politica

politica

QUAL ENTRE OS CANDIDATOS À PRESIDENTE FARIA A ECONOMIA VOLTAR A CRESCER?

"Quem resolve o preço da gasolina é a Petrobras. Temos uma certa regularidade. Nos últimos anos, sempre teve aumento. Um ou dois. É um setor privilegiado. A maioria dos segmentos teve reajuste de preços uma vez por ano, e não duas vezes por ano. Ano passado [a gasolina] teve dois aumentos. Então, esse ano não será diferente. Vai ter aumento. Ano passado teve aumento em novembro. Quando houver a decisão, haverá um aumento. Não cabe a mim decidir isso",

Guido Mantega
Ministro da Fazenda 

POLITICA

02/10/ - 11h01m
RUI PROMETE VALORIZAR O FUNCIONÁRIO PÚBLICO NA BAHIA


O candidato a governador pelo PT, Rui Costa, a quatro dias das eleições, assumiu o compromisso de dar continuidade ao programa de valorização do funcionalismo público implantado pelo governador Jaques Wagner (PT), seu padrinho político.

 As medidas não dirão respeito só a questão salarial, mas também no tocante à progressão na carreira, o que, segundo ele, praticamente não existia nos governos anteriores.

Segundo o candidato, ao dar prioridade ao funcionalismo, o governo Wagner corrigiu uma situação que levou bons profissionais a deixarem a administração estadual em busca de reconhecimento e valorização na iniciativa privada. “Foi neste governo de Jaques Wagner, sem dúvida, que o funcionalismo público estadual mais conquistou avanços”, avalia Rui.

A ideia do governista é manter a forma de tratamento, cujo foco será o diálogo e a negociação permanente, não apenas na melhoria da remuneração, mas também na valorização dos servidores com a implementação de políticas públicas capazes de melhorar as condições de trabalho e a qualificação do servidor baiano.

Na avaliação do postulante ao Palácio de Ondina, “construir um estado mais justo e inclusivo, em que os serviços públicos desempenhem importante papel no desenvolvimento econômico e na garantia de direitos, faz do funcionalismo eixo fundamental desta gestão, por isso, devem receber total atenção por parte da administração estadual”. (TB)

 

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 10h20m
ENTENDA AS DIFERENÇAS ENTRE O VOTO NULO E O VOTO EM BRANCO
 

 
Com a aproximação do dia da votação das eleições de 2014, realizada neste domingo (5), algumas dúvidas bastante comuns começam a aparecer para o eleitor. Uma delas é em relação aos votos nulos e os votos em branco. Você sabe exatamente quais são as diferenças entre eles?
 
O voto nulo é quando o eleitor manifesta sua vontade de anular seu voto, digitando na urna eletrônica um número que não é correspondente a nenhum candidato ou partido político oficialmente registrados. Já o voto em branco é quando o eleitor aperta a tecla “Branco” na urna eletrônica. Esta ação não é computada como voto válido.
 
Se em uma eleição os votos nulos ou brancos forem a maioria, a eleição não é invalidada. Muitas vezes ocorre uma leitura equivocada do Código Eleitoral e algumas decisões do TSE, que remetem a convocação de novo pleito caso a “nulidade” atinja mais da metade dos votos.

O fato é que a “nulidade” à qual se refere o artigo 224 do Código Eleitoral é aquela decorrente de fraude, de ato ilícito ou de acidente durante o processo eleitoral. Os votos nulos e brancos não entram na soma dos votos, servindo, quando muito, para fins de estatística


 

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 09h08m
ASSESSORIA NEGA QUE FLORENCE SEJA PETISTA CITADO EM MATÉRIA
 
 
O deputado federal Afonso Florence (PT) negou que seu nome seja o citado nas denúncias de contratos irregulares de ongs no Brasil. A assessoria do deputando mandou um comunicado esclarecendo que somente hoje foi requerida Certidão Nada Consta, não existindo assim solicitação anterior perante o Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa – GEPAM, do Ministério Público da Bahia, afirmando que o petista citado na matéria não é Afonso Florence. 

A assessoria também pontua que não existe nenhum vínculo ou indício de improbidade administrativa por parte de Afonso Florence na Ação Civil Pública nº 0353203.632012.8.05.0001 movida pelo MP para apurar supostas irregularidades na execução do convênio da Ong – Instituto Brasil. “Este documento legitima, mais uma vez, a reputação do deputado que tem mais de 30 anos de vida pública exemplar e ficha limpa”.

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 07h40m
RUI E DILMA RECEBEM APOIO DE SEGMENTOS CULTURAIS
 
 
O Teatro Vila Velha, em Salvador, palco de longa tradição de resistência e de debates políticos e culturais abrigou, na noite da última terça-feira (30), um evento dos mais especiais: com uma discussão sobre políticas culturais, um numeroso grupo de artistas, agentes de cultura e intelectuais deu seu apoio às candidaturas de Rui Costa para governador e de Dilma Rousseff à reeleição para presidente, num evento que reuniu cerca de 500 pessoas. Nesta reta final da campanha, a candidatura de Rui já recebeu o reforço do apoio de importantes segmentos, a exemplo de entidades que defendem o direito à moradia, da maioria dos grupos do movimento negro, de importantes setores ligados à saúde, à Educação e, agora, do setor cultural.
 
O ex-ministro da Cultura, Juca Ferreira, um dos oradores da noite, falou sobre os avanços da área durante os governos Lula e Dilma, relacionando itens como a inclusão dos pólos culturais indígenas e dos quilombolas como um exemplo da mudança que se registrou na própria forma de tratar o segmento, com uma visão mais ampla e democrática. Em relação à Bahia, vários oradores destacaram o fato de o Estado ter se tornado, durante o governo Wagner, uma referência no processo de organização da cultura, que passou a ser tratada também do ponto de vista antropológico e social, não somente da manifestação artística e do patrimônio.

Durante o evento, além dos vários oradores que defenderam o posicionamento político do setor na defesa das candidaturas de Rui e de Dilma, também houve intervenções da plateia e a apresentação de grupos e cantores. Um dos momentos mais marcantes foi quando um grupo de jovens negros, formados na oficina do Bando de Teatro Olodum, subiu ao palco para fazer uma apresentação em defesa de uma política de financiamento da cultura negra. Também estiveram presentes, entre outros, Edmilson Souza, secretário nacional de Cultura do PT, Albino Rubim, secretário de Cultura do Estado e ex-presidente do Conselho de Cultura, parlamentares e candidatos que são vinculados ao setor cultural. 



