LÍDICE LISTA AS PRIORIDADES DE GOVERNO E CRITICA O ENDIVIDAMENTO DO ESTADO
Em entrevista exclusiva, Lídice fala sobre projetos como a Fiol e o Porto Sul
................................................................................
BAHIA PERDE DUAS POSIÇÕES NO RANKING BRASILEIRO DE ESTADOS EXPORTADORES
Mas ainda é o maior exportador do Nordeste
................................................................................
AEROPORTOS BAIANOS PODEM SE BENEFICIAR COM MP PARA A AVIAÇÃO REGIONAL
Os serviços de transporte aéreo regular de passageiros terão incentivos
................................................................................
politica

politica

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE A COBRANÇA DA TAXA DE FORO PELA PREFEITURA DE SALVADOR?

“Entendo que o maior problema da economia baiana é que o desenvolvimento econômico não repercute no desenvolvimento social, ou seja, os frutos gerados pelo crescimento da economia não têm se revertido em benefícios para a nossa população”.

Candidata ao governo, Lídice da Mata (PSB), ao falar da economia do Estado. 


 



29/07/ - 11h45m
TRICICLOS PASSAM A CIRCULAR DO CAMPO GRANDE À GRAÇA


Foto: Margarida Neide


Os triciclos que transportavam gratuitamente idosos, gestantes e pessoas com dificuldade de locomoção entre a Praça Thomé de Souza e o Pelourinho farão, a partir desta quarta-feira, 30, o circuito entre o Campo Grande e o bairro da Graça, passando pelo Corredor da Vitória.

Os equipamentos funcionam desde o dia 9 de julho e fazem parte de um projeto do Movimento Salvador Vai de Bike e do Escritório Municipal da Copa (Ecopa), em parceria com a Cycle'ONE.
"Nesta fase de testes, o objetivo é intercalar os locais em que o triciclo irá funcionar", disse o secretário da Ecopa, Isaac Edington.

Programação - No dia 2 de agosto, os triciclos irão para a Barra, percorrendo trajeto entre o porto e o Barravento. No dia 4, os veículos voltarão para a Praça Thomé de Souza. A fase de testes será encerrada nos dias 9 e 10, na Barra.

 



29/07/ - 11h32m
94 CIDADES BAIANAS NÃO CUMPREM LEI QUE PROÍBE LIXÕES


Pelo menos 22% dos municípios baianos ouvidos pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) ainda descartam resíduos em lixões.De acordo com   levantamento divulgado ontem   pela entidade, 94 cidades do estado ainda utilizam o lixão, e outras 36 descartam em aterros sanitários.

O estudo levou em conta as regiões com até 300 mil habitantes. O número de municípios que descartam em lixões pode ser ainda maior na Bahia, pois das 412   prefeituras questionadas pela CNM mais da metade (282) não respondeu à pesquisa. Dentre as 26 capitais, mais o Distrito Federal, 16 ainda descartam o lixo em ambientes a céu aberto. Salvador está entre as dez capitais que dispõem de aterro sanitário.

Diariamente, cerca de 2,8 mil toneladas de resíduos são levadas,  em viagens ininterruptas, ao km 6 da rodovia CIA-Aeroporto (BA-526). O lixão de Canabrava foi desativado há 14 anos.

Os dados preocupam a CNM porque a legislação determina que todos os lixões do país sejam extintos até o próximo sábado. A meta está prevista pela Lei 12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Conforme a norma, as prefeituras  devem elaborar o  Plano  de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS), fechar os lixões e destinar os rejeitos apenas para os aterros. O texto ainda prevê a implantação de coleta seletiva em cada cidade.

 



29/07/ - 11h27m
INADIMPLÊNCIA DE PESSOA FÍSICA TEM 1ª QUEDA DESDE FEVEREIRO, DIZ BC


A taxa de inadimplência das pessoas físicas, nos empréstimos bancários com recursos livres (sem contar crédito rural e habitacional), recuou de 6,7% em maio para 6,5% em junho deste ano, informou o Banco Central nesta terça-feira (29).

Foi o primeiro recuo desde fevereiro deste ano, de acordo com números da instituição. Com a queda em junho, o nível da inadimplência, no mês passado, também ficou abaixo do que o registrado no começo de 2014, quando estava em 6,6%.

Já a taxa de inadimplência das operações dos bancos com as empresas, ainda no segmento com recursos livres, também caiu em junho deste ano, quando atingiu 3,4%. Em maio, estava em 3,5%. Ainda assim, o patamar do mês passado é maior do que no início deste ano (3,2%).

Considerando a taxa total de inadimplência, que engloba operações com as pessoas físicas e empresas, ainda nas operações com recursos livres, houve queda de 5% em maio para 4,8% em junho – mesmo patamar do início deste ano. Nesse caso, não são considerados créditos habitacional e rural e as operações do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). (G1)


 



29/07/ - 11h15m
BOVESPA OPERA EM BAIXA


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) opera em baixa nesta terça-feira (29), com foco no cenário externo em meio à ameaça de mais sanções contra à Rússia e avaliando um rali no mercado acionário da China. Às 10h23, o Ibovespa, principal indicador da bolsa paulista, caía 0,23%, aos 57.564 pontos.

Na segunda-feira, a bolsa fechou em baixa de 0,22%, aos 57.695 pontos, com dados fracos do setor imobiliário dos Estados Unidos ofuscando uma melhora das perspectivas com relação à China. (G1)


 



29/07/ - 11h02m
CREA LANÇA CÂMARA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA COM WORKSHOP


Dados de 2013, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), dão conta que ocorrem anualmente no mundo 270 milhões de acidentes de trabalho. Assumindo a quarta posição no ranking, o Brasil contabiliza 1,3 milhão de casos, perdendo apenas para a China, Estados Unidos e Rússia.  As principais causas das ocorrências brasileiras estão o descumprimento de normas básicas de proteção e as más condições nos ambientes e processos de trabalho. O Crea-BA e a Associação Baiana de Engenharia de Segurança (Abese), para comemorar o Dia Nacional de Prevenção aos Acidentes de Trabalho, lembrado em 27 de julho, promove um workshop sobre o tema na próxima quinta-feira (31), às 19h. O evento também marcará o lançamento da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho, que funcionará oficialmente a partir de 2015.

A indústria e a construção civil estão entre as áreas com maior risco. De acordo com informações da Previdência Social do Brasil, a cada sete benefícios concedidos por afastamento, um é pago por causa de acidente. Esses e outros assuntos relacionados ao tema serão discutidos no evento, que terá como palestrante o engenheiro civil e de segurança, Flávio Oliveira Nunes, chefe do setor de Segurança e Saúde do Trabalhador da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego da Bahia (SRTE).

A Câmara de Engenharia de Segurança do Trabalho do Crea-BA vai juntar-se às que já existem (Agronomia, Agrimensura, Civil, Elétrica, Mecânica, Química, Geologia e Engenharia de Minas). Com a criação da CEEST, o estado da Bahia se junta a outros 12 que possuem esta câmara especializada.

Os colegiados são os órgãos dos Conselhos Regionais com a atribuição de julgar e decidir sobre os assuntos de fiscalização pertinentes às respectivas especializações profissionais e infrações do Código de Ética. São constituídas por conselheiros regionais, representando as demais categorias profissionais. Cada colegiado tem no mínimo três profissionais da mesma área.

