NOTICIA
politica

politica

QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE A COBRANÇA DA TAXA DE FORO PELA PREFEITURA DE SALVADOR?

"Essa questão da mobilidade é essencial. Quero construir o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e ampliar todos os outros recursos que fazem com que a Bahia tenha um transporte urbano de qualidade".

Presidente Dilma Rousseff ao defender ações no transporte público das grandes cidades baianas.

 

Notícias

17/08 - 15:47hs
BRASKEM INAUGURA FÁBRICA DE PVC EM ALAGOAS

Carlos Fadigas


A Braskem inaugurou nesta sexta-feira (17) uma fábrica de PVC, construída no município de Marechal Deodoro, em Alagoas. Maior investimento já realizado pela petroquímica em um único projeto no Brasil, a fábrica representa uma nova etapa do objetivo da Braskem de reduzir a dependência nacional por resina importada. O próximo passo pode ser dado no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), polo em construção no município de Itaboraí.

A nova fábrica tem capacidade para produzir 200 mil toneladas anuais de PVC, resina utilizada principalmente na construção civil. O projeto, avaliado em cerca de R$ 1 bilhão, elevará a oferta de PVC da Braskem para aproximadamente 700 mil toneladas e a capacidade nacional (que inclui a concorrente Solvay) para cerca de 1 milhão de toneladas. A demanda doméstica está em aproximadamente 1,1 milhão de toneladas anuais.

A redução da dependência externa, contudo, deve ser momentânea, uma vez que a procura doméstica pela resina deve manter trajetória de crescimento no curto e médio prazos. "Dentro dos próximos três ou quatro anos, acreditamos que a demanda manterá taxa média de crescimento entre 4% e 5% ao ano", disse o vice-presidente da unidade de Vinílicos, Marcelo Cerqueira.

A projeção, se confirmada, pode viabilizar a construção de outra fábrica entre 2016 e 2017, conta Cerqueira. Por isso, a Braskem já analisa alternativas para uma futura expansão, e o Comperj surge como opção, conforme revelado em 2011 pelo presidente da petroquímica, Carlos Fadigas.

A unidade de Alagoas tornará o Estado o maior produtor brasileiro de PVC, desbancando a Bahia, onde a Braskem produz 250 mil toneladas, e São Paulo, onde a concorrente Solvay tem capacidade para produzir 300 mil toneladas anuais.

 

Desenvolvido por: Michael Sants