 

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 07h39m
PAULO SOUTO QUER CONQUISTAR INDECISOS
 
 
O candidato ao governo Paulo Souto(DEM), saiu em campanha pelo interior da Bahia em busca daqueles candidatos que parecem indecisos na hora de votar. Os compromissos começaram ontem, logo pela manhã, passando pelas cidades de Itanhém, Medeiros Neto e Lajedão. À tarde, a coligação “Unidos pela Bahia” fez carreata em Teixeira de Freitas, Mucuri e Itabatã. Souto finalizou os compromissos do dia em visita ao município de Posto da Mata, no início da noite.
 
Em discurso para a população, o democrata lançou ataques ao governo de Jaques Wagner (PT) sobre a situação das rodovias estaduais. “É um absurdo que a BR-101 seja duplicada em todos os estados fora da Bahia e aqui não. E o governador que é do mesmo partido da presidente da República não faça nada”.

De acordo com o postulante, Wagner não manifesta qualquer interesse em defender os interesses dos baianos. “Vamos mudar isto. Teremos a voz corajosa de Geddel Vieira Lima para nos ajudar em Brasília a fazer o governo federal duplicar a BR-101 na Bahia”, assegurou.

No Extremo Sul, Paulo Souto prometeu implantar uma das duas Unidades Administrativas Regionais, já previstas em seu plano de governo. 

“Com a Unidade Administrativa Regional, o governo estadual estará mais próximo das regiões distantes da capital, como o Extremo Sul e o Oeste. A Unidade Administrativa Regional será um instrumento de interlocução direta do governo com as populações dessas regiões, um meio de atender as demandas regionais com mais eficiência”. 

 

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 07h37m
LÍDICE CRITICA BRIGA DE PARTIDOS
 

 
Na disputa pelo Palácio de Ondina, a candidata do PSB, Lídice da Mata, fez caminhada na manhã de ontem na cidade de Jequié e à noite esteve no município de Camaçari, onde se encontrou com evangélicos.

Nas duas ocasiões, a candidata voltou a criticar duramente seus adversários Rui Costa (PT) e Paulo Souto (DEM) por darem ênfase a discussões, ataques e acusações que não contém propostas de governo para a população baiana.
 
Segundo a socialista, além de tentarem polarizar a campanha, os candidatos estão usando o tempo que têm para brigar, dando continuidade a uma antiga picuinha entre as duas legendas.

A postulante tem reforçado também em suas redes sociais, como Facebook e Twitter, e garantido que, caso eleita, fará um governo voltado para o investimento em educação, em saúde e segurança pública.

Garante ainda que junto com Marina Silva irá adiantar obras em andamentos que estão inclusas no PAC. “Marina, quando esteve na Bahia, assumiu comigo o compromisso de adiantar as obras que estão em andamento, incluídas no PAC”, afirmou. (TB)



 

...........................................................................................................................................................................

02/10/ - 07h22m
ELEIÇÕES TERÁ ÔNIBUS COM FROTA MÁXIMA
 

 
A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) informa que as linhas de ônibus vão circular em frota máxima, de 8h às 18h, neste domingo, 5, dia da eleição. Após 18h, a frota será reduzida para o contingente de fim de semana, com exceção das linhas de horário do CAB; C006 - CAB- Circular; H028 - UCSal/ Pituaçu - Campo Grande; C004 - Hospital Geral; H046 - Estação Pirajá - Estação Rodoviária.
 
A frota reguladora fixa das Estações Pirajá, Mussurunga e Lapa deverá operar com programação normal de domingo. Os micro-ônibus das linhas Iguatemi/ Praça da Sé rodarão com oito carros e Imbuí/ Praça da Sé com 10 carros. Os veículos adaptados com elevadores também estarão em operação em suas linhas. Para reforçar a fiscalização, três veículos ficarão à disposição em cada uma das estações para casos de necessidade.( A Tarde)


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 18h00m
MARINA IGNORA AÉCIO E SOBE TOM CONTRA DILMA NA RETA FINAL


A campanha de Marina Silva (PSB), ao menos no discurso, minimiza a subida de Aécio Neves (PSDB) nas pesquisas e promete aumentar os ataques contra Dilma Rousseff (PT) nesta reta final de campanha.

Segundo a última pesquisa Datafolha, Dilma está com 40% das intenções de voto, seguida de Marina, com 25% e Aécio, com 20%. A candidata do PSB perdeu nove pontos percentuais desde 3 de setembro, data em que estava com 34% das intenções. No mesmo período, Aécio aumentou seis pontos percentuais, e Dilma, cinco.

Desde o início de setembro, a ex-senadora tornou-se alvo de ataques das duas campanhas. Enquanto o PSDB explora o passado petista de Marina e diz que ela não tem preparo para assumir a Presidência, o PT acusa Marina de mentir e mudar de posição conforme a ocasião.

Nesta semana, durante atos de campanha em Pernambuco, Marina focou os ataques à Dilma, colocando Aécio em segundo plano. Marina disse que Dilma "come pela boca do marqueteiro e come pela mão do assessor". Após acusar o PT de fazer "o jogo de dominador" com ela, afirmou: "eu não quero me parecer com essa gente".

Antes da divulgação da pesquisa Datafolha de ontem, Beto Albuquerque (PSB), vice de Marina, afirmou que Aécio está estacionado nas pesquisas internas do PSB. "Nos nossos trackings o Aécio não cresce. Está estacionado. Ele está paralisado entre 17 e 18% e nós com nosso capital.

Albuquerque disse que o discurso de ontem da parceira marcou uma mudança no tom e se repetirá nesta reta final. "Nós conversamos muito, eu e a Marina hoje, e achamos que não temos que só responder pergunta dos outros, mas fazer as nossas também. Parar de respeitar muito e perguntar o que precisa ser perguntado. Acho que estamos fazendo uma mudança salutar que o Brasil exige que nós façamos", afirmou.

