politica

politica

QUAL ENTRE OS CANDIDATOS AO GOVERNO DA BAHIA TEM O MELHOR PROGRAMA DE GOVERNO?

“Fomos nós que, no Dois de Julho de 1823, conquistamos a independência definitiva, apesar que eu entendo que a luta pela independência no sentido mais amplo, ela é de todo dia. Porque a verdadeira independência é a gente conseguir construir esse País dos nossos sonhos, com justiça social, com democracia forte, com economia crescente”.

Governador Jaques Wagner ao comentar as comemorações pela Semana da Pátria e os 192 anos da Independência do Brasil, no próximo domingo (7).



POLITICA

02/09/ - 17h14m
PT DIZ QUE PADRÃO URBANO DE SALVADOR SEGREGA A POPULAÇÃO


Para Edson Valadares, presidente do PT de Salvador, o higienismo e embelezamento são os padrões urbanísticos da atual gestão de Salvador.

"A política urbana adotada até o momento na cidade tem como um de seus eixos a retirada de tudo que possa expor a pobreza ainda presente na cidade e o mercado informal é sua principal vitima. A truculência por parte da Sucom e da Semop beira ao autoritarismo, como se tivessem o poder de polícia ou da própria justiça. Derrubam moradias populares, pequenos comércios, barracas de praia, perseguem baianas de acarajé, ambulantes e outros profissionais", criticou Valadares.

Segundo o petista, o outro padrão de desenvolvimento urbano da capital baiana é o do embelezamento cosmético que adota, muitas vezes, uma estética completamente fora do contexto, disse.

"Tudo dentro de um processo de segregação social e espacial de seus moradores. Podemos observar esta situação na reforma da Barra que consumiu mais de 60 milhões de reais, enquanto a Península de Itapajipe e Itapuã, áreas bem maiores em extensão, a prefeitura destinou apenas 10 milhões de reais. Esta disparidade demonstra que o executivo do município só tem olhos para o farol das elites. E para piorar retirou todos os ônibus dos bairros populares que faziam linha direta para a Barra", afirmou Valadares.
 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 16h55m
LÍDICE PROMETE ACABAR COM “MAQUIAGEM” NOS GASTOS DA BAHIA COM A SAÚDE


Aplicar, de fato, ao menos 12% da receita líquida de impostos em saúde pública é um compromisso da candidata a governadora da Bahia Lídice da Mata (PSB), segundo ela mesma informou. Em reunião com empresários da área da saúde, nesta terça-feira (2), a postulante condenou o que chamou de manobras contábeis do atual governo para atingir o limite mínimo constitucional de gastos no setor.

“O Governo do Estado hoje maquia estes números incluindo nesta conta os gastos com saneamento básico e até mesmo despesas com propaganda. É um compromisso meu, para ampliar os investimentos na saúde, acabar com esse artifício”, assegurou Lídice, no evento realizado no Hotel Sheraton da Bahia, parte do Congresso Nordestino Interdisciplinar de Saúde (Intersaúde).

Ao lado da candidata a senadora Eliana Calmon (PSB), Lídice destacou que a eleição de Marina Silva à Presidência da República possibilitará a aplicação de pelo menos 10% das receitas correntes brutas da União na saúde, compromisso já assumido pelo PSB, que assinou o manifesto Saúde+10.

“Com a tabela do SUS defasada e a crise com os planos de saúde, muitos hospitais e clínicas estão ameaçados de fechar as portas. Se os hospitais privados fecharem, o grande prejudicado será o povo. Aqui, 80% da população depende do SUS, mas 80% dos leitos hospitalares de especialidades estão na rede privada”, ponderou.

Lídice comprometeu-se com a articulação pela desoneração de impostos no setor e pela abertura de linhas de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para incentivar os investimentos no setor, além de refinanciamentos para as instituições que enfrentam crises financeiras.
 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 16h41m
MARINA SILVA VISITA BRUMADO NESTE SÁBADO


A candidata do PSB a presidente da República, Marina Silva, visitará no próximo sábado (6) a cidade baiana de Brumado, em companhia da candidata do partido ao Governo do Estado, Lídice da Mata, e da candidata ao Senado, Eliana Calmon. Brumado fica a 555 km de Salvador, no Sudoeste da Bahia.

Marina desembarcará pela manhã no aeroporto local e participará de uma caminhada pelas ruas centrais da cidade a partir das 9h. A concentração será em frente ao prédio da Cesta do Povo, de onde os candidatos, acompanhados por militantes e populares, seguirão até a Praça Armindo Azevedo, onde haverá comício. Após o ato, a candidata a presidente seguirá para o Ceará, onde cumprirá programação de campanha.

“Há uma grande ansiedade pela vinda de Marina Silva à Bahia, já na condição de candidata a presidente, tanto por parte da militância do PSB, como da população em geral”, disse Lídice da Mata. “Marina é uma extraordinária esperança para todo o país e também para a Bahia. Recebê-la em nosso Estado será uma honra”, completou.

O candidato a vice-governador, Eduardo Vasconcelos, ex-prefeito de Brumado, está responsável pela organização da programação de Marina na cidade. Ele disse que assim que a notícia da ida de Marina se espalhou, criou-se uma grande expectativa na população local.
 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 15h59m
APÓS CRITICAR PROGRAMA, MALAFAIA ANUNCIA APOIO A MARINA NO 2º TURNO


Três dias depois do recuo da campanha de Marina Silva (PSB) em propostas para a comunidade gay no programa de governo, o pastor Silas Malafaia, líder da igreja evangélica Assembleia de Deus Vitória em Cristo, anunciou nesta terça-feira que apoia a candidata em um eventual segundo turno.

"Claro que apoio Marina. Depois que o ativismo gay retirou apoio a ela, vou de cabeça [na chapa da candidata]", disse Malafaia, em referência às críticas internas e abandonos de militância coligada à pessebista após a mudança.