 



29/07/ - 10h41m
OCDE APURA INFLAÇÃO ANUAL DE 6,5% NO BRASIL EM JUNHO


Os preços ao consumidor subiram em ritmo mais lento entre as maiores economias do mundo no mês de junho, uma vez que a queda em preços de alimentos e estabilidade nos valores de energia deixaram a Europa isolada na luta contra o problema da inflação baixa, de acordo com dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) médio dos 34 países-membros da OCDE, que tem sede em Paris, subiu 2,1% nos 12 meses até junho, mesma variação no período de 12 meses encerrado em maio. Considerando-se apenas os países do G-20, a taxa anual de inflação desacelerou para 2,9%, de 3,0%, na mesma comparação. O G-20 responde por 90% da atividade econômica global.

A OCDE informou que a inflação anual acelerou no Brasil para 6,5%, de 6,4%. Na Rússia, a alta no CPI passou para 7,8%, de 7,6%. Na China, por outro lado, o avanço dos preços ficou em 2,3% em junho, de 2,5% em maio. (Estadão)

 



29/07/ - 10h28m
MOVIMENTO TRANQUILO NOS TERMINAIS MARÍTIMOS HOJE PELA MANHÃ


 

A Internacional Marítima informa que o sistema Ferry Boat opera com fluxo tranquilo nos dois terminais, São Joaquim e Bom Despacho. Realizam a travessia os ferries Juracy Magalhães, Maria Bethânia, Anna Nery e Ivete Sangalo. As saídas seguem os horários programados, de hora em hora, e as passagens podem ser compradas com dinheiro ou por meio dos cartões de crédito e débito.

O movimento de passageiros é moderado na manhã desta terça-feira (29) da travessia marítima do Sistema Salvador-Mar Grande. Oito embarcações estão em tráfego e seis em reserva, que podem ser acionadas a qualquer momento caso o fluxo aumente. Os horários de partida dos terminais de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, e no Náutico da Bahia, no Comércio, ocorrem a cada 30 minutos, com as lanchas fazendo o percurso da travessia em tempo médio de 40 minutos, em boas condições de navegação na Baía de Todos-os-Santos, que tem mar calmo e ventos fracos.

Das 10h30 às 12h, o sistema fará uma parada por conta da maré baixa, mas somente no sentido de Mar Grande para a capital. Para o usuário que vai embarcar para a Ilha, as embarcações saem normalmente do Terminal Náutico e atracam no terminal do sistema ferry-boat, em Bom Despacho. O último horário do dia saindo de Mar Grande é às 18h30 e de Salvador, às 20h.

Também com movimento moderado de procura de passagens, os catamarãs e as lanchas rápidas da linha Salvador-Morro de São Paulo operam sem restrições. Os horários saindo de Salvador são às 8h30, h, 10h30 13h e 14h30. A viagem para o Morro dura em média 2h20m. As escunas do Passeio às Ilhas, da Baía de Todos-os-Santos também operam normalmente e saem com boa ocupação, a maioria turistas.
 



29/07/ - 10h10m
DÓLAR OPERA EM LEVE ALTA ANTE REAL

O dólar opera em leve alta ante o real no início dos negócios desta terça-feira (29), após o Banco Central anunciar para esta semana novo leilão de venda da moeda. Perto das 9h20, a moeda norte-americana subia 0,18%, a R$ 2,2275, após fechar com queda de 0,18% na véspera, para R$ 2,2235.

O leilão de linha para rolagem, queanunciado pelo BC, ocorrerá na quinta-feira, com oferta de até US$ 2,25 bilhões e compromisso de recompra no início de 2015. A assessoria do BC não informou o  montante que vence no mês que vem.

Nesta sessão, o BC dá também continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, com oferta de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, com vencimentos em 2 de fevereiro e 1º de junho de 2015.

O BC faz, ainda, mais um leilão para rolar swaps que vencem em 1º de agosto, com oferta de até 7 mil contratos. Até agora, o BC rolou pouco mais de 60% do lote total, que corresponde a US$ 9,457 bilhões. (Reuters)


 



29/07/ - 09h42m
IMPOSTOS REPRESENTAM ATÉ 94% NO PREÇO DE PRESENTES PARA OS PAIS


A carga tributária nos presentes mais comuns comprados para o Dia dos Pais pode representar até 94% do seu preço, segundo pesquisa da consultoria BDO. Entre os itens analisados, o campeão da lista é o uísque (94,25%), seguido por caixa de charutos (64,25%), garrafa de vinho (54,25%). Por outro lado, possuem carga tributária menor, por exemplo, mala de viagem (37,25%), camisa social (27,25%) e tênis (27,25%).

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) também fez uma pesquisa e, de acordo com os itens analisados, aponta que o perfume importado é o que apresenta a maior carga tributária embutida no preço do produto, com 78,43%, enquanto o nacional conta com 69,13% de tributos.

O presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike, explica que a maioria dos principais presentes para a ocasião [Dia dos Pais] é de itens industrializados que têm incidência de IPI [Imposto sobre Produtos Industrializados] e, no caso dos importados, Imposto de Importação. (G1)

 



29/07/ - 09h22m
COELBA DÁ DESCONTO NA CONTA DE ENERGIA ATRAVÉS DE PROJETO


O projeto Vale Luz, que faz a troca de resíduos sólidos recicláveis por descontos na conta de energia, está com três caminhões para atendimento a 30 bairros de Salvador mensalmente.
Nesta segunda-feira, 28, até sábado, 2 de agosto, os caminhões atenderão 18 bairros: Pirajá, Bairro da Paz e Águas Claras (segunda-feira); Paripe, Massaranduba e Sussuarana (terça-feira); Jaguaripe II, Novos Alagados e Bate Facho (quarta-feira); Ilha Amarela, Pernambués e Alto do Peru (quinta-feira); Jardim das Margaridas, Nova Brasília e Bromélias (sexta-feira); Costa Azul, Tancredo Neves e IAPI (sábado). O horário de funcionamento das unidades nos bairros é das 9h às 15h30, exceto no sábado, quando o atendimento ocorre das 8h30 às 11h30.

Nos caminhões, os consumidores podem fazer cadastro na Tarifa Social de Energia, benefício do Governo Federal que concede descontos de até 65% na conta de luz, e trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas, além de fazer alteração cadastral. Para isso, o cliente deve levar o NIS (Número de Identificação Social), a conta de energia, documento de identificação com foto e CPF original e cópia.

Os consumidores também poderão substituir lâmpadas incandescentes por até quatro lâmpadas fluorescentes compactas, mais econômicas, devendo, para isso, levar quatro lâmpadas incandescentes ou quatro florescentes queimadas, estar adimplente e não ter recebido nos últimos três anos lâmpadas da Coelba.
Além de reduzir o valor da conta de energia, o projeto Vale Luz tem o objetivo de estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar os impactos negativos causados pelo lixo no meio ambiente, estimulando a reciclagem.

São aceitos para reciclagem metal, papel, papelão e plásticos. Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta. Papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados. Latas de alumínio devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem. O material recolhido é encaminhado à Camapet - cooperativa de coleta seletiva com sede em Massaranduba.