Segundo Albuquerque, a campanha irá explorar mais os episódios de corrupção do governo Dilma, como os desvios da Petrobras e a troca de ministros. As informações são do uol.
 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 17h41m
AÉCIO DIZ QUE PSDB ENTRARÁ NA JUSTIÇA CONTRA OS CORREIOS
 

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, classificou de 'estarrecedora' a denúncia publicada nesta quarta-feira, 1º, no jornal O Estado de S.Paulo de suposto uso político dos Correios nesta campanha. Aécio informou ainda que sua campanha apurou também que as correspondências do partido no Estado não foram entregues. "Investigamos a denúncia e vimos que os Correios não entregaram nossa correspondência de campanha em Minas Gerais, é inimaginável colocar uma empresa a serviço de uma campanha eleitoral (PT), disse Aécio.
 
O candidato do PSDB disse que sua coligação está entrando na Justiça para responsabilizar criminalmente o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, "e todos que participaram deste crime". E reiterou: "Queremos a criminalização dos responsáveis por esta ação perversa dos Correios".
 
Segundo o tucano, é grave que os Correios, uma empresa secular e que sempre foi respeitada, não estar cumprindo com suas responsabilidades. "Não basta o que governo PT fez com a Petrobras e com o Estado brasileiro", destacou, dizendo que está empresa secular se submete ao comando do PT.
 
Nas críticas, Aécio disse que o PT não respeita os adversários e quer vencer essas eleições no grito. "Mas não vai vencer no grito, quem vai vencer somos nós, para profissionalizar nossas empresas e colocá-las a serviço da população e não para um projeto de poder (PT)", emendou. As declarações de Aécio foram feitas antes de uma caminhada na cidade de Mogi das Cruzes, ao lado de correligionários como o governador da São Paulo e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin. (Estadão)


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 15h45m
"SEI O QUE É VIVER EM FAVELA", DIZ MARINA EM SÃO PAULO
 

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, disse nesta quarta-feira (1º) em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, que sabe como é viver em uma favela. "Eu sei o que é morar em uma comunidade, das dificuldades que vocês vivem. Sei pelo compromisso de uma vida", afirmou. "A comunidade não é folha em branco, tem ideias, tem projetos. Até os 16 anos eu era analfabeta, morava na floresta".
 
Marina reforçou que há a comunidade real e a fantasiosa, que aparece nos programas de TV do governo. "No dia 5 vocês vão escolher entre o Brasil de fantasia da propaganda e o Brasil real", afirmou. Marina criticou o governo Dilma Rousseff (PT) por não ter entregado o hospital e as creches prometidos à região. Segundo a ex-ministra, Dilma entregou apenas 417 creches das 6 mil prometidas e nenhuma na comunidade de Paraisópolis.
 
Ao fim do discurso, lembrada pelo vice Beto Albuquerque, reforçou que não acabará com o Bolsa Família, "como dizem alguns". Prometeu não apenas seguir com o programa, como ampliá-lo para atender a 4 milhões de família que estão na fila. Disse também que o programa tem de melhorar para que novas gerações não dependam dele. "Temos que sair da doação, como se fôssemos folha em branco, para a conquista", afirmou. "Vamos fazer mais: educação de qualidade, para que as filhas e filhos do Bolsa Família não virem as novas mães e pais do Bolsa Família. A gente pode até ter vida difícil, mas a gente quer dar vida melhor pros nossos filhos", disse a Marina.
 
Em um discurso com tom emocional e energia, apesar da evidente rouquidão, a candidata destacou suas propostas do passe livre estudantil e de destinar 10% da arrecadação bruta para educação. Paraisópolis recebeu Marina nesta quarta-feira com apresentações da orquestra e do balé da comunidade. As atividades foram organizadas pelo candidato a deputado federal pelo PPL Miguel Manso e pelo líder comunitário Gilson Rodrigues, que é candidato a deputado estadual pelo mesmo partido de Manso. O PPL é uma das legendas que compõem a coligação de apoio a Marina.


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 14h21m
VEREADOR INDICA MELHORIAS PARA O SUBÚRBIO FERROVIÁRIO
 
 
Dois projetos de indicação, de números 223/14 e 224/14, foram apresentados na Câmara Municipal de Salvador pelo vereador J. Carlos Filho (PT), ambos sugerindo melhorias para o bairro de Plataforma, no Subúrbio Ferroviário. No primeiro ele recomenda a instalação de uma creche-escola em um espaço particular no antigo Show Clube, localizado no São João do Cabrito. No outro o petista indica a construção de uma praça pública na Rua Úrsula Catharino.
 
Ressaltando a importância do acesso das crianças às creches, J. Carlos Filho argumenta que o espaço do antigo Show Clube é viável para a implantação de uma creche-escola, bastando que o poder público desaproprie o imóvel “fundado em interesse público”. Segundo ele, além de estimular o desenvolvimento infantil o equipamento colabora com as mães do bairro, “que podem ter a oportunidade de trabalhar ou estudar durante o período em que o filho estiver assistido pelos educadores”.
 
O vereador lembra na justificativa que a educação infantil em creches e pré-escolas é um dever do Município e um direito da criança. E observa: “É considerada a primeira etapa da educação básica, tendo como finalidade o desenvolvimento integral da criança até os seis anos de idade”.No segundo projeto J. Carlos Filho considera a importância da construção de uma praça pública na Rua Úrsula Catharino, no bairro de Plataforma, em frente à Escola Ribeiro de Araujo, com o objetivo de proporcionar lazer e outros benefícios à população. 
 
“A comunidade, em especial a classe estudantil, poderá desfrutar de mais um espaço de convívio social e de lazer”, argumenta o vereador. Segundo ele, a execução de projetos dessa natureza mudam a paisagem do bairro e fazem com que fiquem mais bonitos, além de ser fundamental para o bem-estar da coletividade.


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 12h27m
LÍDICE CRITICA CAMPANHA DE AÉCIO E DILMA CONTRA MARINA
 
 
A Senadora Lídice da Mata (PSB), candidata ao governo do estado pelo PSB criticou a postura de Aécio Neves e Dilma Rousselff de criticarem de maneira feroz as ações de Marina Silva na campanha.  Lídice quer ser governadora porém, no caminho, tem dois adversários que aparecem com larga vantagem, de acordo com as pesquisas de intenção de votos divulgadas sobre a sucessão – o ex-governador Paulo Souto (DEM) e o deputado federal Rui Costa (PT). Questionada sobre como reverter a situação ela explica.
 