No sábado (29), menos de um dia após a apresentação do programa, a coordenação da presidenciável eliminou ou alterou trechos em que ela se comprometia em articular com o Congresso a aprovação de matérias sobre o tema, como o casamento civil homoafetivo e a criminalização da homofobia. Inicialmente crítico, Malafaia afirmou que o plano de governo "melhorou muito" na segunda versão, mas ainda cumpre "a agenda do ativismo gay".

Agora ele diz que tentará derrubar pontos em que diverge, como a adoção de crianças por casais homoafetivos, "pela via democrática". "Você sabe que a gente não pode conquistar tudo de uma vez. Os pontos [do programa] que eu não concordo vou derrubar no Congresso", acrescentou.

Questionado sobre quem ele apoiaria na possibilidade de um segundo turno sem Marina, o pastor riu. "Se for Dilma [Rousseff, PT] e Aécio [Neves, PSDB], se for Dilma e Everaldo [PSC], se for Dilma e Levy [Fidelix, PRTB], em qualquer caso eu vou ser contra o PT", disse. Aliado do pastor Everaldo no primeiro turno, ele acrescenta que apoia o candidato "porque é o mais ideologicamente parecido" com ele. As informações são do Valor.
 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 13h19m
LULA FAZ COMÍCIO EM SALVADOR AMANHÃ
 
 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de um comício dos candidatos ao governo Rui Costa, ao senado Otto Alencar e vice João Leão, nesta quarta-feira (02) em Salvador. O evento começa às 19h na Praça da Revolução em Peri-Peri, Subúrbio Ferroviário.
 
Mas, segundo o presidente do Diretório Estadual do PT Everaldo Anunciação, antes do comício, no final da tarde haverá caminhada na região.Também estarão presentes o governador Jaques Wagner e os candidatos às eleições proporcionais (Assembleia Legislativa e Câmara Federal) dos partidos que integram a coligação “Pra Bahia Mudar Mais”.
 
Lula participou da convenção que oficializou a chapa majoritária da coligação em junho e já gravou vários depoimentos para veiculação no programa do horário eleitoral.
 
Everaldo afirma que o ex-presidente entende “que as eleições de Rui e Otto são muito importantes para a Bahia e para ajudar a presidenta Dilma a continuar com o projeto de desenvolvimento e inclusão social.”
 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 12h33m
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA VOTA AMANHÃ (03) O PLANO ESTADUAL DE CULTURA


O projeto de Lei 20.864/2014, que institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia será votado nesta quarta-feira (3), às 15h, na Assembleia Legislativa da Bahia, no Centro Administrativo (CAB), em Salvador. A comunidade cultural poderá acompanhar a sessão na galeria do plenário do Legislativo.

A aprovação do Plano é um passo fundamental para conferir maior estabilidade às políticas culturais no estado, na medida em que dialoga com o Plano Nacional de Cultura, aprovado pelo Congresso Nacional em 2010 e que tem vigência de dez anos. O conteúdo do Plano, encaminhado à Assembleia após passar por consulta pública, pode ser lido no site da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult).

“O Plano Nacional de Cultura constitui-se em uma política de longo prazo, para além de governos, e implica na elaboração de planos estaduais e municipais. Em 2011, a Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, por unanimidade, a Lei Orgânica da Cultura, que institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia”, afirma o secretário estadual de Cultura da Bahia, Albino Rubim.

Ele explica ainda que os parlamentares vão votar agora o conteúdo do plano, “construído com base nas conferências estaduais de cultura realizadas em 2005, 2007, 2009 e 2011, em consulta pública e na aprovação pelo Conselho Estadual de Cultura. O Plano Estadual de Cultura é fundamental para a cultura e as políticas culturais na Bahia. Ele vai dar mais estabilidade ao desenvolvimento cultural baiano”. 


 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 12h01m
DILMA DIZ QUE AÉCIO NÃO SENTARÁ NA CADEIRA DE PRESIDENTE


A presidente Dilma Rousseff (PT) "lembrou" de Aécio Neves (PSDB) na saída do debate realizado com os presidenciáveis nesta segunda-feira, 1º. O tucano foi "ignorado" pela petista e por Marina Silva (PSB), que polarizaram o evento.

Mas ao deixar o estúdio do SBT, a presidente se dirigiu ao adversário: "Você está querendo sentar na minha cadeira, né Aécio? Mas não vai sentar não", disse, de acordo com a coluna Poder do jornal Folha de S. Paulo. Desde a entrada de Marina na corrida presidencial, o tucano está em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto e tem visto diminuir sua chance de chegar ao segundo turno.

Durante o debate, com semblante sério, o tucano demonstrava o desconforto com a situação (de ficar em terceiro plano). Ele, que quer recuperar destaque na disputa presidencial, aproveitou o espaço para questionar Dilma e se referiu a ex-senadora apenas nas considerações finais . Ao deixar o debate, ele justificou que as regras do debate impediram que ele fizesse perguntas para Marina.

Já a presidente reclamou do tucano ter poupado Marina, alegando que ele "veio para cima de mim". Dilma também criticou a candidato do PSB. "Quando se quer ser presidente, você não resolve os problemas com discurso, com conversa, na mágica".



...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 11h20m
MARCOS MENDES COMPARA MARINA SILVA A LULA


O candidato ao Governo do Estado pelo PSOL, Marcos Mendes, fez fortes críticas a candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva. Em entrevista ao programa Acorda Pra Vida, da rádio Tudo FM, Mendes disse que Marina está começando a “se render”.

“Estou vendo a mesma história de Lula, que vendeu até a alma para estar no poder. Os juros absurdos aumentaram após o governo Lula, por conta desses financiamentos dos bancos e essas parcerias. Os candidatos estão nas mãos de grandes empresas e vão ficar reféns deles sempre. Tenho certeza que a candidata do PSOL (Luciana Genro) jamais aceitaria um financiamento desse tipo”, disse.