 



29/07/ - 09h21m
REGRAS NO CARNAVAL MUDAM E VENDA DE VAGA SERÁ PUNIDA


Após mais de 20 anos sem mudanças, o Carnaval de Salvador terá novas regras a partir do ano que vem. As mudanças vão desde a permissão na troca de lugares na fila até a demarcação da ordem do desfile com apoio da Polícia Militar. Todas as regras foram publicadas pelo Conselho Municipal do Carnaval (Comcar), ontem, no Diário Oficial.

Depois de tantas polêmicas com a venda de vagas nos desfiles, uma das principais mudanças é que agora é permitido fazer a troca de lugar na fila. Mas, para isso, é necessário ter mais de seis anos de desfiles ininterruptos. Só que, assim como antes, não é permitido nenhuma compensação financeira nessa troca, o que configuraria venda da vaga.

Segundo o presidente do conselho, Pedro Costa, a ideia de flexibilizar é justamente para coibir esse tipo de prática. “Está havendo essa flexibilidade para que não haja a locação de lugar. Isso é diferente”, garante o dirigente. As entidades que fizerem a troca terão que assinar um termo de responsabilidade, garantindo que não houve pagamento na negociação do espaço. A mudança só pode ser efetivada depois da autorização do Comcar.

Os blocos novos não podem trocar de lugar e devem permanecer no fim da fila. Os novatos também não estão autorizados a fazer junções para galgar uma posição melhor no desfile. Com as novas regras, para fazer junção é preciso ter mais de seis anos de desfile seguidos. Para fazer a fusão definitiva, os blocos deverão protocolar em até 60 dias – contados a partir de ontem – um requerimento conjunto e informar o nome único com o qual passarão a desfilar. Depois de formalizada a junção, não é possível voltar atrás. As parcerias são válidas por apenas dois anos.  (Correio)
 

 



29/07/ - 09h14m
MERCADO INTERFERIR NA POLÍTICA É INADMISSÍVEL, DIZ DILMA


A presidente Dilma Rousseff criticou nesta segunda-feira, 28, setores do mercado financeiro ao ser questionada sobre um informe enviado pelo Banco Santander a clientes de alta renda que apontava risco de deterioração da economia caso a candidata do PT se estabilize na liderança das pesquisas de intenção de voto. A presidente definiu como "interferência" a manifestação da instituição financeira, que depois se retratou publicamente.

"Eu acho que é inadmissível para qualquer país, principalmente um país que é a sétima economia do mundo, aceitar qualquer nível de interferência de qualquer integrante do sistema financeiro de forma institucional na atividade eleitoral. Isso é inadmissível", afirmou Dilma durante sabatina realizada no Palácio da Alvorada pelo jornal Folha de S. Paulo, portal UOL, rádio Jovem Pan e SBT.

A crítica gerou uma reação imediata de seus principais adversários. O candidato do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou em São Paulo que todos os analistas financeiros hoje manterão o ceticismo em relação à economia se a petista for reeleita. "Infelizmente, para o Brasil de hoje, quanto mais provável a reeleição da presidente, os indicadores econômicos serão piores e quanto mais houver a possibilidade de vitória da oposição, mais irão melhorar o ambiente e as expectativas de futuro", afirmou o tucano, para quem "a resposta adequada do governo seria garantir um ambiente estável, de confiança".

Ao 'Estado', Eduardo Campos (PSB) concordou com a crítica do informe do banco quanto à condução macroeconômica do País, mas avaliou que a instituição não deveria ter "personificado" os questionamentos. "A análise do cenário econômico feita pelo banco foi correta, mas o documento não deveria ter personificado a crítica", afirmou.
O Santander já disse que o informe não representa a opinião da instituição e anunciou que os funcionários responsáveis pelo documento serão demitidos. Sobre as desculpas apresentadas pelo banco, Dilma afirmou que esse pedido foi bastante protocolar. "Lamento o que aconteceu, acho bastante protocolar."

Ao comentar a conjuntura econômica, a presidente afirmou ainda que há uma mistura de especulação contra o governo com pessimismo. Ela lembrou do ambiente pré-Copa. "Houve gente que disse que não tem aeroporto, vai ser um caos, o Brasil está aquém de tudo, vai fazer Copa absolutamente aquém do nosso potencial, não vai ter estádio decente, segurança vai ser desastre, não tem estrutura de comunicação.... Isso é muito grave, isso é uma especulação contra o País."

 



29/07/ - 08h56m
BRASIL SERÁ AFETADO POR CRISE ARGENTINA


O Brasil não deverá ficar imune à piora da economia da Argentina, independentemente da decisão dos próximos dias - com a declaração da moratória ou com o pagamento dos credores em negociação. Diante da atual fragilidade externa, o governo da Argentina deverá ser obrigado a fazer um superávit comercial mais expressivo, o que tende a impactar a compra de produtos brasileiros.

No primeiro semestre, as exportações da Argentina superaram as importações em apenas US$ 3,684 bilhões, uma queda de 28% na comparação com o mesmo período do ano passado. "Qualquer que seja a situação acertada nos próximos dias, a Argentina vai ter de segurar mais as importações", diz José Augusto de Castro, presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

O nó da Argentina e a necessidade de segurar as importações se dá porque as receitas de exportação deverão ser menores. Assim como o Brasil, a Argentina é uma grande exportadora de produtos básicos, como soja e milho, que estão com preços em queda no cenário internacional. A única alternativa, então, seria reduzir a compra dos produtos de outros países. A Argentina é uma das principais compradoras de produtos manufaturados das empresas brasileiras.

"Um superávit de US$ 7 bilhões da Argentina não é suficiente para pagar o custo de energia", afirma Castro.

Para o mercado financeiro internacional, uma economia dispõe de boa saúde financeira no comércio exterior quando as reservas são equivalentes a quatro meses de importação. Como a Argentina importou US$ 73 bilhões no ano passado, ela teria de dispor de US$ 24 bilhões. Porém, se o país tiver de pagar os credores que travam a batalha atual, as reservas financeiras recuarão para entre US$ 8 bilhões e US$ 10 bilhões - sem levar em conta novos pedidos de renegociação.

 



29/07/ - 08h42m
CONFIANÇA DA INDÚSTRIA ATINGE O MENOR NÍVEL DESDE ABRIL DE 2009


A confiança da indústria diminuiu de junho para julho, segundo levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV). O índice que mede a confiança recuou 3,2%, ao passar de 87,2 para 84,4 pontos. Após a sétima queda consecutiva, o índice atinge o menor nível desde abril de 2009 (82,2 pontos).

A queda foi determinada principalmente pelas avaliações sobre o momento presente. O Índice da Situação Atual (ISA) caiu 4,8%, para 85,8 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) retraiu 1,8%, para 82,9 pontos.

Dentro do ISA, o indicador que mede o grau de satisfação com o nível de demanda exerceu a maior influência, com queda de 7,1% em relação a junho, para 78,5 pontos, o menor nível desde março de 2009 (73,5). A proporção de empresas avaliando o nível de demanda como forte caiu de 8,5% para 6,0%, enquanto a parcela de empresas que o consideram fraco aumentou de 24,0% para 27,5%.