“Nós vamos continuar lutando para chegar ao segundo turno. A nossa campanha está em um bom ritmo. A posição de Marina, com todas as chances de chegar ao segundo turno, intensificou mais a campanha do PT, uniu todos e levou a um ritmo de confronto que se repetiu embaixo. Eles (o PT) preferiram polarizar com Paulo Souto, que não tem um candidato à Presidência forte, do que polarizar comigo, que tenho Marina no páreo. Essa é uma estratégia claramente definida pelo PT, e com força para definir o jogo, porque tem o poder de interferência na mídia, nas organizações sociais que estão no governo”. 

Sobre sua ligação de oito anos com PT e sua proposta de governo ela explica “Não, nenhuma dificuldade, nenhum constrangimento porque eu nunca fiz ataques pessoais, nem agressões a ninguém, que não é meu estilo de fazer política. Participamos do governo dentro de uma proposta. O que Eduardo (Campos) fez foi refletir sobre os erros da política econômica atual e outros erros administrativos e buscar uma saída do campo político progressista para impedir que a reação aos erros levasse à vitória de uma candidatura fora do contexto que está sendo debatido”
 
Sobre sua gestão na Prefeitura ela diz que o tempo lhe ensinou muita coisa. “Quanto tempo faz que eu saí do governo? Já se passaram 28 anos que eu entrei no governo. Muito tempo se passou. E tem uma outra coisa, a minha experiência administrativa foi marcada pela perseguição política. Veja bem, você diz ‘algumas pessoas’ e pode ser que elas tenham se deixado levar pelo massacre da mídia, o cerco financeiro, mas quem vai comigo em qualquer lugar dessa cidade e é recebido em qualquer segmento de renda com o carinho que eu sou recebida não tem nada que olhar para trás com ressentimentos”.


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 11h36m
PSB PODE SER O DESTINO DE PINHEIRO APÓS POLÊMICA


Os caminhos que parecem estar fechados para o senador Walter Pinheiro dentro do PT baiano, após a polêmica em torno de sua declaração a revista Veja sobre a denúncia de Dalva Sele Paiva, podem se abrir em outro ninho partidário.

Diante da cogitação de sua saída do partido, nos bastidores, há quem diga que não vai faltar quem o abrace e uma das possibilidades seria o PSB, liderado na Bahia pela candidata ao governo, Lídice da Mata, eleita em 2010 para o Senado na mesma chapa de Pinheiro. O que não falta na relação de ambos é afinidade, conforme sinaliza a própria socialista.

Embora esteja em intensa campanha para a corrida estadual, consta que, diante da situação, Lídice teria mantido contato com o petista. Entretanto, ela negou para o site Bocão News que tenha conversado sobre o futuro do senador.

Ela descartou que tenha feito qualquer convite. “Isso não existe”, afirmou, justificando que não há no momento, tempo disponível para articular tal perspectiva. No entanto, Lídice destacou a sua relação de “parceria” com o político de origem histórica no PT. “Afinal de contas fomos eleitos pela Bahia. Trabalhamos juntos lá em Brasília. Ele é um político com experiência suficiente para decidir seus caminhos. Eu jamais o constrangeria com qualquer convite”, disse.

Ao ser questionada, a líder socialista cogitou: “Eu teria que conversar com o PSB. Mas, obviamente que eu não tenho nada a opor a presença de Pinheiro em lugar nenhum. Pinheiro é um homem sério, honrado e trabalhador. É um grande companheiro”, enfatizou.

A declaração de Lídice se contrapõe ao clima dos últimos dias envolvendo o senador. Nos corredores da cena política, petistas ainda citam o constrangimento, em relação às falas de Pinheiro. O diagnóstico é de que está “complicado” e o quadro, conforme uma fonte, só deve melhorar caso o PT conquiste as urnas já no próximo domingo, com Rui Costa (PT) ao governo. (TB)

 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 10h45m
ELINALDO PROMOVE CARREATA COM ACM NETO EM CAMAÇARI
 
 
Principal liderança da oposição na Bahia, o prefeito ACM Neto aceitou o convite do vereador e candidato a deputado estadual Elinaldo (DEM) para participar neste sábado de uma carreata pelas principais ruas e avenidas de Camaçari. O convite ao prefeito foi feito na noite desta terça-feira (30), pouco antes do debate entre os candidatos ao governo realizado na TV Bahia. “Durante toda a campanha mantive muitos contatos com o prefeito ACM Neto. Então, resolvi convidá-lo para fecharmos com chave de ouro a nossa vitoriosa campanha”, afirmou Elinaldo, uma das principais apostas do Democratas para aumentar a bancada do partido na Assembleia.
 
De acordo com Elinaldo, a carreata deve começar às 14h e o ponto de encontro é o Clube Social, na avenida Jorge Amado. Será a primeira participação efetiva do prefeito de Salvador na campanha de Camaçari _por motivos de agenda, na carreata anterior, que contou com o governador Paulo Souto, o prefeito José Ronaldo e o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o prefeito de Salvador não compareceu.

Ao aceitar o convite, ACM Neto afirmou que Elinaldo representa a renovação na política de Camaçari e da Região Metropolitana de Salvador. “Elinaldo conquista a todos por sua simplicidade, humildade e trabalho. O que mais se destaca em Elinaldo é o fato de ele sempre estar à disposição da população, de fazer das ruas e avenidas o seu gabinete”, além de ter liderado por muitos anos a oposição em Camaçari”, disse o prefeito de Salvador.


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 10h31m
CONFIRA AS REGRAS DA JUSTIÇA ELEITORAL AOS CANDIDATOS ENTRE QUINTA E DOMINGO


Com a proximidade do primeiro turno das eleições no domingo (5), a Justiça Eleitoral tem algumas regras que não podem ser esquecidas por candidatos, partidos políticos e coligações.

Segundo a Lei Eleitoral, amanhã (2) é o último dia para a exibição da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final para os candidatos fazerem reuniões públicas de campanha, comícios e para a utilização de aparelhagem de som fixa, entre as 8h e a meia-noite.

Quinta-feira também é a data limite para a realização de debates políticos na televisão ou no rádio. Debates iniciados no dia 2 podem se estender, no máximo, até as 7h do dia 3 de outubro. Também até amanhã, partidos políticos e coligações terão que indicar à Justiça Eleitoral o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados de partido que estarão habilitados a acompanhar os trabalhos de votação.

