POLÊMICA
O documento ressalta que a faixa de mar identificada como “prainha” é imprópria para uso recreativo ou de turismo.
ESCOLAS BAIANAS NÃO TEM BOM DESEMPENHO NO ENEM. VEJA A LISTA
ENEM

ESCOLAS BAIANAS NÃO TEM BOM DESEMPENHO NO ENEM. VEJA A LISTA
ACM NETO CONFIRMA NOVOS TITULARES DO SEU GOVERNO EM 2015
SECRETARIADO

ACM NETO CONFIRMA NOVOS TITULARES DO SEU GOVERNO EM 2015
COLUNISTAS
ENQUETE

NA SUA OPINIÃO, QUAL DEVERIA SER O DESTINO DA ATUAL DIRETORIA DA PETROBRAS?

FRASE DO DIA

"No Brasil não há intocáveis. Qualquer um que não trate o dinheiro público com seriedade e honestidade deve pagar por isso. É um compromisso do meu governo"

Dilma Rousseff
Presidente do Brasil, falando sobre corrupção na gestão do PT 

OUTRAS NOTÍCIAS
22/12 - 20h00m


O governador Jaques Wagner informou que se tornou nesta segunda-feira (22) o primeiro chefe do Executivo Estadual da história a visitar os 417 municípios baianos. Parte das cidades visitadas também recebeu um governador pela primeira vez durante a gestão Wagner, quando mais de 2,5 milhões de baianos deixaram a linha da pobreza e 2,1 milhões passaram a pertencer à classe média.

Ao inaugurar a iluminação na entrada da cidade de Ibirapitanga, nesta segunda, Wagner disse que atingiu a meta que, segundo ele, foi a forma de se aproximar das necessidades da população “para ouvir, como eu ouço, o obrigado pelo que chegou e a reclamação ou o pedido pelo que está faltando. Então tenho muito orgulho de dizer que completo essa missão”. No município, Wagner recebeu uma placa em homenagem por ter visitado todas as cidades baianas.

“Sou o único governador da história da Bahia que teve oito anos consecutivos de governo e o único que, durante a gestão, visitou todos os 417 municípios baianos. Isso vai ficar cravado no meu coração, Ibirapitanga foi o último município a ser visitado por mim como governador. Para governar bem é preciso pisar onde o povo está pisando, estando colando com o povo e sentindo as dificuldades. É assim que a gente fica sabendo dos problemas", finalizou durante discurso em Ibirapitanga.

Um dos municípios que recebeu um governador do estado, pela primeira vez na história, foi São José da Vitória, no sul da Bahia, onde a inédita visita no último dia 15 de dezembro foi marcante para os cerca de seis mil habitantes. “É importante para nossa cidade e demonstra o compromisso com nosso povo”, disse o prefeito Roberto Francisco dos Santos.

O prefeito de Lagoa Real, Francisco José de Freitas, acredita que a visita representa também uma oportunidade para mostrar necessidades locais e agradecer pelas ações que melhoram a vida da população. “Para nós, que estamos em um município do semiárido, essa visita é motivo de orgulho e oportunidade para o povo ter contato com o governador e também agradecer pelas melhorias na qualidade de vida das pessoas nesses anos, como o nosso abastecimento de água que era tão esperado”.
 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 19h18m


A Prefeitura já trabalha a todo o vapor na montagem da estrutura que abrigará os shows do Réveillon Salvador 2015 na região do Comércio, entre os dias 29 de dezembro de 2014 e 1º de janeiro de 2015. De acordo com Otávio Reis, coordenador de infraestrutura da Empresa Salvador Turismo (Saltur), o palco, com 20x14m, ficará de frente para o 5º Distrito Naval, local que abrigará a queima de fogos na noite da virada.

Este ano, a festa começa na Feira de São Joaquim, no domingo (28), com shows de Otto e Baiana System e uma edição especial da Feira da Cidade. A programação completa está no site www.viva2015.salvador.ba.gov.br. Em São Joaquim, segundo Reis, a montagem tem previsão de início até a quarta-feira (24) e o palco terá 10x8 metros.

Já na Barra, onde acontece o encerramento das comemorações nos dias 2, 3 e 4 de janeiro, a festa contará com um palco central em frente ao Farol da Barra, com 14x10m, e outros três tablados que receberão artistas de rua, localizado em frente ao Barra Center, no Largo da Barra e no Forte de Santa Maria.

No Comércio, a empresa contratada, a Box Lock, conta com o auxílio da Transalvador, que bloqueou o retorno ao lado do Mercado Modelo para instalação de parte do palco, ocupando ainda o estacionamento do espaço de compras. Os veículos que precisam retornar ao Comércio não poderão passar pelo local até que a estrutura seja desmontada. Como alternativa, os motoristas podem utilizar o retorno em frente ao Comando Naval. 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 18h49m
 

Os smartphones dominaram a lista de termos que mais geraram visitas para os sites das lojas de departamento durante o período de 16 de novembro a 13 de dezembro, figurando em 8 dos 10 produtos mais buscados. O levantamento foi feito pela Hitwise, ferramenta global de inteligência em marketing digital da Serasa Experian.
 
“Moto G”, modelo de smartphone da Motorola, foi o termo relacionado a um produto que mais gerou visitas para a categoria em que se enquadram os grandes varejistas e que impulsionam as vendas de Natal. Os outros produtos da lista foram: “iPhone 5s”, “iPhone 4s ”, “Moto E”, “iPhone 5” e “iPhone 6”. Os itens não relacionados a telefonia foram o videogame “Xbox 360” na 7ª posição e “tablet” na 8ª. Fechando a lista, apareceram “iPhone 5c” e “Moto X.
 
Em 2013, a lista era mais diversificada e contava com itens como perfumes importados, secadores de cabelo, vestido de casamento, pendrive e impressoras.Veja a lista dos 10 termos que mais geraram visitas para as lojas de departamento:
 
1. Moto G
2. iPhone 5s
3. iPhone 4s
4. Moto E
5. iPhone 5
6. iPhone 6
7. Xbox 360
8. Tablet
9. iPhone 5c
10. Moto X


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 18h26m



A Bahia não teve nenhuma escola classificada entre as 20 melhores médias das notas do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2013), divulgadas nesta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A escola baiana que obteve melhor colocação foi o Colégio Helyos, de Feira de Santana, com uma média de 689,68, resultado das médias dos alunos de cada escola em cada uma das quatro provas objetivas (ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e matemática), e também na redação.