Questionado sobre qual candidato ele apoiaria caso exista segundo turno entre Souto e Rui Costa, Mendes descartou a possibilidade e afirmou que terá presença do PSOL no segundo turno. “Não existe essa discussão agora, pois nós estaremos lá. Os outros dois candidatos discutem o mesmo projeto político, e se um deles levar, daqui há quatro anos estará tudo do mesmo jeito. “, disparou.

Defendendo a sua candidatura, o psolista elencou alguns dos problemas que ele considera mais grave no Estado. “A educação está completamente lapidada e sem respeito. A segurança não tem plano de carreira, não existe nada e tem uma formação muito ruim. O PSOL quer fazer um governo diferente e com participação popular”, pontuou.


 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 11h14m
SOUTO RECEBE APOIO DE VICE-PREFEITO DE CONCEIÇÃO DO JACUÍPE

 
O candidato ao Governo da Bahia, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia” ganhou mais uma adesão dos verdes na tarde desta segunda-feira (01). O vice-prefeito da cidade de Conceição do Jacuípe, Marcio Santos (PV), anunciou apoio ao candidato, durante reunião no Comitê do 25.

Além de apoiar Paulo Souto, Marcio também declarou apoio ao candidato a deputado federal, Ivanilson Gomes, do Partido Verde. “Tenho certeza que a Bahia vai voltar a sorrir com Paulo Souto governador e Ivanilson representando a Bahia no Congresso Nacional. Souto e Ivanilson são políticos sérios e comprometidos, por isso resolvi apoiá-los.”, pontuou Marcio Santos.


 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 10h10m
DILMA VAI PRIORIZAR AGENDA NAS RUAS


A presidente Dilma Rousseff deve fazer, nesa terça-feira, 2, a partir do meio-dia, uma caminhada em São Bernardo do Campo (SP). O trajeto previsto parte do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e segue até a igreja Matriz, passando pela rua Marechal Deodoro.

Nesta segunda, 01, à noite, Dilma, os coordenadores da campanha à reeleição e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estiveram reunidos em São Paulo para fazer um balanço do debate com os demais presidenciáveis no SBT. Na pauta, também esteve a definição das próximas agendas para a presidente Dilma, dando prioridade para que ela esteja nas ruas das cidades, com mais contato com o povo. Lula também dedicará mais tempo à campanha de reeleição de Dilma.

A presidente desistiu de voltar a Brasília ontem à noite. Decidiu fazer uma caminhada pelas ruas de São Bernardo do Campo. A coordenação de campanha avaliou que ela "precisa estar mais presente" e "se fazer visível o máximo possível". A reunião de ontem à noite em São Paulo teve também o objetivo de escolher quais serão os próximos compromissos de Dilma nos próximos dias, definindo os formatos dessas agendas, assim como os discursos a serem adotados.

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 09h25m
OTTO DEFENDE IMPOSTOS DE MEDICAMENTOS PARA A SAÚDE EM SEU NOVO PROGRAMA


Em seu novo programa, que foi ao ar na noite desta segunda-feira (01), Otto Alencar (PSD), da coligação “Pra Bahia Mudar Mais”, defende que os impostos dos medicamentos sejam destinados para a saúde. “Em 2013, essa arrecadação foi de R$ 15 bilhões de reais, e esse valor daria para construir nove mil UPAs por ano ou comprar 50 mil ambulâncias com UTI”, diz Otto.
 
Com a experiência administrativa de quem já foi secretário estadual de saúde, Otto explica ainda que 13 milhões de pessoas na Bahia dependem do Sistema Único de Saúde (SUS). “Atualmente, 4,3% do orçamento federal é destinado à saúde, com essa proposta, vamos elevar esse percentual, e garantir mais verbas para que serviços de média e alta complexidade, por exemplo, possam ser levados para o interior do estado”, explica Otto.

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 08h38m
DEZOITO VEREADORES DE SALVADOR TENTAM SER DEPUTADOS


Dezoito vereadores de Salvador tentam, este ano, eleger-se deputado federal ou estadual e dar um salto no escala do poder. Desses, seis estão apenas no segundo ano do mandato, iniciado em 2012. Enquanto os outros estão na Casa há dois, três ou até mesmo seis legislaturas. A mudança significa também um upgrade na estrutura que cada político vai usar, caso seja eleito.

Marcell Moraes (PV) é um dos ‘neo-vereadores’ que pretendem deixar o Legislativo de Salvador. Defensor da causa animal, como ele mesmo chama a bandeira que levanta, o vereador ostenta com orgulho os mais de 300 projetos apresentados à Casa – mesmo que a  maioria deles seja inconstitucional, de acordo com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Salvador, Kiki Bispo (PTN). “Sou recordista no Brasil em projetos aprovados e sou o que tem mais projetos apresentados”, afirma  Marcell.

Líder das últimas greves da Polícia Militar, o vereador Marco Prisco (PSDB) também tenta se mudar para o Legislativo estadual. Lá, Prisco, que está afastado da Polícia Militar, pretende defender os interesses da classe. Assim como os outros deputados, ele terá direito a R$ 78 mil de verba de gabinete - hoje, recebe R$ 53 mil da Câmara Municipal.

Primeiro vereador do PSOL em Salvador, Hilton Coelho espera migrar, em janeiro de 2015, para o cargo de deputado estadual. Assim como o vereador Suica (PT). Voo mais alto tenta a vereadora Ana Rita Tavares (Pros), que quer dar um pulo, em menos de dois anos, para a Câmara dos Deputados. Se lá chegar, Ana Rita  também  vai desfrutar de R$ 26 mil de salário, R$ 78 mil de verba de gabinete, até 25 funcionários contratados e, se não quiser morar no apartamento funcional, terá R$ 3 mil à sua disposição para alugar uma casa em Brasília.