Quanto ao IE, as expectativas quanto à tendência dos negócios nos seis meses seguintes exerceram a maior contribuição para sua queda. O indicador recuou 7,6% em julho, para 105,4 pontos, o menor desde junho de 2009 (105,3). Foi registrada queda na proporção de empresas prevendo melhora da situação dos negócios, de 29,2% para 25,6%, e aumento da parcela das que projetam piora, de 15,1% para 20,2%.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) diminuiu de 83,5% para 83,2%, atingindo o menor patamar desde outubro de 2009 (82,6%). (G1)


 



29/07/ - 08h32m
ANTECIPAÇÃO DOS ROYALTIES INJETA R$ 769 MI NO FUNPREV


Um lance de pouco mais de R$ 769 milhões deu ao Banco do Brasil o direito de parte dos recursos dos royalties do petróleo da Bahia até 31 de dezembro de 2018. A licitação, cujo resultado foi divulgado na Diário Oficial do final de semana, encerra um capítulo da tentativa de lidar com o rombo da previdência estadual.

O montante equivale, segundo a Secretaria da Fazenda, a menos de 75% da projeção de arrecadação, superior a R$ 330 milhões por ano. De acordo com a Sefaz, o valor será integralmente transferido para capitalização do Fundo de Custeio da Previdência dos Servidores Públicos Estaduais (Funprev).

Apesar do resultado, o total arrecadado com a antecipação dos recursos não consegue cobrir a estimativa de déficit do Funprev para 2014, superior a R$ 1 bilhão, conforme apontado pelo próprio secretário da Fazenda, Manoel Vitório, na apresentação do 3º relatório quadrimestral de 2013, no começo do ano.

"Um problema complexo como o da Previdência demanda uma série de ações estruturantes. O direcionamento dos royalties é apenas uma dessas ações. Vale lembrar que a questão do déficit previdenciário abrange todos os Estados e por isso demanda, no longo prazo, soluções estruturais de âmbito nacional", afirmou a Sefaz, por meio de nota.

Para o professor Antônio Magalhães Ribeiro, especialista em finanças públicas, a antecipação dos royalties pode causar problemas ao futuro governo. "Apesar do comprometimento das receitas futuras dos royalties, não creio que o valor antecipado seja suficiente sequer para cobrir o déficit previdenciário previsto para 2014. Será útil somente para liberar recursos do Tesouro para o governo gastar com outras finalidades", aponta Ribeiro.

Ainda que a antecipação seja de exatos R$ 769.026.217,47, a Sefaz garante que não existe deságio entre o valor projetado e a arrecadação com a cessão dos direitos dos royalties. A arrecadação dessa fonte vive em curva ascendente desde 2009 e o valor é superior a R$ 300 milhões por ano há dois anos.

 



29/07/ - 08h18m
JINGLES PARA CAMPANHA SÃO VENDIDOS POR ATÉ R$ 50 MIL


Os jingles de campanha também são produtos que movimentam o mercado das eleições. Tanto que há agências especializadas nisso, como a produtora Elos, dirigida por Dito Martins e a Bompracaramba, do músico e compositor Marquinho Carvalho. Ambas produzem áudios para publicidade em geral, mas quando tem eleição... “Já fiz uns dez jingles esse ano”, conta Dito, que cita entre os mais importantes o do candidato baiano ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), e o do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

Já Carvalho produziu o de Paulo Souto, composto por ele em parceria com a diretora de criação da campanha do democrata, Ana Luisa Almeida. Segundo Dito, os valores podem variar de zero a R$ 50 mil. “Mas quando é zero, não é filantropia. É quando envolve outros interesses”, diz.

Isso porque para, produzir um bom jingle, há muito estudo envolvido. “É uma música, então precisa emocionar quem ouve. Tem que sair dos padrões antigos de ter o discurso do candidato sobre educação, saúde, etc”, afirma Dito.

“No de Geddel, por exemplo, tentamos representar a atitude do candidato”, contou. Se o trabalho for bem feito, o jingle pode até entrar para a história, como o antológico “Hilton 50, na Capital da Resistência”, para ficar nos mais recentes. Neste caso, no entanto, o trabalho foi totalmente militante, segundo o autor Ednei Pereira. “O Psol recusa financiamento, então a gente divide as tarefas. Como eu fui músico profissional, resolvi fazer o jingle”, contou. (Correio)


 



29/07/ - 07h47m
CAMPANHA POLÍTICA GERA EMPREGO E MOVIMENTA A ECONOMIA


As eleições movimentam um enorme mercado e são oportunidades para muita gente ganhar dinheiro. Em todos os níveis sociais. Os donos de gráfica, por exemplo, andam tendo muitos motivos para sorrir. “O mercado gráfico é um mercado que se aquece. As impressões de cartazes, santinhos, perfurados exige a contratação de pessoal a mais”, lembra o coordenador da campanha de Paulo Souto (DEM), o democrata José Carlos Aleluia (DEM). também candidato a deputado federal.

Ele se refere ao que o empresário Pedro Dourado, dono da Uranus, consegue quantificar. “Ainda é prematuro dizer quanto cresceu, mas nos anos anteriores, a demanda aumentou entre 30% e 40%, e contratamos provisoriamente 10% a mais de funcionários”, conta. Na Uranus, há cerca de 50 itens que podem compor o kit político, mas os mais vendidos são: o adesivo perfurado para carro  (R$ 22 a unidade), o adesivo ‘praguinha’ (R$ 60 o milheiro) e o santinho (R$ 14,50 o milheiro). Os valores podem variar de acordo com os tamanhos e as quantidades. Para plotar um carro inteiro, independente de qual seja, o candidato tem que desembolsar R$ 270.

Para os profissionais de comunicação, também é uma época para ganhar dinheiro. “Montamos uma equipe de comunicação com redatores, criação, jornalismo, redes sociais, produtora de vídeo, áudio... em torno de 55 pessoas”, conta Marcos Brazão, coordenador da campanha da candidata ao Senado Eliana Calmon (PSB), fazendo a ressalva de que o orçamento ainda é bem menor do que o de uma campanha para governador. 

Conhecido como Dentinho, o sócio da Aldente Comunicação e Eventos, Anderson Rosemberg, é um dos que aproveitam o período para ganhar dinheiro com o aluguel de veículos. “Locamos Doblôs, que têm muita saída para campanha, por ter uma função mista. Leva equipamentos e pessoas”, explica. Na empresa dele, cada uma custa R$ 5,5 mil por mês, incluindo o motorista.

Dentinho também trabalha com gravação de programas eleitorais. Custa R$ 400 mil para fazer todos os candidatos da coligação. O candidato que preferir gravar o seu programa avulso tem a opção de fazer numa produtora menor, como a ArtCam. O diretor Fernando Mota diz que já fez muita campanha nesses 21 anos de existência. O valor: R$ 1,5 mil por um “3X4”, que é quando o candidato apenas se apresenta e diz uma proposta rapidamente. “Mas o pagamento é adiantado”, avisa.  “Se deixar para depois é difícil, políticos são muito sabidos”, brinca.