O colégio Objetivo de São Paulo apresentou a melhor média do país 741, 94. Cidades menos desenvolvidas como Terezina e Fortaleza tiveram duas escolas cada uma entre as 25 melhores médias do Enem.

Entre as que escolas que tiveram melhor desempenho no Enem de 2013 não há nenhuma escola pública baiana, sendo 8 escolas privadas de Salvador e duas de Feira de Santana.

Veja a lista das escolas baianas com melhor desempenho no Enem 2013:

 

1.       Colégio Helyos
2.       Colégio Anchieta
3.       Colégio Maristas Patamares
4.       Colégio São Paulo
5.       Colégio Oficina
6.       Colégio Acesso – Feria de Santana
7.       Colégio Mendel
8.       Colégio Anglo Brasileiro
9.       Colégio Militar
10.     Colégio Integral
11.     Colégio Sartre- Coc
12.    Colégio Antonio Vieira
13.    Centro Educacional Vilas-Lôbo
14.    Colégio Modulo
15.    Colégio Portinari
16.    Instituto Social da Bahia

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 17h56m


A prefeitura de Salvador informou hoje (22) que os investimentos em iluminação pública durante esse ano superaram os realizados em 2013. Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), foram investidos nesse ano R$ 35 milhões, mais que o triplo do aplicado em 2013, quando foram destinados R$ 10 milhões.

Entre as regiões que tiveram maior impacto na qualidade da iluminação pública estão as avenidas Luis Viana Filho (Paralela) e Afrânio Peixoto (Suburbana). Ambas receberam luminárias em LED, que aliam tecnologia e economia no consumo. O mesmo foi feito nas orlas de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira e Barra, dentro do processo de requalificação desses espaços, e o Complexo Viário Dois de Julho.

De acordo com a Semop, ao todo, foram instaladas 11 mil novas luminárias em LED ou metálicas, que aumentam o poder de luminosidade, em substituição aos equipamentos de vapor de sódio (que emitem luz amarelada). Receberam obras desse montante de investimentos as avenidas Jequitaia; Otávio Mangabeira; ACM; Oceânica, Sete de Setembro (do Campo Grande à Praça Castro Alves); Rua Carlos Gomes; Canal do Bate Estaca; Vale de Nazaré; Juracy Magalhães; e Vale do Canela, entre outros.

Parcerias com instituições públicas e privadas mudaram o perfil da iluminação em alguns pontos da cidade. O grande destaque está na BR-324, que nunca recebeu qualquer intervenção nessa área. A Via Bahia, concessionária responsável pela rodovia, investiu R$ 3 milhões na região, até a divisa com o município de Simões Filho, e caberá à Prefeitura arcar com o consumo de energia das novas luminárias. A previsão é que a iluminação seja ativada até o início de janeiro. 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 17h36m


O déficit na balança comercial em 2014 já é de US$ 4,784 bilhões, informou hoje (22) o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). As exportações de janeiro até o dia 21 de dezembro totalizam US$ 220,329 bilhões e as importações, US$ 225,113 bilhões.
 
Só na terceira semana deste mês, a balança comercial registrou déficit de US$ 1,339 bilhão, com exportações no valor de US$ 4,131 bilhões e importações de US$ 5,470 bilhões. Com o resultado, o saldo acumulado no mês é negativo em US$ 561 milhões, com exportações de US$ 12,719 bilhões e as importações, US$ 13,280 bilhões.
 
De acordo com o MDIC, nas exportações, se comparadas as médias do mês até a terceira semana de dezembro com o mesmo período do ano passado, a balança sofreu influência da diminuição em 14,6% nas vendas de produtos manufaturados, como óleos combustíveis, automóveis de passageiros, motores e geradores, veículos de carga, aviões e motores para veículo.
 
Nos semimanufaturados, a queda foi de 11,2% pela redução na venda de alumínio em bruto, óleo de soja em bruto, ferro-ligas, celulose, açúcar em bruto e ouro em forma semimanufaturada. Para os básicos, a queda chegou a 10,1% e o destaque é a exportação de minério de ferro, farelo de soja, minério de cobre e carne bovina. Nas importações, no mesmo período, cresceram os gastos, principalmente em 2014 com combustíveis e lubrificantes (31,3%), plásticos e obras (8,3%), químicos orgânicos/inorgânicos (7,4%), farmacêuticos (7,4%), instrumentos de ótica e precisão (5,0%) e equipamentos eletroeletrônicos (4,7%). (Agência Brasil)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 17h19m


Após três meses consecutivos de queda, o endividamento das famílias brasileiras com o sistema financeiro subiu em outubro, conforme informou nesta segunda-feira, 22, o Banco Central. O dado considera o total das dívidas dividido pela renda no período de 12 meses.

Segundo a instituição, a taxa passou de 45,90% em setembro para 46,05% em outubro. Esta é a taxa mais elevada desde que a instituição começou a fazer o levantamento, em janeiro de 2005. Até então, o dado mais alto havia sido verificado em junho, de 46,00%.

Se forem descontadas as dívidas imobiliárias, segundo o BC, o endividamento fica em 28,38% da renda anual em outubro ante 28,50% de setembro. Esta taxa de dois meses atrás - a mais recente disponibilizada pelo BC - é a mais baixa desde agosto de 2009, quando os reflexos da crise internacional de um ano antes estavam mais latentes. Na ocasião, estava em 28,33%.

Ainda segundo o BC, o comprometimento de renda das famílias com o Sistema Financeiro Nacional (SFN) ficou em 21,78% em outubro - estava em 21,86% no mês anterior. O dado, apresentado com ajuste sazonal, é o mais baixo desde agosto deste ano, quando ficou em 21,53%. As informações são da Agência Estado.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 16h55m

 
Após  o chefe da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), Silvio Pinheiro anunciar sua filiação ao partido Solidariedad, o .prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), confirmou que o ex- integrante do Democratas, assim como o secretário de Urbanismo e Transporte (Semut), Fábio Mota, serão titulares de duas novas pastas do seu governo em 2015. 
 
