra, Pau da Lima, Valéria e São Caetano, totalizando dez unidades. Em 2015, serão entregues dois postos avançados, sendo um na Pituba, que faz parte da Prefeitura-Bairro da Barra, e um em Brotas, que faz parte da unidade do Centro Histórico. Dessa forma, serão dez equipes trabalhando no atendimento às comunidades com 12 espaços físicos.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 11h02m


Moradores ou frequentadores da Avenida Beira-Mar, na Ribeira, já aguardam com ansiedade o final deste mês de setembro. A poeira e os transtornos no trânsito por conta do canteiro de obras no local são motivos para ansiedade, mas é a curiosidade por ver como ficará o novo espaço o que aumenta a expectativa de quem é do bairro.

A prefeitura estima que a segunda etapa de requalificação da orla da Ribeira será concluída no final do mês, podendo ocorrer até o início de outubro, a depender das condições meteorológicas. Atualmente, está em obra o trecho que vai do Clube Bogary o fundo do Colégio Estadual Costa e Silva, segundo trecho da recuperação. O primeiro foi uma obra do governo do estado, realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano  (Conder).

De acordo com a secretária de Ordem Pública, Rosemma Maluf, o padrão de ordenamento do comércio na Ribeira (como em toda a orla) deve seguir o exemplo da Barra. Ainda segundo Rosemma, nada foi criado para adequação da orla da Ribeira - que vem passando por ações de ordenamento há um ano, com ações promovidas pela Semop, com apoio da Sucom, PM e Transalvador.

O que será feito, segundo ela, é uma fiscalização mais intensa das leis municipais. Sons e televisores do lado de fora são proibidos e os 12 bares e restaurantes que têm ao longo do 1,2 km de área requalificada terão, no máximo, 12 mesas colocadas na frente do estabelecimento. “Não vai poder colocar mesas na frente de residências, o que hoje causa conflitos na região”, completa Rosemma.

A medida contraria comerciantes do bairro, que sofrem com o baixo movimento de clientes por conta das obras. Eles dizem que, mesmo o investimento em infraestrutura dentro dos estabelecimentos, não convence a clientela.  Outras duas etapas da obra estão em processo de licitação. O projeto abrange até a Praça da Divina. Todo o investimento na região é de R$ 9 milhões, de acordo com a prefeitura.  (Correio) 

                                            

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 10h32m


 

Entra em vigor nesta segunda-feira (1º) uma mudança na estrutura da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) que pretende dar mais autonomia e eficiência aos aeroportos administrados pela estatal, que enfrenta queda de receita após perder para a iniciativa privada o controle de 5 dos principais e mais lucrativos terminais do país. As alterações fazem parte de um processo de reestruturação mais amplo que tem em vista, no futuro, a abertura de capital da Infraero.

Em mais uma etapa nessa direção, a partir desta segunda os superintendentes dos seus 60 aeroportos passam a ter mais autonomia nos processos de decisão envolvendo tanto a parte operacional (serviços voltados para a aviação) quanto a comercial (como o aluguel de espaços para lojas nos terminais de passageiros).

Até a semana passada, a estatal contava com três níveis decisórios: a superintendência de cada um de seus 60 aeroportos, as 9 superintendências regionais e, por fim, a diretoria executiva (sede). Na nova estrutura, as superintendências regionais se transformam em centros de suporte técnico, ou seja, vão apenas dar apoio a projetos e obras nos aeroportos. E as decisões serão tomadas pelos aeroportos e pela direção da Infraero. (G1)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 10h24m


O governador Jaques Wagner inaugura, nesta terça-feira (2), às 14h, a 29ª Delegacia Territorial/Plataforma, na Avenida Suburbana, nº 272, Itacaranha. A nova unidade da Polícia Civil funciona em regime de plantão administrativo, com 32 policiais civis e quatro viaturas.

Para instalação da delegacia, que irá beneficiar cerca de 120 mil moradores dos bairros de Alto do Cabrito, Itacaranha, Lobato, Plataforma e São João do Cabrito, foram investidos R$ 291 mil.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 10h10m


Os preços ao consumidor subiram em ritmo mais lento entre as maiores economias do mundo em julho, diante do enfraquecimento em preços de alimentos, o que reflete o crescimento econômico moroso durante o primeiro semestre, de acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) médio dos 34 países-membros da OCDE, que tem sede em Paris, subiu 1,9% nos 12 meses até julho, ante alta de 2,1% no período de 12 meses encerrado em junho. Considerando-se apenas os países do G-20, a taxa anual de inflação desacelerou para 2,8%, de 2,9% na mesma comparação. O G-20 responde por 90% da atividade econômica global.

A OCDE informou que a inflação anual ficou estável no Brasil em 6,5%. Na Rússia, a alta no CPI passou para 7,4%, de 7,8%. Na China, por outro lado, o avanço dos preços ficou em 2,3% em julho. (EC)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 10h02m


O dólar subia e voltava a operar acima de R$ 2,25 no início dos negócios desta terça-feira (2), em meio a expectativas sobre a corrida eleitoral brasileira. Às 9h24, a moeda norte-americana avançava 0,51%, a R$ 2,2563 na venda, após fechar com elevação de 0,26% na véspera.