Os vereadores Alemão (PP), Vânia Galvão (PT), David Rios (Pros), Alan Castro (PTN) e Héber Santana (PSC) estão todos no seu segundo mandato na Câmara, mas pretendem também ocupar uma cadeira na próxima legislatura da Assembleia baiana. (Correio)

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 08h20m
ITAPETINGA PERDE SEU POLO CALÇADISTA SEM O GOVERNO TOMAR CONHECIMENTO


“A indústria de calçados em Itapetinga vem perdendo seu efetivo e o governador Wagner sequer tomou conhecimento do assunto”, revelou o presidente da coligação “Unidos pela Bahia”, José Carlos Aleluia. A Vulcabras/Azaleia foi trazida para a cidade por Paulo Souto e chegou a ter na região cerca de 20 mil empregos.

“Não houve um dos deputados governistas votados lá que tenha se envolvido na questão e a fábrica nunca foi procurada”, lamentou o democrata. Ele esteve em visita à cidade durante esse fim de semana acompanhado do presidente do partido em Salvador, Heraldo Rocha. Ambos foram recebidos pelo ex-prefeito da cidade, Zé Otávio.

Em conversa com as lideranças locais, Aleluia citou o exemplo do estado vizinho de Sergipe, onde o governo tomou uma postura em defesa da população e conseguiu manter os empregos de uma fábrica que também ameaçava fechar suas unidades.

“Temos notícia de que, quando ameaçaram parar a unidade de Sergipe, o governo do estado, junto com a prefeitura local, sentou com a fábrica e conseguiu negociar para manter os empregos. Por que não conseguiram fazer isso aqui? Incompetência ou descompromisso?”

Aleluia garantiu que, uma vez eleito, vai ao lado de Paulo Souto procurar a empresa para discutir a situação, reverter a perda desses empregos e buscar a revitalização da economia de toda a região.

“Nós, logo depois da eleição, vamos procurar os dirigentes da fábrica e vamos começar a estabelecer entendimentos para que a Bahia volte a sorrir e que o emprego volte a surgir. Que nós possamos parar com as demissões e ir crescendo no sentido de atingir a plena produção”, anunciou.

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 08h12m
SOUTO RECEBE MAIS APOIO DA CHAPA OPOSICIONISTA NA RETA FINAL DA CAMPANHA


Os apoios à chapa oposicionista, formada pelos candidatos a governador, Paulo Souto, a vice, Joaci Góes, e a senador, Geddel Vieira Lima, se multiplicam na reta final da campanha. A insatisfação popular com a atual administração petista se reflete na grande adesão de lideranças de diferentes partidos e municípios baianos. Comitivas com representantes de 24 cidades foram a Salvador para anunciar que estão compromissados com o projeto da coligação “Unidos pela Bahia”, nessa segunda-feira (1º).

Reforçaram a aliança da oposição lideranças de Manoel Vitorino, Conde, Jitaúna, Gongogi, Jeremoabo, Ubaitaba, Ituaçu, Barra da Estiva, Uibaí, Itamaraju, Camamu, Ribeira do Pombal, Nilo Peçanha, Itapitanga, Barro Alto, Valente, Dom Macedo Costa, Ibipeba, Laje, Paripiranga, Bom Jesus da Lapa, Serra Dourada, Serrolândia e Cocos.

De acordo com o ex-prefeito de Manoel Vitorino, Heleno Vilar (PTB), o povo baiano precisa de homens de trabalho e atitude, como Paulo Souto e Geddel. “Nossa região recebia atenção do governo na época de Souto”, disse. Para a vereadora do município, Marlene Costa (PC do B), Souto tem promessas realizáveis, nas quais ela pode confiar. “Acredito nas metas para a Bahia estabelecidas por este grupo, e não concordo com o plano de governo do PT”, assinalou. Para a liderança de Conde, Wilson Martins, o PT é árvore que não dá mais fruto. “Estamos cansados de tantos desmandos na Bahia”, criticou, ao lado do ex-prefeito José Vieira Leite do Carmo e dos líderes Zezé Lins, Antonio Carlos Batista e Geraldo Faria.

“A Bahia precisa de renovação”, disse a liderança política de Gongogi, Kaçulo (PTC), que reafirmou o apoio à chapa oposicionista junto com os vereadores Adriano Mendonça (PHC), Moisés Jesus da Silva (PP) e Neto Quirino (PT do B).

A secretária de Finanças de Itamaraju, Lucilene Curvelo, ex-militante do PT, também aproveitou para reafirmar seu apoio a Paulo Souto e Geddel. “Sei que estou ao lado do melhor projeto para fortalecer a Bahia, retomando o crescimento do nosso estado e atendendo às necessidades do povo baiano”, informou, destacando que decidiu abandonar o antigo partido, após 18 anos de dedicação, porque não aceitava as contradições e as distorções existentes entre o discurso e a prática política do PT.

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 07h52m
TRE-BA REALIZA MAIS UMA BLITZ COM APREENSÃO DE 1.119 PLACAS


Com quatro equipes de servidores das 1ª e 6ª Zonas Eleitorais, o Tribunal Regional da Bahia (TRE-BA) realizou mais uma super blitz na última sexta-feira. Dessa vez, as ações aconteceram nas avenidas Bonocô, Paralela, Juracy Magalhães, Suburbana e San Martin, tendo como resultado a remoção de 1.119 placas irregulares de campanha eleitoral. Conforme a Lei 9.504/97, a Lei das Eleições, é proibida a colocação de propaganda eleitoral em bem público e “nas árvores e jardins localizados em áreas públicas”. 

Em outra blitz que aconteceu na última quinta-feira (28), os servidores apreenderam 187 peças de campanha em desacordo com a legislação eleitoral próximo ao monumento Clériston Andrade, na Avenida Garibaldi. As operações contam com o apoio da Polícia Militar, Guarda Municipal e Superintendência de Conservação e uso do Solo do Município (Sucom). Os materiais recolhidos foram encaminhados ao depósito da Limpurb, na Rodovia BR 324.