Mota comandará a Mobilidade Urbana, oriunda da secretaria que chefia atualmente e será desmembrada. O outro braço da Semut, de Urbanismo, terá como secretário Silvio Pinheiro. 
 
Neto, relatando as mudanças no seu secretariado, comemorou e afirmou que as medidas da nova configuração da administração municipal servem para a aproximação dos partidos com a gestão “Aos poucos já estamos fechando a composição da equipe. Uma indicação eu já confirmei, que é Fábio Mota para secretaria de Mobilidade, e Silvio Pinheiro, para secretário de Urbanismo. Então já são duas confirmações que vão trabalhar conosco a partir do próximo ano”. 


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 16h30m


O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy, disse na manhã desta segunda-feira, 22, que chega a ser uma falta de respeito, uma agressão à inteligência dos brasileiros, a presidente Dilma Rousseff declarar que não existe uma crise de corrupção no Brasil.

“Existe uma roubalheira disseminada, enquanto o governo se mantém inerte. A presidente Dilma precisa admitir que existe, sim, uma crise muito grave na economia - com inflação alta, crescimento zero - e uma crise de conduta, moral e ética no país”, afirmou Imbassahy, em entrevista à Rádio Metrópole. Segundo o deputado, a população brasileira assiste a um fim de governo melancólico, cada vez mais desacreditado, afundado na lama da corrupção, e a chegada de uma nova administração com os mesmos métodos de loteamento de cargos, negociatas, gastos exorbitantes com uma máquina pesada, formada por 39 ministérios, e a sinalização de que também não dará certo. 

Para Imbassahy, que promete empenho na instalação de uma nova CPMI da Petrobras, no próximo ano, as investigações sobre o esquema de corrupção instalado na estatal deverão ser aprofundadas. "Estive com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para conversar sobre este assunto, e a conversa fluiu com muita naturalidade. Não vejo condições de esse processo ser corrompido por uma operação abafa. Até porque, é impensável o que o governo petista fez com a Petrobras", declarou.

Quanto à permanência de Graça Foster na presidência da estatal, ele disse que tem feito reiterados pedidos de afastamento de Foster e de toda a diretoria da estatal. “Minha opinião é a de que a presidente Dilma está sem condições políticas para substituí-la. Uma nova direção, com total isenção e autonomia, para assumir a empresa, terá que aprofundar as investigações, sobre essa roubalheira toda, e alcançar alguém que, provavelmente não queira ser alcançado. Deve residir aí a justificativa para a inação do governo”, opinou.

Questionado por um ouvinte sobre um eventual pedido de impedimento da presidente Dilma, devido ao referido esquema de corrupção, Imbassahy disse que, se isso vier a ocorrer, não será por iniciativa da oposição. 
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 16h06m


A Usuport - Associação de Usuários dos Portos da Bahia divulgou nesta segunda-feira (22) nota técnica em que se manifesta contrária ao Projeto de Lei 21021/2014 do Governo do Estado da Bahia, que cria Zonas de Interesse Ambiental e Recreativo na Baia de Todos os Santos, no Porto de Aratu. 

O documento ressalta que a faixa de mar identificada como “prainha” é imprópria para uso recreativo ou de turismo e, ao contrário do que propõe o Projeto de Lei, essa área deve ser interditada para qualquer tipo de uso pela população por questões de segurança, além dos riscos de poluição. 

O comunicado alerta que o estabelecimento de barreira legal a projetos de terminais privados, desenvolvidos há anos, pode colocar em risco o crescimento da indústria petroquímica baiana. A nota finaliza informando ser imperativo que os usuários dos portos, empresas donas de cargas, exportadores e importadores, sejam ouvidos antes da elaboração de qualquer zoneamento portuário industrial no Estado da Bahia. Confira a seguir trechos da Nota Técnica.

“Análise da caracterização de faixa de mar, identificada como “prainha”, como “Zona de Interesse Ambiental e Recreativo”, definida no Art. 16o - Inciso XI e Art. 38o – Inciso IV, conforme transcritos abaixo:

Art. 16 - A definição das Zonas de Uso Industrial e Logístico do Centro Industrial de Aratu, representada graficamente na Planta de Zoneamento do Centro Industrial de Aratu, contida no ANEXO II desta Lei e dos seus respectivos setores, representados na Planta de Setorização contida no ANEXO III desta Lei, assim se dispõe:

XI - Zona Portuária Consolidada - ZPC: área consolidada pelas principais atividades do Porto de Aratu, na qual se destaca a proteção ambiental e paisagística do balneário conhecido como “Prainha”, reduto tradicional de lazer em área industrial, conforme estabelecido no Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal de Candeias;

Art. 38 - Definem‐se como Zonas do Canal de Cotegipe, representadas graficamente na Planta de Zoneamento do Canal de Cotegipe, contida no ANEXO IV desta lei:

IV - Zona de Interesse Ambiental e Recreativo - ZIAR : representa faixa de mar relacionada à área da Prainha, de importância ambiental, de recreação e balneário da comunidade local e para o turismo náutico da região”.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 15h51m


O Ministério da Fazenda autorizou acordo de desmembramento de dívida a ser celebrado entre a União e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de R$ 5 bilhões, conforme despacho assinado pelo ministro Guido Mantega e publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 22.

A lei autorizou a União a renegociar, até o montante de R$ 5 bilhões, ou a estabelecer as condições financeiras e contratuais definidas pelo ministro da Fazenda de operações de crédito realizadas com o BNDES, "que permitam o seu enquadramento como instrumento elegível ao capital principal, nos termos das normas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional, devendo a remuneração a ser recebida pelo Tesouro Nacional ser variável e limitada à Taxa de Juros de Longo Prazo". As informações são da Agência Estado.



 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 15h33m


As vendas do setor de supermercados tiveram elevação de 2,16% de janeiro a novembro, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os dados são do Índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e foram divulgados hoje (22) pelo órgão. Em novembro, as vendas cresceram, em valores reais, 1,42%, na comparação com o mês anterior. Em relação ao mesmo mês de 2013, elas apresentaram alta de 2,94%.
 
Segundo os números, em valores nominais, as vendas do setor tiveram alta de 1,94% em relação ao mês anterior. Quando comparadas a novembro do ano anterior, houve crescimento de 9,69%. No acumulado do ano, o aumento foi de 8,63%.
 