Sexta-feira (3) será a data limite para que se faça a divulgação paga, na imprensa escrita, a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral. Ainda nesta sexta-feira, os presidentes de mesa que não tiverem recebido o material destinado à votação deverão comunicar a falha ao juiz eleitoral.

No sábado (4), termina a propaganda eleitoral com uso de alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8h e as 22h. Carreatas, caminhadas, passeatas e a distribuição de material gráfico também só poderão ser feitos até as 22h deste sábado.

Desde terça-feira (30), até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto. A proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20. No entanto, quem concorre a cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a competência para proibir a venda de bebidas alcoólicas no dia da votação é da Secretaria de Segurança Pública de cada estado, município ou do Distrito Federal.

 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 09h32m
FEIRA, CAMAÇARI E SIMÕES FILHO RECEBEM ELIANA CALMON NESTA QUARTA
 
 
Feira de Santana, Camaçari e Simões Filho são alguns dos municípios que receberão nesta quarta-feira [01.10] a presença da candidata ao senado federal, Eliana Calmon (PSB). Caminhada nas principais avenidas das cidades, encontro com militâncias e entrevistas em rádios fazem parte da agendade compromissos da candidata pela coligação “Coragem para Mudar  Bahia”.
 
Eliana Calmon é ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e também ocupou o cargo de corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A magistrada é conhecida pela luta contra a corrupção dentro dos órgãos federais, chegando a investigar irregularidades nos tribunais.


 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 09h02m
GOVERNO DO PT DEMORA CINCO ANOS PARA CONSTRUIR UMA UPA, DIZ SOUTO



 

O candidato a governador Paulo Souto destacou a dificuldade do governo atual em concluir obras relativamente simples ligadas à saúde no estado para desdenhar da promessa de construção de uma série de hospitais anunciadas pelo candidato Rui Costa.
 
“O candidato do PT comemora uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento] que demorou, incrivelmente, cinco anos pra ser construída. É essa a eficiência do governo petista”, afirmou durante o debate da TV Bahia, nesta terça-feira (30).
 
Souto citou uma série de obras atrasadas ou interrompidas no interior do estado, como o Hospital da Chapada Diamantina, em Seabra, que há quatro anos está em obras sem prazo para conclusão. “Com tanta incompetência, não dá pra acreditar nessas promessas de construção tão rápida de hospitais por todo o estado”, concluiu Souto.

 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 08h25m
CONFIRA A AGENDA DOS CANDIDATOS AO GOVERNO DESTA QUARTA


Lídice da Mata (PSB)
Pela manhã, a candidata do PSB ao governo do estado faz caminhada e panfletagem no município de Jequié. À noite, tem encontro com pastores em Camaçari
 
Marcos Mendes (PSOL)
Pela manhã, o candidato do PSOL reúne-se com equipe de campanha. Às 13h20, entrevista à Rádio Ouro Negro, de Feira de Santana. Às 18h20, entrevista à Rádio Ubatã
 
Paulo Souto (DEM)
Às 9h, o candidato democrata vai a Itanhém. Depois, visita Medeiros Neto. À tarde, vai a Lajedão e faz carreata em Teixeira de Freitas, às 14h. Às 16h30, vai a Mucuri e a Itabatã, às 17h30. Às 18h, visita Posto da Mata
 
Renata Mallet (PSTU)
Pela manhã, a candidata participa de atividade da greve dos trabalhadores bancários. À tarde, faz campanha na cidade de Catu. À noite, realiza panfletagem em Camaçari
 
Rogério da Luz (PRTB)
Passa o dia gravando horário eleitoral e, à noite, reúne-ne com equipe de campanha
 
Rui Costa (PT)
Pela manhã e à tarde, o candidato petista tem reunião com as equipes de campanha. Às 20h, faz comício no município de Barreiras

 

...........................................................................................................................................................................

01/10/ - 07h24m
PAULO SOUTO PROMETE CONSTRUIR A MAIOR MATERNIDADE DO NORDESTE NA BAHIA
 

 
“Construí em Salvador a maior maternidade pública do Nordeste”, afirmou o candidato a governador, Paulo Souto, da coligação “Unidos pela Bahia”, no debate realizado na TV Bahia, na noite desta terça-feira (30), referindo-se à maternidade José Maria de Magalhães, no Pau Miúdo, dimensionando o seu compromisso com a saúde da mulher baiana, que, segundo ele, está sendo obrigada a ter seus filhos “nas portas dos hospitais, nos táxis e nas ruas”.
 
De acordo com Souto, caso eleito, novas medidas serão tomadas para evitar que as mulheres sejam vítimas da falta de assistência à saúde. “Incentivaremos os municípios a melhorarem todo o pré-natal, com programas para evitar a gravidez precoce. As grávidas também precisam saber exatamente onde terão seus filhos, em um momento solene e sublime, que precisa ser tratado com o maior cuidado”, disse.


 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 17h31m
ESTRATÉGIA DE DESCONSTRUÇÃO DE MARINA PARECE PROPAGANDA NAZISTA, DIZ LEONELLI

 
Publicitário de profissão e ex-deputado federal constituinte, Domingos Leonelli (PSB), criticou a estratégia de desconstrução da candidatura da correligionária, Marina Silva. O socialista comparou os ataques do PT e do PSDB à ex-senadora à propaganda institucional nazista.
 
Em seu perfil no Facebook, Leonelli afirmou que no século XX especialmente com o advento dos meios de comunicação de massa,  a mentira  foi utilizada largamente pelas forças de direita, desde o incêndio do Reichstag,  a sede do parlamento alemão destruído pelos nazistas para por a culpa nos comunistas. “Naquela época, foi o radio o grande veículo propagador dessa mentira politica e hoje essa disseminação é feita na internet e nas redes sociais”, afirmou.
 
Para Leonelli são deslavadas as mentiras conscientes de que Marina é contra Bolsa Familia , que vai terminar com o  pré-sal, que a autonomia  do Banco Central vai tirar a comida da mesa dos trabalhadores, que vai reduzir o Prouni, que ela tem a sua candidatura a  presidente sustentada por banqueiros,  constatamos que estão sendo utilizados os mesmos métodos nazistas.
 
“E quando verificamos que é o PT e o PSDB que se valem de um milionário aparato  de tv e  internet para mover  tão odiosa campanha, só podemos pensar numa imensa traição ideológica. Uma traição a um dos princípios mais caros  a todos os revolucionários do mundo. E o que leva a até então honrada presidente Dilma Rousseff  a autorizar metodologia tão vil? O que a leva tão longe na preservação do poder?”, questiona.