O primeiro grande mutirão efetuado pelas duas Zonas da Capital aconteceu na noite do dia 21 de agosto reunindo cinco equipes que trabalharam durante oito horas na remoção de 1.226 placas nas avenidas Suburbana, Paralela, Centenário, Magalhães Neto e Antônio Carlos Magalhães. (TRE/BA)

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 07h39m
DEBATE NO SBT: DILMA E MARINA POLARIZAM AS DISCUSSÕES


 

A candidata do PSB, Marina Silva, e a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, protagonizaram nesta segunda-feira, 1º, o principal embate do debate promovido pelo jornal Folha de S.Paulo, pelo portal UOL, pelo SBT e pela rádio Jovem Pan. Dilma e Marina, que na mais recente pesquisa Datafolha aparecem empatadas na liderança da disputa presidencial, ambas com 34% das intenções de voto, escolheram uma a outra como alvos preferenciais durante o evento.

Enquanto a candidata do PSB insistiu em apontar o que chamou de erros da gestão Dilma na condução da política econômica do governo, a petista explorou o que considera contradições das propostas de Marina e a falta de sustentação política de seu grupo. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tentou, a princípio, polarizar com a presidente, também mirando a gestão da economia, mas ficou em segundo plano. Apenas os nanicos Levy Fidelix (PRTB) e Luciana Genro (PSOL) dirigiriam perguntas ao tucano. Aécio fez uma referência explícita a Marina somente nas suas considerações finais, quando disse que ela "não consegue superar as contradições em seu projeto" de poder.

Sem apontar as fontes dos recursos, a ex-ministra do Meio Ambiente disse que firmou compromissos assumidos para que o Brasil volte a ter eficiência. "Quando é para subsidiar juros de banco, as pessoas não ficam preocupadas de onde vai sair o dinheiro", afirmou Marina, que voltou a ser cobrada por Dilma: "A senhora falou e não respondeu de onde vem o dinheiro", provocou a petista. "Vamos fazer com que nosso orçamento possa ser acrescido a partir da eficiência que teremos com relação aos tributos. A sociedade paga muito alto para que as escolhas sejam sempre feitas na direção errada", reagiu Marina.

Na oportunidade que teve para questionar Dilma, no terceiro bloco do debate, a candidata do PSB perguntou o que deu errado no governo da petista, já que o ela não teria cumprido os compromissos de fazer o País crescer, manter os juros baixos e controlar a inflação. Na resposta, a presidente preferiu falar sobre o que chamou de "contradição" da adversária.

"Há uma contradição de uma política macroeconômica ligada a interesses de arrochar salários, aumentar tarifas e atender interesses. O cobertor é curto. Sem apoio político, sem discussão e sem negociação, a senhora não consegue aprovar os grandes programas do Brasil", afirmou Dilma, que também tocou em outro tema polêmico da candidatura de Marina. "Eu apostei na governabilidade, nunca negociei os interesses do Brasil. Ganhei e perdi, mas sem apoio do Congresso Nacional, é impossível governar. Quem escolhe os bons é o povo brasileiro, por meio da eleição." (EC)

 

...........................................................................................................................................................................

02/09/ - 07h31m
AGRIPINO SINALIZA ALIANÇA TUCANA COM MARINA NO 2º TURNO


O coordenador geral da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB), senador Agripino Maia, sinaliza uma possível aliança com Marina Silva (PSB) no segundo turno. Essa hipótese é considerada dentro do ninho tucano caso Aécio não passe da primeira etapa. Atualmente, ele é o terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, atrás de Marina e da presidente Dilma Rousseff (PT), tecnicamente empatadas, segundo o Ibope.

"O sentimento que nos move - PSDB, DEM e Solidariedade - é garantir a ida de Aécio para o segundo turno. Se não for possível, avalizar a transição para o segundo turno. Ou seja, com uma aliança com Marina Silva, por exemplo. É tudo contra um mal maior que é o PT", disse Agripino, em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 17h15m
PSDB NEGA FALTA DE EMPENHO POR CANDIDATURA AÉCIO EM SP


Ultrapassado por Marina Silva (PSB) nas últimas pesquisas de intenção de voto, o tucano Aécio Neves convive com uma grande desvantagem em São Paulo, maior colégio eleitoral do País e Estado governado por seu partido há vinte anos.

A última pesquisa Ibope, que consolidou Marina no segundo lugar no País, mostrou que, em São Paulo, Aécio não lidera a disputa sequer entre os eleitores de seu correligionário Geraldo Alckmin, que tem 50% das intenções de voto para o governo estadual.

Entre os eleitores de Alckmin, é Marina Silva a mais bem colocada, com 37% das intenções - mesmo que ela tenha se negado a seguir a aliança firmada por seu partido para apoiar o tucano. No mesmo universo, Aécio tem 28% e Dilma, 26%, um empate técnico. "Tenho muita confiança de que vamos ter um ótimo resultado em São Paulo, quanto mais as pessoas conhecerem as nossas propostas, mais próximos da vitória nós estaremos. É o tempo de dizer o que nós representamos", disse Aécio, após a divulgação da pesquisa.

O presidente estadual do PSDB atribui a queda a uma instabilidade criada pela morte de Eduardo Campos e a entrada de Marina. "A Marina Silva ficou duas semanas na mídia em exposição permanente e se apresentou agora como substituta do Eduardo. Até decantar esse processo de comoção e expectativa, existem variáveis que distorceram temporariamente o quadro da campanha", justifica o presidente do PSDB-SP, Duarte Nogueira.

O clima entre as campanhas de Alckmin e Aécio piorou depois que o governador exibiu em seu programa eleitoral um depoimento de Beto Albuquerque, vice na chapa de Marina. O PSB apoia Alckmin e disputa a Presidência com Aécio. A despeito do princípio de crise, Duarte Nogueira garante que não há falta de empenho. "Como as coligações não são fechadas, essas coisas acontecem, essa é a regra atual do jogo. É natural que se tenha uma opinião aqui ou acolá contestando um gesto. Mas ninguém tem a menor dúvida de que estamos extremamente juntos e unidos. O candidato do Geraldo e de todos nós é o Aécio Neves", afirmou, negando que o fato de Aécio ser mineiro o atrapalhe na disputa. As informações são da Agência Estado.
 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 15h40m
BAHIA NÃO QUER PASSADO DO ANALFABETISMO DE VOLTA, ALFINETA RUI


A Bahia não quer o passado, “aquele que tinha dois milhões de analfabetos”, disse Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, ao conversar com eleitores das cidades de Alagoinhas, Valente, Retirolândia, São Domingos e Conceição do Coité.