 E tem ainda o pessoal da campanha de rua. “A gente conta com a militância, mas quando não tem militância, tem que contratar”, conta Antônio Carlos Tramm, um dos coordenadores da campanha da candidata Lídice (PSB). (Correio)


 



29/07/ - 07h21m
MERCADINHOS DE BAIRRO RESISTEM ÀS GRANDES REDES DE SUPERMERCADOS


O crescimento de Salvador, seja em sua população ou nos setores da economia, tem se mostrado perceptível pelos moradores, a cada ano que passa, e influencia novos comportamentos de consumo do habitante baiano. Nesse cenário, em que o tempo é limitado, e os percursos se alongam por conta do trânsito, criou-se um espaço para que os famosos mercadinhos de bairro pudessem resistir às grandes redes do varejo, oferecendo aos clientes a comodidade das compras pequenas e pontuais, além da proximidade de casa.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios da Cidade de Salvador (Sindalimentos), Antônio Pithon, esse crescimento tem se acentuado nos últimos cinco anos, ocasionando um aumento de pelo menos 30% no número médio desses estabelecimentos. “O crescimento da população, a ocupação de novos bairros, além da comodidade, tem feito com que esse pequeno comércio varejista se multiplicasse pela capital, oferecendo aos moradores novas opções de compras”, explicou Pithon.

Estão registrados pelo Sindalimentos, cerca de 600 mercados dessa categoria, porém, estima-se que atualmente funcionam mais de 2.000 estabelecimentos do tipo  espalhados por Salvador e pela região metropolitana. A maior parte dos mercadinhos está concentrada nos bairros mais populosos da capital, e onde as grandes redes varejistas como o Walmart (que detém o Bompreço), e a Cencosud (que administra o GBarbosa) têm uma presença irrelevante, ou mesmo não existem nessas vizinhanças. Regiões como a Liberdade, Cajazeiras, Cabula, Brotas e Pernambués são as localidades onde se acham os pequenos mercados com mais facilidade. 

O presidente do sindicato ainda explica que as mudanças no trânsito da cidade têm contribuído para esse crescimento. “Hoje em dia, perde-se muito tempo se deslocando de um lugar para outro. Assim, muitas pessoas preferem fazer compras pontuais próximas de casa, optando por um mercadinho, ao invés de um hipermercado, que está mais longe”, argumentou.   
A teoria de Antônio Pithon se mostra verdadeira, principalmente nos bairros mais populosos, e de classe média baixa, onde a maior parte dos moradores não tem carro particular e dependem do transporte público para se deslocar.

Contudo, as aquisições no mercadinho costumam sair mais caras ao final do mês. Enquanto 1kg de arroz Tio João custa em média entre R$ 3,15 e R$ 3,50 nos pequenos comércio, o mesmo produto é vendido por R$, 3,10 em um hipermercado. (TB)

 



29/07/ - 07h13m
WAGNER DESTACA VINDA DO REI DA NIGÉRIA A SALVADOR


No programa de rádio ‘Conversa com o Governador’, desta semana, Jaques Wagner falou sobre o I Seminário Internacional para Preservação do Patrimônio Cultural Compartilhado Brasil-Nigéria, que começou nesta segunda (28), em Salvador.

“A Bahia é o Estado mais africano fora da África. Salvador é a cidade mais negra fora da África e, portanto, para mim é motivo de muito orgulho. Recebemos o Rei do Império Oyo da Nigéria, que é tido como pai-guardião do povo yorubá, herdeiro da coroa de Xangô. Ele vai passar praticamente essa semana toda, vai falar das religiões tradicionais, da cultura que deve ser preservada entre Nigéria, Bahia e Brasil. Portanto, para nós é um momento interessante, de reverenciar a presença africana na nossa terra, através da sua religiosidade”.

Durante seu programa de rádio, o governador ainda lembrou que, na última semana, a Bahia teve mais uma perda triste com o falecimento da prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim:

“Foi uma grande perda, nossa querida prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim. Eu quero aqui externar o meu abraço em primeiro lugar para toda a família – os filhos, a mãe, as irmãs – e também para toda a comunidade de São Francisco do Conde, que realmente perde quase como uma mãe, como ela era para toda aquela população, tendo feito uma gestão – estava em seu segundo mandato – que revolucionou aquela cidade e melhorou muito a qualidade de vida. Uma mulher jovem, 51 anos... Fica aqui meu abraço, o meu desejo ao vice-prefeito que vai assumir que tenha toda sabedoria, toda a tranquilidade para continuar fazendo projetos que melhorem a vida das pessoas em São Francisco do Conde”.


 



29/07/ - 06h34m
PORTAL BAHIA ECONÔMICA VAI ENTREVISTAR TODOS OS CANDIDATOS À GOVERNADOR DA BAHIA




Visando oferecer ao leitor uma visão diferenciada e mais focada na economia baiana, o  portal Bahia Econômica vai realizar uma série de entrevistas com todos os candidatos ao governo do Estado.

A primeira dessas entrevistas, com a candidata Lídice da Matta,  é destaque desta edição, mas já estão agendadas as entrevistas com os demais candidatos.

Focadas nas questões prioritárias da economia estadual, essas entrevistas permitirão que o leitor possa comparar as diversas propostas de governo.  


 



28/07/ - 20h01m
PINHEIRO QUER OTTO NO SENADO PARA GARANTIR MAIS RECURSOS PARA A BAHIA


Em vídeo que circula a partir desta segunda-feira (28), o senador Walter Pinheiro (PT), que vem acompanhando os candidatos da coligação “Pra Bahia Mudar Mais” em carreatas e comícios pelo interior estado, disse que Otto Alencar no senado para tornar a Bahia mais forte na casa.

“Otto é uma figura que se consolidou no nosso estado como um homem do trabalho. Um sujeito que conhece todos os quatro cantos da Bahia e trabalha diuturnamente, e o Senado requer gente assim. Preciso da parceria com Otto para a gente vencer os obstáculos, superar as barreiras e trazer cada vez mais recursos para a Bahia e para os baianos”, disse Pinheiro no vídeo postado no Youtube (http://youtu.be/M-bjPNrnymc).

 


28/07/ - 19h29m
MERCADO DO RIO VERMELHO TERÁ NOVO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO


Os frequentadores do Mercado do Rio Vermelho devem ficar atentos ao novo horário de funcionamento do local a partir desta segunda-feira (28), que será de 8h às 4h do dia seguinte de segunda a quinta-feira, e das 8h às 6h do dia seguinte às sextas, sábados e vésperas de feriados.

A medida foi definida hoje, durante reunião entre a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), por meio da Coordenadoria de Feiras e Mercados (CFM), e representantes da Associação dos Permissionários do Mercado do Rio Vermelho.

Os horários poderão ser revistos e ampliados em caso de datas festivas e no período de alta estação, quando aumenta o movimento de clientes. Outros pontos definidos foram a ampliação do horário de fiscalização pela Semop, que passará a ser 24h, assim como a realização da Operação de Ação Integrada (PAI) no local, para coibir poluição sonora oriunda de veículos estacionados no mercado e atuação de ambulantes irregulares.

No encontro também foram debatidas questões estruturais do espaço como iluminação, ambulantes, ocupação do estacionamento, apoio da Guarda Municipal, número de mesas e cadeiras utilizadas pelos estabelecimentos, sanitários e coleta de lixo, dentre outros assuntos. A próxima reunião acontecerá no dia 1º de setembro, quando serão feitas avaliação de resoluções e pendências, assim como a apresentação da minuta do Regimento Interno do Mercado pelos permissionários.
 