“O ano de 2014 vem se confirmando como um ano de bons resultados para o setor supermercadista, que, no Brasil, responde por cerca de 84% do abastecimento de alimentos, bebidas, itens de limpeza, beleza e afins. As expectativas para o período de festas, às vésperas do Natal e Ano-Novo, continuam positivas, assim como o resultado total das vendas em dezembro”, afirmou o presidente do Conselho Consultivo da Abras, Sussumu Honda. (Agência Brasil)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 15h08m


A nomeação de ministros para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff seguirá um procedimento incomum. A petista revelou nesta segunda-feira (22) que, antes de escolher seus colaboradores, perguntará ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se determinados nomes estão ou não na lista de acusados de corrupção na Petrobras, descobertos pela Operação Lava Jato.

Rodrigo Janot pretende fazer as denúncias formais contra políticos apenas a partir de fevereiro de 2015. Mas Dilma precisa nomear ministros já no início de janeiro. O governo já requereu acesso a informações reservadas da Lava Jato, mas o pedido foi negado pela Procuradoria Geral da República.

Não ficou claro na entrevista da manhã desta segunda-feira em que termos será feita a nova consulta da presidente da República ao procurador-geral. Como Janot já se recusou a fornecer os dados oficialmente, restaria apenas ao Palácio do Planalto uma outra tentativa, talvez individualizado as perguntas.

Há vários nomes de possíveis ministros para o segundo mandato de Dilma sobre os quais pairam dúvidas a respeito de envolvimento na Lava Jato. Há entre os suspeitos Henrique Alves (atual presidente da Câmara) e de Edison Lobão (atual ministro de Minas e Energia). Esses dois frequentam a lista de políticos citados nos casos de desvios na Petrobras - ambos negam envolvimento. Em tom de resignação, Dilma falou que preferiria ter acesso à lista completa dos políticos citados nas delações premiadas da Operação Lava Jato. As informações são do uol.



 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 14h50m


Os juros do cheque registraram nova alta em novembro e passaram para 191,6% ao ano, informou o Banco Central (BC). É o maior patamar desde abril de 1999. Em outubro, a taxa, já alta, era de 187,8%. O crédito pessoal atingiu em novembro a taxa de 103,7%, um acréscimo de 0,2 ponto percentual ante outubro para as pessoas físicas.
 
A taxa para a aquisição de veículos caiu de 23% para 22,7%. Por outro lado, na aquisição de outros bens houve um reajuste de 78,1% para 80,3%.O crédito consignado para os servidores públicos passou de 23,4% para 24,3%. Para os trabalhadores do setor privado caiu de 33,9% para 33,4% e para os beneficiários do INSS manteve-se estável em 27,9%.
 
A taxa média de juros com recursos livre, comumente utilizados pelo mercado, custou para as pessoas físicas, em novembro, 44,2% ao ano. É a maior taxa desde novembro de 2011, quando começou a série histórica do BC.Para as empresas, a taxa média de juros atingiu 23,5% ao ano para os recursos livres. No caso das taxas de juros totais (pessoas físicas e jurídica), incluem 32,9% ao ano. (Agência Brasil)


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 14h33m


A arrecadação federal fechou novembro em R$ 104,470 bilhões, uma queda real de 12,86% em relação a novembro do ano passado. Na comparação com outubro de 2014, houve queda de 2,14%.

O resultado ficou dentro do esperado pelos analistas do mercado consultados pelo AE Projeções, mas abaixo da mediana. De acordo com o levantamento, as expectativas indicavam um resultado de arrecadação entre R$ 96 bilhões e R$ 110,189 bilhões, com mediana de R$ 99,050 bilhões.

A arrecadação das chamadas receitas administradas pela Receita Federal somou R$ 102,460 bilhões em novembro, o que representa uma queda real de 13,05% ante o mesmo mês de 2013. As demais receitas (taxas e contribuições recolhidas por outros órgãos) foram de R$ 2,010 bilhões, uma queda real de 2,49% ante o mesmo período do ano anterior.

No acumulado de janeiro a novembro de 2014, o pagamento de tributos somou R$ 1,073 trilhão, com queda real de 0,99% em relação ao mesmo período de 2013. A projeção da Receita Federal para esse ano é de crescimento zero.

A renúncia fiscal com desonerações tributárias somou R$ 92,932 bilhões de janeiro até novembro deste ano. O valor é 32,54% maior que os R$ 70,116 bilhões registrados no mesmo período do ano passado. Só em novembro deste ano, a renúncia foi de R$ 8,470 bilhões, número 17,04% maior que os R$ 7,237 bilhões registrados no mesmo mês de 2013. As informações são da Agência Estado.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 14h00m


A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (22) que é “absurdo” o volume de desvio de dinheiro em corrupção na Petrobras, mas sugeriu que vai manter sua amiga pessoal Graça Foster no cargo de presidente da estatal.

“Acho absurdo os volumes de dinheiro supostamente desviados por alguns funcionários”, declarou Dilma durante um café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto. Apesar de demonstrar indignação, a presidente sugeriu durante grande parte da entrevista que pretende manter Graça Foster no comando da Petrobras. Dilma não pareceu convencida de que os fatos agora conhecidos foram notificados à sua amiga muito antes de a Operação Lava Jato, da Política Federal, desvendar o esquema de corrupção na estatal.

“Como tipificar uma alegação sem prova? Tem que ter alguma prova apresentada sobre qualquer conduta da presidente da Petrobras”, afirmou Dilma. Em seguida a presidente disse: “Conheço a Graça, sei da seriedade da Graça, sei da lisura da Graça”.

Para remover Graça do cargo, afirmou seria necessário “saber qual é a prova”. A presidente se referia as acusações feitas pela ex-gerente-executiva da Diretoria de Abastecimento da Petrobras Venina Velosa da Fonseca. “Dizer que eu falei? Tenho que provar”, declarou Dilma.

“Não há duvida do que Graça já respondeu, que houve informação sobre a questão relativa à comunicação e houve alteração a partir daí (…) De outro lado, a Graça assumiu a direção de Petrobras e mudou toda a diretoria”. Nesse trecho, os jornalistas quiseram saber da presidente se era confortável a situação de Graça Foster no comando da Petrobras.