Nesta manhã, o Banco Central dará continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, com oferta de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, com vencimentos em 1º de junho e 1º de setembro de 2015. A operação ocorrerá entre 9h30 e 9h40 e o resultado será conhecido a partir das 9h50.

Após começar o dia operando perto da estabilidade na segunda-feira (1), o dólar fechou em alta. Em dia de feriado nos Estados Unidos, investidores permaneceram atentos ao quadro eleitoral brasileiro e às expectativas de novos estímulos do Banco Central Europeu (BCE). A moeda fechou em alta de 0,26%, a R$ 2,2448. "Hoje foi um dia tranquilo e de poucas notícias", afirmou à Reuters o estrategista-chefe do Banco Mizuho Luciano Rostagno.

Investidores devem manter a atenção à próxima reunião do BCE na quinta-feira (4). Alguns especulam que o Banco Central Europeu possa adotar um programa de compra de ativos para impulsionar a fragilizada economia da zona do euro. Na semana passada, a moeda acumulou queda de 1,82%. No mês de agosto, a redução foi de 1,36%, e no ano, de 5,03%. (Reuters)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 09h49m


O primeiro dia de operação estendida do metrô de Salvador atraiu cerca de 15 mil usuários às estações da Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte (Bela Vista) e Retiro nesta segunda-feira, 1º.

Ainda em fase experimental, o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, que antes operava a partir das 9h, passa a funcionar das 8h às 16h. O novo meio de transporte já está inserido na rotina de muitos cidadãos, colaborando na agilidade do deslocamento.

Operado pela concessionária CCR Metrô Bahia, o sistema metroviário deve começar a operar comercialmente a partir do próximo dia 15. Após essa data, o horário de funcionamento será das 5h à meia-noite, todos os dias da semana.

O  valor da tarifa ainda não foi divulgado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur). Desde o início da operação assistida do metrô, foram transportados mais de 583 mil passageiros.

Segundo a CCR Metrô Bahia, uma média de 14.964 passageiros utilizam o serviço diariamente. O número de usuários atende à expectativa da concessionária. A capacidade máxima é de 6 mil passageiros por hora.

Cada trem tem capacidade  de transportar mil passageiros por viagem (200 sentados e 800 em pé). Na última segunda-feira, a Estação da Lapa foi a mais movimentada, com 6.120 embarques. A Estação do Retiro recebeu 1.193 passageiros. (A Tarde)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 09h35m


A produção industrial nacional avançou 0,7% em julho, frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, interrompendo cinco meses seguidos de resultados negativos, período em que acumulou perda (-3,5%). Na série sem ajuste sazonal, no confronto com julho de 2013, o total da indústria apontou redução em julho de 3,6%. Assim, o setor industrial acumulou queda nos sete meses do ano (-2,8%), intensificando, portanto, o recuo registrado no primeiro semestre de 2014 (-2,6%).

No acumulado dos últimos doze meses, houve recuo, em julho deste ano, de 1,2%. Com isso, manteve-se a trajetória descendente iniciada em março último (2,0%) e assinalou o resultado negativo mais elevado desde janeiro de 2013 (-1,5%). Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e foram divulgados nesta manhã.

Em relação a julho, as principais influências positivas foram registradas por equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (44,1%) e veículos automotores, reboques e carrocerias (8,5%). Outras contribuições positivas importantes vieram de outros equipamentos de transporte (31,3%), de máquinas e equipamentos (7,0%), de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (13,1%), de outros produtos químicos (2,4%), de confecção de artigos de vestuário e acessórios (8,6%), de produtos farmacêuticos e farmoquímicos (5,0%), de produtos têxteis (5,9%), de produtos de minerais não-metálicos (2,5%) e de indústrias extrativas (1,1%).

Com exceção do último setor que mostrou taxa positiva pelo quinto mês seguido, as demais atividades apontaram resultados negativos em junho. Entre os quatro ramos que reduziram a produção nesse mês, os desempenhos de maior importância para a média global foram registrados por produtos alimentícios (-6,3%) e coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-2,6%). O primeiro setor interrompeu três meses de crescimento na produção, período em que acumulou expansão de 6,9%, e o segundo eliminou parte do avanço de 6,5% alcançado no mês anterior.


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 09h15m


Após um período utilizando local provisório para o armazenamento de veículos apreendidos na cidade, Salvador terá um novo pátio destinado à remoção de automóveis e ciclomotores que são confiscados diariamente na capital. As obras tiveram início nesta segunda-feira, mas, segundo os responsáveis pelo novo espaço, o pátio tem previsão para começar a funcionar já no final deste mês.