28/07/ - 18h49m
GREVE NO IBGE DEVE CONTINUAR ATÉ O FINAL DA SEMANA, DIZ SINDICATO

 
A greve dos funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que já dura mais de dois meses e impediu a divulgação completa das taxas médias de desemprego aberto do país nos meses de maio e junho, deverá continuar pelo menos até o final desta semana.
 
A informação foi repassada à Agência Brasil pelo diretora-executiva do Sindicato Nacional dos Funcionários do IBGE (ASSIBGE-SN), Ana Magni, após participar da assembleia da executiva Rio do sindicato, realizada hoje (28) para decidir os rumos do movimento. O grupo deliberou pela continuidade da paralisação até que sejam concluídas as negociações a serem implementadas ao longo desta semana com o governo federal.
 
A retomada das negociações foi decida na última sexta-feira (25), em Brasília, após reunião com a Executiva Nacional da ASSIBGE com o secretário de Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça. “A greve segue consolidada em vários estados e a tendência é de que ela continue pelo menos até o final desta semana, pois haverá negociações com o governo ao longo desta semana e os núcleos nacionais estão deliberando nas assembleias que começaram nesta segunda-feira os rumos do movimento”, disse Ana.
 
A diretora do sindicato disse ainda que a ASSIBGE aguarda que o Ministério do Planejamento marque a data do início das negociações, que deverão começar amanhã ou depois. “A partir da conclusão destas negociações, serão marcadas novas assembleias que deliberarão depois se aceitam ou não as condições do governo. A tendência é que a categoria feche questão em torno da necessidade de recontratação dos cerca de 200 funcionários que foram demitidos ou não tiveram seus contratos renovados por estarem em greve”, disse.(Agência Brasil)


 


28/07/ - 18h25m
PROJETO DE COMBATE AO TRABALHO ESCRAVO É APRESENTADO A EMPREGADORES BAIANOS


Em reunião nesta segunda-feira (28), no Hotel Golden Park, no bairro da Pituba, em Salvador, representantes de entidades de empregadores baianos conheceram o Projeto Ação Integrada, voltado para inserção social e profissional de resgatados do trabalho degradante ou do trabalho análogo ao escravo.

Criado no estado do Mato Grosso, em 2008, o projeto iniciou as atividades em 2009. Agora vai ser replicado na Bahia sob a coordenação da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). O propósito é reintegrar o trabalhador à vida social, proporcionando melhor nível de escolaridade e qualificação profissional, além de intermediação para o emprego formal tendo acompanhamento psicossocial.

Segundo a assessora especial da Setre e coordenadora da Agenda Bahia do Trabalho Decente, Patrícia Lima, o projeto terá adaptações à realidade baiana. “Esta primeira reunião é de sensibilização. Esperamos que o que foi apresentado aqui seja replicado nas estruturas das empresas”.

Representando a Federação das Indústrias da Bahia (Fieb), o coordenador do Conselho de Relações Trabalhistas, Homero Arandas, afirmou que a entidade vai apoiar e sensibilizar o empresariado para aderir ao projeto. “Temos que formatar um projeto exequível para que tenhamos o retorno social. Para isso precisamos identificar e saber a dimensão desse problema, que é o trabalho escravo”.

Atualmente são parceiros na replicação do projeto, na Bahia, as secretarias estaduais da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) e de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRTE/BA), Superintendência Regional do Trabalho do Mato Grosso (SRTE/MT), Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) e Organização Internacional do Trabalho (OIT).
 



28/07/ - 17h59m
DILMA DIZ QUE CONFLITO NA FAIXA DE GAZA É UM MASSACRE


A presidente Dilma Rousseff se manifestou nesta segunda-feira sobre o conflito na Faixa de Gaza. Afirmou durante sabatina que o Brasil historicamente tem uma posição “de amizade” e “consideração” com Israel, defendendo a existência de dois Estados na região de conflito com palestinos.

Dilma condenou os ataques em curso na Faixa de Gaza e destacou a posição da Organização das Nações Unidas (ONU) em defesa de cessar fogo imediato. “O que está ocorrendo na Faixa de Gaza é muito perigoso, é um massacre”, disse a presidente. “A decisão da ONU de cessar fogo imediatamente é bem vinda, é questão humanitária. Não é possível matar crianças nem mulheres”, completou Dilma.

A presidente afirmou que o embaixador do Brasil em Tel Aviv, Henrique Sardinha, foi chamado para prestar esclarecimentos ao governo brasileiro, mas que, “oportunamente”, retornará. “Não há momento de ruptura”, disse a presidente.

Dilma afirmou lamentar “as palavras” do porta-voz de Israel, Yigal Palmor, que produziram “um clima muito ruim” e defendeu prudência na análise desse caso. O porta-voz israelense criticou a avaliação do Brasil de “uso desproporcional” da força israelense na Faixa de Gaza. As informações são do Valor.
 



28/07/ - 17h58m
FEBRAVAN VÊ CRESCIMENTO DE 1,5% NO SALDO DE CRÉDITO EM JUNHO


A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) espera crescimento de 1,5% no estoque de crédito em junho, para R$ 2,85 trilhões, na comparação com maio. A sondagem foi divulgada hoje e procura antecipar os números que o Banco Central (BC) apresentará na terça-feira. Em maio, a expansão havia sido de 0,96% ante o mês anterior.
 
A expectativa da Febraban é que os empréstimos com recursos direcionados ? que incluem crédito rural, imobiliário e desembolsos do BNDES ? continuem a liderar a expansão do crédito. O estoque dessa modalidade cresceu 2,4% em junho, nas contas da federação, que chama atenção para a sazonalidade positiva do período.
 
Os empréstimos com recursos livres em que estão classificados crédito pessoal, consignado, capital de giro e outros cresceram 1,3% na mesma comparação. "No segmento livre, o desempenho segue mais moderado, porém voltou a acelerar depois de resultados bem abaixo da sazonalidade para os meses anteriores, superando o desempenho para o mesmo período do ano anterior (0,95%)", apontam os economistas da Febraban. O estoque de operações para pessoas físicas deve ter crescido 1,6% em junho, acima do desempenho de junho de 2013 (1,4%), espera a Febraban. Já para a pessoa jurídica, o crescimento do estoque deve ter ficado em 1,4%, bem abaixo do que registrou em igual período de 2013 (2,11%).
 
"Em pessoa física, apesar da queda no financiamento de veículos, crédito pessoal e cartão de crédito (parcelado e rotativo) devem apresentar crescimento relevante no mês, possivelmente em função dos gastos pessoais com a Copa do Mundo", afirma a Febraban. Vale lembrar que o Mundial começou em 12 de junho e acabou um mês depois. Confirmadas as variações mensais, a Febraban espera avanço de 12,5% no estoque total de crédito em 12 meses. Em maio, esse avanço acumulado era de 12,7%. Os recursos direcionados tendem a reforçar a desaceleração no mês, crescendo 21,6% em 12 meses encerrados em junho (Uol)


 


28/07/ - 17h37m
MINIMIZAMOS OS EFEITOS DA CRISE, DIZ DILMA SOBRE “MAROLINHA” DE LULA


A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) admitiu, em sabatina realizada nesta segunda-feira (28) no Palácio Alvorada, em Brasília, que o governo federal minimizou o impacto da crise financeira internacional, iniciada em 2008, sobre a economia brasileira.