Todas as indicações dadas por Dilma são de que Graça ficará onde está: “Não vejo nenhum indício de irregularidade na conduta da atual diretoria da Petrobras. Eu não compactuo com indícios de irregularidades. Quando não vejo que está praticando irregularidade, eu não posso querer punir”. As informações são do uol.
 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 13h31m


Um levantamento realizado pelo economista da FGV/IBRE, André Braz, mostra que as famílias terão que gastar mais do que no ano passado na ceia de Natal.

O preço das frutas cristalizadas subiu 16,46% (kg), a avelã ficou 13,27% mais cara (kg), a castanha do Pará, 11,82% (kg); as nozes, 8,99% (kg); o bacalhau, 4,77% (kg); e o panetone, 2,75% (500g). Para compensar, o valor do frango especial caiu 10,06% (kg) e o tender ficou 6,91% (kg) mais barato. Ainda assim, o preço médio da lista (5,44%) ficou abaixo da inflação acumulada entre dezembro de 2013 e novembro de 2014 medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da FGV/IBRE que está em 6,81%.

Em outra pesquisa, que levou em conta os itens calculados pelo IPC e sua variação acumulada entre dezembro de 2013 e novembro de 2014, outros alimentos utilizados para o preparo da ceia superaram a inflação da FGV (6,81%). Esses itens subiram 8,38%. Entre os vilões estão cebola, 43,76%; lombo, 13,06%; pernil, 18,26%; azeitona, 14,42%; e vinho, 11,89%.

Já os presentes perderam para a inflação, com reajuste médio de 4,08% entre dezembro de 2013 e novembro de 2014. Mesmo assim há itens que subiram mais que a inflação como relógios, 9,36%; e bijuterias, 7,51%. “Apesar dos presentes terem subido menos que a inflação, a compra de alguns produtos exige preparo financeiro do consumidor. Itens de valor mais elevado como televisores, por exemplo, se financiados podem subir muito de preço. A dica é comprá-los à vista para fugir das taxas de juros embutidas nos preços”, diz Braz. (G1)

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 13h13m
 

 

 
 

O polêmico projeto do governo que cria o Plano de Diretrizes Industriais, Logísticas e de Sustentabilidade do Centro Industrial de Aratu e do Canal de Cotegipe e que será votado hoje na Assembleia Legislativa tem sofrido severas críticas de setores empresariais e ambientalistas.
 
O presidente da Associação Brasileira de Terminais Portuários (ABTP), Wilen Manteli, por exemplo, considera que o projeto de lei apresenta “ilegalidades e absurdos especialmente no artigo 8º que cria uma área de interesse recreativo e de lazer dentro de uma zona portuária de vital importância para um complexo industrial que representa 30% do PIB do estado”.
 
Para ele, o projeto é também inconsistente porque contraria o seu próprio objetivo que é dispor sobre o desenvolvimento industrial da Bahia. “Se aprovado, o projeto impede a ampliação do porto e a realização de investimentos da ordem de R$ 500 milhões.

Como o estado pode se desenvolver economicamente se justamente o porto, que é o seu maior gargalo, é ameaçado com projetos dessa natureza?”, questiona Manteli acrescentando que a criação de uma área de lazer dentro de um terminal de gases expõe os cidadãos a riscos desnecessários. “As pessoas que trabalham no local recebem treinamento específico de segurança”.
 
 O vice-líder da oposição da Assembleia Legislativa, deputado Bruno Reis (PMDB) também faz críticas ao projeto pela maneira apressada com a qual está tramitando. “Como de praxe, o governo encaminha para a Casa, na calada da noite, em época de fim de ano e festejos natalinos, um projeto de grande complexidade que regula toda a questão industrial do Estado”, afirma acrescentando que como se não bastasse o regime de urgência que impediu que as bancadas tomassem ciência do seu conteúdo, os mapas anexados ao projeto estavam ilegíveis, dificultado ainda mais uma análise mais aprofundada.

“É uma temeridade aprovarmos um projeto desta magnitude de maneira açodada e sem a realização das audiências públicas como determina a Lei. A aprovação desse projeto pode  impedir a atração de novos investimentos para a Bahia”, ressalta.

Veja também:  Oposição vai tentar barrar o projeto do Canal de Cotegipe
 
                       Usuport critica criação de área de Lazer em Zona Portuária 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 12h52m


De 12 de janeiro até 13 de março de 2015, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) estará recebendo inscrições para a 1ª edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas em Economia Solidária, que vai destinar R$ 2,3 milhões para até 96 iniciativas exitosas de todo o Brasil. O lançamento do prêmio aconteceu na última segunda-feira (15), Dia Nacional da Economia Solidária.

Poderão concorrer Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) formalizados, ou ainda não formalizados, representados por Entidades de Apoio e Fomento (EAF) e Redes de EES.

O prêmio vai abranger as seguintes áreas de atuação: Finanças Solidárias; Produção, Comercialização ou Consumo Solidário e Formação, Educação ou Cultura. O edital será publicado ainda neste mês no Diário Oficial da União, e a cerimônia de premiação será realizada em julho de 2015, durante a Feira Internacional de Economia Solidária, que acontece em Santa Maria no Rio Grande do Sul (RS).

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 12h33m


A presidente Dilma Rousseff afirmou em café da manhã com jornalistas nesta segunda-feira (22), no Palácio do Planalto, que o governo federal abrirá o capital da Caixa Econômica Federal, informa o G1. Na prática, significa dizer que o órgão terá ações que poderão ser negociadas na Bolsa de Valores. Após confirmar que abrirá o capital da empresa, Dilma ressaltou que o processo vai “demorar”.

“Vou [abrir o capital], mas isso demora”, disse a presidente, após ser questionada por jornalistas sobre se a Caixa passará a ter ações na Bolsa de Valores. Ela, porém, não detalhou como será o processo de abertura do capital da empresa.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 12h19m


Manifestantes bloquearam os dois sentidos da BA-882, entre as praias de Caixa Prego e Aratuba, na Ilha de Itaparica, nesta segunda-feira (22). Segundo o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (PRE), cerca de 150 manifestantes queimaram pneus, galhos de árvore, informou o Correio. 