“Com Jaques Wagner batemos o recorde no número de alfabetizados no país, através do Programa Todos pela Alfabetização (TOPA), com mais de 1 milhão e 280 mil pessoas que aprenderam a ler e escrever”, registrou, para acrescentar: “Na nossa próxima gestão vamos avançar na escolarização de jovens e adultos, ampliando os Centros Noturnos de Educação em parceria com prefeituras e sociedade”.

A Caravana 13, na tarde do domingo (1º), com as presenças de Rui, Otto Alencar (senador), João Leão (vice-governador) foi uma das maiores realizadas desde o início da campanha no interior do estado. Pela manhã, a carreata em Alagoinhas, da mesma forma, atraiu centenas de automóveis. Em Valente foi formada por uma fila de mais de 800 carros e 200 motos. Na concentração popular, na praça do município da Região do Sisal, os candidatos falaram para cerca de três mil pessoas. “A nossa campanha está cada dia mais forte!”, comemorou Rui.

Nessa segunda-feira, às 15 horas, a chapa majoritária da coligação Pra Bahia Mudar Mais iniciou uma caminhada em Feira de Santana, com concentração na Praça da Matriz.
 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 14h43m
ELEIÇÃO DESTE ANO É A MAIS CARA DA HISTÓRIA


Os quase 25 mil candidatos que disputam um mandato este ano esperam arrecadar e gastar, juntos, até R$ 71 bilhões, de acordo com levantamento feito pela Revista Congresso em Foco no banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Um terço a mais do que previram os 22 mil concorrentes no começo da campanha de 2010.

É dinheiro suficiente para bancar quase três Copas do Mundo, considerando-se os valores divulgados em balanço pelo governo federal em maio. Ou para cobrir todas as despesas com salário e mandato dos 594 deputados e senadores, inclusive assessores de confiança, por sete décadas. Ou, ainda, custear por seis anos as 14 milhões de famílias (50 milhões de pessoas) que sobrevivem com recursos do programa Bolsa Família.

De 2002 a 2010, as despesas declaradas por candidatos e partidos durante as eleições para cargos federais cresceram cinco vezes, muito acima da inflação de 76% registrada no período. Desde as denúncias que derrubaram o então presidente Fernando Collor, em 1992, o atual sistema de financiamento eleitoral dividiu o noticiário político com o policial em diversas oportunidades. Foi pano de fundo de todos os mensalões, do PT, do DEM e do PSDB.

“Chegamos ao grau da insustentabilidade. As eleições são um jogo comprado no Brasil”, afirma o juiz eleitoral Márlon Reis, um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa e coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

Segundo ele, só se elege quem tem muito dinheiro ou é apoiado por grandes empresas. “Isso não é legítimo, porque nega a representação a outros segmentos da sociedade que não o econômico. As representações estão sob domínio do abuso do poder econômico, que, de ilícito, tornou-se regra”, acrescenta o magistrado. As informações são do Congresso em Foco.
 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 12h18m
DEPUTADO CACÁ LEÃO INAUGURA COMITÊ EM SANTO ANTONIO DE JESUS


O deputado Cacá Leão inaugurou comitê de campanha, na última sexta-feira (29), no município de Santo Antonio de Jesus. No evento, estavam reunidos o ex-prefeito Euvaldo, a amiga Dalva, o vereador Delcio Mascarenhas e os vereadores do grupo.
 
“É com muita alegria que nos reunimos em Santo Antonio de Jesus para essa inauguração. Esse será o espaço onde as pessoas poderão contar conosco, para que, juntos, possamos ir rumo à vitória no dia 5 de outubro”, afirmou.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 12h08m
MARINA E DILMA SE ENFRENTAM HOJE EM DEBATE


As candidatas à Presidência Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) vão se confrontar nesta segunda-feira, 1º de setembro, pela primeira vez após a pesquisa Datafolha que mostrou ambas empatadas com 34% das intenções de voto no primeiro turno. Juntamente com Aécio Neves (PSDB), que apareceu com 15% no levantamento, as presidenciáveis vão participar, às 17h45, de debate promovido pela Folha de S. Paulo, UOL, SBT e Jovem Pan, nos estúdios da emissora de televisão.

Os candidatos já estiverem frente a frente no debate realizado pela TV Bandeirantes, na última terça-feira (26). Naquele dia, porém, a pesquisa mais recente era do Ibope e apontava Dilma com 34%, Marina com 29% e Aécio com 19% das intenções de voto no primeiro turno.

O evento, que será mediado pelo jornalista Carlos Nascimento, vai ser dividido em quatro blocos e terá duração total de 1h40 minutos. O primeiro bloco terá perguntas livres entre os candidatos, com réplicas e tréplicas. A segunda parte envolverá perguntas de jornalistas dos veículos que promovem o debate, que escolherão um candidato para responder e outro para comentar. O terceiro bloco terá o mesmo formato do primeiro e o quarto será de considerações finais dos presidenciáveis.

Também participarão do debate os candidatos Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV), Luciana Genro (PSOL) e Levy Fidelix (PRTB), cujos partidos têm representação na Câmara dos Deputados.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 11h42m
PMDB PODERIA CRIAR PROBLEMAS PARA MARINA NO SENADO


A bancada peemedebista do Senado tem potencial para criar dificuldades em um eventual mandato presidencial de Marina Silva. Mesmo tendo sido senadora por dois mandatos, de 1995 a 2011, com uma passagem no Ministério do Meio Ambiente (2003 a 2008), Marina não tem um interlocutor dentro do PMDB capaz de conversar e agradar a todas as alas do partido, que se acostumou a apoiar os governos FHC, Lula e Dilma em troca de distribuição de cargos e de emendas parlamentares. Ela tem dito que quer fazer uma "nova política" sem essa barganha.