A sabatina é realizada pelo UOL, "Folha de S. Paulo", SBT e rádio Jovem Pan". A afirmação de Dilma foi feita em resposta a uma pergunta do jornalista Josias de Souza, que a questionou sobre a declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva feita em 2009, na qual o padrinho político de Dilma disse que a crise global teria o efeito de uma "marolinha" no Brasil.

"Todos nós erramos porque a gente não tinha ideia do grau de descontrole que o sistema financeiro internacional tinha atingido", afirmou Dilma. "Nós minimizamos os efeitos da crise sobre a economia brasileira", disse.

Antes, a presidente responsabilizou a crise internacional pelo baixo crescimento da economia durante a sua gestão. Na avaliação de Dilma, o impacto da crise foi sentido pelos países emergentes, como Brasil, Índia e, posteriormente, a China. A presidente afirmou que os países desenvolvidos já se recuperaram da crise e que o mesmo deve ocorrer com os emergentes nos próximos anos.

Indagada sobre se irá trocar o ministro da Fazenda, Guido Mantega e o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, se for reeleita, a presidente tergiversou e cutucou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao relembrar o episódio das eleições municipais de 1985, quando FHC foi fotografado pela fotografado pela revista "Veja" na cadeira do prefeito.

"Estamos em plena campanha eleitoral. Não é bem a hora de a gente discutir ministério. A última vez que botaram o carro na frente dos bois, o que aconteceu? Sentaram na cadeira do prefeito antes das eleições", afirmou. As informações são do uol.



 



28/07/ - 17h16m
AMBULANTES DA AV. SETE RECEBEM CAPACITAÇÃO PARA EMPREENDEDORISMO


Começa nesta segunda-feira (28), às 18h, na Rua 24 de Fevereiro, na Avenida Sete de Setembro, o trabalho de capacitação para empreendedorismo dos ambulantes do Centro da cidade. A ação integra o projeto Avenida Sete Território Empreendedor, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) em parceria com o Sebrae, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL). A grande inovação é que as palestras serão realizadas na rua, próximas ao local de trabalho dos ambulantes.

De acordo com a titular da Semop, Rosemma Maluf, a capacitação tem foco na educação e conscientização dos ambulantes sobre a importância do ordenamento e dos seus direitos e deveres como empreendededores individuais. “O Sebrae fará o treinamento sobre o empreendedorismo, enquanto os técnicos da secretaria vão orientar sobre o processo de ordenamento”, diz a secretária.

Hoje, cerca de mil ambulantes atuam na Avenida Sete e seu entorno. Todos passarão pelas atividades de capacitação. Segundo Rosemma, a proposta é que, com o tempo, através da conscientização dos ambulantes e lojistas, seja reduzido o número de fiscais na Avenida Sete. Pelo cronograma de capacitação, a próxima reunião acontecerá nesta terça-feira, às 14h, no Beco Maria Paz.

De forma mais ampla, o projeto Avenida Sete Território Empreendedor tem o objetivo de sensibilizar, mobilizar e articular a sociedade civil organizada, governo, entidades empresariais e educacionais visando o fortalecimento de ações conjuntas para promover a requalificação urbana e o desenvolvimento socioeconômico da região. “A ideia é utilizar o capital social e histórico do território para atrair clientes e valorizar o comércio local, assim como fomentar um ambiente favorável aos negócios”, explica a secretária.



 



28/07/ - 16h53m
DILMA: É “INADMISSÍVEL” INTERFERÊNCIA DO MERCADO NO SISTEMA POLÍTICO


A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira, em sabatina a veículos da mídia, ter recebido um pedido de desculpas, que definiu como “protocolar”, do Banco Santander e disse que adotará uma “posição clara” em relação ao banco, após o episódio envolvendo uma avaliação encaminhada a clientes que associava uma piora na economia à vitória de Dilma.

“Acho inadmissível para qualquer país aceitar qualquer nível de interferência de qualquer integrante do sistema financeiro de forma institucional no sistema político”, disse a presidente. Para ela, há um “jogo de pessimismo inadmissível” nas projeções do mercado financeiro sobre o quadro eleitoral.

Dilma afirmou ter recebido pedido de desculpas do banco em diversas frentes e disse que conversará primeiramente com o banco antes de definir alguma posição, sem descartar a possibilidade de processar a instituição.

Dilma voltou a comparar o pessimismo em relação à Copa do Mundo no Brasil com a sensação do mercado financeiro em relação à economia. “Mesmo pessimismo que houve com a Copa está ocorrendo com a economia. No caso da economia, o pessimismo é mais grave, porque economia é expectativa”, disse a presidente. Dilma também destacou que a taxa de desemprego no país é a menor registrada historicamente e afirmou que o crescimento industrial no país é condição para o país se desenvolver.

“Mantivemos todas as conquistas sociais do período Lula, aprofundando-as”, disse. Dilma afirmou que, para o país dar o próximo salto e se preparar para a retomada, precisa apostar em novo ciclo que vai ampliar distribuição de renda e conquistas sociais. Ela também destacou os investimentos feitos em infraestrutura e formação de mão de obra profissional. As informações são do Valor.
 



28/07/ - 16h35m
PROTESTO FECHA AVENIDA BONOCÔ E PROVOCA GRANDE CONGESTIONAMENTO

 
Um protesto realizado por moradores da Baixa do Tubo deixou o trânsito lento na avenida Bonocô nesta segunda-feira (28). Os moradores acusam a PM de ter participação no desaparecimento de três jovens durante uma operação policial. Eles fecharam a pista com objetos e atearam fogo, interrompendo o trânsito no sentido Nazaré. Segundo a Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), a avenida foi liberada por volta do meio-dia, quando foi retirado o bloqueio que impedia o trânsito no local. 
 
O engarrafamento na avenida Bonocô provocou lentidão nas avenidas Antônio Carlos Magalhães e na região da Rótula. Segundo informações da Polícia Militar, viaturas da 58ª Companhia (Cosme de Farias) patrulham a região. PM nega desaparecimento e diz que jovens foram presos. A polícia militar negou o suposto desaparecimento dos três jovens durante a operação policial, que foi realizada no dia 24 de julho, na Baixa do Tubo, e prendeu sete pessoas. Segundo a assessoria de comunicação da polícia, o trio estava entre as pessoas presas com drogas, armas de fogo e munições durante a ação. Não houve apreensão de adolescentes. 
 
A operação aconteceu na última quinta-feira (24), por volta das 12h30, quando guarnições da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e da Rondesp Atlântico apreenderam uma grande quantidade de cocaína, crack e maconha com os suspeitos. Além das drogas, também foram encontrados dois revólveres de calibre 38, dois cartuchos de calibre 38, uma espingarda de fabricação caseira com 24 cartuchos; três cartuchos calibre 380, cinco balanças de precisão, três facas, um facão e um rádio transmissor. 
 