 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 16h24m
HAMILTON ASSIS DEFENDE FORTALECIMENTO DO SUS E FIM DA PRIVATIÇÃO DA SAÚDE

 
Candidato ao Senado pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Hamilton Assis defendeu o Sistema Único de Saúde (SUS) e afirma que um de seus compromissos é com uma saúde pública, gratuita e de qualidade. “Foi a luta do nosso povo através de movimentos populares, sindicais, estudantis e setores universitários que garantiu que a Constituição Federal de 1988 tivesse a saúde vista como algo mais ampla do que a simples ausência de doença, como um direito de todos a ser garantido pelo Estado. Posteriormente, a Lei 8.080/90 (Lei Orgânica da Saúde) estruturou o SUS”.
 
“Somos parte da luta em defesa do projeto histórico da reforma sanitária brasileira e do SUS. Seguimos lutando por um sistema de saúde com acesso universal, integral, gratuito e igualitário. Além disso, entendemos que a saúde tem relação direta com a classe social e as condições de vida de cada sujeito, ou seja, só é possível ter saúde com redução da jornada de trabalho, saneamento básico, transporte de qualidade, educação e lazer, entre outros pontos. Lutamos também para que o mínimo constitucional para a saúde pública, 12% do orçamento no caso dos estados, seja cumprido”, destaca Hamilton Assis.
 
Na avaliação de Hamilton Assis, desde a aprovação da lei do SUS nos anos 1990, sua implementação vem sendo feita de modo precário, na perspectiva do estado mínimo.  Ele afirma que “aqui na Bahia mostramos nos debates em que participamos que uma série de serviços públicos de saúde foram terceirizados e privatizados, das mais diversas maneiras e pelos mais diversos governos. Aqui PT, PSDB, DEM, PSB e demais que participaram e participam das diversas gestões estaduais se igualam. Denunciamos todas as formas de privatização e terceirização: Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), fundações estatais de direito privado, empresas públicas de direito privado e parcerias público-privadas e outras”.
 
Para ele a ação da sociedade na qual sua candidatura e ação do PSOL se engajam se dá no resgate das ideias da reforma sanitária e para o fortalecimento da luta por um sistema de saúde que não esteja subordinado às ordens do capital financeiro. “Não podemos encarar como natural o que ocorre na Bahia, por exemplo, onde escutamos que ‘o melhor hospital do interior é uma ambulância para a capital’. Uma vergonha que precisa ter fim. Todos os dias centenas de pessoas chegam a Salvador em busca de tratamento, em ônibus e vans que passam a noite em estradas esburacadas e perigosas. Além da questão humanitária, é preciso dizer que este modelo dificulta os tratamentos e passa a gerar outros agravos a saúde. Contra isso é que lutamos. Queremos hospitais regionais eficientes, fim da privatização e que saúde seja efetivamente direito de todos e dever do Estado”, finaliza Hamilton Assis.


 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 15h22m
“IMBASSAHY ESTÁ MUITO AFOITO NA COBRANÇA DAS DENÚNCIAS”, DIZ EMILIANO


Diante de declarações do ex-prefeito de Salvador, Antônio Imbassahy, deputado federal pelo PSDB, cobrando investigação das denúncias da ex-presidente do Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, apontando a suposta existência de um esquema de desvio de verbas federais, o deputado federal Emiliano José (PT), disse que o tucano deve estar sendo traído pela memória, pois parece ter esquecido os diversos escândalos que marcaram sua trajetória política na Bahia.

Emiliano destacou que na gestão da prefeitura da capital baiana, Imbassahy foi alvo de inúmeras investigações por parte do Ministério Público do Estado (MPE), entre elas o caso que resultou no Aeroclube Plaza e as irregularidades na publicidade.

Emiliano também afirmou que em sua passagem pela Assembleia Legislativa da Bahia, Imbassahy teve o nome apontado como o “fantasma” do escândalo da Pasta Cor de Rosa. “Imbassahy está muito afoito na cobrança das denúncias sem provas e requentadas, feitas pela ex-presidente da ONG Instituto Brasil à revista Veja. Se a Veja resolver requentar as denúncias da época em que o deputado foi prefeito de Salvador vai encontrar farta documentação no MP”, disse Emiliano, que foi vereador da capital na gestão de Imbassahy e acompanhou as denúncias.

 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 12h18m
LÍDICE CRITICA ATUAL MODELO DE SEGURANÇA E FALSO DEBATE SOBRE O TEMA
 
 
A candidata a governadora Lídice da Mata (PSB) criticou o modelo de segurança pública do atual governo do PT, que segundo ela repete o adotado na anterior administração do DEM, e lamentou o tom adotado por seus adversários Rui Costa e Paulo Souto, que repetiram no debate da TV Aratu, na noite de segunda-feira (29), a mesma estratégia utilizada no horário eleitoral gratuito, de ataques entre si, sem a real discussão dos problemas do Estado.
 
Em meio à disputa entre os candidatos do DEM e do PT ao governo do Estado para saber em qual governo houve maior número de mortos vítimas de violência, Lídice cobrou propostas reais para resolver o problema.

Lídice garantiu que irá adaptar para a realidade baiana o modelo de Pacto Pela Vida adotado em Pernambuco, que reduziu a violência em 40% nos últimos 7 anos, com a ação unificada entre as polícias Civil e Militar, uso de inteligência e monitoramento dos resultados, acompanhado de uma ação social coordenada.


 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 11h32m
LÍDICE QUER DEMISSÃO DE COMISSIONADOS


O fim de semana foi cheio para a candidata ao governo da Bahia, Lídice da Mata (PSB), cuja agenda de compromissos incluiu comícios no interior da Bahia, uma caminhada em Nordeste de Amaralina e comício em Camaçari, que comemorou 256 anos.

Em seu discurso, a postulante afirmou que o estado anda mal das finanças e que os gastos com pagamento de pessoal representam 47% da arrecadação, já no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.

A socialista disse ainda que irá cortar 10,5 mil cargos comissionados, ocupados por indicação política, com o objetivo de garantir o orçamento para a contratação de mais funcionários para áreas prioritárias como educação, saúde e segurança públicas. Ainda de acordo com ela, esse novo efetivo entraria por meio de concursos públicos.