O apoio do PMDB é de grande importância para os planos de Marina, que, em caso de vitória, disse que vai trabalhar no Congresso para aprovar duas reformas constitucionais: a política e a tributária. Para tanto, precisaria de, pelo menos, 49 votos dos 81 senadores. A tendência é que, após as eleições, o PMDB permaneça com a maior bancada no Senado - atualmente tem 19 senadores -, o que lhe garante direito, pelo regimento interno, a indicar o presidente do Senado e do Congresso, e o comando da principal comissão, a de Constituição e Justiça (CCJ). Com esses dois postos, o andamento das propostas poderiam ser facilitadas ou dificultadas.

A avaliação é a de que a "bancada" de Marina sozinha - que abrigará apoios individuais de integrantes do PSB, PMDB, PT, PSDB, PDT, entre outros partidos - deve ter no máximo 40 parlamentares. Os apoios de bancadas completas não estão certas por enquanto, exceto o do próprio partido dela, o PSB.

A "presidente-Marina" tem boas relações com senadores peemedebistas que atualmente não têm ascendência sobre os colegas, como o candidato à reeleição Pedro Simon (RS), que nem sequer participa das reuniões da bancada. Teria de fazer acenos para conquistar apoios no partido. Entretanto, ela tem adotado uma postura em relação ao Congresso mais pragmática do que Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no dia 13: em vez de "fulanizar" como fez Campos que, em seu governo, o atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), forte candidato a ficar na cadeira pelos próximos dois anos, vai para a oposição, Marina defende uma nova forma de fazer política sem vetar nominalmente qualquer pessoa. A leitura é de que Marina tem tentado garantir pontes com o PMDB do Senado.


...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 10h55m
LÍDICE FALA SOBRE DESAFIOS NA ÁREA DA SAÚDE DURANTE EVENTO PROMOVIDO HOJE


A candidata ao governo da Bahia, Lídice da Mata (PSB), participa de debate sobre os rumos da saúde para os próximos quatro anos, que ocorre na terça-feira (02.09), no Hotel Sheraton (antigo Hotel da Bahia), das 8h às 10h. Lídice é a primeira dos três candidatos convidados a participar do “Café com Política”, evento promovido pelo Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado da Bahia (Sindhosba), em parceria com a Associação dos Hospitais e Serviços de Saúde do Estado da Bahia (Ahseb) e a Federação Baiana de Saúde (Febase).

Cerca de 200 associados, que integram o serviço de saúde privado da Bahia, estarão presentes durante os debates. “Vamos ter a oportunidade de ouvir as propostas dos candidatos, relacionadas ao segmento dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde”, afirmou o vice-presidente do Sindhosba e organizador do evento, Eduardo Olivaes.

 Além de Lídice da Mata também participam do ciclo, Paulo Solto (DEM) e Rui Costa (PT). As datas ainda estão sendo agendadas com os candidatos.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 10h11m
DA LUZ DIZ QUE O PRINCIPAL ERRO DO PT FOI TER "INCHADO A MÁQUINA PÚBLICA"


O candidato ao governo pelo PRTB, Rogério Tadeu Da Luz, é enfático ao afirmar que a eleição na Bahia será definida apenas no segundo turno. Além de criticar os principais adversários, Paulo Souto e Rui Costa, Da Luz diz que o favorito da disputa é ele.

Em entrevista ao Tribuna, o postulante disparou criticas também à política de segurança pública do governo e afirmou que não existe apenas uma área ou setor a ser colocado como prioridade pelo próximo governador do estado, mas, sim, um conjunto de ações que beneficiem a população da Bahia.

Ao responder qual foi o principal acerto do governo Wagner, Da Luz afirmou: “principal acerto foi fazer alguns hospitais, entre eles o do Subúrbio, e ter recuperado as estradas.  As estradas na época de Paulo Souto pareciam as crateras da Lua. E Paulo Souto não fez nenhum hospital”.

Já em relação ao principal erro do governo petista, Da Luz declarou: “o principal erro foi ter inchado a máquina administrativa do estado. Temos hoje 32 secretarias, muitos cargos políticos, muita nomeação política. Grave erro foi não ter feito um governo com técnicos, não ter antecipado os royalties do petróleo justamente por causa dessa máquina inchada e cheia de gastos. Mesmo o governo atual tendo construído hospitais, ainda não temos retorno de uma saúde de qualidade. Construiu-se hospitais, mas não deu condição para o principal. Não valorizou o funcionário público”.
 

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 09h50m
CONFIRA A AGENDA DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DA BAHIA

Lídice da Mata (PSB)
Reunião, em São Paulo, com a candidata à presidência, Marina Silva, para definir visitas à Bahia. Encontro com o comando da campanha e gravações com Marina Silva para programas

Marcos Mendes (PSOL)
Pela manhã, debate sobre meio ambiente. À tarde, entrevista ao Programa Cidade Alerta, na Rádio Clube AM, Santo Antônio de Jesus. À noite, reunião com equipe
 
Paulo Souto (DEM)
Reunião com políticos e lideranças. À noite, gravação de sabatina promovida pelo jornal A TARDE, na TV Aratu, para ser exibida amanhã.
 
Renata Mallet (PSTU)
Manhã: entrevista a rádio e debate no MP.
À tarde, atividade com estudantes da rede estadual e panfletagem
 
Rogério da Luz (PRTB)
Encontro dos candidatos na Ampeb, Associação do Ministério Público, pela manhã
 
Rui Costa (PT)
Caminhada 13, em Feira de Santana com companheiros da chapa majoritária, lideranças políticas e comunitárias.
 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 09h38m
TESOUREIRO DIZ QUE PT NÃO TEM DIFICULDADE DE CAIXA


O coordenador do comitê financeiro da campanha de Dilma Rousseff, Edinho Silva, nega que o PT esteja enfrentando dificuldades de arrecadação. Segundo ele, a tendência é de que o fluxo de dinheiro aumente em setembro, simultaneamente à intensificação da disputa eleitoral.