As sete pessoas e o material apreendido foram apresentados ao  Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e estão à disposição da Justiça. A PM orienta ao cidadão que for vítima de excesso durante ação policial a registrar a denúncia na Ouvidoria da Corporação, através do 0800 284 0011. (CORREIO)


 


28/07/ - 16h11m
EVENTO NACIONAL SOBRE CADEIA DO COCO É REALIZADO EM SALVADOR


A Feira Nacional do Coco - Fenacoco acontece pela primeira vez em Salvador, de 06 a 08 de agosto, no Centro de Convenções da Bahia. O estado líder nacional em produção colhe anualmente cerca de 500 milhões de frutos em uma média de 700 mil hectares de área plantada. Por conta disso, foi escolhido para sediar o evento.

Essa será a terceira edição do encontro que é realizado pelo Instituto ECoco do Brasil e operacionalizado pela Result Eventos. Além da feira de negócios, que reunirá empresas do setor, acontecerão palestras, workshops e um concurso gastronômico. Também haverá uma feira de artesanato do coco, além de visitas técnicas.

Segundo o IBGE, a produção de coco na Bahia teve um aumento de 63% em 2014, alcançando uma safra de 569,773 frutos. A área colhida também aumentou em 0,98%, passando de 75.322 para 76.060 hectares. De acordo com o presidente do Instituto E-Coco, Francisco Bezerra de Menezes, o evento “será uma grande oportunidade para apresentar os produtos derivados do coco e também para expor os insumos e equipamentos para o público”, declarou.
 



28/07/ - 15h51m
PROJETO VALE LUZ COELBA AMPLIA PARA 30 O NÚMERO DE BAIRROS ATENDIDOS


O Vale Luz, projeto da Coelba que prevê a troca de resíduos sólidos recicláveis por descontos na conta de energia, conta agora com mais um caminhão para atendimento e beneficiará mais sete bairros de Salvador, totalizando 30, semanalmente.

Além de reduzir o valor da conta de energia, o projeto Vale Luz tem o objetivo de estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar os impactos negativos causados pelo lixo no meio ambiente, estimulando a reciclagem.

De hoje a sábado (28/07 a 02/08), os três caminhões atenderão os seguintes bairros: Pirajá, Bairro da Paz e Águas Claras (segunda-feira); Paripe, Massaranduba e Sussuarana (terça-feira); Jaguaripe II, Novos Alagados e Bate Facho (quarta-feira); Ilha Amarela, Pernambués e Alto do Peru (quinta-feira); Jardim das Margaridas, Nova Brasília e Bromélias (sexta-feira); Costa Azul, Tancredo Neves e IAPI (sábado). O horário de funcionamento das unidades nos bairros é das 9h às 15h30, exceto no sábado, quando o atendimento ocorre das 8h30 às 11h30.

São aceitos para reciclagem metal, papel, papelão e plásticos. Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta. Papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados. No caso das latas de alumínio, devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem. O material recolhido é encaminhado à Camapet - cooperativa de coleta seletiva com sede em Massaranduba.
 



28/07/ - 15h34m
PROCON COMUNIDADE ATENDE MORADORES DA ILHA DE ITAPARICA

 
As ações de atendimento do Procon Comunidade continuam desta segunda a sexta-feira (28 a 1º) no estado, desta vez, nas localidades de Gamboa, Gameleira, Barra do Gil e Caixa Prego, na Ilha de Itaparica. A população terá serviços de orientação ao consumidor para resolução de problemas referentes às relações de consumo, além de receber materiais educativos.
 
Nesta segunda (28), o Procon-BA, Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor, leva serviços aos moradores de Gamboa, na Escola Olga Seabra, localizada na Rua Do Araca s/n. Na terça (29), aos de Gameleira, no Clube de Mães de Gameleira. No dia seguinte, vai ser atendida a população de Barra do Gil, no Colégio Daulia Angelica, localizado na Rodovia BA 001 Km 08, s/n, centro. Na sexta (1º), a Caixa Prego, na Escola Braz Felisberto, que fica na Rua das Flores, s/nº.


 


28/07/ - 15h13m
BRASILEIRO DONO DA AMBEV É O 9º MAIS RICO DA EUROPA EM 2014


O homem mais rico do Brasil é, também, o nono mais rico da Europa em 2014. Descendente de uma família suíça, o empresário Jorge Paulo Lemann, 74, figura no ranking elaborado pela revista Bilan. A fortuna de Lemann é estimada em 22,4 bilhões de francos suíços (cerca de R$ 55,26 bilhões) em 2014, segundo a revista.

Lemann é dono de empresas conhecidas mundialmente, como a cerveja Budweiser, o Burger King e a Heinz. No Brasil, ele é sócio da Ambev, dona das cervejas Brahma, Skol e Antarctica, por exemplo.

O mais rico da Europa, segundo a revista suíça, é o espanhol Amancio Ortega Gaona, fundador e presidente do grupo têxtil Inditex, dono da marca Zara, entre outras. Sua fortuna é avaliada em 58,8 bilhões de francos suíços (cerca de R$ 145 bilhões).

 Em segundo lugar aparece a família Kamprad, dona da rede de móveis Ikea, com fortuna estimada em 42 bilhões de francos suíços (R$ 103,63 bilhões). O terceiro lugar é ocupado pelo francês Bernard Arnault, presidente e diretor executivo da LVMH, dona de marcas de luxo como Louis Vuitton e Tag Heuer. As informações são do uol.



 



28/07/ - 14h51m
BAHIATURSA PARTICIPARÁ DA FEIRA INTERNACIONAL DA ABAV

 
Depois de apresentação e divulgação (Road Show) do destino Bahia no primeiro semestre deste ano, na capital e no interior de São Paulo, a Empresa Baiana de Turismo (Bahiatursa) participa, no Anhembi, no mesmo estado, da 42ª Abav - Expo Internacional de Turismo, maior feira do segmento do país, que acontece de 24 a 28 de setembro deste ano. 
 
Segundo o diretor de Relações Nacionais da Bahiatursa, Renato Senna, a empresa vai instalar na feira um estande com 200 metros quadrados. Ele disse que a empresa realizou road show em parceria com a operadora Nascimento Turismo, nas zonas leste e sul da capital paulista, em São José dos Campos e em Holambra, na 37ª Aviestur - Feira de Turismo do Estado de São Paulo.
 
A Bahiatursa e a Nascimento compartilharam estande na Aviestur, evento que reuniu mais de quatro mil pessoas, levando como novidade uma sala de treinamento, onde foram ministradas seis palestras diárias sobre o destino - inclusive uma turma apenas para a imprensa -, com a distribuição de prêmios. Senna informou que no total, incluindo Holambra, São José dos Campos e a capital paulista, entre 12 e 17 de maio, foram capacitados cerca de 500 agentes de viagem para venda turística da Bahia com qualidade. Onze empresas de turismo, entre hotéis e receptivos, representando as principais zonas turísticas da Bahia.
 
A festa oficial de abertura da Aviestur reuniu aproximadamente 1.500 pessoas, entre agentes, operadores e colaboradores de diversas empresas. O tema foi o São João, com a apresentação da cultura e da gastronomia típica da época, e a participação do forrozeiro Jó da Bahia. Oito barracas foram decoradas com motivos das 13 zonas turísticas baianas.


 


Desenvolvido por: Michael Sants