O grupo exigiu a presença do Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba) para pedir melhoria nas condições da rodovia, segundo a PRE. O protesto provocou lentidão no trânsito na BA-001, no trecho entre Valença e Bom Despacho.

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 12h04m


Confrontada com novas denúncias envolvendo a Petrobras, a presidente Dilma Rousseff saiu em defesa nesta segunda-feira, 22, da presidente da estatal, Graça Foster, indicou que não pretende mudar a diretoria da empresa, assegurou que está trabalhando para que a nota de crédito da Petrobras não seja rebaixada e avisou que pretende mudar o seu conselho de administração, sem entrar em detalhes.

Dilma recebeu no Palácio do Planalto jornalistas que cobrem o Palácio do Planalto para o tradicional café da manhã de fim de ano com a imprensa. “Tem de ter alguma prova apresentada sobre qualquer conduta da presidente da Petrobras, Graça Foster. Eu conheço a Graça, sei da seriedade, da lisura da Graça, acho que é importante saber qual é a prova que se apresentou (contra a presidente da Petrobras). Porque se eu disser que te falei, o que eu quero? Eu tenho de provar que falei”, comentou Dilma.

“É muito difícil ter uma situação confortável quando existe a prática de condenar sem dar espaço pra defesa – é muito difícil -, sem perguntar pelas provas, nem pelos interesses. É muito fácil criar situação de constrangimento pra qualquer um.”

Em entrevista exibida ontem, 21, pelo programa “Fantástico”, da TV Globo, a ex-gerente-executiva da Diretoria de Abastecimento da Petrobras Venina Velosa da Fonseca disse que informou “a todas as pessoas que podiam fazer algo” sobre irregularidades verificadas por ela. Venina também afirmou que registrou suspeitas por e-mail, e discutiu pessoalmente o assunto com a atual presidente da estatal, Graça Foster, quando a executiva máxima da companhia era diretora de Gás e Energia.

“A Graça é uma pessoa ética”, disse Dilma, confirmando que a presidente da Petrobras colocou o cargo à disposição. “Eu falei pra ela (Graça Foster) que, do meu ponto de vista, isso não era necessário. É óbvio que o cargo de todas as pessoas do governo estão à minha disposição. O fato de isso ocorrer (Graça colocar o cargo à disposição) é uma consideração comigo, é um ato que se podia chamar de educação política por parte da Graça”, observou Dilma. “Eu não estou pretendendo alterar a diretoria da Petrobras, não estou pretendendo. Alterarei o conselho de administração da Petrobras”, disse a presidente. (Estadão)



.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 11h58m
 
 
Mesmo com o ciclo de alta dos juros básicos da economia, iniciado pelo Banco Central em outubro deste ano e que, segundo o mercado, pode se estender até abril de 2015 - com a taxa básica da economia, atualmente em 11,75% ao ano podendo chegar a 12,50% ao ano - a autoridade monetária prevê que o crédito ofertado pelos bancos interrompa uma trajetória de quatro anos de desaceleração em 2015.
 
Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, a expectativa é de um crescimento de 12% para o crédito das instituições financeiras no ano que vem - o mesmo percentual esperado para 2014. Desde 2011, o crédito bancário vem desacelerando (crsecendo menos do que no ano anterior). Em 2009, subiu 15%, acelerando para 20,6% de alta em 2010. Em 2011, 2012 e 2013, porém, houve desaceleração, com as seguintes elevações: 18,8%, 16,4% e 14,6%.

Em novembro, de acordo com informações divulgadas pelo BC nesta segunda-feira (22), o saldo total (estoque) das operações de crédito dos bancos atingiu R$ 2,96 trilhões. No mês passado, o aumento foi de 1,3% e, em doze meses até novembro, de 11,8%. A relação crédito bancário com o Produto Interno Bruto (PIB), por sua vez, alcançou 58% em novembro. A expectativa da autoridade monetária é de que termine este ano em 58% do PIB e, 2015, em 61% do PIB..


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 11h44m
 
 
O juros do cheque especial subiram novamente em novembro, e atingiram a marca de 191,6% ao ano, segundo números divulgados nesta segunda-feira (22) pelo Banco Central. Com isso, permaneceu sendo o maior valor desde abril de 1999, quando estava em 193,6% ao ano, ou seja, em mais de 15 anos.
 
Os juros cobrados pelos bancos nesta linha de crédito tiveram forte aumento em 2014. No fim do ano passado, estavam em 147,9% ao ano. O crescimento, portanto, foi de 43,7 pontos percentuais nos 11 primeiros meses de 2014.

Reportagem publicada neste mês pelo jornal norte-americano “The New York Times” diz que os juros praticados em algumas linhas de crédito no Brasil “fariam um agiota americano sentir vergonha”, citando os dos cartões de crédito em mais de 240% ao ano e 100% cobrados pelos empréstimos bancários.

Economistas avaliam que o consumidor deve tentar evitar ao máximo o uso do cheque especial por conta das altas taxas cobradas pelas instituições financeiras. Para eles, esta é uma linha de crédito para momentos de necessidade e deve ser utilizada por um período reduzido de tempo. Junto com o cartão de crédito rotativo (quando o cliente não paga toda a fatura), o cheque especial tem as maiores taxas de juros do mercado.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 11h19m
 
 
Após abrir os negócios em alta, o dólar virou e passou a operar em baixa ante o real nesta segunda-feira (22), em meio à maior tranquilidade no exterior e liquidez reduzida típica das últimas semanas do ano, com muitos operadores já em ritmo de Natal e Ano Novo, de acordo com a agência Reuters.
 
Às 11h09, a moeda norte-americana recuava 0,29%, a R$ 2,6495 na venda, após subir 0,09 por cento na sessão passada. "O clima é de marasmo. O mercado está bastante esvaziado", disse o gerente de câmbio da corretora Fair, Mario Battistel.
 
O mercado de câmbio não abrirá nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro e funcionará de forma limitada nas vésperas do Natal e do Ano Novo. Segundo operadores, os agentes financeiros evitavam fazer grandes operações, o que limitava o volume de negócios e deixava a cotação à mercê de fluxos pontuais.
 
Ajudava a manter a tranquilidade no mercado doméstico o bom humor no exterior, com nova queda do dólar em relação ao rublo. Os movimentos da moeda russa, que sofreu fortemente em meio à baixa dos preços do petróleo, têm sido um dos principais fatores que guiaram o ânimo dos investidores globais nas últimas semanas.