Apesar de não prever dificuldades financeiras, Edinho diz ter mudado o modelo de compra de materiais da campanha, diversificado fornecedores, adotado sistema semelhante às concorrências públicas e, com isso, diminuído em até 30% o preço de alguns itens. "Vamos gastar menos do que o previsto", afirma o tesoureiro, referindo-se ao teto e aos gastos apresentados à Justiça Eleitoral, de R$ 298 milhões.

Na primeira parcial, referente à arrecadação de julho, o PT afirmou ter obtido R$ 10 milhões. "A arrecadação de agosto será maior que a de julho e espero que a de setembro seja igual à de agosto e que a campanha não necessite de mais recursos em função da redução de custeio que fizemos", afirma Edinho, referindo-se ao balanço que precisa ser entregue até amanhã para a Justiça Eleitoral. O tesoureiro diz que não havia fechado os números que serão apresentados. A campanha de Marina Silva (PSB) diz o mesmo.

Já o tesoureiro da campanha de Aécio Neves, o ex-ministro da Justiça José Gregori, afirma que a captação do tucano agora é quatro vezes maior do que na primeira etapa, quando conseguiu R$ 11,1 milhões. "Não será superior a R$ 60 milhões e não será inferior a R$ 40 milhões", afirma Gregori. "Independentemente das pesquisas, tudo aquilo que se imaginava há dois meses está acontecendo." (ESP)

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 09h26m
LULA DEVE VIR A SALVADOR NO PRÓXIMO SÁBADO


O ex-presidente Lula deve desembarcar no próximo sábado (06) na capital baiana. De acordo com a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o petista vem a Salvador para se reunir com lideranças políticas e fazer um grande comício.

Ainda sem local definido, o comício pode acontecer na Praça Castro Alves, Subúrbio ou Cajazeiras. Segundo o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, a festa não vai sacudir somente Salvador, mas o Brasil.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 09h22m
MARCOS MENDES ACREDITA QUE A ELEIÇÃO NA BAHIA SÓ SERÁ DECIDIDA NO 2º TURNO


Crítico feroz das gestões e dos adversários do DEM e do PT, Marcos Mendes, postulante ao Palácio de Ondina, acredita que a campanha poderá ter reviravolta, pois a população ainda não conhece as reais alternativas de poder no estado. O candidato do PSOL foi entrevistado pelo jornal Tribuna da Bahia e disse que é contra à forma como as pesquisas de intenção de voto são feitas, além de defender uma mudança no modo de condução das políticas públicas.

Mendes disse ainda que não acredita que Marina Silva (PSB) seja o viés de novidade da política e aponta Luciana Genro (PSOL) como a solução daquilo que classificou de “velha política brasileira”.

Quando questionado se acredita que a eleição será definida em dois turnos, ele respondeu: “Não acredito que seja em um turno só. A eleição será definida em dois turnos na Bahia. Apesar do desencanto das pessoas com o PT, quando elas começarem a compreender o processo democrático, o debate político, e nos conhecer, veremos uma perspectiva diferenciada. Trabalhamos para mostrar que, por exemplo, Paulo Souto não é nenhum tipo de novidade. Por mais fracassado que foi o governo petista, você vai fazer comparação com o DEM? Os números dos democratas, geralmente, são piores”.

O candidato também avaliou o Governo Wagner em relação aos erros e acertos: “Wagner, infelizmente, teve poucos acertos. Eu acho que é tratar de maneira diferenciada os movimentos sociais, já é um acerto. No governo do DEM havia repressão aos movimentos sociais, inclusive professores. Não tinha respeito nenhum. A repressão diminuiu com Wagner, isso é algo positivo, não podemos negar. A implementação de métodos de participação população através do Plano Plurianual Participativo é algo que temos que destacar. Mas vem os pontos negativos: um deles foi não fazer o aspecto prático desse plano. Você ouve as pessoas, mas só na teoria, não há ações práticas. Outro grande problema foi que o PT acabou copiando o modelo de governar do DEM, então foi uma gestão que não deu voz às pessoas, no sentindo de ouvir e atender. Ele favoreceu bastante as grandes empresas, um grande erro”.

 

...........................................................................................................................................................................

01/09/ - 08h55m
MARINA GANHA R$ 1,6 MI AO FALAR A BANCOS E EMPRESAS


A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, realizou dezenas de palestras para as mais variadas instituições entre 2011 e 2014, com uma carteira de clientes que inclui grandes bancos, empresas e seguradoras.

Após terminar a disputa da eleição presidencial na terceira colocação quatro anos atrás e deixar o Senado, em 2011, Marina abriu uma empresa em Brasília pela qual passou a receber por suas conferências.

Entre abril de 2011 e maio deste ano, Marina ganhou R$ 1,6 milhão bruto com essas palestras, conforme revelou neste domingo, 31, o jornal Folha de S.Paulo. Ela interrompeu as atividades de palestrante após lançar candidatura neste ano e negocia com o PSB receber uma remuneração mensal do partido, segundo sua assessoria de imprensa.

Marina foi contratada por bancos, como Santander e Crédit Suisse, pela multinacional Unilever e pela Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg). Foi remunerada ainda por palestras na Argentina, Uruguai, Chile e Bolívia. Houve eventos em que ela não cobrou pela palestra, como numa conversa, meses atrás, com alunos do "Curso Estado de Jornalismo".

Faz parte do trabalho de Marina como palestrante se reunir com grupos pequenos de executivos do sistema financeiro e ser remunerada por isso. A assessoria de Marina afirma que o tema recorrente de suas palestras é a sustentabilidade.

A lista completa de clientes não é divulgada pela candidata sob o argumento de que os contratos são confidenciais. É o mesmo procedimento usado por outros políticos que costumam ser remunerados por palestras, como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

 

...........................................................................................................................................................................