“Vou fazer concursos para professores, médicos e profissionais da área de saúde e convocar os concursados da Polícia Civil, Polícia Militar e coordenadores pedagógicos. Vou também valorizar os funcionários estaduais como fiz quando fui prefeita de Salvador, o que até hoje é reconhecido pelos funcionários municipais. Aliás, tenho orgulho de ter esse reconhecimento”, disse.

Ainda sobre as questões referentes à economia e ao funcionalismo público do estado, a postulante comprometeu-se a pagar a URV aos servidores públicos estaduais, conforme determinação judicial.

Ela criticou os adversários Rui Costa (PT) e Paulo Souto (DEM), que, segundo disse, não querem realizar o pagamento. “Asseguro que vou cumprir a sentença judicial de pagamento da URV negociando com os servidores e seus sindicatos este desembolso ao longo dos quatro anos de governo”, acrescentou.

 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 08h45m
RUI COSTA DIZ QUE ANEXO DO ROBERTO SANTOS POSSIBILITA MAIS ACESSO A SAÚDE
 

 
Na opinião do candidato Rui Costa, a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o novo Ambulatório de Especialidades, anexo ao Hospital Roberto Santos (HGRS), na manhã desta segunda-feira (29),  é mais um avanço na gestão de Jaques Wagner para a reestruturação de atendimento em Saúde na Bahia. Para ele, as bases sedimentadas pela atual gestão possibilitarão que na próxima sejam resolvidas as questões da regulação.
 
Para Rui, os números da saúde baiana, antes de 2007, traduzem a falta de compromisso da oposição com a qualidade de vida da população. “Com o PT o número de leitos de UTI foi triplicado. Hoje, são mais de mil”, disse, para continuar apresentando os resultados da área de saúde. “Foram 1.400 postos de saúde construídos e outros 2 mil reformados; 8 mil médicos foram contratos, mais de 1.600 pelo programa Mais Médicos”, registrou. “Em 2007, o SAMU cobria apenas 39% do território baiano. Atualmente atende 80% e na minha gestão teremos 100% da cobertura”.

Rui lembrou que até 2007 a Bahia tinha os piores indicadores de saúde do Nordeste. Para se ter ideia da precariedade, alerta o candidato, em 2006, o recurso aplicado em Saúde foi de R$ 1,86 bilhão. Em 2013, com Wagner, foram R$ 3,96 bilhões. “De 2007 a 2013, o governo investiu R$ 21,32 bilhões. Em 2012, a Bahia foi o 5º estado do país com maior despesa em saúde”, contabilizou.

A UPA inaugurada em Salvador vai concentrar os atendimentos de urgência e emergência. Tem capacidade para 11 mil pacientes por mês, enquanto no novo Ambulatório de Especialidades, que vai funcionar no prédio anexo, serão realizados 30 mil consultas e quatro mil exames e pequenos procedimentos. Juntas, as duas construções receberam um investimento de R$ 22,2 milhões.


 

...........................................................................................................................................................................

30/09/ - 07h22m
PT DIZ QUE NETO NÃO TEM PROJETOS PARA DESENVOLVER SALVADOR
 

 
O que se espera de qualquer governo é que tenha um projeto que desenvolva as forças produtivas locais e potencialize novas atividades econômicas e sociais. “Em quase dois anos de governo ACM Neto não fez além da função de sindico que todo prefeito tem de fazer e ainda não foi possível entender quais são as suas estratégias para tirar a cidade da triste liderança nacional de desemprego,.por exemplo”, pontuo Edson Valadares, presidente do PT de Salvador.
 
O que temos visto é uma política que tira do contribuinte, muitas vezes de forma ilegal, tributos, taxas e impostos para aumentar o caixa da prefeitura. “Ninguém sabe quais são as vocações que serão impulsionadas, quais as forças motrizes e quais as tendências e contra-tendências, que orientam o seu plano de governo. O entretenimento tem sido sua única iniciativa, mas este setor por si só não garante o pleno emprego, é uma atividade de economia sazonal e que gera vagas de curta duração”, completou o dirigente do PT.

Um plano de longo prazo em gestões públicas só é eficaz se estiver em aderência com os demais instrumentos de planejamento municipais de médio e curto prazo. “O projeto Salvador 500 será elaborado depois do PPA já ter sido aprovado, de um PDDU esvaziado intencionalmente por leis isoladas para impedir que a sociedade decida sobre os aspectos importantes para a cidade. O prefeito não tem conseguido ser um estadista que coletivamente com os seus cidadãos apontam um horizonte de desenvolvimento capaz de possibilitar um futuro promissor”, concluiu Valadares.



 

...........................................................................................................................................................................

29/09/ - 16h39m
PSOL MANIFESTA-SE CONTRA SISTEMA ÚNICO TRABALHISTA E ALFINETA GOVERNO


O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) manifestou seu repúdio ao projeto de lei 6573/13 em tramitação na Câmara dos Deputados e que conta com o apoio explícito do governo federal através do empenho pessoal do ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias. Para o vereador Hilton Coelho (PSOL) o projeto “contribui com a exploração ainda maior dos trabalhadores e com a fragilização das relações trabalhistas e, para piorar, esvazia a fiscalização do trabalho. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ao que parece, quer se chamar Ministério do Patronato”, critica.
 
Hamilton Assis, candidato ao Senado pelo PSOL e membro da executiva estadual do partido, manifesta sua preocupação diante do projeto e da postura governamental. Considera que retira da União a exclusividade para organizar, manter e executar a inspeção do trabalho em nosso País conforme previsto no artigo 21, da Constituição Federal. “Contraria também a Convenção nº 81, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ratificada pelo governo brasileiro. Torna as relações trabalhistas ainda mais frágeis, ou seja, beneficia o patronato e aumenta a exploração. Para piorar estadualiza e municipaliza as ações do MTE, além de submetê-las ao crivo de conselhos integrados por empregadores. Só isso já é uma ameaça à independência e autonomia dos auditores-fiscais do trabalho que têm serviços enormes prestados na luta contra o trabalho escravo e tantos outros”.
 