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 11h06m
 

 
Em entrevista ao Correio da Bahia o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado da Bahia (Sindilojas), Paulo Motta, afirmou que o crescimento nas vendas de natal deve ser apenas 1% comparado com o Natal passado. “Essa crise, com juros mais altos, deixou o consumidor muito mais cauteloso. Vai ser um Natal de lembranças outra vez”, adianta.
 
Um pouco mais otimista, o presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL) da Bahia, Antoine Tawil, acredita que o cenário pode ser revertido. Ainda de acordo com a mesma pesquisa realizada pelo site de e-commerce Grupon, do total de entrevistados no Brasil, 77,7% pretendem presentear neste Natal.

"Quando atraímos o cliente até a loja, temos a chance de fazer com que ele leve um produto de maior valor agregado ou até mesmo compre outros itens". Segundo  a pesquisa do Groupon, a maioria dos brasileiros diz que pretende gastar entre 50 e 99 euros (R$ 163,79 a R$ 324,30, cotação da última quinta-feira) com todos os presentes. (Correio)

 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 10h53m


A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou nesta segunda-feira, 22, no Diário Oficial da União o resultado da 6ª revisão extraordinária das tarifas de pedágio do sistema composto pela rodovias BR-116/324 e BA-526/528, no trecho que vai da divisa entre Minas Gerais e Bahia até Salvador, incluindo o acesso à Base Naval de Aratu.

De acordo com o órgão regulador, as tarifas do sistema, administrado pela concessionária ViaBahia, subirão de R$ 1,70 para R$ 1,90 nas praças de pedágio P1 e P2, e de R$ 3,10 para R$ 3,40 nas praças P3 a P7, informou o Estadão. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 10h43m
 
 
A taxa média de juros cobrada pelos bancos nas suas operações com pessoas físicas com recurso livres (excluindo BNDES, rural e habitacional) subiu 0,2 ponto percentual em novembro, para 44,2% ao ano, o maior patamar desde o início da série histórica do Banco Central - em março de 2011. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (22) pela autoridade monetária.
 
O aumento da taxa de juros das instituições financeiras acontece em um momento de alta da taxa básica da economia - a Selic - cujo processo de elevação foi retomado pelo Comitê de Política Monetária (Copom) em outubro deste ano, quando a taxa avançou de 11% para 11,25% ao ano. Atualmente, a taxa já está em 11,75% ao ano após outra elevação realizada pelo BC neste mês. O objetivo do BC ao subir juros é tentar conter as pressões inflacionárias.
 
Os números da autoridade monetária mostram, porém, que os bancos não estão só repassando o aumento dos juros básicos da economia - feitos pelo Banco Central - mas que estão aumentando suas taxas dos clientes bancários acima disso. Nos últimos dois meses, a taxa de captação das instituições financeiras, ou seja, quanto os bancos pagam pelos recursos no mercado - avançou 0,7 ponto percentual. A taxa média das operações com pessoas físicas, entretanto, avançou 1,2 ponto percentual neste período.
 
No acumulado deste ano, a taxa de captação, para pessoas físicas, subiu somente 0,1 ponto percentual. Ela estava em 12,2% ao ano em dezembro do ano passado, avançando para 12,3% ao ano em novembro. Já a taxa média de juros dos bancos para pessoas físicas, por sua vez, avançou 6,2 pontos percentuais. Em dezembro de 2013, estava em 38% ao ano, avançando para 42,2% ao ano no mês passado.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 10h32m


Após entidades portuárias, ambientais e empresários manifestarem descontentamento com a votação de hoje (22), na Assembleia Legislativa, de artigos do Plano de Diretrizes Industriais, Logísticas e de Sustentabilidade do CIA e do Canal de Cotegipe referentes às Zonas de Interesse Ambiental e Recreativo na Baia de Todos os Santos, o Bahia Econômica ouviu o vice-líder da oposição, deputado Carlos Gaban (DEM), sobre o Projeto de Lei 21021/2014.

Gaban confirmou ao portal que vem recebendo uma série de ligações telefônicas de pessoas contra a votação do Projeto sem um maior debate. “Em função disso, nós não podemos entrar num acordo hoje, sem maiores discussões”, anunciou.

O parlamentar ainda criticou a iniciativa do governo petista de enviar projetos para serem votados com urgência, sem primeiro passar por uma comissão técnica, para que os deputados e a sociedade tenham a oportunidade de fazer sugestões e mudanças.

Sobre a votação na Assembleia, o deputado afirmou que se depender da oposição não vai ser aprovado um projeto que prejudica os baianos. “Vamos fazer o possível, e tomar as medidas cabíveis para a votação não ocorrer. Hoje vamos aprovar o Orçamento e vamos propor para dia 29 a votação de projetos que ainda precisam de mais discussões”. Ele acrescentou que se não for possível a aprovação no dia 29, a decisão dos parlamentares ficará para janeiro de 2015. 

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 10h19m
 
 
A Bovespa opera em baixa nesta segunda-feira (22). Às 10h33, o Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores de São Paulo, operava em baixa de 0,31%, a 49.496 pontos, influenciada, entre outros fatores, pela redução das taxas de juros na China. 
 
Por volta do mesmo horário, as ações da Petrobras operavam em alta de cerca de 2%. Na sexta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 2,38%, a 49.650 pontos, com as ações da Vale e da Petrobras impulsionando a alta da sessão. Na semana passada, a bolsa acumulou alta de 3,44%.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 10h03m


Ao longo dos últimos dez anos, o número de baianos em situação de segurança alimentar subiu de 49,7%, em 2004, para 62,2% da população em 2013. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2004, cerca de 1,8 milhão de domicílios encontravam-se em situação de segurança alimentar. Em 2013, caiu para 1,2 milhões de municipios. Mas, ainda assim, mais de 1 milhão de baianos passam fome, segundo o IBGE.

Entre os indicativos que justificam este avanço estão os inúmeros programas sociais de incentivo ao trabalho e de transferência de renda implantados pelos governos estadual e federal na última década. Ações de apoio à agricultura familiar e à economia solidária, de garantia do acesso à água e a retirada de mais de dois milhões de baianos da condição de pobreza contribuíram significativamente para este resultado.