A nova área de remoção fica localizado no setor C do bairro de Mussurunga, e suporta uma quantidade duas vezes maior que o atual pátio, localizado na Rótula do Abacaxi. A construção está sendo executada pelo Pátio Bahia, consórcio que foi contemplado pelo edital licitatório do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no início deste ano, e entidade que também administra os pátios de veículos apreendidos nos municípios de Feira de Santana e Itabuna.

O novo pátio tem 32 m² e pode armazenar o mínimo de 1.500 a 2.000 veículos. De acordo com o diretor de operações do consórcio Pátio Bahia, Luiz Tucherman, esse número pode variar devido à ocupação estimada para cada automóvel. Como o pátio irá comportar uma frota bem variada, ele pode armazenar aproximadamente 2.500 a 3.000 veículos.

“As motos geralmente ocupam um espaço de 3 m², enquanto um carro de passeio ocupa 12 m². Os utilitários precisam de 24m², enquanto que os veículos pesados chegam aos 42 m². Se fosse um pátio destinado apenas a ciclomotores, por exemplo, caberiam nesta área cerca de 10 mil unidades”, explicou.

O novo espaço contará com uma iluminação completa dentro de seu espaço, além do monitoramento 24 horas através de câmeras que serão instaladas em pontos variados do pátio. Já o escritório, onde funcionarão as atividades administrativas do local, estará pronta dentro de três meses. Durante esse tempo, uma estrutura temporária será montada para o atendimento ao público geral.  

Em relação ao orçamento da obra, o consórcio afirmou que ainda não tem um número fechado, e por isso, não poderia divulgar no exato momento, o valor do investimento.  Enquanto isso, o atual pátio de Salvador, já está operando no limite de sua capacidade, com aproximadamente 1.300 veículos, entre carros de passeio e ciclomotores, embora a rotatividade da frota tenha colaborado para que não haja a superlotação do espaço. (TB)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 09h07m

 
 

A inflação calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou alta em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) na última semana de agosto.

A maior taxa foi registrada no Rio de Janeiro, de 0,34% - o percentual registrado na semana anterior foi de 0,26%. Sete das oito classes de despesa apresentaram aceleração na cidade. Os destaques são as áreas de Educação, Leitura e Recreação, cujo indicador passou de -0,35% para 0,08%, e de Vestuário (de -0,58% para -0,23%).

Em Salvador, o IPC-S passou de -0,18% no dia 22 de agosto para 0,18% no dia 31 de agosto. Em Brasília, o indicador subiu de 0,09% para 0,26%. O indicador ganhou força também em Belo Horizonte (de 0,12% para 0,14%) e no Recife (de -0,19% para -0,05%). Considerando todas as capitais, o indicador passou de 0,06% para 0,12%.

Porto Alegre foi a única capital analisada cujo índice sofreu queda. O IPC-S caiu de 0,36% para 0,26%. A queda foi puxada pelo setor de Educação, Leitura e Recreação (de 1,76% para -0,12%) e de Transportes (de 0,61% para 0,40%). Já São Paulo se manteve constante nas duas semanas, com indicador de -0,15%. (G1)


 

.............................................................................................................................................................................................................................................
02/09 - 08h55m


O número foi apresentado pela CDL-Câmara dos Dirigentes dos Lojistas e equivale a 7% da população econômica ativa da Bahia. Segundo a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o percentual de famílias endividadas no país é o maior desde julho de 2013.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, o percentual em agosto deste ano chegou a 63,6%, maior patamar desde julho de 2013, que chegou a 65,2%.
Ainda conforme os dados, o índice de pessoas com dívidas ou contas atrasadas avançou após três meses de quedas consecutivas. De 18,9% em julho, subiu para 19,2% em agosto.  Segundo o estudo o cartão de crédito é o grande vilão da história.

Para o economista Antônio Britto, quatro fatores levam ao endividamento das famílias, a falta de planejamento orçamentário, o nível baixo de renda que faz a maioria da população consumir além da renda, o estímulo ao consumo e as facilidades dos cartões de créditos.

Cerca de 75,8% das famílias entrevistadas apontaram o cartão de crédito como principal dívida, seguido pelos carnês e financiamento de carro. “Não há uma cultura de planejamento orçamentário nas famílias, isso se agrava ainda mais porque a maioria das pessoas tende a ter o consumo maior do que o nível de renda, isso gera uma poupança negativa. Você ganha mil reais e gasta 1500 por exemplo”, explicou. “Isso é um grande perigo, pois a partir do momento que você consome mais que a renda, concorre com os juros altíssimos dos cartões de créditos ou cheque especial. Ao ano são mais de 200% de juros embutidos”, acrescenta o economista.

Se planejar financeiramente, consumindo menos que sua renda é o primeiro passo para não cair na armadilha do endividamento. “O correto é consumir no máximo até 80% da renda e manter uma reserva de 20%. Lembrando que poupar é diferente de investir. Poupar é guardar, já investir é comprar algo pensando no futuro”, disse Britto. (TB)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................