Para a presidente do PSOL de Salvador, Zilmar Alverita, “para quem tinha alguma dúvida de a quem serve o atual governo federal, o apoio a esse projeto de SUT deixa claro o lado escolhido, o dos patrões. Mais de 700 mil acidentes do trabalho e quase três mil mortes são registrados no Brasil por ano, com um custo de R$ 70 bilhões. Com a criação do SUT, da forma como está, tende a agravar esse quadro catastrófico da saúde e segurança dos trabalhadores brasileiros. Também grave e preocupante é a permissão para terceirização dos serviços a serem prestados no âmbito das políticas públicas de emprego. A convenção 88 da OIT é clara ao dizer que o pessoal desse serviço deve ser formado por agentes públicos.”, finaliza.


 

...........................................................................................................................................................................

29/09/ - 15h58m
OPOSIÇÃO VAI AO TSE CONTRA CENSURA PRÉVIA NA CAMPANHA


A chapa majoritária da Coligação “Unidos pela Bahia”, liderada pelo candidato a governador, Paulo Souto, e o prefeito de Salvador, ACM Neto, denunciaram a censura prévia nas eleições, instituída por decisão liminar do juiz Cláudio Cesare Braga Pereira, genro do ministro da Controladoria Geral da União, Jorge Hage.

Desde a última sexta-feira (26), a oposição está proibida de divulgar em sua propaganda política no rádio e na TV as denúncias de desvio de recursos públicos para campanhas do PT, feitas pela presidente do Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, à revista Veja.

“Vamos formalizar uma reclamação constitucional, alegando descumprimento da lei, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o mecanismo de censura prévia ao qual estamos sendo submetidos nessa fase final da campanha”, afirmou Paulo Souto. De acordo com ele, os prejuízos causados pela decisão judicial atingem também a opinião pública, que, segundo ele, deve ficar atenta ao caso. “Não podemos veicular em nossa propaganda uma notícia feita por uma revista nacional, numa postura de censura, com inegáveis prejuízos para a opinião pública”.

O candidato a senador, Geddel Vieira Lima, ressaltou a coincidência de o juiz Cláudio Cesare, que tomou a decisão contra a chapa oposicionista, ser genro de um ministro da presidente Dilma. “O absurdo se consolida quando percebemos que o PT usa de um instrumento jurídico, o mandado de segurança, que não é apropriado para esses casos para reclamar a um único juiz, que é, coincidentemente, genro do ministro do PT, Jorge Hage”, informou, ressaltando que o mandado de segurança institui a censura nas eleições baianas, quando as denúncias de Dalva foram confirmadas pelo próprio senador petista Walter Pinheiro.

O prefeito ACM Neto lembrou que, em 2012, na reta final da disputa municipal, ainda no primeiro turno, ele precisou adotar medidas jurídicas para impedir que a Justiça Eleitoral decidisse a eleição de Salvador. “Agora estamos diante de um caso da mais alta gravidade para o Brasil. Estão querendo estabelecer a política da mordaça na Bahia em pleno século XXI. Isso é uma afronta à democracia e à liberdade de expressão”.

O candidato a governador, Paulo Souto, chamou atenção para a necessidade de a Polícia Federal assumir as investigações do caso. Ele denunciou a tentativa da máquina do governo petista de tentar desvirtuar a questão com a instauração de dois inquéritos na Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap), para investigar o Instituto Brasil e a calúnia da presidente Dalva Sele Paiva.

Leia também: OPOSIÇÃO COLOCA EM SUSPEIÇÃO JUIZ QUE SUSPENDEU VEICULAÇÃO DE DENÚNCIAS DO PT

 

...........................................................................................................................................................................

29/09/ - 15h00m
“NÃO EXISTE ESSA HISTÓRIA DE VOTO ÚTIL”, DIZ ELIANA CALMON


A candidata ao senado federal, Eliana Calmon (PSB), aproveitou a segunda-feira [29] para minimizar as recentes pesquisas de intenções de voto e fez um apelo aos eleitores.

“Pesquisas não decidem eleições como a história já mostrou incontáveis vezes, principalmente aqui na Bahia. Não existe essa história de voto útil. Não vote em um, achando que só ele pode derrubar o outro. Tem gente querendo utilizar o seu voto para voltar para trás e patinar no mesmo lugar. Vote com consciência, vote em quem você acredita de verdade”, invocou Eliana, completando que ela é a única candidata capaz de "combater a corrupção".

De acordo com um site especializado em política, Calmon obteve a segunda colocação como a melhor opção para o senado federal em todo o Brasil. Para a escolha foram levados em conta indicadores como o currículo e a formação profissional dos candidatos, processos judiciais e mídia. Os principais concorrentes de Eliana Calmon também foram analisados.

Estão classificados no mesmo ranking em posições bem inferiores: 88º (Otto Alencar, com 220 pontos) e 135º (Geddel Vieira Lima, com 170 pontos).
 

...........................................................................................................................................................................

29/09/ - 14h29m
ALELUIA DIZ QUE “PT PREFERE CENSURAR A ESCLARECER DENÚNCIAS”


“Ao manipular os meios jurídicos para instalar a censura no horário eleitoral, o PT demonstra que não quer debate, prefere calar quem denuncia”, afirmou o presidente do Democratas, José Carlos Aleluia, durante a coletiva de imprensa da coligação “Unidos pela Bahia”, nesta segunda-feira (29).

Aleluia disse que o encontro foi realizado como forma de demonstrar o repúdio de toda a coligação à atuação arbitrária de um juiz eleitoral em dissonância a todo o trabalho realizado pelo Justiça Eleitoral durante as eleições.  O magistrado Cláudio Cesare acatou o pedido de censura prévia aos programas eleitorais da oposição em relação à grave denúncia que envolve o candidato Rui Costa e a alta cúpula do PT no estado.

“Eles sequer querem o direito de resposta. Um político sério daria explicações ao povo sobre a denúncia de receber mensalinho de um instituto que desviou dinheiro do Fundo de Combate à Pobreza. Mas o que eles preferiram fazer? Calar a todos através de uma decisão arbitrária que temos todos os motivos para questionar”, afirmou Aleluia.

Durante a coletiva também foi revelado que o juiz Cláudio Cesare é genro do ministro-chefe da Controladoria Geral da União, Jorge Hage, um grau de parentesco até então desconhecido pela imprensa baiana. O DEM informou que todos os recursos impetrados pelo PT para censurar denúncias contrárias foram ingressados durante o plantão de Cesare.
 

...........................................................................................................................................................................



Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3272 - 2960