No âmbito estadual, destaca-se o programa Vida Melhor, que atua, tanto no eixo rural quanto no urbano, com foco na inclusão socioprodutiva. O Bolsa Família, do governo federal, exemplo de sucesso entre programas de distribuição de renda, melhorou a vida de cerca de 1,8 milhão de famílias baianas em 2013.

O secretário executivo do Grupo Governamental de Segurança Alimentar e Nutricional, Flávio Bastos, cita o Água Para Todos (PAT) como um dos programas fundamentais para a redução do número de domicílios em situação de insegurança alimentar. "Mais de 4,8 milhões de pessoas passaram a ter acesso à água, que é o bem mais básico para a qualidade de vida e saúde da população. Só em abastecimento, o programa representa um investimento de R$4,2 bilhões".

 

.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 09h59m
 

 
O dólar opera em alta ante o real nesta segunda-feira (22), em meio ao quadro de tranquilidade no exterior e numa sessão que deve mostrar baixa liquidez, com muitos operadores já em ritmo de Natal e Ano Novo, de acordo com a agência Reuters. Às 9h29, a moeda norte-americana tinha variação positiva de 0,23%, a R$ 2,6635 na venda, após subir 0,09 por cento na sessão passada.
 
O Banco Central fará nesta sessão dois leilões de venda de até 2 bilhões de dólares ao todo com compromisso de recompra. Na operação que acontecerá entre 15h e 15h05, a data de recompra é em 3 de fevereiro de 2015 e, no leilão realizado entre 15h15 e 15h20, a data de recompra é em 5 de maio.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 09h43m
 

 
O novo secretariado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) ainda não definido. No início do mês, o alcaide anunciou sua reforma administrativa, mas, assim como o governador eleito Rui Costa (PT), manteve em segredo o quadro de profissionais que estarão à frente das pastas em sua gestão. Conforme informações que circulam no Palácio Thomé de Souza, a expectativa é que os nomes sejam divulgados ainda esta semana. Embora ACM Neto tenha até o dia 31 de dezembro para formalizar o quadro de secretários, a especulação em torno do assunto já é grande. 
 
Com a missão de acomodar os aliados que estiveram do seu lado tanto nas eleições que o levaram ao Thomé de Souza, quanto nas eleições do ano passado, onde a oposição saiu com a chapa majoritária derrotada, o Prefeito intensifica as negociações. Além do PDT e do PTB, que passaram a aderir à base municipal, ACM Neto precisaria olhar para o PSC, que, ao deixar o governo estadual para caminhar ao lado do alcaide, já se mostrou interessado para assumir algum cargo de destaque na prefeitura em 2015, conforme adiantou à Tribuna que espera um convite do gestor para o diálogo. 
 
Ainda segundo informações de bastidores, nesse jogo de cadeiras Neto precisará ainda ficar atento aos interesses do PTN, que já lançou nome do vereador Tiago Correia para a candidatura da presidência da Câmara de Salvador, e deve pesar na renegociação de cargos. Até então, a única secretaria que já tem nome garantido é o da Fazenda. O candidato derrotado ao governo da Bahia, Paulo Souto (DEM), substituirá o atual titular da pasta, Mauro Ricardo, que teve papel fundamental para reorganizar as finanças da prefeitura, mas se despede de Salvador para enfrentar novos desafios, assumindo a Secretaria da Fazenda do Estado do Paraná.
 
Uma das peças-chave na equipe de Neto, o secretário de Gestão, Alexandre Paupério, afirmou à Tribuna na última sexta que todos os nomes ainda estão em análise pelo alcaide. “Os nomes passam pela avaliação do prefeito. Ele vai levar em conta os resultados que todos os secretários entregaram com um balanço das ações desempenhadas nesse período e das costuras políticas que são feitas, evidente, para que se possa administrar a cidade. Ele não vai estar com pressa. Me disse que vai trabalhar até o dia 31”, afirmou à Tribuna.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 09h19m
 

 
Com intuito de fortalecer a instituição o Governo Federal quer fazer a abertura do  capital da Caixa Econômica Federal até 2016, segundo informações publicadas ontem pela coluna Mercado Aberto, do jornal Folha de S. Paulo. 
 
O projeto da equipe de gestão da instituição financeira  seria fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) com o objetivo de gerar recursos para o Tesouro Nacional. A abertura do capital permitiria um controle melhor de sua governança.

A Caixa tem a maior parte de seu risco concentrada em crédito imobiliário. Atualmente, a Caixa tem 3362 agências no Brasil. O volume de ativos totais é de R$ 1.01 trilhão. De janeiro a setembro de 2014, segundo apurou a Folha, o lucro líquido foi de R$ 5.3 bilhões e o volume de transações de R$ 1,72 bilhão.


 
.............................................................................................................................................................................................................................................
22/12 - 09h03m
 

 
Deputados e senadores que integram a Comissão Mista de Orçamento (CMO) devem se reunir hoje  para votar os relatórios setoriais da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2015. O texto enviado ao Congresso pelo Poder Executivo recebeu mais de 9 mil propostas de emendas, totalizando R$ 85,3 bilhões de impacto no orçamento, segundo divulgado ontem pela Agência Brasil.
 
Desses, R$ 76 bilhões correspondem a emendas apresentadas por bancadas estaduais e comissões das duas casas e o restante a emendas individuais de deputados e senadores. Com a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na última quarta-feira (17), as emendas individuais dos parlamentares passaram a ter execução obrigatória por parte do governo.

Assim, a peça orçamentária terá de destinar R$ 9,7 bilhões para essa finalidade no próximo ano. As demais emendas de bancadas e comissões têm execução facultativa e também passam pelo crivo dos relatores setoriais e de Romero Jucá (PMDB-RR), que é o relator  do projeto.

O relatório preliminar de  Jucá foi apresentado na última semana, mas ainda não foi votado. Depois da votação e dos relatórios setoriais, ele apresentará o texto final que, aprovado na CMO, seguirá para votação no plenário do Congresso Nacional. O próprio Jucá, no entanto, admite que não haverá tempo para concluir a votação do Orçamento este ano.



 
.............................................................................................................................................................................................................................................


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960